Dias da M√ļsica em Bel√©m 2010
Centro Cultural de Belém, Lisboa
23-25 Abr 2010
Mais uma edi√ß√£o dos Dias da M√ļsica no CCB, mais um grande sucesso. Os concertos s√£o √†s dezenas, os m√ļsicos s√£o √†s centenas, os espectadores s√£o aos milhares. O Centro Cultural de Bel√©m enche-se de gente, de fam√≠lias, de uma m√©dia et√°ria muito acima dos espect√°culos da restante temporada (onde andar√£o durante o resto do ano?). Sendo o tema desta edi√ß√£o "As Paix√Ķes da Alma", as escolhas musicais foram programadas √† volta dos temas da emo√ß√£o e do sentimento.

Mais uma vez o CCB conseguiu uma programa√ß√£o forte no √Ęmbito da m√ļsica cl√°ssica, chamando grandes m√ļsicos e grandes ensembles para interpretar grandes compositores. Faltou, no entanto, aposta numa programa√ß√£o mais aberta, menos fechada na "cl√°ssica", aberta a outras m√ļsicas (nos anos anteriores houve muito jazz, o que se encaixou sempre bem) mas tamb√©m a m√ļsicas mais actuais - poderia haver uma maior aposta nos compositores do s√©culo XX e nos compositores vivos, que tamb√©m abordam "paix√Ķes da alma".

O festival foi inaugurado na noite de sexta-feira com a actua√ß√£o do Retrospect Ensemble, acompanhado por um conjunto de cantores brit√Ęnicos, que interpretou uma "ode pastoral" de Handel. No s√°bado, bem cedinho (14h), assistiu-se a um dos melhores momentos dos "Dias": a Orquestra de C√Ęmara Portuguesa, dirigida pelo brilhante Pedro Carneiro, foi acompanhada pelo pianista Jorge Moyano numa bel√≠ssima interpreta√ß√£o do Concerto para piano e orquestra n¬ļ 2, em F√° menor, op. 21 de Chopin. De seguida, j√° sem Moyano e sob a direc√ß√£o Jos√© Eduardo Gomes, a OCP abordou repert√≥rio de Mozart.

© Sofia Ferreira

De seguida, pelas 16h, o Ensemble Mediterrain - cinco sopros (flauta, obo√©, clarinete, fagote e trompa) e dois cordofones (violoncelo e contrabaixo) atacou um programa original: seis "bagatelas" (pequenas pe√ßas de dois minutos cada) de Gy√∂rgy Ligeti, uma coisa mais s√©ria de Brahms (Sonata para violoncelo, quinteto de sopros e contrabaixo, em Mi menor, op. 38) e Cinco Miniaturas para Quinteto de Sopros do portugu√™s Eurico Carrapatoso (presente na sala). Interpreta√ß√Ķes impec√°veis deste ensemble multinacional dirigido por Bruno Borralhinho.

No s√°bado tivemos ainda oportunidade de assistir √† actua√ß√£o do grupo O Guardador de Can√ß√Ķes, ensemble nacional dedicado √† interpreta√ß√£o de can√ß√Ķes de diversas √©pocas. Este quarteto vocal, acompanhado ao piano, abordou temas de autores t√£o diferentes como Schubert, Debussy, Satie, Bernstein ou Pinho Vargas. Os quatro cantores n√£o falharam, trabalhando cada tema com uma dedica√ß√£o exemplar. Para o final ficou guardado o tema mais divertido do programa, "I Love You", do americano John Corigliano.

O in√≠cio da tarde de domingo (13h) assistiu √†quela que foi a carta mais fora do baralho desta programa√ß√£o: actuou o bluesman Corey Harris (tamb√©m j√° havia tocado na noite anterior). Sem liga√ß√£o aparente √† restante programa√ß√£o, Harris mostrou os seus blues numa actua√ß√£o a solo, pouco tempo depois de ter passado pela lisboeta Culturgest ‚Äď tinha ali actuado com o seu grupo, numa vertente mais pr√≥xima do reggae, a 30 de Janeiro.

Um dos mais belos momentos destes Dias da M√ļsica foi sem d√ļvida a actua√ß√£o da pianista Joana Gama. Tendo por base a m√ļsica de Erik Satie, a jovem portuguesa pegou tamb√©m em temas de compositores que se inspiraram no franc√™s, como John Adams e Arvo P√§rt. Do alinhamento destacaram-me as populares ‚ÄúGymnopedie N¬ļ1‚ÄĚ e ‚ÄúGnossiene N¬ļ1‚ÄĚ, numa interpreta√ß√£o que valeu muitos aplausos e dois encores.

A festa acabou com a actua√ß√£o da Orquestra Sinf√≥nica Metropolitana de Lisboa. Sob direc√ß√£o de Ces√°rio Costa e acompanhada pelo coro Lisboa Cantat, a orquestra fez-se √† ‚Äúnona‚ÄĚ de Beethoven (aquela do Hino da Alegria), contribuindo para um encerramento √©pico. Foi um final feliz para uma edi√ß√£o em que foram emitidos cerca de 29 mil bilhetes e teve cerca de um ter√ßo dos concertos esgotados. E tudo isto num fim-de-semana de muito sol. Um sucesso, pois claro.
· 26 Abr 2010 · 01:30 ·
Nuno Catarino
nunocatarino@gmail.com

Parceiros