DISCOS
Porter Ricks
Anguilla Electrica
· 13 Jul 2017 · 16:21 ·
Porter Ricks
Anguilla Electrica
2017
Tresor


Sítios oficiais:
- Porter Ricks
- Tresor
Porter Ricks
Anguilla Electrica
2017
Tresor


Sítios oficiais:
- Porter Ricks
- Tresor
Os Ranger's Porter e o golfinho orientador.
Porter Ricks poderá ser uma referência infantil a uma série de filmes da década de 1960 em que dois miúdos e um Ranger preservavam um precioso coral com a ajuda de um golfinho chamado Flipper (que dá o nome aos filmes); mas o som da dupla alemã Thomas Köner e Andy Mellwig nada tem (ou alguma vez teve) de pueril. Biokinetics (1996) foi o primeiro álbum. Foi também o primeiro álbum editado pela Chain Reaction, irmã da Basic Channel, ambas tuteladas pela chancelaria Moritz Von Oswald.

Em 1997 editaram pela Mille Plateaux novo tombo – disco homónimo – e em 1999 Symbiotics – em que partilhavam o alinhamento com Techno Animal de Kevin "The Bug" Martin. Nenhum foi elevado a estatuto de culto como Biokinetics, que a par de BCD e BCD2 dos Basic Channel ou Maurizio se tornaram absolutos pilares de um techno minimal forrado com estática hipnotizante, melodias densas e pequenos ecos importados de Kingston.

Quando os DeepChord/ Echospace, Earthen Sea ou Segue – três projectos relevantes no que ao dub techno diz respeito nos últimos dez anos – parecem estar actualmente a perseguir o próprio rabo, Porter Ricks emerge em 2017 – depois de uma campanha submarina de quatro anos, o tempo que parece ter levado a fazer o disco – com um punhado de temas assinados para a gigante Tresor que acicatam correntes para levar a água a bom porto - neste caso, o porto da pequena Anguilla nas Caraíbas, ilha que inspirou a aventura. Anguilla Electrica é uma expedição sónica mesmerizante em dias em que tudo é mais do mesmo.

Os ecos não se somam e assomam, não são adornos fáceis, fúteis; eles são consequentes: pequenos toques, microscópicos, que tornam todo o cenário exuberante. O baixo borbulha lenta, ominosamente. A caixa de ritmos presta-se ao elementar 4x4 inebriante, umas vezes com mais pressa que outras – às vezes nem se dá por ela tal a forma como as mandíbulas dos vários sintetizadores rangem na partitura digital, ela coberta por uma fina, delicada camada de estática. Anguilla Electrica é de substância maior, pormenor ínfimo, sofisticação exímia. Seis temas viciantes que devem ser ouvidos com uns bons fones - para que nada se desperdice. Saúde a Flipper, um guia submarino prodigioso!
Rafael Santos
r_b_santos_world@hotmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Cigarettes After Sex
Cigarettes After Sex
· POR Rafael Santos ·
Somos sonâmbulos felizes.
ÚLTIMAS
AO VIVO
Neopop
Viana do Castelo
3-5 Ago 2017
· POR Paulo Cecílio · 08 Ago 2017 · 23:45 ·

Parceiros