DISCOS
Cristina Branco
Abril
· 18 Jan 2008 · 08:00 ·
Cristina Branco
Abril
2007
Universal


Sítios oficiais:
- Cristina Branco
- Universal
Cristina Branco
Abril
2007
Universal


Sítios oficiais:
- Cristina Branco
- Universal
José Afonso em pele e voz de mulher, ou porque é que Cristina Branco é um dos nomes maiores da música portuguesa actual.
Mais tarde ou mais cedo teria de acontecer, e 2007 foi o ano perfeito. Por alturas de recordar o 20º aniversário da morte de Zeca Afonso, Cristina Branco escolheu a dedo as canções do cantautor e reuniu-as em disco. Pôs por momentos de parte o fado (ou quase-fado ou como lhe queiram chamar – chamem-lhe canção universal se quiserem) e abriu um pouco os braços ao jazz – e a outros territórios necessários para abraçar a obra de Zeca Afonso. Com sucesso, diga-se. Manteve por perto Ricardo Dias, uma figura cada vez mais incontornável na carreira da cantora – e chamou Alexandre Frazão para a bateria, Bernardo Moreira para o contrabaixo, e Mário Delgado nas guitarras. Posto isto, não há dúvidas que Cristina Branco soube rodear-se das pessoas certas.

As canções de Zeca Afonso em pele feminina resultam extraordinariamente bem. Cristina Branco não ousou mudar a cara às canções do cantautor mas injectou-lhe a sua sensibilidade própria. E o respeito de Cristina Branco pelo legado de José Afonso está por todo o lado. Dificilmente alguém conseguiria entrar em “Menino d’oiro” e dela sair com resultados tão belos – chega a ser enternecedor. A voz de Cristina Branco nasceu para desafios destes – nobres, difíceis. E porque este é um disco onde Cristina Branco permite o destaque aos seus músicos, Alexandre Frazão faz um brilharete na fantástica “A morte saiu à rua” e Mário Delgado prova na bluesy “Senhor Arcanjo” porque é que é um dos melhores guitarristas em Portugal.

“Maio Maduro Maio”, como não poderia deixar de ser, foi revista sob a condição de manter toda aquela beleza conseguida pelo criador. “Era um redondo vocábulo”, em nova versão depois daquela registada em Ulisses é um upgrade tendo em conta o tipo de banda com que Cristina Branco conta neste disco e um verdadeiro highlight em qualquer momento e em qualquer lado. Por ser um dos melhores textos algumas vez escritos em português e porque Cristina Branco sabe captar-lhe sempre a essência e a beleza. Este é aliás o maior trunfo que este disco exibe. É que Cristina Branco consegue resgatar a verdadeira beleza das canções de Zeca Afonso sem demasiados artefactos e malabarismos. Abril, nos seis 16 capítulos, é sem dúvida uma das maiores homenagens alguma vez prestadas a Zeca Afonso; algo verdadeiramente merecido e sentido.
André Gomes
andregomes@bodyspace.net
RELACIONADO / Cristina Branco
Discos
KRONOS
2009
Não há só tangos em Paris
2011
Entrevistas
O caminho da Paz
10 Mar 2008
Uma voz do Mundo
23 Jun 2006
Ao Vivo
Cristina Branco
06 Mar 2007: Teatro Infanta Isabel, Madrid
Cristina Branco
19 Out 2006: Casa da Música, Porto
Festival de Músicas do Mundo de Sines
28-30 Jul 2005: Sines
Cristina Branco
12 Mar 2005: Teatro Passos Manuel, Porto.
Cristina Branco
13 Out 2007: Auditório de Espinho, Espinho
Cristina Branco
15 Dez 2007: Theatro Circo, Braga
Etc.
Live [DVD]
2006
ÚLTIMOS DISCOS
Mis+ress
Dispellers
· POR Paulo Cecílio ·
Em frente.
ÚLTIMAS

Parceiros