bodyspace.net


La La La Ressonance + The Astroboy
Passos Manuel, Porto
05/05/2012


N√£o √© segredo para ningu√©m: o Porto vive neste momento sob o dom√≠nio do √°lcool. √Č motor de turismo, de cria√ß√£o de emprego, da anima√ß√£o e at√© da reabilita√ß√£o urbana. Mas infelizmente a tirania do √°lcool parece, cada vez mais, tirar p√ļblico √†s salas de concertos. S√≥ assim, a juntar √† diminui√ß√£o do poder de compra, se explica que o concerto de estreia do novo disco de La La La Ressonance no Porto n√£o consiga convencer sequer quarenta pessoas num s√°bado √† noite a juntar-se √† causa.

© Angela Costa

Com 40 ou 400, o concerto arrancou com o guitarrista de La La La Ressonance e Lu√≠s Fernandes (The Astroboy) num interessante exerc√≠cio de influ√™ncia erudita (na guitarra) mas de resultado "digital" e experimental. A texturiza√ß√£o da guitarra ac√ļstica cumpriu muito bem a fun√ß√£o de preparar o terreno para o que viria a seguir. E o que veio a seguir foi o abrir do enorme caldeir√£o dos La La La Ressonance, onde cabe o krautrock (veio √† mem√≥ria muitas vezes a precis√£o r√≠tmica de uns Can), o jazz, o p√≥s-rock e at√© o "rock matem√°tico".

© Angela Costa

A entrega do √ļltimo disco dos La La La Ressonance, Faust fez de forma quase sempre adequada. Tanto melhores quanto mais dedicados √† explora√ß√£o r√≠tmica e √† tens√£o das guitarras, os La La La Ressonance mostraram (ou confirmaram) cr√©ditos como "texturalistas" e construtores de paisagens complexas. N√£o esperem coisas f√°ceis dos La La La Ressonance; esperem desafios. Foi assim no concerto no Passos Manuel e vai ser assim para o resto dos nossos/vossos dias. Ou deles.

André Gomes
andregomes@bodyspace.net
06/05/2012