DISCOS
Sharon Van Etten
Remind Me Tomorrow
· 22 Mai 2019 · 22:24 ·
Sharon Van Etten
Remind Me Tomorrow
2019
Jagjaguwar


Sítios oficiais:
- Sharon Van Etten
- Jagjaguwar
Sharon Van Etten
Remind Me Tomorrow
2019
Jagjaguwar


Sítios oficiais:
- Sharon Van Etten
- Jagjaguwar
Mudanças.
A vida de Sharon Van Etten mudou de forma radical desde 2014, ano em que editou Are We There, a "casa" para canções como "I Love You But I'm Lost" ou "Every Time The Sun Comes Up", que colocaram o seu nome nas bocas de todos os que um dia decidiram dedicar boa parte do seu tempo a ouvir e a apreciar esta cena chamada música. Foi para a universidade para se formar em psicologia; descobriu uma vocação para atriz; e, mais importante que isso, teve um filho - que é uma mudança radical na vida de qualquer (jovem) adulto.

Tanta mudança só poderia resultar num álbum como Remind Me Tomorrow, onde as guitarras agora se juntam aos sintetizadores e ritmos digitais na construção de canções ainda com travo a folk bucólica, sem que pelo meio se tenha perdido qualquer noção barroca e bacoca de "autenticidade". Etten nunca deixou de ser autêntica; agora até parece que o é mais.

"I Told You Everything", logo a abrir, é disso exemplo, fruto de uma história contada àquele que é hoje o seu partner num bar, sem rodeios e sem se aperceber que estava a dar mais de si do que aquilo que lhe era exigido. Conta e canta ela que quase morreu, mas essa história nunca é explícita; e, no entanto, é como se ela a estivesse a relatar, salientando - por via musical - a sua importância no cânone geral do ser humano Sharon Van Etten.

É importante salientar o papel do partner porque Sharon Van Etten - que há uma década tinha uma relação abusiva com um monte de merda que não apreciava a sua tentativa de criar uma carreira na música - parece ter, finalmente, deixado esse passado negro para trás e passado (desculpe-se a repetição) a acreditar novamente no amor. Ainda bem: é assim que chegamos a canções como "Comeback Kid", à melancolia (positiva!) de "Jupiter 4", ao romance de verão que é "Malibu" e à esperança em formato de filho que é "Stay", dedicada ao dito-cujo. Tudo somado mostra-nos que Etten mudou de facto. Para melhor. E, por isso, há que dar-lhe os parabéns.
Paulo Cecílio
pauloandrececilio@gmail.com
RELACIONADO / Sharon Van Etten
Discos
Tramp
2012
ÚLTIMOS DISCOS
Bruno De Seda
Bruno De Seda
· POR Paulo Cecílio ·
Parolo.
ÚLTIMAS

Parceiros