DISCOS
Equations
Frozen Caravels
· 02 Abr 2012 · 10:28 ·
Equations
Frozen Caravels
2012
Lovers & Lollypops / Vice


Sítios oficiais:
- Lovers & Lollypops
Equations
Frozen Caravels
2012
Lovers & Lollypops / Vice


Sítios oficiais:
- Lovers & Lollypops
Disco cheio de força que o Ministério da Educação deveria distribuir por todos os estudantes do secundário: garantimos que deixarão de detestar a matemática.
A melomania não é apenas uma paixão e uma doença; é também um jogo. Uma das maiores vitórias para alguém que goste de música consiste em descobrir bandas por mero acaso, seja através de horas passadas em lojas de discos à procura de sangue novo numa caixa cheia e empoeirada, seja através de blogues, webzines, redes sociais ou programas P2P, seja através de festivais de verão cujo cartaz não se consultou a fundo por falta de tempo ou paciência. Neste campo em particular, os Equations surgiram do quase nada para dar um dos melhores concertos da última edição do melhor festival do país (o Milhões de Festa, evidentemente). Não só pela mitificação de que foi alvo por parte de palermas que escrevem para sites que ninguém lê, como pela própria música: cinco pessoas num palco demasiado pequeno para tamanha bojarda rock.

Seria natural, para quem presenciou tal momento, aguardar com impaciência pelo resultado em disco da energia que os Equations levaram até Barcelos. Foi-se saciando a sede com uns quantos ficheiros .wma insistentemente requisitados à própria banda, aplaudiram-se as novas conexões empresariais que foram realizando, picaram-se projectos paralelos. E, finalmente, chegou o disco: meia hora daquilo que se estava precisamente à espera e que se foi encontrando noutros pontos, quer em bandas drogadas pelo riff, quer em actos docemente enérgicos: uma salutar descarga eléctrica. Abril só ainda agora começou e já dá para mandar larachas como, por exemplo, «2012 será, muito provavalmente, o melhor ano de sempre do rock nacional. Perdoe-se o exagero, porque somos novos e portanto mais facilmente rendidos ao hype. Mas ouçam os discos e venham dizer-nos que não temos, no mínimo dos mínimos, uma pontinha de razão.» E como, apesar das aspas, fomos nós que o escrevemos, temos razão, claro.

Mas fale-se, por agora, de Frozen Caravels e da matemática que o gerou. De como "Poseidon's" varia de intensidade uma e outra e mais uma vez e o grito esganiçado não é um sinónimo de riso mas de rebeldia hardcore. Ou de como esta primeira faixa desagua de forma perfeita em "The Hunter And The Oak", um terramoto sonoro para partir ossos no moshpit. Ou, claro, do ponto alto: "Running With Scissors", canção de peso enorme cujo convidado especial (começa em "Makoto" e acaba em "Yagyu") a eleva ao estatuto de headbanger instantâneo. O resto são seis malhas oscilando entre o bom e o grande, e o momento semi-rave tosco em "Domovoi", porque temos de lhes encontrar uma imperfeição qualquer; não queremos que os elogios lhes subam à cabeça.

Frozen Caravels valeu bem a espera e é um sinal claro de que, em Barcelos, a nota de "excelente concerto" não foi em vão. Aquilo que os Equations tinham em palco - cinco gajos e um porradão maior de instrumentos e pedais - é aqui contido de forma exemplar, sem que, aos músicos em si, se lhes possam apontar falhas. É rock, puro, duro, enérgico, cativante. Não interessa se é matemático ou pós-qualquer coisa. Um dos grandes chamou-lhe post-nintendo-core. Nós chamamos-lhe uma filha da putice tremenda para quem no final do ano terá invariavelmente de escolher aquele que foi o melhor álbum de 2012. Os Equations só o tornaram ainda mais complicado. É por estas e por outras que fomos para letras.
Paulo Cecílio
pauloandrececilio@gmail.com
RELACIONADO / Equations
Entrevistas
Pesar o Sssooolll
12 Jun 2015
O todo é mais que a soma das partes
09 Set 2011
ÚLTIMOS DISCOS
Gabriel Ferrandini
Volúpias
· POR Nuno Catarino ·
Free condensado.
ÚLTIMAS

Parceiros