DISCOS
Low
Murderer EP
· 18 Mai 2004 · 08:00 ·
Low
Murderer EP
2003
Vinyl Films


Sítios oficiais:
- Vinyl Films
Low
Murderer EP
2003
Vinyl Films


Sítios oficiais:
- Vinyl Films
A última peça de colecção em formato extended play dos Low saiu já em Setembro do ano passado. Em Setembro, as primeiras folhas ameaçam cair e o céu veste-se de matizes mais condizentes com a aridez da música do trio do Minnesota. Repescar Murderer ao amontoado de discos, em tempos de primeiros calores de Verão, é tecer um casulo, ou, para os menos trabalhadores, olhar a luz por um vidro baço, naquele ponto exacto que aquece a pele, sem ferir os olhos. E Murderer volta a fazer sentido, como um abraço que deixa respirar e que não atafega.

Murderer não acrescenta nada à discografia dos Low. Ou melhor, não acrescenta nada que Trust (2002) não tenha já introduzido na estética da banda. As três canções de Murderer reflectem, porém, o lado mais recatado e "clássico" dos Low, esquecendo a maior diversidade sonora de Trust. As canções de Murderer são prodígios da parcimónia, ao bom jeito dos Low. Já lhes chamaram a banda mais lenta do mundo. Não o serão, certamente, mas Alan Sparhawk, Mimi Parker e Zak Sally fazem questão de impor a tensão pelo menor número de meios possíveis, esvaziando as canções de ritmo.
O silêncio ocupa um lugar fulcral na música dos Low. Assim o é, também, em "Murderer", a canção que abre o EP e que lhe dá nome. Mimi prolonga a voz de Alan ou acompanha-a ("So if you need a murderer, someone to do your dirty works"); uma guitarra segue um riff simples; a bateria marca o bater do coração; antes do final, uma pequena explosão de entusiasmo, sem ousar fazer o nosso pé bater.

"Silver Rider" é um ribombar de bateria e sons esparsos de guitarra a adensar a atmosfera. A voz de Alan canta-nos ao ouvido mais uma frase memorável ("sometimes your voice is not enough") e Mimi em segundo plano envolve tudo num canto de anjo. E os mortíferos "la la la" dos Low, a recordar "La La La Song" de Trust, desarmam qualquer esboço de reacção.

"From Your Place on Sunset" é o tema mais longo do EP e um teste à resistência dos anti-Low, confessos ou por omissão, de todo mundo. Melodias de guitarra em slide, a bateria de Mimi a desabar sobre nós como passos de gigante sobre a terra, e o silêncio, novamente, a unir os escassos recursos. Aos seis minutos, voltam os desesperados "la la la", sobre a sujidade sónica da guitarra de Alan.

Murderer pode passar despercebido entre os vários EPs dos Low. Para mais, a edição é da pequena Vinyl Films. O próprio site oficial dos Low não fala nele. Não se deixem enganar: Murderer é uma pequena maravilha que urge descobrir. Mais uma na discografia imaculada dos Low.
Pedro Rios
pedrosantosrios@gmail.com
RELACIONADO / Low
Discos
Christmas
1999
The invisible way
2013
Ones And Sixes
2015
Entrevistas
Na escuridão do silêncio
09 Mai 2004
Ao Vivo
Low
29- Set 2018: Lisboa Ao Vivo, Lisboa
ÚLTIMOS DISCOS
Rustin Man
Drift Code
· POR Paulo Cecílio ·
Desenferrujado.
ÚLTIMAS

Parceiros