√öLTIMAS
PAUS estreiam-se nos telediscos com kuduro num Onda Parque em ruínas
· 30 Abr 2010 · 16:24 ·


√Č uma imagem digna de figurar em Ru√≠nas. Mas onde o document√°rio de Manuel Mozos √© sil√™ncio, o teledisco de "Mudo e Surdo" √© todo ele energia a crepitar, aquele tipo de optimismo √† flor da pele pr√≥pria de malta do hardcore e dan√ßa, muita dan√ßa. O local √© o Onda Parque, na Costa da Caparica, que Joaquim Albergaria, um dos dois bateristas dos PAUS, "um monumento ao hedonismo veraneante pr√©-ASAE e desastre do Aquaparque". Apesar de abandonado, o local √© "muito bonito", diz ao Bodyspace.

O v√≠deo, realizado por Bruno Ferreira, conta com as dan√ßas dos Pupilos do Kuduro, em vers√£o slow motion. "O [baixista] Makoto descobriu-os a ensaiar √† porta do [est√ļdio] Black Sheep, no v√£o de um complexo de garagens, com o som a sair de um telem√≥vel ou de um discman com colunas de computador", conta.

"Nessa altura est√°vamos a come√ßar a compor o EP e falou-se logo que era fixe fazer um v√≠deo com eles", acrescenta. "Depois o Bruno Ferreira, nosso amigo, realizador a√≠ a rebentar, que j√° tinha realizado o v√≠deo da 'One Wing Cesna' para os Riding P√Ęnico, disse que queria fazer um v√≠deo com a nossa m√ļsica. O universo alinhou-nos. Um 'brainstormezito' depois, estava decidido que √≠amos para as ru√≠nas do Ondaparque, com os Pupilos do Kuduro enquanto alguns seniores, em toda a sua calma e indiferen√ßa, jogavam damas e domin√≥. Simples."

"A beleza do resultado, para mim, est√° na 'organicidade' das presta√ß√Ķes de todos os participantes: os dan√ßarinos decidiam o que fazer antes de cada take, e aos velhotes n√£o foi dada qualquer direc√ß√£o", conclui.

"Mudo e Surdo" é o primeiro single do EP de estreia dos lisboetas, agendado para Junho.
Pedro Rios
pedrosantosrios@gmail.com

Parceiros