DISCOS
SW.
Untitled
· 02 Fev 2017 · 12:15 ·
SW.
Untitled
2016
SUED records


Sítios oficiais:
- SUED records
SW.
Untitled
2016
SUED records


Sítios oficiais:
- SUED records
Sem nome, sem rosto, sem merdas.
O disco em mãos não tem nome. Nem rosto. Quem o fez, nem se sabe quem é exactamente, ou o que o move. Sabemos que é alemão, de nome Stefan Wust, e que com SVN, Sven Rieger, gere a editora SUED. Para muitos é o suficiente; para outros, redundante. O facto do disco se chamar... nada, capa sem capa, é na verdade convidar ao conteúdo.

SW. só existe, para já, em vinil. Começou em 2011 ao lado de SVN com um EP sem título (defeito/ feitio?) – tínhamos deep-house num bolha de sabão, flutuava-se com leveza, sem destino determinado. Subsequentemente, SW. aprimorou-se com a série de três EPs Reminder, onde ficou claro que não se restringiria à house; laivos de funk, techno, soul, ambient e IDM dos anos 90 e temperamento baleárico assomaram-se à linguagem, que com este disco, sem nome, sem capa, acabado de editar como Untitled – porque tudo hoje em dia precisa de um nome, mesmo não precisando – acrescenta pozinhos de jazz e broken-beat.

Este disco acabado de editar é massa levedada, e cozinhada ao ponto – todos os géneros antes descritos estão presentes, indubitavelmente. São onze temas, eclécticos, cada um a espraiar-se num género, mas todos consequência da mesma personalidade. O que aqui SW. consegue é a rara proeza de nunca se repetir e manter a escrita de autor intacta. Ir de lés-a-lés sempre concentrado no essencial. Conhecer o dicionário das coisa mas não recitá-lo.

Este disco sem nome, sem rosto, debutante, discreto, música é música, apaixona à primeira; lança-nos ao ar, faz-nos sonhar; faz o que é suposto: entreter sem artifícios, artificialidades. Nesta arrebatadora produção, tudo é sólido, nada se perde, mesmo ao fim de cem audições – coisa que um pragmático faz; ouvir, ouvir, ouvir: só para se assegurar que não está errado, que o amor à primeira vista não é uma fraude.
Rafael Santos
r_b_santos_world@hotmail.com
ÚLTIMOS DISCOS
Burnt Friedman
The Pestle
· POR Rafael Santos ·
Uma lição de integridade.
ÚLTIMAS

Parceiros