DISCOS
Josephine Foster
A Wolf in Sheep's Clothing
· 03 Jan 2007 · 08:00 ·
Josephine Foster
A Wolf in Sheep's Clothing
2006
Locust


Sítios oficiais:
- Josephine Foster
- Locust
Josephine Foster
A Wolf in Sheep's Clothing
2006
Locust


Sítios oficiais:
- Josephine Foster
- Locust
Josephine pega em sete composições do século XIX e faz delas sete filhos seus. Viagem de ida e volta pela Germânia das décadas de 1800.
A Wolf in Sheep's Clothing é um álbum conceptual. E como tal tem um fundamento para existir. Tem uma lógica de desenvolvimento. São inúmeros os críticos que dão loas ao álbum, mas que têm imensa dificuldade em o definir, caindo por vezes na tentação de o apelidar de esquisito e difícil de ouvir. Sim, é difícil. Mas será realmente esquisito?

Josephine pega em sete composições do século XIX - de artistas como Brahms, Schubert e Schumann, com textos de Goethe e Eichendorff (entre outros) – e transporta-as para o seu universo, em que a componente lírica se cruza brilhantemente com os arranjos instrumentais que ela própria desenvolveu. Não é difícil perceber, logo à primeira música, que estamos no campo da fantasia e do misticismo. As composições vocais sobrepostas em várias camadas, em conjunto com a guitarra acústica de Foster proporcionam uma noção de harmonia e liricismo que choca brutalmente com o som dissonante de Brian Goodman na guitarra eléctrica. É a perfeita combinação para conduzir a poesia lírica sobre lendas, musas e demónios na supersticiosa e lúgubre Germânia das décadas de 1800.

Josephine Foster consegue dar forma e unificar aquilo que se poderia, de outra forma, designar de um “conjunto” de composições, mas que é, na realidade, um álbum unívoco. A liberdade quase caótica que é epitáfio nos arranjos permite a descontextualização de temas que, de outro modo, se tornariam meras réplicas obsoletas de um estilo musical popular em fins do séc. XIX. O que isto provoca é um efeito de catarse a cada nova audição, em que a intrincada complexidade sonora ganha novas dimensões, num processo de aparente sem fim devido à elevada atenção que os temas exigem do ouvinte.

Mas este disco não é, de maneira alguma, um objecto alienígena na obra discográfica de Foster. Embora altamente estilizado, existem determinados padrões que se mantêm, e que lhe conferem o estatuto de artista e autora: a crescente e etérea disseminação da voz, a sonoridade trovadoresca da guitarra, ou a Natureza enquanto tema central das suas letras. A Wolf in Sheep's Clothing confirma tudo aquilo que eu esperava. Retira-a do espectro de mera intérprete folk para uma geração revivalista, e dá-lhe um espaço enquanto artista por mérito próprio.
Bruno Moreira
RELACIONADO / Josephine Foster
Discos
Hazel Eyes, I Will Lead You
2005
Blood Rushing
2012
No More Lamps in the Morning
2016
Entrevistas
O céu é o limite
01 Out 2013
A natureza (d)e Josephine
18 Abr 2006
Ao Vivo
Josephine Foster / Remate
13 Jan 2007: Cafe La Palma, Madrid
Festival Para Gente Sentada 2005
01 Out 2005: Teatro António Lamoso, Santa Maria da Feira
James Blackshaw + Josephine Foster
24 Mar 2005: Teatro Passos Manuel, Porto
14º Aniversário ZDB
11 Out 2008: Galeria Zé dos Bois, Lisboa
ÚLTIMOS DISCOS
Gabriel Ferrandini
Volúpias
· POR Nuno Catarino ·
Free condensado.
ÚLTIMAS

Parceiros