Fevereiro 2019
Manic Street Preachers, Killing Joke e Nitzer Ebb no EDP Vilar de Mouros 2019
· POR Fernando Gonçalves · 28 Fev 2019 · 17:50 ·


Manic Street Preachers com o seu novo álbum Resistence Is Futile (2018), os Killing Joe regressados a Portugal após 20 anos e os Nitzer Ebba comemorar 30 de carreira são as mais recentes confirmações para o revitalizado EDP Vilar de Mouros que, este ano, se realiza entre os dias 22 e 24 de Agosto na lendária aldeia de Vilar de Mouros, Caminha. Estes três nomes juntam-se aos já anunciados Prophets of Rage, Skunk Anansie, Gogol Bordello, The Wedding Present, Clan of Xymox, Anna Calvi, Fischer-Z e Linda Martini.

Os passes gerais encontram-se à venda por 70 euros. Fiquem com os Manic Street Preachers e “PeopleGive In”, tema extraído ao novo Resistence Is Futile:

O Amante Negro anda com problemas
· POR Fernando Gonçalves · 28 Fev 2019 · 17:39 ·


Não é caso para uma consulta no urologista ou para recorrer a pão de cabinda, os “Problemas” d’ O Amante Negro –OAN (autointitulado "o anti-herói do amor") são de ordem amorosa-existencialista.

Preso numa teia de relações maior do que a quantidade de “boys” e “girls” do PS, PSD e CDS em empresas públicas, OAN mostra-se desconcertado com o desfecho de tais empreendimentos amorosos (ao contrário dos ditos boys & girls) e deu-lhe para passar tudo a música, neste caso o single “Problemas”:

Novo de Black Bombaim para ouvir na integra
· POR Fernando Gonçalves · 28 Fev 2019 · 16:47 ·


Dois anos após a edição do disco colaborativo com Peter Brӧtzmann, os Black Bombaim estão de regresso com um novo álbum em que a “palavra” colaboração se multiplica por três com a contribuição de Jonathan Saldanha (HHY & The Macumbas), Pedro Augusto (Ghuna X) e Luís Fernandes (peixe:avião).

Black Bombaim w/ Jonathan Saldanha, Pedro Augusto e Luís Fernandes, assim se chama o LP que vem com o selo Lovers & Lollypops, acaba de estrear e pode ser ouvido, na integra, já de seguida:



Digressão “Black Bombaim w/ Jonathan Saldanha, Pedro Augusto e Luís Fernandes”:
 
8 de Março – Salão Brazil, Coimbra
9 de Março – ZDB, Lisboa
16 de Março – Bang Venue, Torres Vedras
30 de Março – GrETUA, Aveiro
18 de Abril – gnration, Braga
De 6 a 13 de Abril – tour europeia que inclui concerto no festival Roadburn (Tilburgo, Holanda) com Peter Brӧtzmann no dia 12 de Abril
Os Mamalarky avisam: não há heróis!
· POR Fernando Gonçalves · 28 Fev 2019 · 16:42 ·


Apesar de terem nascido para a música em Austin, Texas, foi na cidade de acolhimento Los Angeles que os quatro pontos cardeais que formam os Mamalarky deram ao mundo o seu EP de estreia Fundamental Thrive Hive (Maio, 2018).

Com os ares do Pacifico a bafejarem favoravelmente a sua veia criativa, a banda das vozes cristalinas e das melodias quentes lança-se, agora, na empreitada de “Hero”, single que será editado no próximo dia 27 de Fevereiro e que nos fala sobre um certo idealismo projectado sobre alguém que, mais adiante, se nos afigura tremendamente exagerado.

Para além do lançamento de “Hero”, os Mamalarky vão regressar a casa, ainda que de forma temporária, pois estão confirmados no SXSW – South by Southwest 2019, festival que se realiza entre os dias 8 e 17 de Março em Austin, Texas. Fiquem com o novo “Hero” dos Mamalarky aqui.

VHS volta à vida
· POR Fernando Gonçalves · 28 Fev 2019 · 10:58 ·


Lembram-se daquelas cassetes que os vossos pais guardavam debaixo do móvel e que tanto continham um piquenique em família como o mais javardo filme porno? Lembram-se? Pois bem, isso agora não é para aqui chamado apesar do tema ser VHS. VHS é Vítor Silva e nasce da vontade do artista de “exteriorizar as frustrações de viver no frenesim da rotina”.

A partir desta base de acção, VHS tentou conciliar, numa só “casa”, o mundo das emoções e do onírico com aquilo que é artificial, descartável e tecnológico fazendo assim nascer “Grey 2.1”, single de avanço para o seu EP de estreia Blue & Grey que estará disponível lá para os vindos de Abril. Até lá, fiquem com “Grey 2.1”:

George Fitzgerald confirmado no NOS Alive 2019
· POR Fernando Gonçalves · 28 Fev 2019 · 10:54 ·


O DJ e produtor britânico George Fitzgerald é a mais recente confirmação para o palco NOS Clubbing da edição 2019 do NOS Alive. O músico vai actuar a 13 de Julho, dia em que partilhará o palco Clubbing com a dupla canadiana Bob Moses.

Para além de Fitzgerald e Bob Moses, o dia 13 de Julho no NOS Alive estará recheado com Bon Iver, The Smashing Pumpkins, Thom Yorke, Vetusta Morla, The Gift, Idles, Gavin James, Rolling Blackouts Coastal Fever e The Chemical Brothers. O festival deste ano realiza-se entre os dias 11 e 13 de Julho no Passeio Marítimo de Algés e o preço dos bilhetes varia entre os 60,98 euros (diário) e os 139,77 euros (passe três dias).

Big Thief com novo álbum
· POR Paulo Cecílio · 27 Fev 2019 · 12:10 ·
© Shervin Lainez

Os Big Thief têm-nos roubado o coração e estão de volta com um novo álbum. O sucessor de Capacity (2017) tem como título U.F.O.F. e marca a estreia do quarteto norte-americano na reputadíssima 4AD.

O novo registo é precedido pelo seu tema-título, o qual já poderão ouvir em baixo. U.F.O.F. tem data de lançamento marcada para o dia 3 de Maio.

Tudo ao Molhe e fé em Deus
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 12:07 ·
Gobi Bear © Katharina Leppert

Foram anunciados os nomes para a 5ª edição do Um Ao Molhe, o festival itinerante para músicos e fãs a solo, que irá uma vez mais percorrer todos os cantinhos do país que haja por percorrer. Entre os artistas que poderão ver numa sala bem perto de vós estão Ana Deus, Calcutá, João Pais Filipe, Gobi Bear, Surma, Acid Acid ou Luca Argel, entre outros.

O Um Ao Molhe arranca a 8 de Março, na Gafanha da Nazaré, com Ana Deus, Calcutá e Surma, e termina a 13 de Abril, em Évora, com Acid Acid e O Manipulador. Mais informações aqui e todas as datas aí em baixo.
 
 
8/3 - Gafanha da Nazaré // Ana Deus - Calcutá - Surma
9/3 - Alijó // Luca Argel - Surma 
15/3 - Refóios do Lima // Jacketx - Nils Meisel - O Manipulador
16/3 - Ponte de Lima // João Pais Filipe - Luca Argel
22/3 - Funchal // Gobi Bear - Flor
23/3 - Funchal // Acid Acid - Mr. Gallini
28/3 - Porto // Joana Guerra - Francisco Oliveira - Acid Acid - Mr. Gallini
29/3 - Vermil (Guimarães) // Joana Guerra - Helena Silva
30/3 - Esposende // Acid Acid - Joana Guerra - Mr. Gallini
31/3 - Coimbra // Joana Guerra - Ana Deus
4/4 - Viseu // Joana Guerra - Luca Argel
5/4 - Lamego // Joana Guerra - Ana Deus - Sal Grosso
6/4 - Aveiro [Piano Bar] // Helena Silva
6/4 - Aveiro [Avenida Café-Concerto] // Francisco Oliveira - Jacketx - Nils Meisel 
9/4 - Lisboa // Daily Misconceptions - Flor
10/4 - Elvas // Flor - Meta 
11/4 - Montemor-o-Novo // Acid Acid - Daily Misconceptions
12/4 - Lagos // Acid Acid - Daily Misconceptions - O Manipulador
13/4 - Évora // Acid Acid - O Manipulador 
Bad Religion em disco e em palco
· POR Paulo Cecílio · 27 Fev 2019 · 12:03 ·


Seis anos após o seu último álbum, os Bad Religion estão de volta e com tudo. A banda de Gref Graffin irá editar Age Of Unreason, o seu 17º álbum de estúdio, numa época em que o que faz mesmo falta é uma banda punk sem paciência para merdas.

O disco é precedido por "Chaos From Within", uma chapada épica de 1:51 minutos já disponível para escuta nos sítios do costume. E não é tudo: os Bad Religion têm encontro marcado com os fãs portugueses no dia 15 de Maio, data em que actuarão na Sala Tejo da Altice Arena. Os bilhetes custam 35€.

Dreamweapon no Mercado
· POR Paulo Cecílio · 27 Fev 2019 · 12:02 ·
© Betânia Liberato

Os Dreamweapon irão apresentar-se na próxima sexta-feira no Mercado Negro, em Aveiro, num concerto que irá contar com um André Couto encarregue de tudo: baixo, voz, synths e loops.

E que servirá, também, para abrir o apetite para o sucessor de SOL, de 2018, que chegará já este verão. Os bilhetes custam 4€ com reserva, 5€ no próprio dia.

The Underground Youth apresentam novo disco no regresso a Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 11:35 ·


O projecto liderado por Craig Dyer está de regresso a Portugal no próximo dia 6 de Junho e não vem de mãos a abanar. No palco do Musicbox, em Lisboa, os The Underground Youth vão embalar o novo Montage Images of Lust & Fear (estreia dia 29 de Março), disco que faz a ponte entre a psicadelia cinemática soturna presente nos anteriores trabalhos e um pós-punk de alta intensidade e brutalidade.

Os bilhetes encontram-se à venda por 8 euros (preço único). Fiquem com “The Death Of The Author”, tema extraído a Montage Images of Lust & Fear:

Obra e graça de Marcos Valle reeditada
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 11:31 ·


Ícone da segunda geração da bossa nova, o cantor carioca Marcos Valle iniciou-se em trio ao lado de Edu Lobo e Dori Caymmi e daí partiu para uma carreira que conquistou meio-mundo (o tema "Samba de Verão" chegou a estar no top Billboard em três versões de cantores americanos simultaneamente) com álbuns emblemáticos como Mustang Cor de Sangue ou Corcel Cor de Mel (1969) ou Vento Sul (1972).

São justamente estes dois trabalhos, fusão apurada entre samba e experimentalismo pop-rock, que a Polysom se prepara para reeditar em disco de 180 gramas no próximo mês de Março. Multifacetados como a sua criatividade, eis Mustang Cor de Sangue ou Corcel Cor de Mel e Vento Sul:



Mathilda: o primeiro peixe de uma longa pescaria
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 11:24 ·
© Bruna Gomes

There are some fish that cannot be caught. It's not that they are faster or stronger than the other fish, they're just touched by somethin' extra, Big Fish

Um ano depois de nos ter dado a sua primeira canção sob a forma de “Infinite Lapse”, a vimaranense Mafalda Costa aka Mathilda voltou ao mar revolto da criação para pescar o seu álbum de estreia. Com apenas 17 anos e já com estrada nacional e internacional no CV, Mathilda acaba de nos dar “Small Fish Lilac Skies”, vislumbre primeiro de um longa-duração (nome ainda em segredo) que sê-lo-á de corpo inteiro no Outono deste ano via Planalto Records.

Gravado ao vivo e ao primeiro take, “Small Fish Lilac Skies” cresce no silvado das imperfeições como um reflexo da fragilidade do crescimento e da insegurança dos novos começos e soa assim:

First Breath After Coma a NU
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 11:19 ·
© First Breath After Coma + Hugo Domingues

O filme que acompanha o novo álbum dos First Breath After Coma acaba de ver a luz do dia. “NU”, película que é indissociável de NU álbum, antecipa-se ao lançamento do disco que só chegará aos escaparates, digitais e físicos, a dia 1 de Março.

Este projecto de mas 38 minutos de filme foi realizado pelos Casota Collective, grupo constituído pelos elementos da própria banda, e é o resultado de um esforço criativo que pretendeu traduzir as histórias das canções de NU álbum em imagens. Sem narrador, nem diálogos. O som do filme é o álbum, cada canção é uma cena, e o conjunto das cenas é "NU":

Octavio Cardozzo ferve, até, debaixo d’água
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 11:02 ·


Apesar de já poder ser considerado um veterano nas andanças do carnaval mineiro de Belo Horizonte, o compositor e cantor Octavio Cardozzo não faz as coisas por menos este ano e, após ter fundado o seu próprio bloco (Haja Amor) acaba de lançar a sua primeira canção declaradamente pró-carnavalesca de nome “Debaixo D’água”.

Lânguida e adocicada, a faixa nasce da vontade de Cardozzo de “brincar com essa coisa da chuva, suor e cerveja”, cantada por Caetano Veloso para o Carnaval, de uma forma divertida e sensual. Pensada, inicialmente, para conter guitarras mais pesadas e sujas, “Debaixo D’água” foi “remodelada” de acordo com o axé dos anos 90 e com uma letra mais redonda que resultou em “ chuva nessa terra seca/provoca muitas sedes ao me olhar/se eu meto a boca nessa água fresca/ não sobra uma gota pra contar…”. Eis Octavio Cardozzo a ferver, até “Debaixo D’água”:

Hayden Thorpe: o alinhamento cósmico produziu uma estreia
· POR Fernando Gonçalves · 27 Fev 2019 · 10:56 ·


Livre dos Wild Beasts que lhe consumiram a alma durante dez anos a fio, Hayden Thorpe aposta, agora, numa carreira a solo que acaba de resultar no single de estreia “Diviner”.

Escrito num daqueles dias em que se acorda do lado certo da manhã, segundo o que afirma Thorpe, “Diviner” é o fruto de uma espécie de alinhamento cósmico que marca o início de uma auspiciosa caminhada. Eis a estreia de Hayden Thorpe a solo com “Diviner”:

Discharge à solta por Lisboa
· POR Paulo Cecílio · 27 Fev 2019 · 10:50 ·


É já esta sexta-feira que os Discharge, progenitores do chamado D-Beat, irão regressar a Portugal para mostrar ao vivo a ferocidade punk com a qual construíram uma carreira com quase 40 anos.

A banda britânica irá actuar no RCA, em Lisboa, num concerto que também servirá como "aquecimento" para o Vagos Metal Fest, que se realiza em Agosto. A primeira parte estará a cargo dos Simbiose e os bilhetes estão à venda pelo preço de 19€, em regime de pré-venda (23€ no dia).

OH MEU DEUS: Kevin Morby tem novo disco
· POR André Gomes · 27 Fev 2019 · 10:41 ·


É já este ano que o norte-americano Kevin Morby lança o seu novo disco. O sucessor de City Music, ediatdo em 2017, vai chamar-se OH MY GOD e chega a 26 de Abril..

E já há single: chama-se "No Halo" e pode ser ouvido - e visto - ali em baixo. Kevin Morby diz que é o seu disco mais completo até agora. Assim esperamos. Agora é só esperar até Abril. Já faltou mais.

Julia Jacklin: dos antípodas a Coura é um saltinho de canguru
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2019 · 17:54 ·


A 27ª edição do Vodafone Paredes de Coura ganha hoje mais um nome sob a forma da australiana Julia Jacklin e do seu indie-pop/alt-country. Nascida em Sydney mas criada nas Montanhas Azuis da formosa Nova Gales do Sul, Jacklin chega a Coura no dia 14 de Agosto com o seu álbum de estreia Don’t Let The Kids Win (2016) e o disco Phantastic Ferniture (2018), primeiro e homónimo álbum de um projecto que Julia partilha com Liz Hughes, Ryan K. Brennan e Tom Stephens.

O Vodafone Paredes de Coura 2019 realiza-se entre os dias 14 e 17 de Agosto com os passes gerais a encontrarem-se disponíveis por 94 euros.

Faz esse Gramatik!
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2019 · 17:51 ·


E ele fez. A ideia nasceu da sua companheira Nina durante uma sessão up in smoke enquanto o casal ouvia a cover de “Smoke Rings” (original de Les Paul & Mary Ford, 1952).

Daqui nasceu o tributo elctro/glitch-hop à legalização da cannabis chamada “Puff Your Cares Away” que o produtor esloveno agora estreia. Sem muito mais a acrescentar, exceptuando o facto de que “já cheira a unha Gramatik, passa isso!”, eis “Puff Your Cares Away”:

Midas Fall: da dúvida nasce Blink
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2019 · 17:46 ·


Ainda a gozarem os proveitos do aclamado Evaporate (2018), Elizabeth Heaton e Rowan Burn aka Midas Fall entram em 2019 com single novo.

“Blink” é o seu nome e apresenta-se como a espiral de dúvida que se apodera de nós quando as nossas expectativas caem por terra, uma ideia que vem sublimada pelo prog/post-rock que a envolve. Eis Midas Fall e o novo “Blink”:

Sallim vai ver no que isto dá e já nos diz alguma coisa
· POR Paulo Cecílio · 26 Fev 2019 · 17:44 ·


Sallim tem um disco novo, o sucessor de Isula, de 2016. Intitulado A Ver O Que Acontece, o álbum saiu em Janeiro e tem pelo menos uma música que o Gato Mariano adora cantar no duche: "A Pensar Em Ti".

As apresentações ao vivo estão marcadas para o dia 28 de Fevereiro, na Galeria Zé dos Bois (8€), 2 de Março, na Casa da Cultura em Setúbal (4€) e 7 de Março, no Maus Hábitos, com primeira parte de Jejuno (e não faço puto de ideia do preço). Ide para serem lindos, bebés.

A história da Hysteria
· POR Paulo Cecílio · 26 Fev 2019 · 17:40 ·


Arranca em Março a Hysteria, um ciclo de concertos que terá lugar na cidade do Porto e que cruzará diversas artistas do campo musical, propondo "um olhar sobre a produção e criação feminina no universo musical de hoje, em quatro eixos fundamentais, da interpretação à criação".

O primeiro encontro será entre Ana Deus (na foto) e Heloise Tunstall-Behrens e terá lugar de 3 a 6 de Março no ACE Teatro do Bolhão, seguindo-se Valentina Magaletti e Marlene Rendeiro (de 2 a 5 de Maio, Sonoscopia), Natalie Sharp e Marta Vuduvum (28 a 31 de Julho, Ace Teatro do Bolhão) e Adriana Sá e Anna Homler (3 a 6 de Outubro, Sonoscopia). Mais informações aqui.

Death And Vanilla: novo disco a caminho
· POR André Gomes · 26 Fev 2019 · 16:05 ·


É de uma intensidade irresistível. Falamos do novo single de Death And Vanilla, "A Flaw In The Iris", o primeiro a ser conhec ido de Are You A Dreamer?, que será conhecido a 10 de Maio de 2019.

O trio de Malmo, formado por Marleen Nilsson, Anders Hansson e Magners Bodin, prepara então os últimos detalhes do sucessor de To Where The Wild Things Are, editado em 2015. E está bem lançado. Ouçam o novo single aqui em baixo e percebam que não estamos a mentir.

Vamos cantar os parabéns ao gnration?
· POR Paulo Cecílio · 26 Fev 2019 · 14:35 ·
Ammar 808 © Sia Rosenberg

O gnration irá celebrar o seu sexto aniversário no dia 27 de Abril, prontamente dando-nos (mais) um motivo para ir a Braga caso o concerto de Saint Vitus em Barroselas esteja a ser uma cagada. A festa será feita ao som de artistas como Ammar 808, Algobabez, Graham Dunning, Sensible Soccers, João Pais Filipe, Quadra, DJ K-Sets e, ainda, a Escola do Rock Paredes de Coura.

Isto, no que à música diz respeito; não esquecer as instalações artísticas, os workshops, e os finos que a malta irá inevitavelmente pagar. Os bilhetes não estão à venda em local algum e custam exactamente 0€.

Os Sensible Soccers foram ver auroras
· POR Paulo Cecílio · 26 Fev 2019 · 14:33 ·


Quiçá inspirados pelas crónicas de um tal de Cristiano Pereira por terras de gelo, os Sensible Soccers anunciaram o seu terceiro longa-duração.

O disco tem como título Aurora e evoca - segundo a press release - «um Portugal pessoal e optimista, da infância e das memórias inventadas». Gravado por João Brandão e produzido por B Fachada, Aurora tem lançamento marcado para o dia 15 de Março e é precedido por "Elias Katana", o seu primeiro single.

Os concertos de apresentação estão marcados para os dias 16 de Março (Cine-Teatro Garrett, Póvoa de Varzim), 3 de Abril (Culturgest, Lisboa) e 27 de Abril (gnration, Braga).

Bazuuca assume curadoria no Lustre
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:45 ·


A promotora e agência bracarense Bazuuca passa, a partir de agora, a ter em mãos a responsabilidade de programar e produzir os concertos no espaço Lustre, Braga, e já tem nomes para Março.

Conjunto Corona, The Twist Connection, Jaloo (Brasil) e Omie Wise são os convidados do mês em que nasce a Primavera e vão ao encontro da aposta “desde artistas já firmados no panorama musical português, aos novos talentos, sempre com um olhar atento sobre o que de melhor se faz além-fronteiras”, como explica a promotora.



Programação Bazuuca no Lustre:
 
Dia 2 de Março – Conjunto Corona, 6 euros
Dia 15 de Março – Jaloo, 5 euros (consumíveis)
Dia 22 de Março – The Twist Connection e Omie Wise, 5 euros
Circa Waves revelam novo single
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:42 ·


“Times Won’t Change Me” é o seu nome e pertence ao alinhamento do próximo LP dos Circa Waves What’s It Like Over There?, disco que será editado a 5 de Abril via Prolifica Inc/PIAS.

Tocada ao piano, “Times Won’t Change Me” troca as voltas aos amantes do seu indie-rock apostando na simplicidade de um hino gospel. Para ouvir de seguida:

Tagua Tagua estreia-se em Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:40 ·


Tagua Tagua, projecto do compositor e produtor musical brasileiro, Felipe Puperi, vai estrear-se em terras lusas no próximo mês de Março com concertos em Porto e Lisboa. O primeiro espectáculo está marcado para dia 15 de Março no Maus Hábitos no Porto, enquanto a segunda apresentação será concretizada no dia seguinte no Valsa em Lisboa. Na bagagem, Tagua Tagua trará faixas dos EP Tombamento Inevitável (2017) e Pedaço Vivo (2018), composições emocionalmente densas embrulhadas em pop-electrónica dançante que lutam contra o primado da ignorância nascido de que Bolsonaro e seus algozes são o mais fiel exemplo.

Quanto a bilhetes a questão é bastante simples de resolver. Se a ideia é ir ao Maus Hábitos o preço cifra-se em 5 euros, caso Lisboa seja a escolha a entrada é livre (após o concerto, a organização solicita ao público presente, e que queira contribuir, um valor simbólico). Fiquem com “Dádiva”, tema extraído a Pedaço Vivo:

The Lazy Faithful: novo Nice Price para ouvir na íntegra
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:38 ·


Singles lançados, concertos alinhavados e disco editado. O novo disco é resultado das mais recentes experiências da banda, da residência artística que realizaram, em Outubro último, no município de Monção e das muitas colaborações que têm feito.

Nice Price está finalmente cá fora e pode ser ouvido, na integra a partir de agora aqui em baixo.

No Jakuzi banha-se Hata Payi
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:34 ·


Enquanto Atatürk dá voltas na tumba a pensar como raio se pariu um Erdogan, a música underground turca vai dando sinais de vitalidade com exemplos como o dos Jakuzi. Depois de se terem estreado em 2017 com Fantezi Müzik, a banda de synth-wave natural de Istambul está de regresso com Hata Payi (algo como “uma parte do erro” em português), disco que chega aos escaparates a 5 de Abril via City Slang e que explora, de uma forma ainda mais sombria do que no seu antecessor, a condição humana.

Expressa nas dificuldades que enfrenta um jovem artista num país cada vez mais conservador e puritano, esta “parte do erro”, inteiramente cantada em turco, mistura elementos de dark-wave, krautrock, post-punk e brit synth-pop do início dos anos 80 e dá hoje ao mundo o novo single "Yangin":

Duas formas incríveis de acompanhar smørrebrød: vai querer saber mais
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:32 ·
© Markus Glavind

Pegamos, por momentos de inconsciência, numa das mais atrozes, e acéfalas, formas de clickbait de que as publicações digitais utilizam hoje em dia para vos dar notícia de duas estreias vindas da terra de Hans Christian Andersen: In Caravans e why sun. Indie-rock e neo-psycadelia são os pigmentos com que os In Caravans pintam as suas paisagens sonoras.

O seu novo quadro (EP) chama-se Sunken Streets (19 de Abril via Tapetown Studio) e acaba de se apresentar ao mundo através do primeiro single “Maybe”. Porém, se o assunto é noise rock, os especialistas a chamar são os why sun. O trio de vindo de Copenhaga estreia-se com “Eastern Love”, tema que vai beber a Suicide e The Jesus & Mary Chain.



Orville “mascarilha” Peck cavalga o seu pónei em pradarias de ódio
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:28 ·


Depois de “Dead of Night”, “Buffalo Run” e “Big Sky”, o homem da máscara da máscara de cabedal continua a cavalgar o seu álbum de estreia Pony (22 de Março) e, desta feita, vira-o em direcção ao ódio.

No novo single “Turn to Hate”, o cowboy solitário Peck procura, contra a amente que leva até um serão familiar, manter o ressentimento contra a “normalidade quotidiana” que faz dele o “lone ranger” do séc.XXI. Eis “Turn to Hate”:

Mão Morta juntam-se a Dead Combo e Jorge Palma no Douro Rock 2019
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 22:20 ·


Depois de meter os Dead Combo e Jorge Palma num barco rabelo douro acima até Peso da Régua, a organização da edição de 2019 do 100% português Douro Rock acaba de embarcar os Mão Morta.

O Douro Rock 2019 realiza-se nos dias 9 e 10 de Agosto no Peso da Régua e por eleja passaram, em anteriores edições, nomes como The Legendary Tigerman, Samuel Úria, The Twist Connection, Linda Martini, Marta Ren & The Groovelvets, Capitão Fausto, Bed Legs ou You Can’t Win Charlie Brown. Os bilhetes encontram-se à venda por 15 euros, preço único para os dois dias de festival.

O primeiro para HRNS
· POR Paulo Cecílio · 22 Fev 2019 · 22:18 ·


Os HRNS, dupla formada por Rui P. Andrade e Afonso Arrepia Ferreira, irão editar em breve o seu primeiro longa-duração.

Intitulado Naomi, o álbum será editado em CD e cassete através da Warm Winters Ltd., nome que faz sentido quando sabemos que para a semana estarão 26º. Naomi sai a 22 de Março e dois dos temas ali presentes já podem ser picados no Bandcamp.

Vodafone Paredes de Coura 2019: Khruangbin, Black Midi e Cave Story adicionados ao menu
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2019 · 12:17 ·


A carta já vai longa e diversificada mas acaba de ganhar três pitéus extra. Os exóticos Khruangbin (15 de Agosto), os enigmáticos londrinos Black Midi (16 de Agosto) e os professores de punk das Caldas da Rainha Cave Story (15 de Agosto) são as mais recentes apostas da organização da 27ª edição do Vodafone Paredes de Coura que, em 2019, se realiza entre os dias 14 e 17 de Agosto na Praia Fluvial do Taboão.

Para além destes três nomes, o festival conta com a presença assegurada de The National, Boy Pablo, Acid Arab, Kamaal Williams, Father John Misty, New Order, Mitski, Spiritualized, Parcels, Julien Baker, Alice Phoebe Lou, Patti Smith, Krystal Klear, Romare, Flohio, Crumb, Yellow Days, Connan Mockasin, Balthazar, Boogarins, First Breath After Coma, Deerhunter, Jonathan Wilson, Alvvays, Suede, Peaking Lights e Jayda G. Os passes gerais encontram-se à venda por 94 euros.

Muito Stereolab em 2019
· POR Paulo Cecílio · 21 Fev 2019 · 12:14 ·


Já depois de termos sido agraciados com a notícia do seu regresso aos palcos (um deles será o do NOS Primavera Sound), os Stereolab decidiram fazer deste um mundo ainda melhor e anunciar a reedição de sete dos seus álbuns, entre os quais os verdadeiros clássicos: Transient Random Noise-Bursts With Announcements, Mars Audiac Quintet e Emperor Tomato Ketchup.

As reedições estarão a cargo da Warp e irão espraiar-se de Maio a Novembro. Incrível, não é?

NOS Primavera Sound: sai Lizzo, entram os Built to Spill
· POR André Gomes · 21 Fev 2019 · 11:15 ·


Ai faltam guitarras e tal. Pronto. Já faltam menos. A rapper Lizzo teve de cancelar a sua actuação na próxima edição do NOS Primavera Sound e no seu lugar foi confirmada a presença dos Built to Spill.

Os passes gerais para o NOS Primavera Sound estão à venda por 103 euros e podem ser adquiridos em bol.pt, Ticketea, Seetickets, Festicket, portal NOS Primavera Sound e pontos de venda habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés).

Molly Burch regressa a Portugal em Julho
· POR André Gomes · 21 Fev 2019 · 11:09 ·


É pelas mãos do Gig Club que Molly Butch regressa ao nosso país já no mês de Julho. A norte-americana actuará no Pérola Negra, no Porto, a 2 de Julho e no Musicbox, em Lisboa, no dia seguinte.

Os bilhetes já estão disponíveis para membros do Gig Club a 10 euros. As vendas para o público geral ficarão disponíveis mais próximo dos eventos com o custo de 15 euros. 

Mário Mata: novo “Sinais dos Tempos” para ouvir na integra
· POR Fernando Gonçalves · 20 Fev 2019 · 19:00 ·


O autor de obras tão emblemáticas da discografia nacional como Não Há Nada P’ra Ninguém (1981), Não Mata Mas Mói (1982) ou Deixa-os Poisar (1986, contou com a colaboração de Jorge Palma) está de regresso com um novo álbum.

Sinais dos Tempos é o se nome e inclui duetos com Fausto Bordalo Dias em “Essa é que é essa” e José Barros em “Fixação”. Rebeldia, sarcasmo e esperança servem de ninho q este Sinais dos Tempos que agora vos deixamos na integra:

PAPISA em dose tripla
· POR Fernando Gonçalves · 20 Fev 2019 · 18:57 ·


Omínimo que se poderá dizer é que a brasileira Rita Oliva aka PAPISA anda atarefada. Dois lançamentos de uma só assentada. À reinvenção da faixa “Anonymous Club” de Courtney Barnett (parte de um projecto releituras de músicas de Barnett pela artista brasileira), PAPISA junta a edição do seu primeiro e homónimo EP em formato ao vivo.

Como não há duas sem três, estes lançamentos são acompanhados pela estreia do novo single “A Velha”, tema que estará presente no seu primeiro longa-duração. Fiquem com “A Velha”, faixa gravada durante a “NCSSR Session: Papisa”, uma produção do clube Necessaire e do estúdio Inhamis, integrando a proposta Necessaire Sessions:

À margem da Arte vive um Morro da Providência
· POR Fernando Gonçalves · 20 Fev 2019 · 18:52 ·


Uma residência artística proposta pelo Museu de Arte do Rio – MAR, através do seu ciclo de música experimental MARgem, ao artista sonoro Daniel Nunes resultou em Morro da Providência.

Pensando no espaço geográfico onde está localizado o museu, Nunes foi convidado a registar e compor uma cartografia sonora do Morro da Providência, favela localizada paredes meias com o MAR, no intuito de, nas palavras de Daniel Nunes, captar a “ polifonia, os jogos de vozes, as diversas faces, perceber as variedades de tonalidades, ouvir os diálogos e escutar os rios enclausurados” que correm numa das favelas mais antigas do Brasil.

Deste trabalho de antropologia musical surge, então, Morro da Providência, “cartografia gravada em fonogramas de áudios digitais em movimento”, álbum experimental que contou, também, com a colaboração de God Pussy. Bem-vindos ao Morro da Providência:

Manuel Linhares: tudo se passa na fronteira
· POR Fernando Gonçalves · 20 Fev 2019 · 18:47 ·
© António Ataíde

“Tudo se passa na fronteira”, a frase pertence a Deleuze mas pode ser aplicada ao conceito por detrás do novo álbum de originais do cantor jazz (e não só) portuense Manuel Linhares. Boundaries (estreia este mês), de acordo com o seu criador, procura “reflectir sobre as preocupações e inquietações do mundo actual e o lugar que cada um pode ocupar numa sociedade atravessada por fronteiras, separações e limites” num processo criativo que, ao invés de se delimitar, se expande, partindo do jazz, ao minimalismo, ao rock ou ao pop.

O resultado é um trabalho onde a voz aparece não só como solista mas como instrumento, criando backgrounds e sobrepondo várias camadas melódicas num “jogo dinâmico de diferentes timbres que, apesar dos seus contrastes e tensões, revela uma enorme subtileza nas suas linhas melódicas e nos seus arranjos, tentando jogar com diferentes densidades”, explica-nos. Manuel Linhares (acompanhado por Paulo Barros ao piano, José Carlos Barbosa no contrabaixo e João Cunha na bateria) vai apresentar o novo Boundaries no Passos Manuel, Porto, no próximo dia 15 de Março. Fiquem com um teaser de Boundaries:

Não é que os Sensible Soccers lançam um novo disco em 2019?
· POR André Gomes · 20 Fev 2019 · 18:08 ·


É pois, que nós não gostamos de mentir. Os Sensible Soccers preparam-se para lançar o sucessor do maravilhoso Villa Soledade, editado em 2016. Este novo registo vai chamar-se Aurora e será editado no decorrer de 2019.

Os detalhes não são ainda muitos mas há a promessa de um novo tema - um tal de "Elias Katana" - sexta-feira, se a banda não acordar com os pés de fora. É ir rezando para que isso não acontece.

The Dream Syndicate estão vivos e recomendam "These Times"
· POR Fernando Gonçalves · 20 Fev 2019 · 14:56 ·
© Linda Pitmon

Quase trinta anos depois de terem agitado a cena Paisley Underground, na Califórnia, e sete depois da reunião da banda em 2012, os The Dream Syndicate estão de regresso com o novo These Times.

Com lançamento previsto para dia 3 de Maio, este novo registo da banda liderada por Steve Wynn assume-se como um álbum do “agora”, um disco que vive na insanidade e na especulação de um mundo que quer tudo para ontem mas que não sabe o que quer, verdadeiramente. Fiquem com o misterioso “Black Light”, single de apresentação de These Times:

Aldous Harding regressa com Designer
· POR Fernando Gonçalves · 20 Fev 2019 · 14:53 ·
© Clare Shilland

Dois anos depois de Party, a neozelandesa Aldous Harding (Hannah Harding) está de regresso às edições com Designer, álbum que estreará no próximo dia 26 de Abril.

Escrito durante a tournée do seu antecessor, Designer apresenta-se como um reflexo de Party, quer na faceta mais delicada como na mais dura, e tem em “Barrel” seu primeiro single que podem ouvir de seguida:

Theremin tocado com as mamas? Teta Lírica é o nome a decorar
· POR André Gomes · 20 Fev 2019 · 14:44 ·


Chama-se Marie Carangi, é do Recife, no Brasil, e no projecto Teta Lírica explora o theremin com as mamas. Assim mesmo.

A artista explica, em bom português, o propósito deste projecto: "Teta Lirica é uma performance-concerto de Marie Carangi que envolve o atrito entre o corpo e o instrumento musical theremin. O theremin possui uma antena que emite um campo vibracional no ar, onde as notas musicais se distribuem reagindo à proximidade do corpo. Tetas balançam tocando as notas nesse campo gerando sons. O grau de aproximação entre tetas e antena, associado à velocidade de movimento, gera picos de agudo variáveis, resultando num canto lírico estridente".

Marie Carangi lançou recentemente dois temas intitulados "Stalactits" e "Stalagmits", que podem ser ouvidos aqui em baixo na página de Bandcamp da artista. A liberdade é uma coisa muito bonita.

Vem aí novo disco de Fern Knight
· POR André Gomes · 20 Fev 2019 · 12:48 ·


É a primeira música nova desde 2010 para os norte-americanos Fern Knight. Ainda não sabem qual será a editora ou será terá uma edição física, mas a verdade é que Solstice, o novo disco, verá a luz do mundo algures em 2019.  

Os primeiros dois temas desta nova epopeia já estão aí (um deles chama-se "Goodbye July", o que é estranho porque Julho está mesmo aí à porta nos nossos corações) e já podem ser ouvidos na página de Bandcamp do grupo. Mantenham-se quentinhos.



Topes Ilustres 2018 - Luiza Brina | Graveola
· POR Luiza Brina · 20 Fev 2019 · 11:41 ·
© Clarice Lacerda

O Brasil está dividido em duas distintas narrativas que se tornaram muito claras nas eleições do ano passado: há aqueles que, como eu, estão apavorados com o novo governo de ultra direita; e há aqueles que vêem nesse novo governo uma possível salvação -  estes, na minha opinião, imersos em uma hipnose gerada por fake news, pelo cansaço de viver num país extremamente desigual, pela dificuldade de lidar com seu preconceito e pelo ódio ao antigo governo. 
 
O clima no país está tenso e não parece ser possível estabelecer diálogos racionais: esse embate de narrativas é muito rígido.
 
Diante desse contexto, tenho sentido que comunicações mais subjetivas são de extrema importância. Talvez a canção seja uma experiência que permita uma empatia geral, penso que ela é uma espécie de convite a um resgate de humanidade, um pacto de paz, que permite a qualquer um ter acesso direto a seus sentimentos mais particulares de amor, alegria, esperança e também à dança e, assim ao próprio corpo.
 
Sendo assim, o que me fortaleceu em 2018 foi:
 
Gilberto Gil com Ok Ok Ok e Gal Costa com A Pele do Futuro.
Esses dois gigantes artistas consagrados lançaram seus mais recentes trabalhos em 2018. É preciso destacar a canção Viagem Passageira, composta por Gil, e cantada por Gal: é maravilhosa. É preciso destacar também a presença de compositores mais jovens cantados por Gal: César Lacerda, Silva, Tim Bernardes, Dani Black. 
 
Thiago Amud com O Cinema que o Sol não Apaga e Ilessi com Mundo Afora: Meada.
São discos imensos e intensos, canções ora muito complexas, ora doces, paisagens densas. Ambos os discos tem os arranjos ousados e virtuosos do Thiago Amud. Ilessi é das maiores cantoras da minha geração. Tive a alegria e a honra de tocar baixo e algumas percussões nesse disco dela.
 
Fiz arranjos e gravei violões, baixos, pianos, percussões, baterias, junto do Chico Neves no disco de Julia Branco, Soltar os Cavalos. Me alegro muito por ter feito parte dessa estréia da Julia, fiz com muito carinho. O disco retrata o feminismo de maneira poética, uma linda leitura da Julia sobre esse tema tão importante. 
 
No ano passado conheci Marina Sena. Sua voz é muito bonita e precisa, sua atitude é firme. Ela é de Taiobeiras, norte de Minas Gerais, mora atualmente em Montes Claros. Suas raízes estão muito presentes na sua personalidade e na sua música. Isso é muito lindo, ela carrega um outro Brasil (que não este que citei acima) dentro dela. Foi uma descoberta de 2018 pra mim. Ela integra os grupos A Outra Banda da Lua e Rosa Neon.
 
Luiza Lian lançou, no ano passado, um disco muito importante: "Azul Moderno". Com a produção dividida entre o Charles Tixier e o Tim Bernardes, o disco tem uma sonoridade meio eletrônica meio acústica, com timbres excepcionais, uma produção primorosa. Enquanto isso, as canções tem melodias que me lembram cantigas das culturas populares do Brasil. As letras são muito fortes, como "essa rua tem o nome de um rio que a cidade sufocou".
Topes Ilustres 2018 - José Valente
· POR José Valente · 20 Fev 2019 · 11:37 ·
© Miguel Barbot

É sempre difícil para mim organizar uma lista de destaques musicais. Por um lado porque raramente me preocupo com este tipo de gestão. Ouço discos, músicas soltas etc. todos os dias, por impulso e necessidade, sem questionar por vezes os contextos de edição, o ano de publicação da obra, entre outros factores provavelmente decisivos para a elaboração de critérios mais específicos inerentes a este tipo de distinções. É provável, tendo em conta a minha falta de atenção, que me tenham escapado imensas edições magníficas concebidas em 2018. Por outro lado lancei no ano em questão o meu disco "Serpente Infinita" e para mim, por razões emocionais óbvias e pela concentração artística que a invenção deste disco exigiu, "Serpente Infinita" é e será sempre o melhor álbum de 2018. 
 
Esta lista foi desenvolvida a partir de três pontos de apreciação: 1) discos que pela sua natureza histórica representam um marco importante ou a celebração de um artista cuja obra merece toda a exaltação e entusiasmo por parte do ouvinte; 2) discos ouvidos para a minha investigação - na minha prática criativa há uma escuta mais depurada e detalhada de estilos, influências e linguagens musicais que serve a construção do vocabulário a aplicar numa composição; 3) discos surpreendentes, que ao serem ouvidos por acaso, se tornaram viciantes durante um período de tempo.
 
1)
Inéditos do José Mário Branco: Assisti à entrevista e demais conversas que a Feira do Livro do Porto organizou com o José Mário em 2018. No seu entender a intervenção musical deve ser edificada a partir de um tridente onde a técnica, a estética e a ética se combinam. Este tridente permanece infelizmente ausente das cogitações de muitos dos actuais cantautores.
Both Directions At Once: The Lost Album do John Coltrane: Um testemunho fundamental para a história da música e um agradável recordar da urgência musical, do ímpeto e da vitalidade expressiva que o John Coltrane nos deixou.
The Blue Voice of the Water do Luís Tinoco: O arquitecto Nuno Teotónio Pereira afirmou que a sua Igreja do Sagrado Coração de Jesus em Lisboa era um espaço para os crentes poderem abandonar as dificuldades do dia-a-dia e dar lugar à transcendência, ao fascínio. A arte é a principal alavanca para o ser humano se transcender, se superar. 
Ser capaz de criar e sobretudo de comunicar esta oportunidade oferecida pela arte, deve ser o desafio e a motivação de todos os artistas. O Luís vive este corajoso estado de espírito diariamente enquanto compositor, director de momentos essenciais para a cultura portuguesa e professor. A densidade orquestral que nos invade quando ouvimos, por exemplo, "O Sotaque Azul das Águas", numa alusão metafórica à imensidão do mar, é igualmente assustadora e maravilhosa. Ficamos assoberbados por um sentimento misto entre o receio que a percepção da nossa pequenez nos provoca e o encantamento pela beleza e magnitude deste oceano orquestral. Esta ambiguidade repete-se em "Frisland" onde um burburinho orquestral acompanha uma melodia descendente, posteriormente explorada em várias secções da orquestra - outro momento positivamente incómodo, muito bem composto que nos transporta para misteriosos lugares de reflexão e emoção. Vale mesmo a pena ouvir este disco!
 
2)
I met Her by the River do Dwada Jobarteh: Descobri a música de Dwada Jobarteh durante a pesquisa para a minha próxima composição, onde o afro beat e a kora poderão ser uma influência preponderante no vocabulário musical utilizado. O Dwada toca a kora com um conforto virtuoso e com uma honestidade estilística ímpar.
Ayre de Osvaldo Golijov: Outro dos meus interesses de pesquisa é a felicidade, o riso e acima de tudo o insólito que proporciona momentos cómicos. Além disso, um dos meus desejos para 2020 ou 2021 é fazer um disco de canções. Eu gosto muito da energia rítmica e da melancolia divina das melodias imaginadas pelo compositor argentino Osvaldo Golijov que em "Arye" nos oferece um conjunto de canções brilhantemente interpretadas ao vivo por Miriam Kahlil, entre outros.
 
3) 
Memórias de Fogo de El Efecto: Foi para mim uma surpresa, no sentido que decidi ouvir o disco sem saber do que se tratava. Os El Efecto fazem uma música implicativa, interventiva e satírica, sem descuidar na qualidade e na intensidade musical. Considerando a apatia generalizada do meio artístico relativamente aos múltiplos flagelos políticos que temos vindo a testemunhar, é positivo ouvir um grupo que denuncia dinâmicas repressivas patentes no quotidiano da nossa sociedade ocidental. A escravidão do trabalho, o capitalismo ou ao racismo subtil e escondido que contamina a civilização são alguns dos assuntos abordados.
Talvez o melhor disco que ouvi em 2018 - O Cinema Que o Sol Não Apaga do Thiago Amud: Na minha adolescência ouvi um disco que me marcou para sempre, "Clube da Esquina 2" do Milton Nascimento (curiosamente a canção com o mesmo nome, que eu adoro!, está registada no 1º volume). Naquele momento aprendi que era possível fazer canções amarguradas, canções fortemente políticas, utilizando elementos musicais variados: coros infantis, harmonias ricas, percussões diversas, guitarras modificadas, Elis Regina, e tudo o resto! Longe de mim comparar "O Cinema Que o Sol Não Apaga" do Thiago a um dos álbuns mais importantes da música brasileira. Semelhante relação seria profundamente injusta para ambos os músicos. No disco de Amud, vislumbro a mesma irreverência que me arrebatou há anos atrás com o Milton: a sátira política presente nas letras, sem receios, associada a soluções melódicas, harmónicas e rítmicas extremamente sofisticadas e genuinas. Um tropicalismo zappiano gerado a partir de uma simbiose muito bem orquestrada entre a tradição da canção brasileira com o arrojo da música erudita, comunicada directamente ao ouvinte, sem apetrechos decorativos, sem os artifícios superficiais que hoje em dia nos distraem do que é verdadeiramente essencial, desenvolvida com uma qualidade e um virtuosismo expressivo acima da média. Aqui está uma obra incrível!
 
No spotify:
 
Yoko Ono e John Lennon voltam a casar
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2019 · 17:34 ·


No dia em que celebra o seu 86º aniversário, Yoko Ono anuncia que reeditará o “casamento” com John Lennon. Estritamente metafórica no que toca ao estado civil, esta noticia centra-se, de facto, na reedição de Wedding Album, terceiro disco colaborativo Lennon-Ono que foi lançado originalmente em 1969 numa caixa que continha lembranças das núpcias (fotografias, desenhos de Lennon e Yoko, uma cópia de sua certidão de casamento, uma foto de um pedaço de bolo do casamento, entre outros) do duo.

Como forma de fazer jus à ideia original, a reedição de Wedding Album irá acontecer a 22 de Março, data em que, caso Mark Chapman não tivesse outras ideias, o casal comemoraria as suas bodas de ouro. A reedição de Wedding Album (via Secretly Canadian) é parte do projecto contínuo de reedição da marca Yoko Ono, uma série lançada em 2016 que visa remasterizar e relançar todos os onze trabalhos gravados de Yoko Ono.

E quando a palavra encontra a batida isso é Ikoqwe
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2019 · 17:29 ·


Ikonolasta (Luaty Beirão) e Pedro Coquenão (Batida) juntaram palavra metralhada e batida de morteiro e o que de lá saiu foi um obus chamado Ikoqwe, projecto bélico-fraternal que começa a disparar oficialmente esta sexta-feira com o lançamento do single “Pele” mas que já tem um olho no Cine-Teatro de Loulé, casa que, com sorte, não virá abaixo no dia seguinte com uma exibição ao vivo e a cores do potencial do duo.

Pensem no mundo, pensem em África e nos seus múltiplos problemas, pensem em Portugal e na (falta de) classe política, pensem em direitos e deveres, pensem na questão de género e na falta de géneros, pensem no imposto e nos impostos, pensem no amor, pensem no desamor, pensem no pensar e no agir, pensem. Pensaram? Bom, os Ikoqwe também. Para além deste novo projecto, Batida vai voltar a fazer parte do “Africa Express”, festival pensado por Damon Albarn (Blur) que junta os artistas numa tenda de circo montada em Waltham Forest, Londres, e que no cardápio deste ano contará, entre outros, com a presença de Django Django, Imarhan, Joan As Police Woman, Ellie Rowsell (Wolf Alice), Moonchild Sanelly e Rokia Traoré. Fiquem com um teaser de “Pele”:

Benjamim: uma carreira resumida em três actos
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2019 · 17:25 ·
© Vera Marmelo

O espaço lisboeta Musicbox fez-lhe o desafio de resumir a carreira em três concertos. Benjamim aceitou e o resultado são três concertos distintos a realizar nos dias 9, 10 e 11 de Maio que começam com a interpretação na integra de Auto Rádio (dia 9), passam pela colaboração com Barnaby Keen para tocarem 1986 (dia10) e acabam com Benjamim a assumir o lugar de produtor e a lançar em palco alguns dos nomes com quem já trabalhou em estúdio como B Fachada, Joana Espadinha, Márcia, Flak, Cassete Pirata, Frankie Chavez, João Só, Tape Junk ou Tipo.

Os bilhetes diários têm um custo de 12 euros enquanto o passe de três dias chega aos 30 euros.

The Tallest Man On Earth, por cá
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2019 · 17:23 ·


É já esta semana que Kristian Matsson, o Homem Mais Alto Do Mundo™, regressa a Portugal para três concertos onde irá revisitar a sua história, feita a partir de folk e de canções tão bonitas quanto "King Of Spain".

O músico sueco irá apresentar-se ao vivo na Aula Magna, em Lisboa, já esta sexta-feira (bilhetes a 23,45€), seguindo-se datas no Teatro Aveirense, no sábado (esgotado) e no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, no domingo (idem). Podendo, é ir.

Neopop a rebentar com tudo
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2019 · 15:43 ·


E, de repente, o coração salta e a vida é boa. O Neopop anunciou esta semana os primeiros nomes para o cartaz da sua edição de 2019, e logo um surge diante dos nossos olhos em letras garrafais: Underworld.

A banda britânica irá passar pelo festival de Viana do Castelo para recuperar temas imortais como "Born Slippy", "Dirty Epic", "Rez" e tantos outros que ainda vogam pelo nosso imaginário de crianças do rock que um dia descobriram a electrónica. Mas não só; por ali passarão também Ben Klock, 2Jack4U, Amelie Lens, John Digweed, Maceo Plex e Richie Hawtin, entre muitos outros ainda por confirmar.

Os passes gerais já se encontram à venda e custam 85€. O Neopop realiza-se de 7 a 10 de Agosto.

Uma Culturgest cheia de música
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2019 · 15:40 ·


A Culturgest quer afirmar-se como ponto de passagem obrigatório para os melómanos lisboetas (e não só). Para tal, tem contado com uma programação ecléctica e de qualidade, sendo que os próximos meses não serão excepção.

De Março a Maio, passarão por ali nomes como Vijay Iyer, que será acompanhado ao vivo por Craig Taborn (19 de Março), Sensible Soccers (3 de Abril), Panda Bear (24) e The Necks (16 de Maio, na foto), entre outras propostas dos mais variados campos artísticos. Todas as informações de bilheteira estão aqui.

Nubya Garcia estreia-se em Lisboa
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2019 · 15:38 ·


A nova coqueluche do jazz britânico irá passar por Lisboa no próximo mês de Julho. A estreia de Nubya Garcia na capital irá ter lugar no Musicbox, no dia 11 de Julho, para um concerto que servirá para apresentar os temas de Nubya’s 5ive, o seu disco de estreia, editado em 2017, e de When We Are, EP que lançou no ano passado.

Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais e têm um custo de 10€.

Charanga celebra 10 anos com novo disco
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2019 · 15:36 ·


Foi há dez anos que a música electrónica encontrou o folk português e, desde esse momento, a charanga não mais parou de tocar. Mil e um adufes e beatboxes depois, a Charanga (Francisco Gedeão, Quim Ezequiel e Simões) encontra-se prestes a celebrar o seu décimo aniversário e para o celebrar vem com álbum novo que estará disponível quando os fãs quiserem.

Charanga com X: 10 anos depois entre Beats & Toques é o disco com que a banda quer “sair da Península Ibérica” e seguir “rumo ao planeta X”, um planeta que será construído, por todos e para todos, na ressaca livre de um mundo cada vez mais intoxicado”, explicam os Charanga com X. O novo disco, para além de ser financiado pelos próprios fãs através de uma plataforma de financiamento coletivo criada pela Charanga, conta com a colaboração de vários artistas como Daily Misconceptions, Aufe & Alguidar, Luís Peixoto, Paulo Azevedo e Micaela Neto.

O concerto de lançamento de Charanga com X: 10 depois entre Beats & Toques está marcado para dia 9 de Março, pelas 21h30, no Fórum Municipal Romeu Correia em Almada. Fiquem com os singles “Lamento” e “Cham’á Rita ao Centro”, temas com que os Charanga apresentam o novo disco:

Tacocat: terminada a marinada, levam Trump ao forno
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2019 · 15:34 ·


Os Tacocat, banda de Seattle, meteu-se numa bonita embrulhada político-social. Temperada por pequenos “Grains of Salt” para dar um pouco de gosto, a nova demanda pop do colectivo chama-se This Mess Is a Place e estará disponível a partir do dia 3 de Março via Sub-pop.

Nascido das eleições presidenciais americanas em 2016, This Mess Is a Place assume-se como uma forma de resistência enérgica e, apesar de tudo, alegre contra as politicas persecutórias de Trump no campo dos direitos civis. Antes de levar Trump ao forno, os cozinheiros Tacocat temperam-no com “Grains of Salt”:

Boogarins sem sombra de dúvida
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 16:55 ·


A nostalgia psicadélica dos Boogarins tem um novo capítulo chamado Sombrou Dúvida, estreia em Maio via OAR, que, através do jogo de palavras no título, atira-nos para uma escolha entre a sombra da zona de conforto ou a incerteza que alimenta instintos.

Para além do maniqueísmo impresso no nome do disco, o quarteto brasileiro continua a deambular nas dicotomias e, hoje, dá-nos mais um cheirinho disso mesmo com o novo single “Sombra ou Dúvida” que podem ouvir, sem sombra de dúvida, já a seguir:

De quem é a barcaça em que navega Manel Cruz?
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 16:52 ·


É dela! Depois dos singles “Cães e Ossos”, “Ainda Não Acabei” e “Beija Flor”, Manel Cruz continua a sua viagem de circunavegação a ele mesmo e ao seu álbum de estreia em nome próprio Vida Nova ao comando d’”O Navio Dela”.

Gravado no estúdio Sá da Bandeira, Porto, Vida Nova (estreia dia 5 de Abril via Turbina) foi composto maioritariamente ao ukelele numa espécie de regresso às origens que exacerbou a capacidade criativa de Manel Cruz que, de acordo com a informação e que dispomos, lhe permite antecipar a edição de novos discos. Para já, eis “O Navio Dela”:

Peaking Lights e Jayda G confirmados em Paredes de Coura
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 16:51 ·


O duo californiano de krautrock/disco/psy pop Peaking Lights (16 de Agosto) e a “electrónica” canadiana Jayda G (17 de Agosto) são as mais recentes confirmações para a 27ª edição do Vodafone Paredes de Coura que, este ano, se realiza entre os dias 14 e 17 de Agosto no templo da Praia Fluvial do Taboão.

Os passes gerais já se encontram disponíveis por 94 euros.

Terraforma a terraformar-se
· POR Paulo Cecílio · 15 Fev 2019 · 16:37 ·
© Ebru Yildiz

O festival Terraforma, dedicado à música de cariz mais experimental e à sustentabilidade ambiental, revelou os primeiros nomes para o cartaz da sua sexta edição. A histórica Laurie Anderson será talvez o mais sonante, mas por ali passarão também nomes como Mica Levi, DJ Stingray, Caterina Barbieri e Daniel Higgs, entre outros por anunciar.

O festival irá realizar-se de 5 a 7 de Junho em Villa Arconati, perto de Milão, e os bilhetes estão à venda por 110€. Mais aqui.

Tudo isto é Espinho
· POR Paulo Cecílio · 15 Fev 2019 · 16:33 ·
© Allison Michael Orenstein

Atenção ao Auditório de Espinho, por onde irão passar nos próximos tempos alguns concertos a ter muito em conta. O primeiro destaque vai para o regresso do cantautor norte-americano Tom Brosseau a Portugal, para apresentar em primeira mão alguns dos temas que irão marcar presença nos seus dois próximos discos: será a 3 de Maio.

Segue-se a histórica Carla Bley, em formato trio, a 18 do mesmo mês e finalmente o regresso de Joan As Police Woman (na foto), com o novo Damned Devotion na bagagem, a 14 de Junho. Acompanhem tudo aqui.

PicaPica e o amor
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 15:48 ·


Tal como a confecção do bacalhau, ocorreram-nos mil e uma maneiras de sermos altamente porcos mas, desta vez, vamos conter-nos.

Bom dia para hotéis de charme, marcas de preservativos e vendedores de rosas, o “Dia dos Namorados” também o é para os fazedores de música como é o caso dos londrinos PicaPica que aproveitaram a data para nos darem um novo tema onde o amor e suas vicissitudes são peça central. “Cast in Stone”, não é um voto de casamento, é o seu nome e soa assim:

Half Japonese em saldos: duas canções de amor pelo preço de uma
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 15:46 ·


No dia em que se celebrou o martírio do cristão Valentim ou, se quisermos lançarmo-nos na Antiguidade Clássica, o festival romano da fecundidade conhecido por Lupercália, a banda de art punk americana Half Japanese não quis deixar passar a data em claro e atira-nos com dois “amorosos” singles de uma só assentada.

“Forever In My Heart” e “Love Explosion” são os seus nomes e fazem parte do novo Invincible (estreia dia 22 de Fevereiro), álbum que os Half Japonese categorizam como a “celebração do som, música pop para quem está longe do pop”. Dizem eles que está tudo bem. Dizem eles que amam e são amados. Para ouvir já de seguida “Forever In My Heart” e “Love Explosion”, dizemos nós:



Ten Fé partilham novo tema
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 15:44 ·


“Here Again” é o novo single dos britânicos Ten Fé, tema que faz parte do alinhamento do próximo álbum da banda que dá pelo nome de Future Perfect, Present Tense cuja estreia está marcada para dia 8 de Março. Inspirados pelo dark pop dos The Cure e pela “precisão” dos R.E.M., Future Perfect, Present Tense é descrito pela banda como “melancólico, mas optimista e lúdico, lamentando a passagem do tempo, mas abraçando a mudança e envelhecendo, revigorado para o futuro e tudo o que ainda está por vir”.

Sinal desta ideia, “Here Again”, tema que a seguir vos deixamos, consubstancia-se num hino à ideia de que todas as coisas boas levam tempo para se concretizarem.

A liberdade de SASAMI vem com Devendra Banhart lá dentro
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 15:34 ·


A menos de um mês da sua estreia discográfica com o homónimo SASAMI, a multi-instrumentista californiana Sasami Answorth aka SASAMI acaba de lançar mais uma acha para a sua fogueira rock com o single “Free”, tema em que conta com a colaboração vocal de Devendra Banhart e que faz a apologia da liberdade após o fim de um relacionamento.

Misto de diário e colecção de cartas nunca enviadas, SASAMI é, de acordo com a sua lapidar criadora, uma obra intimista e quase confessional que foi beber inspiração “a toda a gente que fodi e que me fodeu no último ano”. Dito isto, eis “Free”:

O “fim” de Ennio Morricone passa por Lisboa
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 15:32 ·


A digressão mundial de despedida do maestro e compositor Ennio Morricone (90 anos) vai passar pela Altice Arena em Lisboa no próximo dia 6 de Maio.

O espectáculo, “60 Years of Muisc World Tour”, que passa em revista os 60 anos de carreia do mestre, chega a Lisboa depois de 50 concertos em 35 países e vai ter como convidada especial Dulce Pontes, cantora que fará, ainda, as restantes datas desta tournée mundial. Os bilhetes custam entre 45 e 240 euros.

Ivy sem ser Poison
· POR Paulo Cecílio · 15 Fev 2019 · 15:29 ·


Rita Sampaio, que conhecemos enquanto voz dos Grandfather's House, irá em breve estrear-se a solo. A artista bracarense irá editar o seu álbum de estreia, Over And Out, no dia 13 de Março através da Cosmic Burger.

O primeiro single tem como título "I Miss Myself" e já pode ser ouvido em baixo. Sigam-na aqui.

Os homens da câmara de rockar
· POR Paulo Cecílio · 15 Fev 2019 · 15:28 ·


Os alemães Camera irão regressar a Portugal em Março. Filhos do kraut que teimam em não deixar morrer, os Camera virão apresentar o seu último álbum, Emotional Detox (2018), com dois concertos em Leiria e Porto.

Primeiro no Texas Bar, a 11 de Março, e depois no Maus Hábitos, a 13. Em ambos os casos os bilhetes estão à venda por 6€.

Luca Argel volta aos Anos Doze
· POR André Gomes · 15 Fev 2019 · 14:29 ·


Está um dia de sol por isso convém aproveitar. Sobretudo com a chegada de um novo single do brasileiro Luca Argel, o primeiro que anuncia o sucessor de Bandeira, ediatdo em 2017.

A canção chama-se "Anos Doze" (e pode ser ouvida ali em baixo), o disco chama-se Conversa de Fila. E porque ainda temos algum tempo de antena, aproveitamos para informar que Bandeira acaba de ter uma muito apetitosa edição em vinil. Estejam atentos.

Tricycles estreiam-se com álbum homónimo
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 12:24 ·
© Bruno Pires

João Taborda (António Olaio & João Taborda), Afonso Almeida (Cosmic City Blues, Sequoia), Edgar Gomes (Terb) e Sérgio Dias são os cavaleiros do asfalto que montam este triciclo, dito em inglês, e o levam até ao seu homónimo álbum de estreia.

Ora em excesso de velocidade, ora em velocidade de cruzeiro apreciando a paisagem, Tricycles foi gravado por Nelson Carvalho e será editado a 29 de Março pela Lux Records. Para já, eis a primeira etapa desta viagem com “All The Mornings”:

Cimeira luso-brasileira abre o MIL 2019
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 12:20 ·


A programação estava fechada e fechada continuou. Workshops agendados, convenções alinhadas, comes e bebes preparados. Faltava o espectáculo de abertura que hoje deixa de faltar. As hostilidades do MIL – Lisbon International Music Network 2019 serão abertas no dia 27 de Março no B’Leza com uma cimeira luso-brasileira que contará com a presença das embaixadoras Lula Pena e Letrux (encarnação a solo de Letícia Novaes depois do fim do duo de mpb Letuce), artista brasileira que, depois de duas actuações surpresa em versão intimista, regressa a Lisboa, com banda, para a estreia oficial de Noite de Climão no MIL. A 3ª edição do MIL - Lisbon International Music Network acontece de 27 a 29 de Março, em vários espaços do Cais do Sodré

. Confirmados estão mais de 70 dos mais prolixos novos artistas nacionais e de expressão lusófona como é o caso de Blaya, Cave Story, Rubel, Conan Osiris, Conjunto Corona, Filho da Mãe, Ghost Hunt, PAUS, Scúru Fitchádu, Bateu Matou, Fogo Fogo, Melquiades, Môrus, a ex-vocalista dos Buraka Som Sistema Pongo, Pedro Mafama, entre muitos outros. Os Festival Tickets têm um custo de 20 euros em pré-venda e o Gold Festival Tickets, que dão acesso ao espectáculo de abertura, têm um custo de 30 euros. Na secção PRO, os bilhetes têm um custo único de 70 euros. Fiquem com Letrux e o novo “Ninguém Perguntou Por Você”:

Maps entrou em estúdio e… reflectiu
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2019 · 10:21 ·


De tanto reflectir, o músico britânico que assina como Maps sentiu-se na necessidade de transformar tão abstracto labor em algo físico a que chamou Colours. Reflect. Time. Loss, quarto álbum de originais do artista e cuja estreia no dia 10 de Maio via Mute/Pias.

E foi com uma reflexão profunda e um olhar sobre a pastoril paisagem de Northamptonshire que Maps, ladeado por um colectivo de músicos classicamente treinados como os The Echo Collective e percussionistas e vocalistas convidados de todo o mundo, criou este Colours. Reflect. Time. Loss do qual se acaba de desprender o single “Just Reflecting”:

Sopa de Pedra: Passado, Presente e Futuro juntam-se no Capitólio
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 17:39 ·


Quando no próximo sábado dia 16 de Fevereiro as Sopa de Pedra subirem ao palco do Capitólio, Lisboa, não se tratará de apenas de mais um concerto. Nesse dia as Sopa de Pedra marcam a reedição do prolifico Ao longe já se ouvia (2017), pondo assim fim a uma etapa de crescimento e solidificação no panorama musical português, estreiam o novo tema “Pé de Sopa” com a chancela Amélia Muge e, após o concerto, lançam-se ao próximo projecto com a pianista Joana Gama, com quem vão revisitar o repertório do maestro e compositor Lopes Graça.

Para este ano está ainda prevista a edição em vinil de um novo álbum com temas originais do colectivo feminino à capela. Para além da criadora de “Pé de Sopa”, as Sopa de Pedra vão ter em palco a companhia do grupo vocal feminino Cramol, do multi-instrumentista Daniel Pereira Cristo, de José Manuel David (Gaiteiros de Lisboa), do percussionista José Salgueiro e da cantora Lula Pena. Os bilhetes têm o custo unitário de 15 euros. Fiquem com as Sopa de Pedra e o aclamado Ao longe já se ouvia:

Jungle no SBSR 2019
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 17:30 ·


Os britânicos são a mais recente confirmação para a 25ª edição do Super Bock Super Rock que, este ano, regressa à Herdade da Cabeça da Flauta no Meco depois de alguns anos exilado no Parque das Nações em Lisboa.

Um ano depois de terem andado pelo Alto Minho, Paredes de Coura, os Jungle e o seu belíssimo For Ever rumam agora a sul onde, entre outros, vão encontrar o bronzeado de Cat Power, Lana del Rey, Kaytranada, Charlotte Gainsbourg e Calexico and Iron & Wine. O preço dos bilhetes varia entre os 58 euros (diário) e os 110 euros (passe três dias). Existe, ainda, a alternativa “Fã pack exclusivo FNAC” a 95 euros (limitados).

Senhorxs, eis Paulinho Tó
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2019 · 17:08 ·
© Carolina Araújo

No outro dia fomos beber um café à FCSH e conhecemos Paulinho Tó, compositor brasileiro que já conta com dois discos no currículo: Temporal (2014) e De Cara No Asfalto (2016). Será este último que irá apresentar em Lisboa, com dois concertos no mês de Março no qual interpretará, também, versões de cantautores portugueses como Fausto, Zeca Afonso e José Mário Branco, antes de procurar afastar o espectro fascista do seu Brasil natal e do Portugal que o acolheu.

Entre os seus fãs está Gregório Duvivier, o tipo que uma vez apanhámos na Graça a curtir as Pega Monstro. Os concertos terão lugar a 6 de Março na Valsa (Rua da Penha de França) e a 22 de Março n'A Barraca (Largo de Santos). Acompanhem aqui.

Afinal havia outro (para Tim Hecker)
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2019 · 17:05 ·


Tim Hecker anunciou esta semana o lançamento de um novo álbum, "irmão" do aclamado Konoyo, de 2018. Anoyo será editado a 10 de Maio via Kranky e, tal como o seu antecessor, foi gravado em Tóquio com a ajuda dos Tokyo Gatkuso, um grupo de músicos gagaku, um género de música clássica japonesa.

O primeiro single de Anoyo tem como título "That World" e já se encontra disponível para escuta:

Weyes Blood: o Titanic não afundou, ele navega nos nossos corações
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 12:35 ·


E foi a essa teia de artérias, ventrículos, aurículas e sangue que Weyes Blood foi buscar Titanic Rising, quarto álbum da compositora californiana que verá a luz do dia a 5 de Abril.

Situado, a nível de escrita, entre a linha clássica e um futuro pós-apocalíptico, Titanic Rising reflecte sobre os caminhos da alma nesta caótica contemporaneidade como é o caso do novo single posto a circular. O tema chama-se “Everyday” e apresenta-se como uma crónica sobre o caos do amor moderno. Corações ao alto! O nosso coração está em Weyes Blood:

Howe Gelb partilha novo single
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 12:32 ·


O seu novo Gathered, road trip sonora, só sai do estaleiro no próximo dia 8 de Março mas já vai dando sinais de vida.

Depois da apresentação do seu novo “filho” com a “espanhola” “A Thousand Kisses Deep”, faixa em que Howe Gelb contou com a colaboração de Matt Ward, o compositor americano volta à carga com a “irlandesa” “On The Fence”, tema que assina em parceria com The Lost Brothers.

Julia Holter, Puce Mary e Croatian Amor juntam-se ao plantel ZDB
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 12:24 ·


Depois de ter aproveitado o mercado de Inverno para assegurar as contratações de Downtown Boys (8 de Março), Sarah Davachi (13 de Março), Colin Stetson (Igreja de St. George dia 8 de Abril) e Giant Swan (16 de Abril), a Galeria Zé dos Bois (ZDB), em Lisboa, não se deu por satisfeita e acaba de se reforçar.

Com Julia Holter (Capitólio a 29 de Maio no espectáculo do 25ª aniversário da ZDB), Puce Mary (20 de Março com primeira parte a cargo de Rui P. Andrade & Aires) e Croatian Amor (29 de Março).

A dias dos Massive Attack
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2019 · 12:21 ·


Faltam poucos dias para o regresso dos Massive Attack a Portugal, para celebrar o enormíssimo Mezzanine, disco essencial lançado há 21 anos (há com certeza fãs mais novos ainda). Os britânicos irão ocupar o Campo Pequeno a 18 e 19 de Fevereiro, trazendo consigo um anjo de seu nome Elizabeth Fraser e, se calhar, um troll chamado Banksy (se é que Banksy não é um deles).

Lamentavelmente para quem decidiu ser português e esperar até à última, os bilhetes já se encontram esgotados. Melhor sorte para a próxima.

Julia Holter abençoa, três vezes, o Maio português
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 12:13 ·


A cantora e compositora americana Julia Holter está de malas feitas para dar início à sua tournée europeia e Portugal faz parte do roteiro com três concertos agendados. O primeiro terá lugar no dia 27 de Maio no Centro Cultural Vila Flor em Guimarães enquanto o segundo está marcado para o dia seguinte no Teatro Municipal da Guarda.

O terceiro fica reservado para o Capitólio em Lisboa e está integrado nas celebrações do 25º aniversário da Galeria Zé dos Bois (ZDB). No centro desta tournée está Aviary (2018), último registo de originais de Holter que, apesar de editado no ano passado, dá hoje ao mundo o vídeo para o single “Les Jeux To You”:

Shanti Deschaine: dos Arborea para uma carreira a solo
· POR André Gomes · 13 Fev 2019 · 11:11 ·


Lembram-se dos norte-americanos Arborea? Bem, também nós, que até os levamos uma vez ao Serralves em Festa e ao Café au Lait. O duo formado por Shanti Deschaine e Buck Curran já não existe mas o certo é que Shanti decidiu embarcar numa carreira a solo.

E ainda bem que o fez. O primeiro single dessa aparição chama-se "By the Light of Far Distant Stars" e é uma delicia. O disco, a editar não se sabe muito bem quando, chama-se Fools of the Machine. Ouçam o tema em questão aqui em baixo.

Caetano & Filhos lda regressa a Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 13 Fev 2019 · 11:04 ·


Tudo em família para um regresso que se consubstanciará em seis concertos lá para o meu querido mês de Julho.

Depois de Caetano ter trazido os filhos Moreno, Zeca e Tom a Portugal no ano passado com o espectáculo “Ofertório”, o “leãozinho” e a sua prole voltam a atacar a mesma presa mas, desta feita, em dose sêxtupla que passará por Porto, Figueira da Foz, Lisboa, Ponta Delgada (dois concertos) e Faro.



Tournée “Ofertório” versão 2019:
 
1 de Julho – Coliseu do Porto, Porto (preços entre os 25 e os 300 euros)
3 de Julho – CAE, Figueira da Foz (entre 50 e 60 euros)
5 de Julho – Coliseu dos Recreios, Lisboa (entre 20 e 300 euros)
7 e 8 de Julho – Teatro Micaelense, Ponta Delgada (entre 60 e 70 euros)
10 de Julho – Teatro das Figuras, Faro (entre 60 e 70 euros)
The Lazy Faithful: Basset Hounds e Flying Cages apadrinham novo disco
· POR Fernando Gonçalves · 12 Fev 2019 · 17:19 ·


A estreia do novo Nice Price (é editado a 21 deste mês) dos The Lazy Faithful em palco vai ser apadrinhada pelos Flying Cages e pelos Basset Hounds. Editado pela pontiaq, o novo disco do colectivo nortenho vai ser apresentado ao vivo no dia 1 de Março no Hard Club (Porto) com as honras de abertura a caberem aos Flying Cages enquanto no dia 2 de Março no Musicbox Lisboa a batata quente estará nas mãos dos Basset Hounds.

Quanto a preços de bilhetes, a senha é 6 euros para os dois concertos. Fiquem com “Warning Signs”, primeiro single a saltar de Nice Price:

O cãozinho de Marc Ribot
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 17:16 ·


O guitarrista norte-americano Marc Ribot está de regresso a Portugal para apresentar, com os "seus" Ceramic Dog, os temas de YRU Still Here?, disco editado o ano passado.

O músico subirá ao palco do gnration, em Braga, no próximo domingo, estando os bilhetes à venda pelo preço de 12€ - e é melhor apressarem-se que já não há muitos. Quase tão bom quanto Ribot só mesmo a hora do concerto: 17h30.

Um mastodonte arrasa Lisboa
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 17:14 ·
© Jimmy Hubbard

Faltam poucos dias para o regresso dos Mastodon a Portugal, trazendo consigo os temas de Emperor Of Sand, álbum editado em 2017.

A banda norte-americana irá apresentar-se na Sala Tejo da Altice Arena no próximo domingo, estando as primeiras partes a cargo dos Kvelertak e dos Mutoid Man. Os bilhetes estão à venda em todos os locais habituais ao preço único de 30€.

Steffi e Martyn, no Lux
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 17:12 ·


A DJ e produtora holandesa Steffi está de regresso a Portugal, para uma actuação no Lux, em Lisboa, onde tudo será permitido excepto ficar parado ao som do house e do techno. Na mesma noite, irá ter a companhia de um conterrâneo: Martyn, que vem apresentar o seu último álbum, Voids (2018).

Tudo isto e mais acontecerá na próxima sexta-feira, e as entradas serão vendidas à porta (como de costume no Lux). Não têm que fazer ou não sabem onde ir? Eis a dica:

You don't need to emerge
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 16:16 ·


...Mas se calhar até precisam. Tem lugar este fim-de-semana a primeira edição (DE SEMPRE!!!1) do Festival Emergente que, como o nome poderá indicar, pretende dar palco aos artistas que começam agora a criar nome na "cena tuga" e não só.

Por ali passarão nomes como Cosmic Mass, Sun Blossoms, Filipe Sambado E Os Acompanhantes De Luxo, Pedro Mafama, Cave Story e Sunflowers, entre outros, estando os bilhetes à venda pelos preços de 15€ (diário) e 20€ (passe). Está também disponível uma promoção especial até quinta-feira, a qual podem consultar aqui. O Emergente realiza-se sexta e sábado no Lisboa Ao Vivo e a programação é a que se segue:

Sexta-feira

21H00 Cosmic Mass
21H45 Sun Blossoms
22H30 Time For T
23H15 Tourjets
01H15 Filipe Sambado E Os Acompanhantes De Luxo
02H45 Pedro Mafama
04H00 Venga Venga (DJ Set)

Sábado

21h00 Môrus
21H45 Elephant Maze
22h45 Palmers
23H30 Ossos D'Ouvido
00H30 Cave Story
01H45 Sunflowers
03h00 Stone Dead
04h15 Dji Jays (DJ Set)
SMUP recebe um Micro Clima
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 16:13 ·
Conjunto Corona © Renato Cruz Santos

O SMUP, na Parede, irá receber este fim-de-semana a 2ª edição do festival Micro Clima, evento que pretende "dinamizar todo o núcleo e contexto onde se insere" e que irá contar com a presença de ilustres convidados como os Conjunto Corona, ainda a apresentar Santa Rita Lifestyle, Ena Pá 2000, B Fachada, April Marmara e Os Compotas, entre outros.

O festival decorre sexta e sábado e (aparentemente) está esgotado, pelo que se queriam ir já foram. Fiquem com a programação, ainda assim:



Sexta-feira
22h00 Reis Da República
23h15 B Fachada
00h45 The FAQ's
02h00 Candy Diaz (DJ Set)

Sábado
18h00 April Marmara
19h00 Os Compotas
22h00 Conjunto Corona
23h30 Ena Pá 2000
02h00 O Homem Do Robe e Manaiger (DJ Set)
Wrekmeister Harmonies em dose tripla
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 16:10 ·


Os Wrekmeister Harmonies - projecto de JR Robinson - passarão esta semana por Portugal para apresentar, ao vivo e sem cor, os temas de The Alone Rush, álbum editado em 2018 através da Thrill Jockey.

O grupo passará primeiro pela Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, na quinta-feira (8€, primeira parte de Candura), seguindo-se o Teatro Gil Vicente, em Barcelos, na sexta (entrada livre, lotação limitada a 100 pessoas) e o Understage, no Porto, no sábado (5€). Até está uma semana fixe para desesperar e tudo.

A tempestade de Damien Jurado
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 15:39 ·


Ainda agora lançou The Horizon Just Laughed e já se pôs novamente ao trabalho. Damien Jurado irá editar um novo álbum, In The Shape Of A Storm, no próximo dia 12 de Abril.

Apesar de ter sido composto muito antes da morte de Richard Swift, seu colaborador e amigo de longa data, In The Shape Of A Storm conta «com a sua ausência», segundo Jurado, tendo sido gravado da forma mais simples possível: voz e guitarra. O primeiro single, "South", já se encontra disponível para escuta.

Son Lux com nova caixa
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 15:20 ·


Os Son Lux editaram Brighter Wounds, o seu quinto álbum de estúdio, há bem pouco tempo, mas não nos querem fazer esperar mais por novos lançamentos.

A banda norte-americana irá lançar uma nova box set este ano contendo reedições de At War With Walls & Mazes (2008) e de We Are Rising (2011), para além de um novo disco, Remnants, que junta várias gravações raras e alguns inéditos compostos entre 2008 e 2017. A caixa tem o título de Remnants & Reissues (mais directo não poderia ser) e será lançada a 5 de Abril. Até lá, é possível ouvir "Sleep" - um dos inéditos - nos sítios do costume.

Jessica Moss está de volta
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 15:13 ·
© Rita Sousa Vieira

Vimo-la abrilhantar a última edição do MadeiraDig, e vamos ter a oportunidade de a ver fazer o mesmo noutros palcos.

Jessica Moss está de volta a Portugal em Abril para apresentar Entanglement, o seu último álbum, com três concertos de norte a sul: primeiro no Musicbox, em Lisboa, a 3 de Abril (6€), seguindo-se o Museu do Abade de Baçal, em Bragança, a 4 (idem) e o Stereogun, em Leiria, a 5 (ibidem). Podendo, é ir.

The Mountain Goats em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 11:09 ·


Um gajo sonhou com tanta força que lá lhe fizeram a vontade. Os Mountain Goats, a.k.a. Deus John Darnielle, a.k.a. a melhor banda folk/rock que não é de Denton virão a Portugal este ano para apresentar In League With Dragons, o seu próximo álbum, a ser editado em Abril.

O concerto está marcado para o Lisboa Ao Vivo e infelizmente só acontecerá a 24 de Novembro, que é como quem diz, daqui a uma puta de uma eternidade. Os bilhetes terão o preço de 19€ e enquanto os dias passam devagar podemos ir sempre rindo com esta:

Billie Eilish estreia-se em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 11:07 ·


Há uns dias um idiota escreveu no Facebook que Billie Eilish não sabe fazer más canções. O idiota em questão mantém a sua opinião. E todos os que discordarem do idiota poderão ver que estão errados no dia 4 de Setembro, quando Billie EIlish se estrear em Portugal com um concerto no Coliseu dos Recreios.

O mote será a apresentação dos temas de When We All Fall Asleep, Where Do We Go?, o seu primeiro disco, a ser editado no próximo dia 29 de Março. Os bilhetes terão o preço único de 26€. Ide que é para depois poderem dizer que a viram antes de ela ser gigante.

Eis Helena Silva
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 11:05 ·
© Jubilee Street

Conhecemo-la pelo seu trabalho com os Indignu e pelas colaborações com Grutera ou Gobi Bear, e agora vamos conhecê-la a solo.

A violinista Helena Silva está a preparar alguma com a Planalto Records, e para já anunciou dois concertos: no Centro e Laboratório Artístico de Vermil (Guimarães), a 29 de Março, e no Piano Bar (Aveiro), a 6 de Abril. Acompanhem-na aqui e não digam que não avisámos.

Esta é a época dos Lakker
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 11:01 ·


A dupla irlandesa Lakker irá editar em breve um novo álbum. O sucessor de Struggle & Emerge (2016) tem um título bem português - Época - e estará disponível a partir do dia 15 de Março, com o selo da R&S.

O álbum junta sintetizadores, samples vários, gravações de festas familiares e até música de dança dos anos 70 indianos. "A Whisper In Your Ear", um dos temas presentes em Época, já se encontra disponível para escuta.

Club Souto volta no sábado
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2019 · 09:35 ·
FUGLY © André Coelho

O Círculo Católico de Operários de Barcelos (CCOB) volta a acolher, no próximo sábado, mais uma edição do Club Souto.

Desta feita, a noite estará a cargo das Decibélicas, que mais que uma pessoa já me disse que são o futuro do rock em Portugal, dos caríssimos FUGLY e dos franceses TORFU, dupla de bateria e acordeão que certamente soa melhor do que aquilo que parece. Os bilhetes estão à venda por 5€ e a festa começa pelas 22h.

Throes + Shine estão de regresso com “Balança”
· POR Fernando Gonçalves · 09 Fev 2019 · 14:43 ·


Três anos depois de porem meio Portugal a dançar ao ritmo de Wanga os luso-angolanos Throes+Shine estão de regresso com o single “Balança”.

O tema serve de apresentação a Enza, novo disco da banda que estreará algures no primeiro semestre deste ano. Para já, eis os regressados Throes+Shine com “Balança”:

Marvin Gaye por ouvir para celebrar os seus 80 anos
· POR André Gomes · 08 Fev 2019 · 15:53 ·


O álbum de 1972 que nunca chegou a ver a luz do dia, intitulado You're The Man, será finalmente lançado em vinil duplo no dia 29 de Março para celebrar o seu 80.º aniversário, que se cumpre alguns dias depois.

O disco foi gravado depois do grande e justificado sucesso do clássico What’s Going On e tem 17 temas. Ouçam um docinho ali em baixo. E depois consultem o alinhamento do disco. E depois sejam felizes. A sério. Vocês merecem. Todos, sem excepção.



Side 1
1. “You’re The Man”
2. “The World Is Rated X”
3. “Piece of Clay”
4. “Where Are We Going?”
 
Side 2
1. “I’m Gonna Give You Respect”
2. “Try It, You’ll Like It”
3. “You Are That Special One”
4. “We Can Make It Baby”
 
Side 3
1. “My Last Chance” (Salaam Remi mix)
2. “Symphony” (Salaam Remi mix)
3. “I’d Give My Life For You” (Salaam Remi mix)
4. “Woman of the World”
5. “Christmas In the City” (instrumental)
 
Side 4
1. “You’re The Man” (version 2″
2. “I Want to Come Home For Christmas”
3. “I’m Going Home (Move)”
4. “Checking Out (Double Clutch)”
Uma bazuca grega que mata pouco
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2019 · 15:31 ·


Zero Hits é o saldo final do novo álbum dos gregos Bazooka mas, atenção, que o título é irónico, pelo menos a fazer fé nas palavras da banda.

Nados e criados no punk, os Bazooka aproveitaram Zero Hits para se libertarem de todas as possíveis amarras criativas com o objectivo, segundo o que explicam, de “varrer tudo” sem apelo nem agravo. Fiquem com Zero Hits na integra e contem as baixas:

Um chamado desejo Elétrico
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2019 · 15:29 ·


O festival Elétrico, dedicado à música de expressão electrónica e dançável, está de volta à cidade do Porto.

De 26 a 28 de Julho, o Parque da Pasteleira irá acolher nomes como Matthew Herbert, Kiasmos, Moodymann ou Inner City, com muitos mais ainda por anunciar. Podem ir sabendo mais aqui.

Low Roar estreia-se em Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2019 · 15:10 ·


O debute do projecto fundado na Islândia por Ryan Karazija vai estrear-se nos palcos portugueses na próxima semana pela mão da promotora Gig Club. O primeiro dos dois concertos programados terá lugar a 12 de Fevereiro (terça-feira) no Musicbox, Lisboa, enquanto o segundo decorrerá na sala 2 do Hard Club, Porto, no dia seguinte (quarta-feira).

Na bagagem deste americano que trocou o país natal pelo clima austero do Mar do Norte virá o mais recente Once in a Long, Long While..., editado em 2017, disco onde a electrónica delico-doce aparece em plano de destaque mas que, em Portugal, será rearranjado para o formato acústico. O preço dos bilhetes varia entre os 10 euros (membro Gig Club) e 15 euros (não membro).

Fontaines D.C. estreiam-se com “Dogrel”
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2019 · 14:47 ·


Há três anos o amor pela poesia e pela livre expressão criativa juntou-os num colégio de Dublin. Nos últimos dois anos dedicaram-se aos singles.

Agora, os Fontaines D.C. estão aí com Dogrel, álbum de estreia do sexteto irlandês que estará nos escaparates a 12 de Abril via Partisan/Pias que se apresenta com o single “Big”:

Josh Ritter chega à dezena
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2019 · 14:44 ·


O cantor, compositor e performer Josh Ritter entrará na casa da dezena de discos editados quando a 26 de Abril próximo lançar o seu novo Fever Breaks.

Criado em Agosto de 2018 mas deixado a marinar durante alguns meses, Fever Breaks, de acordo com Ritter, um álbum que pára reflectir sobre o estado de total loucura em que o mundo actual navega. Uma dessas reflexões chama-se “Old Black Magic” e soa assim:

Foxygen: olá e adeus
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2019 · 14:35 ·
© Cara Robbins

Enquanto Sam France e Jonathan Rado estendem um olá em jeito de álbum novo com Seeing Other People (estreia dia 26 de Abril via Jagjaguwar) os seus olhos, e nem precisamos do Daniel Oliveira neste departamento, dizem algo muito diferente. Seeing Other People marca, simultaneamente, o regresso do duo às edições e um fim que France explica não ser o final do projecto mas uma espécie de parêntesis onde os Foxygen põem fim às drogas, às tournées, ás festas, aos vinte anos…

“É um álbum de despedida? A banda vai separar-se? Porque é que toda a gente pergunta isso? Para mim,Seeing Other People apenas significa adeus. Adeus às drogas, adeus às festas. Adeus aos meus vintes, adeus ao meu corpo de modelo. Adeus ao circo das tournées – exacto, acabaram-se os concertos e as tournées por agora. Adeus, espero, aos ataques de pânico (…) e, finalmente, adeus às sanguessugas presentes na minha vida. Conheço muitas histórias sombrias sobre alguns players deste negócio mas vocês terão que ler nas entrelinhas”, explica France numa extensa missiva que pode lida, na íntegra, aqui. Fiquem com o single de apresentação para Seeing Other People, “Livin’ A Lie”:

Matheus Brant lança a primeira pedra do seu próximo disco
· POR André Gomes · 08 Fev 2019 · 14:31 ·


Nasceu hoje o primeiro single do disco novo do brasileiro Matheus Brant, o segundo da trilogia iniciada com o delicioso Assume que Gosta, editado em 2016.

A direcção artistica é assumida por César Lacerda e a ficha técnica é de luxo. O primeiro single desta nova aventura chama-se "Cola Comigo" e é coisa para ficar na cabeça durante muito tempo. E aquele finalzinho? Ui. Entrem, entrem, sem medo.

Suede confirmados no Vodafone Paredes de Coura
· POR André Gomes · 08 Fev 2019 · 12:06 ·


FALTA RUOCK. Brincadeirinha. Os Suede acabam de ser confrimados na próxima edição do Vodafone Paredes de Coura, que acontece ali para os lados da praia fluvial do Taboão entre os dias 14 e 17 de Agosto. 

Juntam-se a um cartaz onde constam já The National, Boy Pablo, Acid Arab, Kamaal Williams, Father John Misty, New Order, Mitski, Spiritualized, Parcels, Julien Baker, Alice Phoebe Lou, Patti Smith, Krystal Klear, Romare, Flohio, Crumb, Yellow Days, Connan Mockasin, Balthazar, Boogarins, First Breath After Coma, Deerhunter, Jonathan Wilson e Alvvays. Vocês são todos lindos, nunca se esqueçam disso.

Calexico e Iron & Wine vão beber uma cerveja ao Meco com Migos
· POR · 08 Fev 2019 · 11:24 ·


A cerveja é só um pretexto para a reunião de Calexico e Iron & Wine no próximo dia 19 de Julho no palco EDP da 25ª edição do Super Bock Super Bock, festival que, este ano, regressa à Herdade da Casa Branca no Meco. Além da dita (metafórica?) cerveja, a reunião destes dois nomes grandes far-se-á, para além do repertório de cada um, ao som de In The Reins, EP editado em 2005 aquando da última joint-venture Calexico/Iron & Wine. O festival confirmou ontem também Migos só para chatear a malta do rock.

O preço dos bilhetes para a 25ª edição do SBSR (entre 18 e 20 de Julho) varia entre os 58 euros (diário) e os 110 euros (passe geral).

Vivarium volta ao Porto
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2019 · 11:19 ·


O Vivarium é um festival que "ambiciona abrir um debate sobre as divergências e convergências entre Inteligência Natural e Inteligência Artificial", espalhando-se por várias zonas da cidade do Porto - Passos Manuel, Ateneu, Reitoria da Universidade do Porto e Maus Hábitos - e que regressa para nova edição de 28 a 30 de Março.

Entre os nomes já confirmados destaca-se o de Tim Hecker, de regresso a Portugal, mas também os de Elizabeth Brown e Proc Fiskal, isto no que a concertos diz respeito. A programação completa será anunciada no final deste mês. Saibam mais aqui.

MUMA de volta ao Faial
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2019 · 11:15 ·


O MUMA - Música Em Maio está de regresso à ilha do Faial. De 8 a 11 de Maio, o festival irá espalhar-se pela cidade da Horta, "promovendo encontros inusitados entre os músicos que estão de visita e os que lá vivem, através de oficinas e residências".

Os encontros para já anunciados cruzam o teclista Rui Souza e o baterista Ricardo Martins à Filarmónica Nova Artista Flamenguense e ao Grupo Coral da Horta, e a Orquestra Rítmica do Corpo - de Tiago Marques - a Joana Barra Vaz. Mais aqui.

Best Youth vão #SerPorto
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2019 · 09:26 ·


Ainda na estrada para mostrar ao vivo os temas de Cherry Domino, o seu novo álbum, os Best Youth irão no próximo dia 21 de Fevereiro alcançar o zénite no que à sua carreira diz respeito.

A dupla portuense irá actuar no segundo melhor palco de todo o mundo, melhor ainda que Glastonbury, Rock In Rio, Coachella, Fuji Rock e todas essas banalidades juntas: no Museu do Futebol Clube do Porto (o primeiro é, naturalmente, o Estádio do Dragão). Os bilhetes custam 5€ para sócios e 7,5€ para plebeus.

Jamila Woods "stands on the shoulder of giants”
· POR Fernando Gonçalves · 07 Fev 2019 · 11:38 ·
© Bradley Murray

A poeta, activista, professora e, claro está, cantora, neste caso soul, Jamila Woods acaba de anunciar para 10 de Maio a vinda ao mundo do seu segundo álbum de originais. O LP chamar-se-á Legacy! Legacy! e apresenta-se como uma extensa homenagem, através dos títulos e conteúdos dos temas, às grandes figuras negras e mestiças da literatura, arte e música americana.

Deste prolixo legado constam, entre outros, os nomes de Miles Davis, Jimmy Baldwin, Jean-Michel Basquiat e a antropoligista/escritora Zora Neale Hurston que vê o seu nome imortalizado no single “Zora”com que vos deixamos por ora:

MIL 2019: programação completa
· POR Fernando Gonçalves · 07 Fev 2019 · 11:34 ·


O MIL – Lisbon International Music Network 2019, festival dedicado à descoberta das novas tendências da música popular contemporânea e ao intercâmbio de visões profissionais sobre o mundo da música, regressa nos dias 27, 28 e 29 de Março ao Cais do Sodré, Lisboa, e já tem programa completo.

Aos artistas já confirmados juntam-se os projectos lusófonos 2de1, A Negra, Beautify Junkyards, Bluish, Cave Story, Conan Osiris, Conjunto Corona, Filho da Mãe, Ghost Hunt, Jaloo, João Pais Filipe, Miroca Paris, NEEV, Octa Push, Otrotorto, PAUS, Ramonzin, Reis da República, Rubel, Scúru Fitchádu, Solar Corona e Venga Venga. O cartaz fica completo com os artistas internacionais 88Balaz, Annie Sama, Dope Saint Jude, ESC, F/E/A, Ibaaku, Intana, Kompromat, Marc Melià, MC Buseta, MDCIII, Monolithe Noir, Nouveaux Climats, Omar Jr, Rumbo Tumba, Rymz, SEN, Sturle Dagsland, e Weekend Affair.

Para além dos concertos per si, o MIL dá asas à sua faceta “convenção” com o programa "PRO" que proporcionará diversas oportunidades de formação, negócio e intercâmbio aos profissionais do sector da música presentes, contando com mais de 30 masterclasses, keynotes e debates, workshops e encontros de networking. Nesta área destacam-se as masterclasses do critico de música Simon Reynolds e Emily Gonneau, co-fundadora da Nuagency. Os Festival Tickets têm um custo de 20 euros em pré-venda e o Gold Festival Tickets, que dão acesso ao espectáculo de abertura, têm um custo de 30 euros. Na secção "PRO", os bilhetes têm um custo único de 70 euros. Programação completa aqui.

Mais um nome confirmado em Coura
· POR Fernando Gonçalves · 07 Fev 2019 · 11:30 ·


Depois de já esta semana ter sido a anunciada a presença de Jonathan Wilson na 27ª edição do Vodafone Paredes de Coura surge, agora, a confirmação dos canadianos Alvvays.

O quinteto originário de Toronto sobe a palco no dia 15 de Agosto (o festival desenrola-se entre os 14 e 17) e traz na bagagem o seu mais recente LP Antisocialites. Os passes gerais para o Vodafone Paredes de Coura 2019 encontram-se à venda por 94 euros.

Laure Briard pede um pouco mais de amor
· POR Fernando Gonçalves · 06 Fev 2019 · 17:12 ·


A razão (profunda) para tal pedido por parte de Laure Briard? Essa, não a temos, o que temos e não nos importamos de partilhar é a ideia de a tentar encontrar em Un peu plus d'amour s'il vous plaît, terceiro álbum de originais da francesa que acaba de dar o salto para o mundo cruel.

Pejado de personagens atormentadas que cantam o seu desfortúnio (razão aparente), Un peu plus d'amour s'il vous plaît é um compêndio de géneros como o pop 60’s, yé-yé, psicadelismo contemporâneo e bossa nova temperados pela doce voz de Briard, artista que, no disco, surge acompanhada por Vincent Guyot (teclas), Camille Bènâtre (guitarra), Thomas Pradier (baixo) e Raphaël Lèger (bateria). Fiquem com este belo Un peu plus d'amour s'il vous plaît na integra:

Jonathan Wilson confirmado no Vodafone Paredes de Coura 2019
· POR Fernando Gonçalves · 06 Fev 2019 · 17:08 ·


Depois de o “termos” em abstracto nos headphones com o seu último e belíssimo trabalho Rare Birds, no dia 16 de Agosto, em plena Praia Fluvial do Taboão, tê-lo-emos, a Jonathan Wilson e às suas “aves raras”, em modo concreto e mais ou menos definido. Toda esta treta serve para dizer que o músico americano é a mais recente confirmação para a 27ªÇ edição do Vodafone Paredes de Coura que, este ano, dá música a quem a quiser ouvir entre os dias 14 e 17 de Agosto.

Para além de Wilson, o cartaz conta ainda, entre outros, com New Order, Spiritualized, The National, Mitski, Deerhunter e Father John Misty. Os passes gerais encontram-se à venda por 94 euros. Fiquem com Jonathan Wilson e Rare Birds:

Sunn O))) e Steve Albini? Minha nossa
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 17:07 ·


Os magos mais pesados do drone estão de volta e contam agora com a companhia de um outro profeta: Steve Albini. Foi este quem produziu Life Metal, o novo álbum dos Sunn O))), o primeiro da banda desde Kannon, de 2015. O disco contará ainda com colaborações com artistas como Hildur Guðnadóttir, Tim Midyett e Anthony Pateras, estando já disponível um primeiro teaser.

E não é tudo: mais lá para o fim do ano, também com a ajuda de Albini, os Sunn O))) irão editar um outro disco, Pyroclasts. Vivemos na melhor timeline.

The hills are alive with the sound of music
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 17:05 ·


O MUPA - Música na Planície é um novo festival que terá lugar em Beja, e cujo foco estará na apresentação de artistas "que procurem transgredir barreiras e costumes".

Os primeiros nomes já foram anunciados: Lena D'Água, Tahina Rahary, Norberto Lobo, Mynda Guevara e Caroline Lethô. Outros se seguirão. O MUPA realiza-se a 10 e 11 de Maio no centro histórico de Beja e os bilhetes serão colocados à venda em breve. Mais aqui.

Neko Case entre nós
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 17:03 ·


Neko Case está de regresso a Portugal. A cantautora norte-americana, conhecida também pelo seu trabalho nos "vizinhos" The New Pornographers, virá a Lisboa apresentar o seu mais recente trabalho, Hell-On, editado em 2018.

O concerto terá lugar no dia 19 de Junho, no Cinema São Jorge, com os bilhetes a custarem entre 20€ a 24€.

ID com cartaz fechado
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 17:01 ·


Foram anunciados os últimos nomes que farão parte do cartaz do festival ID_NO LIMITS, novo evento dedicado à música de cariz mais electrónico. O destaque vai para o londrino Pearson Sound, dono de um estilo que cruza house, dubstep, UK funky e o que mais, mas também por ali passarão Hunee, Varela, Photonz e Pedro Mafama, para além dos anteriormente anunciados.

O ID_NO LIMITS realiza-se a 29 e 30 de Março no Centro de Congressos do Estoril e o passe está à venda pelo preço de 45€, até ao dia 28 desse mês.

Macumbas em Barcelos
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 16:57 ·
© Mariana Vasconcelos

Os HHY & The Macumbas são os próximos convidados do Triciclo, um ciclo de concertos promovido pelo Município de Barcelos.

O grupo irá actuar no Teatro Gil Vicente no próximo sábado, 9 de Fevereiro, num espectáculo que servirá para mostrar os temas de Beheaded Totem, álbum editado no ano passado. Os bilhetes têm um custo de 3€.

Em Vila do Conde sonha-se com blues
· POR Fernando Gonçalves · 06 Fev 2019 · 16:55 ·


A 3ª edição do Villa Sessions - Vila do Conde Blues Festival está à porta. Entre os dias 22 e 24 de Fevereiro, o Auditório Municipal de Vila do Conde (e o seu exterior) vai receber alguns dos melhores intérpretes nacionais e internacionais do género nascido no sul dos Estados Unidos como são os casos de Corey Harris Band Acoustic Trio, Khalif "Wailin" Walter, Danny del Toro Blues Band, Sergi Estella, Andhrea & the Black Cats, Peter Storm & The Blues Society, Tony Perry & His Band ou os The Smokestackers.

Para além dos concertos, a Dream Sessions (organizadora do festival) agendou, ainda, a realização de uma masterclass de guitarra por Corey Harris, jams, gear shows, workshops, degustações, momentos de dança e afterparties em todas as noites do 3º Villa Sessions – Vila do Conde Blues Festival. Fiquem com Corey Harris:



Bilhetes:
Dia 22 de Fevereiro, sexta-feira – 10 euros
Dia 23 de Fevereiro, sábado – 10 euros
Dia 24 de Fevereiro, domingo – 8 euros
Pack Festival para os 3 dias – 25 euros
 
Line Up da 3ª edição Villa Sessions – Vila do Conde Blues Festival
 
Dia 22 de Fevereiro
21h30 Peter Storm & The Blues Society
22h30 Khalif "Wailin" Walter
 
Dia 23 de Fevereiro 
16h00 T. Perry & His Band (exterior, concerto gratuito)
21h30 The Smokestackers 
22h30 Corey Harris Trio 
 
Dia 24 de Fevereiro
16h00 Sergi Estella (exterior, concerto gratuito)
18h00 Andhrea & the Black Cats
19h00 Del Toro Blues Band
Maus Hábitos em “tournée” pelo clubbing latino-americano
· POR Fernando Gonçalves · 06 Fev 2019 · 11:44 ·
© Carla Bessa

A viagem que o Maus Hábitos se propõem fazer durante o mês de Fevereiro não mete aviões ou navios nem, tampouco, pretende fazer revoluções com olho no petróleo. Aqui o foco é estritamente cultural e pretende fazer ecoar nas paredes que delimitam o espaço portuense as sonoridades mais queridas do clubbing latino-americano como o downtempo, a foltronica ou o ethnobeats naquilo a que os organizadores chamaram “Banho Maria”.

Esta festa bimestral terá a curadoria do duo luso Ohxalá e tem a sua primeira edição já no próximo sábado dia 9 (bilhetes a 4 euros) com Kurup& Jaçira, Venga-Venga e os próprios Ohxalá. Para além destes nomes, Fevereiro será também, entre outros, mês de Baile Tropicante (dia 15), do concerto literário Barro (dia 14), de Enes (dia 21) e do regresso dos Octa-Push (dia 28).



Programa Maus Hábitos para Fevereiro:

Quinta, 7 de Fevereiro
22h30 . Downtempo . Clubbing
Sexta, 8 de Fevereiro
00h00 . Capri . Clubbing
Sábado, 9 de Fevereiro
00h00 . Banho Maria feat. Venga Venga (BR), Ohxalá, Kurup & Jaçira . Clubbing
Quinta, 14 de Fevereiro
22h00 . Concerto-literário Barro . Clubbing
22h30 . Downtempo . Clubbing
Sexta, 15 de Fevereiro
00h00 . Porto Tropicante . Clubbing
Quinta, 21 de Fevereiro
22h00 . Enes + The FAQs . Concerto
22h30 . Downtempo . Clubbing
Sexta, 22 de Fevereiro
00h00 . Porto City Gritty Committee . Clubbing
Sábado, 23 de Fevereiro
00h00 . Shuggah Lickurs . Clubbing
Quinta, 28 de Fevereiro
22h00 . Octa Push . Concerto
22h30 . Downtempo . Clubbing
Deu-nos um Impulso de repente
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 11:41 ·


O festival Impulso voltará a tomar conta das Caldas da Rainha e de todos os caralhos que lá habitam com três dias de música, exposições, ciclos de cinema e conferências sobre arte e espectáculo, para além de uma novidade - residências artísticas.

A primeira reunirá Filho Da Mãe, Miguel Nicolau, EGBO e LAmA, tendo sido também anunciados os primeiros nomes do cartaz: Allen Halloween (na foto), Bruno Pernadas, HHY & The Macumbas, Lavoisier, Whales, Jasmim, MONDAY, Iguana Garcia, Colónia Calúnia, Sallim, Melquiades, Beautify Junkyards e Riding Pânico. Muitos outros se seguirão. O Impulso decorre de 23 a 25 de Maio e os bilhetes já se encontram à venda, ao preço especial de 30€.

Cantar a lua com os Echo & The Bunnymen
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 11:07 ·


A banda de Ian McCulloch está de regresso a Portugal para apresentar os temas de The Stars, The Oceans & The Moon, álbum onde os Echo & The Bunnymen dão novas roupagens a temas anteriormente editados, como "Lips Like Sugar" ou "Ocean Rain", para além da inevitável "The Killing Moon".

Os Echo & The Bunnymen passarão primeiro pelo Lisboa Ao Vivo, já no próximo domingo, 10 de Fevereiro, seguindo-se o Hard Club, no dia 17. Os bilhetes estão à venda e custam 30€.

Olá! Este é o primeiro capítulo da história dos Aquafaba
· POR Fernando Gonçalves · 06 Fev 2019 · 09:40 ·


Olá! Este é o Leo e aquele ali mais ao fundo é o seu grande amigo Davide Nunes. Juntos compõem, gravam, misturam e masterizam o material que faz deles os Aquafaba. Este projecto nascido no distrito do Porto acaba de dar os primeiros frutos com o lançamento do seu álbum de estreia Ther Alienation of Self, disco que já se pode ouvir na integra no bandcamp e youtube da banda e que, durante este mês de Fevereiro, será distribuído pelas mais conhecidas plataformas digitais.

Olá! Estes são os Aquafaba e este é o primeiro capítulo da sua história:

Coven em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 09:32 ·


Os norte-americanos Coven, banda de culto tanto para rockeiros como para bruxos, irão estrear-se em Portugal este ano. O quinteto irá actuar na 7ª edição do Woodrock Festival, que se realiza na Praia de Quiaios, na Figueira da Foz.

Esta será uma oportunidade para todos os arqueólogos musicais poderem ouvir, de perto, os temas do seu álbum de estreia, Witchcraft Destroys Minds & Reaps Souls, e para constatar que antes dos Black Sabbath já havia quem cedesse perante Lúcifer. O festival realiza-se de 18 a 20 de Julho e o passe está à venda por 21€ até final de Abril.

Já os temos cá outra vez
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2019 · 09:25 ·


Os Yo La Tengo vão andar por Portugal esta semana. O trio formado por Ira Kaplan, Georgia Hubley e James McNew virá apresentar os temas de There's A Riot Going On, álbum editado o ano passado e o qual levaram à última edição do NOS Alive.

O reencontro dos Yo La Tengo com o público luso tem lugar esta quarta-feira, no Capitólio (Lisboa), e na quinta, no Hard Club (Porto). Os bilhetes estão à venda e custam 25,33€ em ambos os casos.

Procol Harum em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 05 Fev 2019 · 17:47 ·


Os autores de "A Whiter Shade Of Pale" irão visitar o nosso país este ano. O mote será a apresentação ao vivo dos temas de Novum, álbum editado em 2017, bem como de todos os outros sucessos passados, entre os quais o tema supracitado - provavelmente o único que a malta conhece deles.

Os concertos terão lugar nos Coliseus de Lisboa e Porto, a 26 e 27 de Abril, respectivamente, e marcam o regresso a banda a Portugal, 25 anos após a sua última passagem por cá. Os bilhetes já se encontram à venda a preços que vão dos 30€ aos 100€ (no caso lisboeta) e dos 20€ aos 100€ (no Porto).

Cage The Elephant: novo álbum a caminho (com Beck pelo meio)
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2019 · 17:44 ·


Quatro anos depois do lançamento de Tell Me I’m Pretty, os Cage The Elephant estão de regresso às edições com Social Cues, estreia prevista para dia 19 de Abril, disco em que o vocalista da banda Matt Shultz aproveitou a composição para fazer a catarse sobre um desamor seu.

Entre as treze “dores de corno” encontram-se “Night Running”, que conta com a participação do ombro amigo Beck, e “Ready To Let Go”, single com que os Cage The Elephant apresentam Social Cues ao mundo e que podem ouvir a partir de agora:

Too Many Suns e o seu primeiro jardim sonoro
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2019 · 17:41 ·


Entre nascer em Lisboa, gravar um EP no estúdio de Gonçalo Formiga (Cave Story) nas Caldas e embrulharem-nos em bom papel celofane (digital e físico) passaram pouco mais do que umas parcas semanas.

Esta voracidade traduzida leva-nos aos Too Many Suns e ao seu EP de estreia Garden, extended-play que engloba cinco canções que navegam algures entre o pop e o fuzz e reflectem sobre a arrebatadora liberdade da Natureza e o confinamento da vida urbana. Para ouvir, na integra, Garden:

Lucy Dacus na pele de Édith Piaf
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2019 · 17:37 ·


De forma a honrar o Dia de São Valentim, Lucy Dacus decidiu vestir a pele de Édith Piaf e reinventar, em modo bilingue, o clássico “La Vie En Rose”. Este tema faz parte de 2019, um EP a que Dacus dará forma ao longo deste ano com o lançamento de canções, covers e originais, em feriados/dias emblemáticos específicos como é o caso deste “Dia dos Namorados”.

Enquanto o extended-play se vai construindo, fiquem com este primeiro “La Vie En Rose”, tema que poderá fazer parte do alinhamento do concerto que Dacus dará no próximo dia 8 de Junho em pleno NOS Primavera Sound:

Black Midi: nova editora, novo EP
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2019 · 17:36 ·


O quarteto londrino, nascido há apenas um ano, pegou nos fatos de competição e nos capacetes encerados e lançou-se em vertiginosa velocidade em direcção a um novo extended-play chamado Speedway com paragem nas boxes para assinarem pela Rough Trade.

Depois de se terem estreado nas edições com o single “bmbmbm”, esta banda movida a electrónica sem chumbo de 95 octanas e hardcore diesel chega a este Speedway com que vos deixamos por ora:

White Denim cozinham álbum com selo Filipa Vacondeus
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2019 · 12:33 ·
© Jo Bongard

Se não são, os texanos White Denim poderiam passar por fãs da filosofia gastronómica da mítica Filipa Vacondeus. Não que se tenham tornado devotos da paprica e dos “restinhos” mas, das demos e misturas em cru que restaram do seu penúltimo álbum Performance (2018) criaram Side Effects cuja estreia está marcada para dia 29 de Março.

“Costumo guardar alguns CD de demos e misturas no meu carro para ouvir naqueles momentos em que a rádio se torna insuportável. Ao fazê-lo tento perceber se sinto alguma coisa e foi o que se passou com os temas de Side Effects”, explica o vocalista e guitarrista da banda James Petralli. Da audição dessas demos nasce então o novo álbum que, apesar de criado a partir de “restos” de um disco prévio, não “significa que não possam soar lindamente no contexto certo”, acrescenta Petralli. Esta forma de cozinhar um álbum trouxe uns White Denim mais incisivos e crus como se pode constatar através da audição dos dois temas que hoje nos deixam: “Shanahala” e “NY Money”. “Shanahala”.



No calendário dos Rosa Neon, Janeiro é mês de “Brilho de Leaõ”
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2019 · 12:30 ·


Os mineiros Rosa Neon (Luiz Gabriel Lopes, Marcelo Tofani, Mariana Cavanellas e Marina Sena) continuam na senda de lançarem um single por mês. Em Novembro foi “Fala Lá Pra Ela”, em Dezembro “Estrela do Mar” e para Janeiro o single vem polido pelo “Brilho de Leão”, um tema que faz referência ao signo astrológico regido pelo Sol e que tem lugar em pleno Verão do Hemisfério Norte.

Se Janeiro se fecha com este “Brilho de Leão”, a faixa de Fevereiro, "Ombrin" vai ser gravada nos próximos dias no Rio de Janeiro aproveitando a passagem da banda pela Audio Rebel. "A ideia é ir soltando os singles todo mês, com clipes bacanas, que sejam a cara da gente, e sempre nesse som, que é a nossa cara, um pop com beats marcantes e uma boa pitada de psicodelia", explica a cantora Mariana Cavanellas. Esta libertação gradual de singles visa, de acordo com Marcelo Tofani, apresentar todas as faixas como se fossem “a principal” e dar a cada uma delas “o seu tempo na nossa história” (da banda).

Enquanto “Ombrion” não traz Fevereiro, ou ao contrário, eis um Janeiro na vida dos Rosa Neon com “Brilho de Leão”:

A odisseia espacial dos King Gizzard & The Lizard Wizard
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2019 · 12:27 ·


Depois de um 2017 onde passaram, quase literalmente, a viver num estúdio de gravação para poderem cumprir a promessa de lançarem cinco álbuns num ano, que conseguiram, e de um 2018 que os viu pegar fogo a Paredes de Coura, os australianos acabam de nos dar um novo single sob o nome de “Cyboogie”.

Fiquem com esta viagem electro-prog de sete minutos pelo espaço sideral imaginado pelos King Gizzard & The Lizard Wizard em “Cyboogie”:

Interpol começam o ano com novo single
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2019 · 12:24 ·


Depois de uma ano em que a banda nova-iorquina tornou as mostrar os dentes com o álbum Marauder, os Interpol começam 2019 ainda de “tacha arreganhada” (do latim *recaniāre ou recaneāre, «proceder como os cães», ou do castelhano regaýar, «rosnar, mostrar os dentes) com o lançamento de um novo single que, segundo explicam, se encontra na esteira do último disco.

O tema chama-se “Fine Mess” e conta a história de um par com um extraordinário apetite sanguinário e uma queda para “fazer merda”. De relembrar que, os Interpol, andaram com Marauder, “Fine Mess” e o que mais lhes aprouver pelo NOS Primavera Sound Porto no dia 7 de Junho. Para já, “Fine Mess”:

Gojira, Moonspell e Cane Hill confirmados no VOA
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2019 · 11:28 ·


Depois de a organização do VOA-Heavy Rock Festival, evento que se realiza no Estádio do Restelo nos dias 4 e 5 de Julho, já ter anunciado as presenças de Slipknot, Slayer, Lamb of God, Trivium, While She Sleeps, Wako e Rasgo chega-nos, hoje, a confirmação de mais três nomes para o cardápio: Gojira, Moonspell e Cane Hill.

Os bilhetes para o evento custam 75 euros (passes) e 50 euros (bilhete diário).

Deerhunter a caminho de Coura
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2019 · 11:24 ·


O colectivo liderado por Bradford Cox é a mais recente confirmação para o 27ª Vodafone Paredes de Coura. O concerto dos Deerhunter está marcado para o dia 16 de Agosto e terá como prato principal o último álbum de originais da banda, Why Hasn’t Everything Already Disappeared? (18 de Janeiro de 2019).

A vigésima sétima edição do Vodafone Paredes de Coura realizar-se-á entre os dias 14 e 17 de Agosto na Praia Fluvial do Taboão e conta com os já confirmados The National, Boy Pablo, Acid Arab, Kamaal Williams, Father John Misty, New Order, Mitski, Spiritualized, Parcels, Julien Baker, Alice Phoebe Lou, Patti Smith, Krystal Klear, Romare, Flohio, Crumb, Yellow Days, Connan Mockasin, Balthazar, Boogarins e First Breath After Coma. Em relação a bilhetes, os passes gerais estão a ser vendidos até ao dia de hoje por 84 euros passando, a partir de amanhã, a custarem 94 euros. Fiquem com “Death in the Midsummer”, tema extraído a Why Hasn’t Everything Already Disappeared:

Mais dez para o Tremor
· POR Paulo Cecílio · 01 Fev 2019 · 11:19 ·


O Tremor anunciou mais dez nomes para um cartaz que fará tremer (eheh) os Açores. Teto Preto (na foto), ZA!, Maria Beraldo, Chupame El Dedo, Free Love e Vive la Void, para além de Lieven Martens, Rafael Carvalho, FliP e Natalie Sharp foram os escolhidos.

O festival realiza-se de 9 a 13 de Abril na ilha de São Miguel e os passes gerais estão à venda pelo preço especial de 40€.

Um Sol em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 01 Fev 2019 · 11:17 ·


Sun Araw regressa ao país que tão bem conhece e que tanto o adora em Fevereiro. O músico norte-americano irá encetar uma tour pela Península Ibérica, com paragens por Lisboa (Lounge, 13 de Fevereiro, entrada livre) e por Coimbra (Salão Brazil, 15, 7€).

Isto tudo acontece pouco tempo depois de editar Activated Clown pela NNA Tapes, álbum que foi gravado ao vivo em Braga. Um pouco de sol nunca fez mal a ninguém.

Primeiros nomes para o Forte
· POR Paulo Cecílio · 01 Fev 2019 · 11:14 ·


O Festival Forte anunciou os primeiros nomes para a edição deste ano, que se realizará de 22 a 25 de Agosto no Castelo de Montemor-o-Velho. O destaque vai para o regresso de Murcof (na foto) a Portugal, na companhia de Malo Lacroix, mas pelo Forte passarão também nomes como Oscar Mulero, Dave Clarke, Neon Chambers e Rhys Fulber (Front Line Assembly), entre outros.

Os passes gerais para o festival já se encontram à venda pelo preço especial de 106€, limitado a 1000 unidades.

ARQUIVO
2019

Parceiros