√öLTIMAS
Havemos de ir a Viana #1: O SonicBlast começa na sexta...
· 11 Ago 2014 · 15:54 ·


Bom ambiente, tempo fantástico, uma paisagem maravilhosa entre montes e uma praia onde o sol aquece o horizonte e uma piscina que afoga o calor que o riff proporciona: o SonicBlast já vai na terceira edição e tornou-se, definitivamente, um festival a não colocar de parte. Este ano desdobrar-se-à em dois dias, cada qual com os seus pontos de maior interesse, sendo que o que se segue é uma lista muito pessoal daquilo que achamos não poderem perder em Moledo do Minho - ainda que invariavelmente uma ou duas coisas tenham que ficar esquecidas, já que um gajo precisa de respirar e/ou prestar alguma atenção ao início do campeonato de futebol. Quanto a este último ponto, os Bellrays, que actuam sexta, que nos perdoem... mas pela aldeia passarão outros encantos, os quais dissecamos desde já. Os bilhetes estão à venda e até quarta-feira custam 20€ (diário) e 35€ (passe), aumentando depois para 25€ e 42€, respectivamente.

A armada lusitana

O space rock dos Solar Corona, as danças orientais de Jibóia e os sempre colossos Black Bombaim são os maiores nomes portugueses de um festival que contará com várias bandas nacionais a ter em conta, como os Mr. Miyagi (espera-se pancadaria da grossa), os quase-locais Búfalo, Los Saguaros, Stone Dead e os excelentes (e algo subvalorizados...) Dreamweapon. Destaque para os três primeiros, já que os Solar Corona lançaram um óptimo EP este ano (Outerspace), Jibóia prepara-se para editar novo registo após o EP homónimo que nos deixou água na boca o ano passado, e os Bombaim mantiveram-se fiéis à descarga stoner que neles tanto amamos com o belo Far Out.

Church Of Misery

Os japoneses regressam a Portugal após terem passado pelo GSM! Fest, em Barcelos, sendo que desta feita trazem na bagagem o seu quinto disco, editado o ano passado e intitulado Thy Kingdom Scum. Na calha deverão estar igualmente - ou pelo menos assim esperamos - malhas do enormíssimo Houses Of The Unholy, o disco que levou a que nos apaixonássemos pela primeira vez pelo cruzamento entre doom e drogaria dos nipónicos. Com malhas como "Shotgun Boogie" e referências omnipresentes a assassinos em série, como não sentir um arrepio na espinha? Tenham medo...

A tríade Blues Pills-My Sleeping Karma-Atomic Bitchwax

Os primeiros acabam de editar, pela Nuclear Blast, um belíssimo disco homónimo de um rock semi-janado à anos 70 com contornos femininos; ouçam "High Class Woman" ou "Astralplane", por amor da santa. Os segundos não lançaram ainda o sucessor de Soma, de 2012, mas o seu "psicadelismo ambiental" não será de deixar ninguém indiferente naquela que será a sua estreia por cá. Os terceiros são um dos grandes nomes da vaga stoner dos anos 90/00 e virão até cá para, pura e simplesmente, espalhar magia. Os três juntos fecharão o SonicBlast no sábado e prometem encher-nos de vontade para regressar para o ano. Se bem que isso esteja mais ou menos alinhavado...
Paulo Cecílio
pauloandrececilio@gmail.com

Parceiros