DISCOS
Robedoor
Closer to the Cliff
· 20 Fev 2008 · 08:00 ·
Robedoor
Closer to the Cliff
2008
Interregnum


Sítios oficiais:
- Interregnum
Robedoor
Closer to the Cliff
2008
Interregnum


Sítios oficiais:
- Interregnum
Depois de invocados os demónios cabe agora ao duo mantê-los por perto.
Fora de conjecturas contratuais, os meios mais subterrâneos do rock concretizam a sua subsistência com o recurso a uma enorme prolificidade de lançamentos em consonância com a sua elevada actividade. Esta hiperactividade pode contudo reservar alguns dissabores, quer pela enorme dificuldade de proceder a um coerente rastreio qualitativo, quer pela possibilidade da sua própria perenidade (em edições muito limitadas) não permitir que estes se mostrem devidamente, de modo a que a sua posição enquanto obra de referência (como o foi algo como Halve Maen) se sedimente. Tal dispersão pode ser nociva quando se corre o risco de vetar à indiferença um álbum tão essencial como Closer to the Cliff, do duo norte-americano Robedoor. Com uma reputação crescente nos meandros mais periféricos, alimentada através de concertos catárquicos e uma consistência assinalável ao longo dos seus inúmeros lançamentos, Closer to the Cliff chega a público naquela que é a altura mais crítica do mercado discográfico, ainda apegado a um 2007 demasiado palpável para que se possa dedicar a descobrir 2008. Rancor Keeper fechou o ano 2007 com os Robedoor estanques em paisagens negras devedoras do metal, e transfiguradas num drone de características opressivas encharcado em ruído. Se, por um lado, a tensão latente que caracteriza o seu trabalho não se desvaneceu, esta passa a assumir em Closer to the Cliff uma posição preponderante recorrendo a tácticas mais próximas do silêncio.

Substituindo a impenetrablidade que caracterizava trabalhos anteriores, por um ambiente mais rarefeito, parece indiciar um movimento em direcção a um acontecimento (climax, se preferirem) que quando se dá, se afigura não como uma conclusão mas sim como etapa maior de uma necessária trajectória, essa sim relevante em si mesma. "Cocoon of the Cross" e "Tethered Outside Creation" são disso mesmo sintomáticas, com a primeira a trazer mesmo consigo um loop de sintetizador ao qual até poderia assentar o termo de bonito não fossem as suas imediações tão ameaçadoras. Como acontece em projectos de natureza similar (ao nível do conteúdo) como Dead Machines ou Skaters, incorrem aqui os cenários suburbanos das pequenas cidades americanas (sejam eles desertos tórridos ou bosques gélidos) e o fascínio que estes exerceram sobre a produção do cinema de terror americano do final da década de 80 e finais de 70 (a que não escapa uma descendência directa da banda sonora de Texas Chainsaw Massacre). Tal como nestes, o medo advém do interior de espaços onde a tranquilidade parece ser secular e da tensão criada pelo distúrbio dessa mesma calma, que na grande parte das vezes era apenas aparente.

O horror trespassa de forma mais violenta para "Divination Calling", no entanto, comparativamente a Oak Cult ou à obra prima Unsummoning este surge despojado de qualquer ritualismo e apegado apenas ao seu próprio abandono, massa convulsa que alimentaria os sonhos de Merzbow se este fosse um metalhead suburbano com uma fixação por drogas psicadélicas. Psicadelismo não deixa de ser uma verdade quando se fala de algo como Closer to the Cliff, no entanto longe das campfire songs que alguns os seus pares tanto prezam, os Robedoor são os dois escuteiros que longe das cantilenas em volta da fogueira, se escapuliam para o meio da natureza com o intuito de se assustar mutuamente.
Bruno Silva
celasdeathsquad@gmail.com
RELACIONADO / Robedoor
Discos
Raiders
2009
ÚLTIMOS DISCOS
Cigarettes After Sex
Cigarettes After Sex
· POR Rafael Santos ·
Somos sonâmbulos felizes.
ÚLTIMAS
AO VIVO
Neopop
Viana do Castelo
3-5 Ago 2017
· POR Paulo Cecílio · 08 Ago 2017 · 23:45 ·

Parceiros