DISCOS
Carlos Santos / Nuno Moita
Cinza
· 24 Jan 2017 · 11:29 ·
Carlos Santos / Nuno Moita
Cinza
2016
Grain of Sound


Sítios oficiais:
- Grain of Sound
Carlos Santos / Nuno Moita
Cinza
2016
Grain of Sound


Sítios oficiais:
- Grain of Sound
Livro-disco que explora um universo acinzentado.
A mais recente edição da editora Grain of Sound é um objecto atípico. Não é um simples álbum, trata-se de um livro de fotografia que inclui um disco, sendo que os dois objectos se complementam para a fruição seja completa. Por um lado, o livro reúne um conjunto de fotografias da autoria de Nuno Moita, registadas entre 2009 e 2016, num total de 72 páginas. As fotografias são todas a preto e branco, com pouco contraste, sobressaindo sempre o cinzento - daí o “Cinza” do título. Cada imagem resulta de uma composição onde se juntam várias fotografias sobrepostas. O resultado não só é uma original mescla de mundos visuais, como cada imagem é intrigante, desperta a curiosidade.

O livro é complementado com um disco, um cd que apresenta cinco faixas musicais ao longo de cerca de 40 minutos. Carlos Santos vem desenvolvendo actividade regular no âmbito da música improvisada, servindo-se do seu laptop como instrumento primordial. É presença assídua no catálogo da editora Creative Sources e, além de colaborar regularmente com Ernesto Rodrigues, integra os grupos IKB Ensemble e Variable Geometry Orchestra, além de outras formações ad-hoc. Para este projecto Santos apresenta cinco temas ambientais, marcados por um desenvolvimento lento.

Do laptop de Carlos Santos são projectados fluxos texturais contínuos, estáveis. O disco abre com um ruído tranquilo, assistindo-se apenas a pequenas variações. No segundo tema o elemento central é a água, sendo a base uma “field recording” de água a correr. Ao terceiro tema chega um feixe sonoro electrónico, de raíz quase industrial, arrastado. Ao quarto tema surge um novo elemento: a voz, que viaja por cima do tapete de ruído constante em fundo. O disco fecha com “Underneath”, burburinho electrónico em suave trepidação. A música de Santos nunca deixa entrar a luz: é opaca, abstracta, misteriosa. E esta música funciona na perfeição como complemento para o mistério das imagens de Moita: um conjunto áudio-visual que remete para um universo peculiar marcado pelos tons de cinzento.
Nuno Catarino
nunocatarino@gmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Charlotte Gainsbourg
Rest
· POR Rafael Santos ·
A mulher que parou de temer a menina.
ÚLTIMAS

Parceiros