DISCOS
Tó Trips
Guitarra 66
· 26 Mai 2009 · 15:00 ·
Tó Trips
Guitarra 66
2009
Mbari


Sítios oficiais:
- Tó Trips
- Mbari
Tó Trips
Guitarra 66
2009
Mbari


Sítios oficiais:
- Tó Trips
- Mbari
O lado mais acústico e clássico de Tó Trips entre algures e nenhures, mas certamente no coração.
Ontem. Isso de Tó Trips já vem de longe. Alguém que escolhe um pseudónimo como Tó Trips tem necessariamente a ver com viajar e tem-lo feito desde há muito tempo. De inúmeras maneiras. Numa amplitude de destinos de meter inveja a muito piloto de avião “globe trekker”. Em diversas companhias que nos fizeram viajar também. “Atenção a todos os passageiros vai partir dentro de momentos o voo nº 2 da Air Lulu Blind…” Pois. E antes disso Amen Sacristi, Santa Maria Gasolina em Teu Ventre. Agora nos Dead Combo. Uma diversidade de meter inveja também a muito músico.

Hoje. Tó Trips, de 43 anos, nascido em 1966, ano preciso do primeiro tema deste seu Guitarra 66, decidiu lançar-se às feras espirituais da sua própria existência com um disco extremamente pessoal mas mesmo assim, transmissível. Um disco de amor, dedicado a Raquel Castro “(…) a minha querida mulher.” Um disco lá está, de amor e viagens, entre Lisboa, Esmoriz, Espanha, Marrakesh. Entre algures e nenhures, mas certamente no coração.

Para sempre. Doze temas que evocam o interior acústico do músico munido de guitarra clássica, por vezes de alguma percussão, sempre no equilíbrio da balança entre paisagens áridas percorridas por uma espécie de John Fahey com o coração cheio de amor e o peso das memórias do nosso grande Carlos Paredes com um coração sempre cheio de dor. Um disco de alma lusitana no sentido luso-qualquer coisa da palavra. Ou seja, luso-americano, luso-marroquino, luso-hispânico, luso-marciano, luso-Trips.
Nuno Leal
nunleal@gmail.com
RELACIONADO / Tó Trips
Entrevistas
Viagens
03 Set 2009
Ao Vivo
Sic Alps / Nawadaha / Tó Trips
09 Dez 2007: Cabaret Maxime, Lisboa
ÚLTIMOS DISCOS
Bruma
Histórias Que Nos Contam
· POR Paulo Cecílio ·
Palavra.
ÚLTIMAS

Parceiros