DISCOS
@c
v3
· 24 Jul 2004 · 08:00 ·
@c
v3
2004
Crónica


Sítios oficiais:
- Crónica
@c
v3
2004
Crónica


Sítios oficiais:
- Crónica
v3, o terceiro disco da dupla portuense Pedro Tudela e Miguel Carvalhais, e o segundo pela Crónica, é uma espécie de compilação de excertos gravados ao vivo – e posteriormente remisturados pelos próprios @c - em três espectáculos durante 2003: no primeiro, no Festival EME, em Palmela, @c + Lia – um trio audiovisual que compõe imagens que constituem um complemento à música do duo portuense - actuaram como um quinteto e contaram com a participação de Manuel Mota e João Hora; no segundo espectáculo, em Londres, no Atlantic Waves Festival, organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian, @c + Lia actuaram com o baterista Andy Gangadeen; na terceira e última actuação, em Huddersfield, no Festival Ultrasound, contaram com a participação de Vítor Joaquim. Pedro Almeida, o músico que integrou o projecto entre 2000 e 2003, marca também presença em v3.

O resultado fala por si mesmo: v3 é a intersecção de múltiplas linhas, o local puro de confluência de várias estéticas naquilo que é a procura de Pedro Tudela e Miguel Carvalhais de alcançar a perfeita combinação de vários componentes. Os primeiros dois temas flutuam por entre camadas mais ambientais, imprevisíveis estrépitos e bulícios, texturas sombrias de uma guitarra que produzem molduras denodadas, breves estalidos e um quase murmurar que rasga o tegumento externo que envolve o corpo. A partir daqui, assiste-se a um desenrolar de faixas que exploram a fragmentação de elementos, um percurso onde se restituem as batidas (cardíacas) a um território plano onde se juntam samples, naquilo que é a edificação de horizontes cerrados, planícies carregadas de uma obscuridade assumida e consciente. Aqui, caminha-se e sobrevive-se num limbo entre a reminiscência e a omissão, entre a purificação e a escuridão.

A complexidade das composições resulta de um experimentalismo, de uma composição em tempo real e, acima de tudo, da reunião das sonoridades extraídas dos laptops e das guitarras. As incursões rítmicas, que se fazem sentir especialmente a meio do disco, impelem para um movimento de dilatação e contracção, irregularidade da pulsação, pré-arritmia. O latejo rítmico é secundado por tramas tecidas à luz do improviso, pelo natural discorrer de ambiências soturnas. O mutismo e o desabitado são interrompidos por erupções e por porções ruidosas que emergem do fundo de um enredo digital, fornecendo a estas contexturas a quantidade suficiente de inquietação para que as entranhas sejam remexidas. No fim, todas estas estéticas sonoras complementam-se de forma lógica fazendo de v3 um coerente seguimento do caminho traçado em Hard Disk, o anterior trabalho de @c.
André Gomes
andregomes@bodyspace.net
RELACIONADO / @c
Entrevistas
Centro de Estudos
01 Fev 2007
Ao Vivo
@c + Burnt Friedman, Jaki Liebezeit e Josef Suchy - Festival Hi-Teca
17 Set 2004: Teatro Carlos Alberto, Porto
Festival Offf Lisbon 2008
8-10 Mai 2008: Fábrica de Lisboa, Lisboa
ÚLTIMOS DISCOS
Gabriel Ferrandini
Volúpias
· POR Nuno Catarino ·
Free condensado.
ÚLTIMAS

Parceiros