DISCOS
Stefano Travaglini
Ellipse
· 10 Abr 2018 · 10:50 ·
Stefano Travaglini
Ellipse
2017
Notami Jazz


Sítios oficiais:
- Stefano Travaglini
- Notami Jazz
Stefano Travaglini
Ellipse
2017
Notami Jazz


Sítios oficiais:
- Stefano Travaglini
- Notami Jazz
Pianíssimo.
O italiano Stefano Travaglini começou por se afirmar como versátil multi-instrumentista (piano, oboé e baixo). Estreou a sua discografia com o disco “The Hungarian Songbook” em 2013 (reinterpretação de canções folk da Europa de Leste) e actualmente distribui a sua energia pelos projectos Daydream Trio (com Giacomo Dominici e Marco Frattini) e The Journey Duo (com o saxofonista Manuel Trabucco).

Agora, aventura-se num arriscado disco de piano solo. Travaglini lança-se numa empreitada musical que atravessa fronteiras estilísticas, percorrendo o jazz, a música clássica e a improvisação. Além das improvisações e das composições originais, o italiano revisita “Monk’s Mood” (Thelonious Monk) e o standard “Softly, as in a morning sunrise” (de Sigmund Romberg e Oscar Hammerstein II).

A música do disco é apresentada tal como foi gravada, sem cortes e sem edição. A abordagem de Travaglini soa por vezes algo pesada, sente-se uma certa necessidade de fazer ouvir todas as notas, onde por vezes se poderia pedir mais leveza, em favor de uma maior fluência discursiva.

Após um primeiro tema mais rígido ("The importance of fishing"), música mais cerebral, surge um segundo tema mais lento (“Life”), com mais espaço para pensar cada nota, que revela a capacidade do pianista evocar emoção. Outro dos temas onde o pianista revela essa capacidade é no tema de despedida, “Goodbye, for now”, dos momentos mais interessantes do álbum.

Globalmente nota-se um excessivo formalismo, onde falta margem para o erro e para o desalinho, fica a faltar risco. Apesar de tudo, Stefano Travaglini e ultrapassa o desafio de enfrentar sozinho o piano apresentando uma música pessoal, que atravessa diversos ambientes.
Nuno Catarino
nunocatarino@gmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
The Spook School
Could It Be Different?
· POR João Morais ·
O elo perdido.
ÚLTIMAS

Parceiros