DISCOS
Cigarettes After Sex
Cigarettes After Sex
· 27 Jul 2017 · 11:00 ·
Cigarettes After Sex
Cigarettes After Sex
2017
Partisan Records


Sítios oficiais:
- Cigarettes After Sex
- Partisan Records
Cigarettes After Sex
Cigarettes After Sex
2017
Partisan Records


Sítios oficiais:
- Cigarettes After Sex
- Partisan Records
Somos sonâmbulos felizes.
Sejamos francos. Há deleite nas contrariedades de Cigarettes After Sex: é pop/rock caseiro, reflexo de formosuras de outras eras – de Cocteau Twins a Mazzy Star; é pop sonhadora para adolescentes que sentem a primeira erecção; é pop Lynchiana ideal para gente em crise de meia-idade a desejar que o relógio inverta o curso para voltar a ter o prazer de ver o primeiro pôr-do-sol com o amor da sua vida; amor que agora é seu insuportável cônjuge.

Cigarettes After Sex é um feliz acidente de percurso na vida de Greg Gonzalez. De El Paso, no Texas, até Nova Iorque, revezando, ou despachando, colaboradores, Greg foi dando forma ao que surgiu ao acaso a editar EP´s por sua conta e risco. Apoiado, agora, pela Partisan Records, Cigarettes After Sex é menos um acidente e cada vez mais um estar na vida – um sem qualquer ambição de grandiosidade pop –, e também um estar na ambiguidade.

Cigarettes After Sex é um disco de música dócil que o permite ser apreciado por muitos – até por quem desconfia que Greg Gonzalez é uma fraude? Escutados os primeiros três temas, logo transpira que nada de fogoso irá acontecer adiante. Mas há qualquer coisa nas sombras: a ilusão de desenvoltura estética. Mas a música prossegue, amenizadora, tornando o ouvinte num feliz sonâmbulo que nada exige.

A economia de recursos. A voz melosa de Greg a invocar um adolescente que se apaixona pela primeira vez. Refrões óbvios e orelhudos, a roçar a foleirice, mas que se acolhem pela maviosa honestidade. Em Cigarettes After Sex há uma bruma poética vinda de um lugar desconhecido que faz com que música tenha a sua (subjugadora) graça. Aprecie-se com satisfação mesmo que tudo seja redundante e inconsequente, contraditório ou ambíguo. Porque não?
Rafael Santos
r_b_santos_world@hotmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Castello Branco
Sintoma
· POR André Gomes ·
A mesma alma, num novo corpo.
ÚLTIMAS

Parceiros