DISCOS
Sara Serpa
Praia
· 02 Dez 2008 · 21:44 ·
Sara Serpa
Praia
2008
Inner Circle Music


Sítios oficiais:
- Sara Serpa
- Inner Circle Music
Sara Serpa
Praia
2008
Inner Circle Music


Sítios oficiais:
- Sara Serpa
- Inner Circle Music
Original cartão de apresentação de uma nova voz do panorama jazz luso.
Sara Serpa faz parte de um nova geração de cantoras jazz portuguesas. Joana Machado é outra voz representativa desta geração, que além das evidentes qualidades vocais denota uma particular atenção aos arranjos, sempre marcados por pormenores de bom gosto. Tal como aconteceu com Joana, que contou com a colaboração de Afonso Pais, também Sara tem o apoio de um talentoso guitarrista, André Matos.

Antes de mais há que referir que Matos é fundamental neste disco, ao preencher com a sua guitarra muito do espaço deste disco, sobre qual a voz sobrevoa. Além do guitarrista, colaboram neste disco Vardan Ovsepian (piano), John Lockwood (baixo) e Nick Falk (bateria), que fazem um trabalho competente, sem grande espaço para rasgos individuais. Sobre esta moldura base, a voz desenvolve um original e ambicioso trabalho vocal de canto sem palavras - é nisto que Sara Serpa se distancia da concorrência.

Servindo-se quase só de onomatopeias, Sara canta algo que está próximo do scat, mas que não corresponde com exactidão ao conceito de scat (tal se conhece dos exemplos gravados por Ella Fitzgerald, por exemplo). A única excepção ao uso desta técnica resume-se ao tema “Folhas” (cantado em português), onde finalmente ouvimos a cantora num discurso fluído. É compreensível a vontade da cantora em afastar-se do lote cantoras padronizadas, ao apostar nesta opção estética muito particular. É pena que a cantora não explore mais este canto “normal”, fica a curiosidade em ouvir mais a cantora neste registo.

No disco destaca-se ainda o saxofone de Greg Osby, convidado especialíssimo – ouça-se a sua prestação na faixa “Hole In My Heart”. De resto, a guitarra de André Matos está omnipresente e é essencial na definição deste projecto conceptual de Sara Serpa. Senhora de uma notável qualidade vocal, a cantora demonstra uma rara audácia ao produzir um objecto que arrisca sem medo e sem ceder a facilitismos ou concessões comerciais.
Nuno Catarino
nunocatarino@gmail.com
RELACIONADO / Sara Serpa
Discos
Close Up
2018
Entrevistas
A voz como instrumento
14 Mai 2007
ÚLTIMOS DISCOS
Márcia
Vai e Vem
· POR Rafael Santos ·
Eis, pejado de distinto ser!
ÚLTIMAS

Parceiros