DISCOS
Waylon Jennings & the 357’s
Waylon Forever
· 06 Abr 2009 · 18:48 ·
Waylon Jennings & the 357’s
Waylon Forever
2009
Vagrant Records / Co-operative Music


Sítios oficiais:
- Vagrant Records
- Co-operative Music
Waylon Jennings & the 357’s
Waylon Forever
2009
Vagrant Records / Co-operative Music


Sítios oficiais:
- Vagrant Records
- Co-operative Music
Um disco muito especial, de uma lenda falecida em plena imortalidade que tem razão ao perguntar “Are you ready for the country? Are you ready for me?”
Para countrymelómanos, dispensa apresentações, para os comuns dos mortais aqui vai: Waylon Jennings é uma das maiores figuras da história da música norte-americana. Texano, guitarrista, começou com Buddy Holly que lhe deixou o “bichinho” do rock e na década de setenta tornou-se uma estrela do género que tem em Nashville a sua capital. Fê-lo contudo, rejeitando as suas regras, dando-lhe um "feeling" sempre mais honky tonk, mais rocker. Assim deu origem ao “outlaw country”, movimento que encabeçou em conjunto com os ainda mais famosos Kris Kristofferson e Willie Nelson.

Na década de oitenta a sua carreira então prolífica abrandou, enquanto lutava severamente contra a toxicodependência. Pelo meio, ganhou a batalha, e ainda pertenceu ao supergrupo The Highwaymen, com nada mais nada menos, do que ele próprio, os habituais Kris e Willie referidos anteriormente e o grande Johnny Cash. Já nos noventas, foi atacado pela diabetes, cujas complicações o fariam falecer em 2002. E foi nos anos próximos deste final infeliz, mais precisamente em 1995, que Waylon gravaria as músicas incluídas neste póstumo Waylon Forever.

É sobretudo um disco de amor. Amor à música, ao rock n’ roll, ao country, ao filho Shooter (grande nome!), com quem faz parceria em conjunto com os 357’s. São oito hinos bem outlaw, que mostram Waylon vivo e de saúde, tal como na capa que usa uma foto dele algures em setentas. Hinos que se vão aperfeiçoando até ao fim, chegando ao auge numa versão fabulosa de “White Room” dos Cream e acabando em grande num enorme original de Waylon, “I Found the Body". Verdadeira apoteose afro-coral muito New Orleans, relembrando outro mago, o lendário Dr. John.
Sem a menor dúvida um disco muito especial, de uma lenda falecida em plena imortalidade que tem razão ao perguntar “Are you ready for the country? Are you ready for me?”
Nuno Leal
nunleal@gmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
We Sea
Basbaque
· POR Paulo Cecílio ·
Pasmo.
ÚLTIMAS

Parceiros