DISCOS
V/A
Body Language 6
· 28 Mar 2008 · 07:00 ·
V/A
Body Language 6
2008
Get Physical / Popstock!


Sítios oficiais:
- Get Physical
- Popstock!
V/A
Body Language 6
2008
Get Physical / Popstock!


Sítios oficiais:
- Get Physical
- Popstock!
Enquanto não chega um álbum de originais, entretemos-nos com uma mistura com poucos motivos de interesse.
Poder-se-ia questionar a pertinência da catadupa de colectâneas que são editadas nestes dias. O seu real valor em comparação com o verdadeiro objectivo. E não deixará de ser interessante constatar a inconsequência da grande maioria delas, senão mesmo a completa inutilidade pedagógica que a maioria prefere exibir. Não haverá dúvidas sobre a necessidade destes objectos na existência das pequenas editoras e na natural importância económica que representam numa conjectura nada favorável a grandes apostas individuais. Mas o excesso mata a iniciativa retirando a importância que tais objectos poderiam realmente ter nas nossas vidas. E no prazer que deles poderíamos retirar.

Assim nesta lógica de “encher chouriços”, Body Language da Get Physical em nada difere, por exemplo, da série Dj Kicks. A regularidade mantém a estrutura viva, os convidados digerem a actualidade segundo os seus princípios e até o original exclusivo surge como aperitivo na ausência de edições mais concretas. Ou seja nada de novo se atendermos exclusivamente à disciplina normativa no convite de produtores, músicos ou Dj’s na respectiva organização dos temas.

Depois de M.A.N.D.Y, Jesse Rose, Dixon e Château Flight, a selecção do volume 6 de Body Language recai sobre os canadianos Junior Boys, respeitável projecto synth-pop que em 2006 editou o magnífico segundo álbum de originais So This is Goodbye sobre pretexto da renovação da velha canção electrónica. E na altura dos factos não foi difícil perceber ou mesmo assimilar a necessidade da depuração do cancioneiro típico dos anos 80 como purga inevitável para os pecados que o electro-clash ia deixando no seu trajecto irregular. Ou seja: no ar ficou a pairar a figura de um projecto arredado dos exageros da moda e convicto na necessidade de reorganização pop a nível celular. A proficiência valeu-lhes o reconhecimento.

Enquanto não chega o novo álbum, surge uma compilação para entreter as massas. Diga-se que com a excepção de dois ou três nomes pouco há a falar de uma mistura pobre e excessivamente uniforme. Uma selecção obviamente repleta de afinidades sonoras com os gostos individuais de Jeremy Greenspan e Matt Didemus. Body Language 6 funciona tipologicamente – como seria de esperar de uma edição Get Physical - algures entre uma electro-pop envergonhada pelos tiques do techno-minimal e o disco caleidoscópico arrolado pelo house baleárico; tudo numa primazia insonsa e de fraco espírito anímico, mesmo tendo pelo meio nomes como Kelly Pollar (aqui remisturado por Magic Tim), Radio Slave (revisto por Cosmo Vitelli), Chloé ou Prins Thomas (aqui como remisturador).

A arte da mistura é amiúde substituída pelo elementar fade-in/ fade-out confirmando a falta de algum engenho como Dj’s. Momentos significativos só mesmo quando Matthew Dear, os Studio ou próprios Junior Boys entram em cena – elogio reforçado para o belíssimo "No Kind Of Man", o original exclusivo que aqui apresentam –, porque tudo o resto poderá exclusivamente servir de papel de parede na ausência de melhores discos.
Rafael Santos
r_b_santos_world@hotmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Gabriel Ferrandini
Volúpias
· POR Nuno Catarino ·
Free condensado.
ÚLTIMAS

Parceiros