DISCOS
Bejaflor
Bejaflor
· 06 Set 2018 · 15:19 ·
Bejaflor
Bejaflor
2018
Ed. de Autor


Sítios oficiais:
- Bejaflor
Bejaflor
Bejaflor
2018
Ed. de Autor


Sítios oficiais:
- Bejaflor
Sem pressa.
O beija-flor é uma ave de pequeno porte, de bico longo e voo rápido, que consegue bater as asas até 80 vezes por segundo. Seria de esperar que José Mendes, pegando em todas estas informações, fizesse música igualmente rápida e tão frenética quanto uma sobredose de açúcar ou pólen, tendo em conta o moniker que escolheu para assinar canções. No entanto, nada poderia estar mais longe da verdade. Aqui não há thrash algum; e o açúcar vem na dose certa.

Bejaflor, o seu primeiro trabalho, consiste em seis canções pop-de-quarto que seguem a tradição daqueles que o antecederam e criaram nome na cena musical lisboeta (e não só): Filipe Sambado, Luís Severo (a quem parece ter ido buscar a cadência), Éme ou Vaiapraia ainda na fase sem Rainhas. Pop naïf, adolescente, cantada em português sem grandes medos daquilo que possam dizer sobre ela. Até chorava / Mas isso é cena de putos, diz ele em "Pressa Pra Crescer".

É, Bejaflor não tem pressa alguma, ao contrário do passarinho supracitado. Nem de crescer física ou psicologicamente, nem de crescer musicalmente: o que aqui se escuta parece estar ainda demasiado colado àquelas que deverão ser as suas maiores influências. Faltar-lhe-à alguma personalidade, o que virá com o tempo. Até lá fiquemos com "Se Eu Ficar", delícia dance-pop oitentista que fecha o disco, e que poderia ter sido a melhor canção dos Heróis Do Mar se os Heróis Do Mar tivessem sido uma banda de jeito. Talvez passe por aqui o crescimento deste Bejaflor.
Paulo Cecílio
pauloandrececilio@gmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Spiritualized
And Nothing Hurt
· POR Paulo Cecílio ·
Salmos, 95:1.
ÚLTIMAS

Parceiros