DISCOS
The Quartet Of Woah!
The Quartet Of Woah!
· 04 Jan 2018 · 14:52 ·
The Quartet Of Woah!
The Quartet Of Woah!
2017
Raging Planet


Sítios oficiais:
- The Quartet Of Woah!
- Raging Planet
The Quartet Of Woah!
The Quartet Of Woah!
2017
Raging Planet


Sítios oficiais:
- The Quartet Of Woah!
- Raging Planet
Woah!
Há qualquer coisa no Homem que o deixa embasbacado, sempre, quando se depara com o épico infinito. Uma sensação de estar perante algo para além da sua compreensão, mas que é mágico, caloroso, um sorriso estampado no céu. É assim o início de "As In Life", primeira faixa do disco homónimo dos Quartet Of Woah! que, como o nome indica, são um quarteto e levam-nos, por diversas vezes, a dizer "woah!" quando confrontados com a sua sonoridade.

E que sonoridade é esta, perguntam? Um rock progressivo, quase a pender para o metal, alicerçado nos melhores momentos que os anos 70 tiveram para oferecer e nos teclados que os anos 60 importaram para o psicadelismo. Parece meio estranho dizer que o melhor numa banda rock é o teclado (mas, bom, se serviu para os Doors...), porque há sempre um riff disposto a cortar-nos a respiração, mas é verdade: começa ali por volta do minuto e vinte e vai mostrando os seus préstimos até ao final da faixa, especialmente quando conjugado com a voz - o efeito de eco é delicioso - e quando pontua o momento mais calmo, a quebra depois da aceleração, juntamente com a bateria. Épico, lá está. E mágico. E regressa, no final, para dar a "Days Of Wrath" aquele toque...

Mas (há sempre um mas, não é?) também há belíssimas guitarradas. Como a de "Forth By Light", que só aparece aí por volta dos dois minutos - e será importante salientar que The Quartet Of Woah! tem apenas quatro temas, mas todos eles com mais de dez minutos - mas que de imediato contagia toda a canção, acompanhando a história que se conta com o peso estritamente necessário. Ou a de "A Flock Of Leaves", que lhe confere uma certa aura thrash. Ou a de "Days Of Wrath", tema que coloca um ponto final num disco que, do início ao fim, merece apenas um comentário: "woah"!...
Paulo Cecílio
pauloandrececilio@gmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Deocsis
Atropelada EP
· POR Paulo Cecílio ·
Mutação.
ÚLTIMAS

Parceiros