Novembro 2018
Aesop Rock e Tobacco meteram ácidos
· POR Paulo Cecílio · 20 Nov 2018 · 20:42 ·


De um lado, Aesop Rock (na foto), rapper nova-iorquino com uma série de álbuns no currículo e artista que a malta que não curte hip-hop diz gostar porque é "inteligente". Do outro, Tobacco, produtor e músico mais conhecido pelo seu magnífico trabalho nos magníficos Black Moth Super Rainbow.

Juntos, meteram um ácido, olharam para as Barbies das filhas e decidiram dar-lhes um namorado: Malibu Ken, o nome com o qual assinarão o disco que estão a preparar a meias. Este conterá dez faixas e será editado a 18 de Janeiro, sendo já possível ouvir "Acid King", o single de estreia:

Rustin Man, 17 anos depois
· POR Paulo Cecílio · 20 Nov 2018 · 20:40 ·


Em 2002, Rustin Man - que é como quem diz Paul Webb, dos Talk Talk - editou um álbum com Beth Gibbons, a voz eterna dos Portishead. 17 anos depois, ei-lo que volta à carga, agora sozinho. Drift Code é o título do seu novo álbum a solo, com data de lançamento marcada para o dia 1 de Fevereiro através da Domino, e que é precedido por "Vanishing Heart", o primeiro single.

O disco foi gravado nos anos posteriores a Out Of Season em sua própria casa, o que faz com que «as canções não pertençam a lado algum, pelo que se espera que pertençam a todo o lado». Digam de vossa justiça:

Nova Materia estreiam-se em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 20 Nov 2018 · 20:38 ·


A dupla parisiense Nova Materia estará em Portugal daqui a uns dias para apresentar, ao vivo e a cores, os temas de It Comes, o seu álbum de estreia.

O palco escolhido foi o do Musicbox, em Lisboa, e a data a de 29 de Setembro. Os bilhetes custam 12€ e podem saber mais sobre o que eles fazem escutando esta malha:

Sun Araw foi tão a Braga e fez lá isto
· POR Paulo Cecílio · 20 Nov 2018 · 20:31 ·


Não sendo possível fazer outras coisas em Braga, Cameron Stallones (Sun Araw) foi até lá e fez um disco. Este tem como título Activated Clown e será editado com o moniker S. Araw Trio XIII, um trio composto pelo próprio Stallones, pelo baixista Tomo Jacobson e por Jon Leland.

Este registo improvisacional foi gravado na Cidade dos Arcebispos e inspirado, entre outras coisas, por alheira vegetariana (o que nos leva a questionar o que raio foi o tipo fazer ao Minho, se era para comer essas blasfémias). O disco sai a 11 de Janeiro e já é possível ouvir um trecho aqui:

Corações ao alto: Julian Lynch tem um novo disco
· POR André Gomes · 15 Nov 2018 · 15:31 ·


Julian Lynch, actual guitarrista dos Real Estate e autor dos brilhantes Orange You Glad e Mare, entre outras coisas boas, está a preparar um novo disco, o primeiro registo desde 2013. E foi demasiado tempo sem notícias suas.

Este novo disco chama-se Rat’s Spit e chega em Janeiro com o selo da Underwater Peoples. O primeiro single, "Meridian",já está aí. Ponham-se atentos.

1ª Noite Bazuuca no Musicbox leva Bed Legs e Grandfather’s House a Lisboa
· POR Fernando Gonçalves · 15 Nov 2018 · 15:07 ·
© Maria Salgado

A primeira parceria entre a Bazuuca e o Musicbox em Lisboa acontece já no próximo dia 23 de Novembro e terá nos bracarenses Bed Legs e Grandfather’s House os mestres-de-cerimónias.

A festa começa às 22h30 e o bilhete custa 6 euros. Em baixo podem ouvir o disco homónimo dos Bed Legd, lançado em Maio deste ano. 

Mercury Rev: novo álbum presta tributo a Bobbie Gentry
· POR Fernando Gonçalves · 15 Nov 2018 · 15:04 ·


Bobbie Gentry’s The Delta Sweete Revisite, assim se chama a homenagem que os Mercury Rev (com Jesse Chandler) quiseram prestar à primeira cantautora americana a compor e produzir o seu próprio material, Bobbie Gentry.

Este álbum cuja estreia está prevista acontecer no dia 9 de Fevereiro, revisita o original de 1968 The Delta Sweete dando-lhe uma nova vida e fortalecendo-as através da inclusão de um elenco de luxo de mulheres do rock moderno e dos seus diferentes e alternativos estilos: entre elas Mazzy Star's; Hope Sandoval; Laetitia Sadier (Stereolab); Marissa Nadler; a norueguesa Susanne Sundfør que canta “Tobacco Road”; Beth Orton que nos leva para “Courtyard”; Lucinda Williams que interpreta o melancólico mistério da canção “Ode to Billie Joe” (esta não incluída no original The Delta Sweete de 1968); e Margo Price, a nova estrela da música country mas com um coração de punk rock que dá corpo ao single de apresentação do álbum, “Sermon”:

Soft People: novo single já nasceu e é catarse
· POR Fernando Gonçalves · 15 Nov 2018 · 15:01 ·


Os orgulhosos pais são Caleb Nichols e John Metz aka Soft People, casados na vida e na arte, e a catarse chama-se The Absolute Boy, novo single deste duo californiano. Apesar de já terem lançado previamente I Saw the Moon! (single) e American Man (LP), esta é a primeira vez que Nichols e Metz participam enquanto produtores e letristas na execução de um single. “The Absolute Boy” é apresentado como a canção “mais pessoal” escrita pelo duo até à data dado recriar, de modo catártico, os abusos sofridos por Nichols em criança que lhe valeram uma luta infinda contra o stress pós-traumático daí decorrente.

“Before you hit me / before you clipped my wings / I was the absolute boy / I was him absolutely”, assim é/era este “The Absolute Boy”:

Breaking the law, breaking the law
· POR Paulo Cecílio · 15 Nov 2018 · 15:00 ·


Judas Triste não é bíblico nem metálico. Ou talvez seja as duas coisas. O trio formado por David Machado, Dora Vieira e Nuno Oliveira, que se descreve como "uma banda de metatechno", acaba de lançar o seu álbum de estreia, homónimo.

O disco conta com seis faixas e foi gravado no Bairro da Lomba, não o de Loures mas o do Porto, «e durante as gravações as prateleiras do estúdio colapsaram com a trepidação». Ouçam-no no Bandcamp:

Em Croatian há Amor
· POR Paulo Cecílio · 15 Nov 2018 · 12:17 ·


Loke Rahbek, co-fundador da Posh Isolation e mais conhecido como Croatian Amor, irá voltar aos discos em 2019. Isa será o título do sucessor de Love Means Taking Action (2016) e será editado a 26 de Janeiro, contando com a colaboração de artistas como Puce Mary e Yves Tumor, entre outros.

A primeira faixa dele conhecida, "Dark Cut", já se encontra disponível para escuta no Soundcloud.

Musicbox chega aos 12
· POR Paulo Cecílio · 15 Nov 2018 · 12:10 ·


O Musicbox irá celebrar em Dezembro 12 anos de vida e, como é hábito, preparou uma festa que é tanto para ele como para nós.

Ao longo de três dias, passarão pelo espaço lisboeta nomes como Pedro Mafama, Sunflowers, Shaka Lion, Ms. Nina, Sensible Soccers e Bateu Matou, entre outros, numa celebração de tudo: do aniversário, da noite, de Lisboa, da música, da vida em geral. As festividades terão lugar entre os dias 6 e 8 de Dezembro e os bilhetes custam entre 8€ a 15€. Fiquem com a programação completa:



6/12
21h30 | Môrus + Sunflowers + Pedro Mafama
Entrada livre
00h30 | Ms. Nina + Shaka Lion
8€

7/12
22h30 | Sensible Soccers
15€
00h30 | Nuno Lopes + Dupplo
8€ / 10€

8/12
23h30 | Bateu Matou feat. Blaya, Scúru Fitchádu e Progressivu 8€
Rosa Neon em estreia com “Fala Lá Pra Ela”
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 16:56 ·


O novo projecto mineiro encabeçado pelos músicos Luiz Gabriel Lopes, Marcelo Tofani, Mariana Cavanellas e Marina Sena acaba de dar o primeiro ar da sua graça sob a forma do single “Fala Lá Pra Ela”.

Amor de procura, amor de encontro, amor falado e amor por falar e no final o melhor mesmo é falar “lá pra ela”, eis “Fala Lá Pra Ela”:

Little Friend regressam mais sombrios
· POR · 13 Nov 2018 · 16:54 ·


60 meses depois, ou cinco anos se preferirem, os Little Friend de John Almeida estão de regresso com “Sombre Song”, primeiro single a ser extraído do novo álbum A Substitute For Sadness cuja estreia acontecerá no próximo ano.

Reflexo do fascínio da banda pela fronteira sonora entre a estética dos finais dos anos 60 e a orquestração do início da década seguinte, “Sombre Song” marca uma profunda mudança na sonoridade e, até, identidade dos Little Friend que agora aparecem com mais arranjos, orquestração e uma produção mais cuidada. Para ouvir os, agora, mais sombrios Little Friend e o seu novo “Sombre Song”:

Ilhatrónica movida a bolos, borregos e Anna Prior
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 16:52 ·


A edição mais virada a electrónica do Aleste, vulgo Ilhatrónica, regressa no próximo dia 24 de Novembro ao Mercado dos Lavradores no Funchal e traz no cesto os bolos e borregos de Conan Osíris e os decks da baterista dos Metronomy, Anna Prior.

Para abrir o repasto (21h30), a organização encomendou um set ao Dj da casa Diogo Freitas. Os bilhetes já se encontram à venda e custam 15 euros.

Peter Murphy em mais uma celebração dos Bauhaus
· POR Paulo Cecílio · 13 Nov 2018 · 16:49 ·


Podem vestir as gabardines pretas e cortar os pulsos: Peter Murphy regressa a Portugal esta semana para relembrar os Bauhaus, à semelhança do que fez em Vilar de Mouros (e que foi do caralho).

A voz cavernosa de Murphy irá fazer-se acompanhar pelo baixo de David J em dois concertos a ter lugar no Hard Club, no Porto (entre 35€ a 150€), e no LxFactory, em Lisboa (idem, e talvez seja melhor dizer que esses 150€ é só se quiserem conhecer o homem). Podendo, é ir.

Sentem-se, aqui há gente que quer ver (e ouvir)
· POR Paulo Cecílio · 13 Nov 2018 · 15:57 ·


É já no próximo fim-de-semana que o Festival Para Gente Sentada regressará a Braga, para mais uma dose de concertos no Theatro Circo, no gnration e no centro da cidade que, naturalmente, se deverão ver sentados. A não ser que estejam a gostar mesmo muito.

Este ano, o festival contará com a presença de nomes como Marlon Williams, Medeiros/Lucas, Filipe Sambado, Riding Pânico ou Nils Frahm (na foto), entre outros, com o festival a ter lugar sexta-feira e sábado. Infelizmente para vocês, os passes gerais e os bilhetes para os concertos de sábado já estão esgotados - mas podem sempre ir na sexta (25€). Iremos tão a Braga?

E pinga, pinga a seiva de azul-revolto...
· POR Rafael Santos · 13 Nov 2018 · 15:54 ·


Depois de se ter manifestado na editora londrina Algebra Records, nela ter editado o ano passado o EP LIVID – e relembrando que Hugo Barão, o senhor azul-revolto, já antes tinha feito notar a sua arte nos EPs Ouija (2014) e SOMA (2016), ambos saídos pela etiqueta de Lamego Zigur Artists –, eis que a novidade em Novembro de 2018 vem pela mão da jovem editora de Lisboa, a Zabra Records.

SEIVA é a mais recente discorrência house de azul-revolto. O tema que dá a cara pelo EP chama-se "Unção". Aqui deixamos o vídeo-clip – assinado por João Pedro Fonseca.

Pitaias florescem na noite cerrada de Bolsonaro
· POR · 13 Nov 2018 · 15:50 ·


Pitaia é o nome dado ao fruto de várias espécies de cactos epífitos dos gêneros Hylocereus e Selenicereus, nativas de regiões da América Central e México, também cultivadas em Israel, no Brasil e na China. O termo pitaia significa "fruta escamosa". É também chamada fruta-dragão em algumas línguas, como o inglês e línguas asiáticas. Existem três espécies, todas muito comercializadas pelos seus frutos, que lhes dão os nomes: a pitaia-branca (rosa por fora e branca por dentro), a pitaia-amarela (amarela por fora e branca por dentro) e a pitaia-vermelha (avermelhada por dentro e por fora). Como a planta da pitaia só floresce pela noite (com grandes flores brancas), as suas flores são algumas das várias plantas chamadas de "flor da noite".

É na longa-noite fascista prometida por Bolsonaro que medra o novo projecto musical brasileiro Pitaias. Vencedoras da convocatória Lab MIS (São Paulo) e composta por Bê Mantoani (baixo), Luri Mantoani (sax alto), Mag Magrela (voz), Natália Ferlin (guitarra), Norma Odara (voz) e Pri Norat (bateria e percussão), as Pitaias vão estrear-se no próximo dia 29 de Novembro com o homónimo EP Pitaias. Tendo como referenciais os ritmos afro-brasileiros, o pop e, de certo modo, o rock, o primeiro trabalho discográfico a vida da banda reflecte, ao longo dos seus quatro temas, sobre o amor, a vida em comunidade, a protecção ancestral e o Feminismo numa ode à mescla multicultural que o ser brasileiro carrega no seu sangue. Para ouvir Pitaias:

The Walks: Opacity já nasceu
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 12:37 ·


O novo LP dos portugueses The Walks acaba de nascer e já foi celebrado Musicbox em Lisboa. Composto por oito temas, entre os quais o tema “I Guess…” com a colaboração dos Ghost Hunt e os singles “Sunny Side Up” e “Special”, este Opacity de luz e sombras que pretende, nas palavras da banda, representar “o equilíbrio daquilo que é a nossa história de vida”.

Seguem-se agora concertos no Teatrão em Coimbra no dia 17 de Novembro e um outro no dia 10 de Janeiro no Teatro Aveirense em Aveiro. Fiquem com o single “Special”:

Matt Simons estreia solidária Amy’s Song
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 12:32 ·
© Shervin Lainez

Gravada por Matt Simons, “Amy’s Song” foi escrita em conjunto por Amy Kuney, Agrin Rahmanie e Matt Simons e tem por base a experiência de vida de Amy como uma mulher lésbica que cresceu numa comunidade cristã conservadora da América. Focada nos temas do amor e da igualdade, a canção pretende desafiar as pessoas a questionarem-se sobre as suas próprias crenças e a promoverem a aceitação e a igualdade. Como tínhamos aflorado no título, esta “Amy’s Song” tem um carácter solidário que se consubstanciará através da canalização das receitas geradas pelo vídeo que a acompanha para a ONU com o objectivo de para apoiar iniciativas centradas nos direitos e no tratamento da igualdade de lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexuais em todo o mundo.

Gravado no início deste verão num só take, o vídeo apresenta Kuney com mais 40 voluntários da comunidade LBGTQ+ holandesa cada um com a sua história. Eis “Amy’s Song”:

Raoul Vignal tem álbum novo
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 12:16 ·


Depois de ter andado em tournée por esta Europa fora, incluindo este jardim à beira mar plantado, o cantautor francês Raoul Vignal chega ao final do ano com um novo álbum na palheta.

O disco chama-se Oak Leaf e estreia dia 16 de Novembro. Folk moderno, voz pacifica e delicados dedilhados são a imagem de marca de um Oak Leaf que mostrou já um dos seus temas, para ouvir aqui em baixo:

Enxurrada invernosa traz os The Dead Daisies a Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 12:11 ·


Os The Dead Daisies acabam de anunciar uma nova tour pela Europa com 15 datas e Lisboa e Lisboa faz parte da rota.

O concerto, único em solo luso, terá a lugar a 4 de Dezembro do Lisboa Ao Vivo (LAV) e arrancará (19 horas) com uma actuação acústica, mais intimista, para os primeiros cinquenta fãs a chegar ao LAV, antes das portas abrirem. Entre este bónus e o concerto propriamente dito (21h30) interpõem-se os portugueses Iberia (20h30), a quem estará entregue a primeira parte. Os bilhetes têm o preço unitário de 22 euros.

Raridade de Sufjan Stevens em versão dupla solidária
· POR Fernando Gonçalves · 13 Nov 2018 · 12:08 ·


No longínquo ano de 2007, e na esteira do seu natalício Songs For Christmas, Sufjan Stevens decidiu lançar um concurso chamado “Sufjan Stevens Xmas Song Xchange Contest” que dava a oportunidade a qualquer pessoa para apresentar a sua composição de Natal original.

O vencedor foi Alec Duffy com a sua “Every Day is Christmas”, artista que acabou premiado por Stevens com o tema “Lonely Man of Winter” e os direitos correspondentes. Nunca oficialmente editada, Stevens não fez a coisa por menos e lança hoje não uma, mas duas versões de “Lonely Man of Winter” (a original de 2007 e uma nova versão gravada este ano com colaboração de Melissa Mary Ahern) e o original de Duffy “Every Day is Christmas”.

O lançamento destes três temas surge como forma de recolher fundos para o JACK, espaço de artes performativas em Brooklyn fundado e dirigido por Alec Duffy e, para além da versão digital hoje publicada, terá uma edição em vinil no próximo mês de Dezembro. Fiquem com as duas versões de “Lonely Man of Winter” e “Every Day Is Christmas”:

Três vezes Midori
· POR Paulo Cecílio · 12 Nov 2018 · 23:08 ·


Falta pouco, muito pouco, para termos Midori Takada entre nós. A compositora japonesa, redescoberta no ano passado através da mui celebrada reedição de Through The Looking Glass, virá apresentar essa mesma obra-prima do minimalismo com três concertos.

Esses concertão terão lugar na Capela Imaculada do Seminário Menor, em Braga (esta terça-feira), na Culturgest, em Lisboa (na quinta) e no Auditório de Espinho (sábado). Oportunidade imperdível para escutar um pouco de história e aprender qualquer coisinha.

Stereossauro revela “moradores” do novo Bairro da Ponte
· POR Fernando Gonçalves · 12 Nov 2018 · 22:57 ·


Depois de abrir o apetite com “Flor de Maracujá”, single de apresentação em que Camané dá voz à letra de Capicua, com samples de Amália Rodrigues, Stereossauro dá a agora a conhecer os restantes moradores da sua grandiosa empreitada Bairro da Ponte. Para além de Camané, Capicua, dos masters originais de Amália Rodrigues e Carlos Paredes, o novo trabalho do produtor português conta, ainda, com a colaboração de Ace, Ana Moura, Carlos do Carmo, Dino D' Santiago, Dj Ride, Gisela João, Holly, NBC, Nerve, Papillon, Paulo de Carvalho, Plutónio, Razat, Ricardo Gordo, Rui Reininho, Slow J, Sr. Preto e The Legendary Tigerman.

Disco-desafio, Bairro da Ponte mistura hip-hop, fado e música electrónica ao longo de dezanove temas onde cada artista convidado deixa a sua impressão digital, num olhar renovado sobre a “velha cidade” de Lisboa. O lançamento deste álbum está previsto acontecer no início do próximo ano.

Cherry Glazerr com novo álbum
· POR Paulo Cecílio · 12 Nov 2018 · 14:24 ·


Os norte-americanos Cherry Glazerr anunciaram recentemente o lançamento do seu terceiro álbum de estúdio. Stuffed & Ready será editado no dia 1 de Fevereiro através da Secretly Canadian e é precedido por "Daddi", o seu primeiro single.

Palavra para Clemetine Creevy, vocalista: "Estou a contar a história de como me sinto e onde estou actualmente, a explorar as dúvidas que tenho sobre mim. Sinto-me confusa em relação àquilo que é a felicidade e estou à procura do meu lugar no mundo". Ouçam aqui o single:

Panda Bear e os golfinhos do Sado
· POR Paulo Cecílio · 12 Nov 2018 · 14:20 ·


O mais lisboeta dos músicos norte-americanos acaba de anunciar um novo álbum. O sexto trabalho a solo do "nosso" Panda Bear será editado a 8 de Fevereiro e tem como título Buoys, sendo precedido pelo primeiro single, "Dolphin".

O disco foi gravado em Lisboa e contou com a ajuda do chileno DJ Lizz e do melhor amigo da Madonna, Dino D’Santiago. Ouçam aqui o golfinho:

DAWN, agora com A
· POR Paulo Cecílio · 12 Nov 2018 · 14:11 ·


De Dawn Richard para D∆WN, e de D∆WN para DAWN, A grande, sem triângulos. A "leoa e mulher" (é isso que canta em "new breed") irá lançar um novo álbum com o mesmo título da canção que acabámos de citar entre parêntesis, o primeiro desde Redemptionheart, de 2016.

new breed chegará até nós no dia 25 de Janeiro e contará com colaborações de artistas como Hudson Mohawke, Cole M.G.N. e Kaveh Rastegar; o tema-título está aqui em baixo.

Novembro quentinho no Lux
· POR Paulo Cecílio · 10 Nov 2018 · 17:19 ·


Apesar do frio, as noites de Novembro no Lux prometem aquecer a cidade de Lisboa. E porquê? Porque o cardápio apresentado está on fire. Na próxima quinta-feira, a Rádio Quântica irá ali celebrar o seu 3º aniversário convidando para o efeito nomes como Nídia, Violet e Photonz, estando o sábado (dia 17) reservado para Levon Vincent (na foto), que será acompanhado por Rui Vargas.

A 22, muita atenção aos Neon Chambers (que é como quem diz: Sigha e Kangding Ray) e, no dia 23, será a vez de Michael Mayer regressar à capital. Informações? No sítio do costume.

Hvítdagsfjörður ou a forma de ajudar Wild Anima a lançar o LP de estreia
· POR Fernando Gonçalves · 10 Nov 2018 · 17:17 ·


O que acabaria por ser a edição de mais um EP na, ainda e apesar de todo o material já libertado, curta carreira de Wild Anima traz algo mais grandioso consigo: o lançamento do LP de estreia desta artista alemã. Hvítdagsfjörðu é o extended-paly de todas as possibilidades desde que, quem o queira ouvir na sua totalidade, contribua nesta página de crowdfunding para esta alma cristalina do avant-pop europeu.

Findo o anúncio comercial, e com mais 100 euros no bolso, detemo-nos em Hvítdagsfjörður para vos dizermos que este EP foi pensado e elaborado durante uma residência artística de Wild Anima na Islândia e assenta única e exclusivamente em composições de vozes num esforço de abarcar todas as potencialidades da voz humana como instrumento musical. Telúrico como apenas Torga poderia descrever, Hvítdagsfjörður, (“os fiordes profundos” em islandês) é a viagem de Wild Anima ao fundo dela própria através da natureza que a rodeia. Fiquem com um pequeno excerto e um pouco mais sobre a campanha de crowdfunding que a poderá levar ao LP de estreia:

Nilüfer Yanya sagra-se campeã do mundo de pesos-pesados 2018
· POR Fernando Gonçalves · 07 Nov 2018 · 16:49 ·


Não andou à batatada nem o seu peso se aproxima sequer do “pesado” mas o título é dela, literalmente dela. “Heavyweight Champion of the Year” é o novo single da compositora londrina Nilüfer Yanya que no início do ano já nos tinha dado o EP Did You Like Pain?.

Produzido por Yanya em colaboração com o saxofonista Jazzi Bobbi e o baixista Luke Bower, “Heavyweight Champion of the Year” é fruto, como explica a compositora, de um processo introspectivo que visou levá-la ao limite das suas capacidades num “esforço extremamente extenuante do ponto de vista físico e mental”. Por falar em pesos-pesados, Nilüfer Yanya vai, no próximo dia 14 de Novembro, começar uma tournée europeia os Interpol a que se seguirá, já em 2019, uma tour norte-americana com Sharon Van Etten. Fiquem com “Heavyweight Champion of the Year”:

Músicos Presidentes? André Prando viu num transe
· POR Fernando Gonçalves · 07 Nov 2018 · 16:48 ·


Viu músicos Presidentes, artistas ditadores da sociedade, mentes mais livres e tecnologia menos complicada. O brasileiro André Prando viu tudo isto e tudo isto transformou em “Eu Vi Num Transe”, novo single “roqueiro e lisérgico”, inspirado pelo livro “Esta vida puta” de Fela Kuti, que pretende funcionar, de acordo com Prando, “como uma resposta involuntária, porém sincera e optimista, ao actual contexto sociopolítico brasileiro”.

O tema, que conta com a participação especial de Lucas Estrela, faz parte de Voador, novo álbum do músico natural de Vitória (Espírito Santo) que estreia dia 23 de Novembro. Eis “Eu Vi Num Transe”:

Crystal Fighters de regresso a Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 07 Nov 2018 · 16:46 ·


A banda britânica acabou de confirmar o seu regresso a terras lusas no próximo mês de Março para dois concertos. A primeira actuação está marcada para dia 9 de Março no LAV – Lisboa Ao Vivo, enquanto a 10, será a vez de o Porto acolher a banda de Sebastian Pringle, Gilbert Vierich, Graham Dickson, Laure Stockley e Mimi Borelli no Hard Club. Os bilhetes têm o custo de 28 euros.

Este anunciado regresso a Portugal dos Crystal Fighters surge numa altura em qua banda está a trabalhar num novo álbum tendo, para o devido efeito, dado a conhecer os singles “Boomin In Your Jeep” e “Another Level”, temas com uma abordagem sonora diferente daquilo a que nos têm habituado.



David from Scotland de sentinela a Baywatch Drive
· POR Fernando Gonçalves · 07 Nov 2018 · 16:43 ·


Poderia ser a história de como Mitch Buchannon aka David Hasselhoff perdeu o lugar para um tipo que vem do Porto e ostenta Scotland no nome, mas não é. O projecto David from Scotland liderado pelo músico portuense David Félix acaba de dar prova de vida com o anúncio do lançamento do seu novo EP Baywatch Drive já para este sábado.

Poucos meses após terem-se estreado com o Winter Wise, a banda despe as samarras do Inverno e atira-se para um universo cinematográfico onde são contadas histórias de um Verão quente vividas a bordo de um Ford Escort dos anos 90. Entre a manutenção do status quo sonoro que deambula entre o synthpop/darkwave/synthwave, o novo trabalho vê, ao contrário de Winter Wise, David Félix assumir todas as vozes do projecto, utilizando os vocoders e todos os elementos robóticos. A primeira destas quentes histórias leva-nos até “1992”, primeiro single a escapar de Baywatch Drive:

O amor de Jófríður Ákadóttir pelo chocolate matcha deu um EP
· POR André Gomes · 07 Nov 2018 · 12:18 ·


Quem segue JFDR nas redes sociais já deve ter percebido que a islandesa é absolutamente fã do chocolate matcha. E foi daí que nasceu a ideia de lançar um EP com quatro novas canções com uma barra do tal chocolate. Assim simples.

Cada barra doem chocolate vem com um código para download dos temas. A primeira canção a ser conhecida desse registo chama-se "Gravity" e é bela como tudo o que vem assinado por Jófríður Ákadóttir. Podem ouvir o tema aqui em baixo e ver o belíssimo vídeo que a acompanha.

A música do BINNAR 2018
· POR Fernando Gonçalves · 06 Nov 2018 · 17:45 ·


De 12 a 30 de Novembro, a Plataforma BINNAR em parceria com o município de Vila Nova de Famalicão levará a cabo mais uma edição do festival transdisciplinar BINNAR, evento que junta performance, fotografia, teatro, vídeo, escultura, artes plásticas e, como não poderia deixar de ser, a música.

Neste último campo contam-se as participações de Frederico Dinis e da sua performance sonora e visual “Whisperings” (16 de Novembro no Edifício dos Serviços Educativos, 10 000 Russos (18 de Novembro no Mosteiro de Arnoso – Stª Eulália), os fracturantes Hyggelig (23 de Novembro na Fundação Castro Alves), o Grupo de Percussão da UM sob direcção de Nuno Aroso (interpretação de uma obra de Eduardo Patriarca, dia 24 de Novembro no Museu da Indústria Têxtil - MIT), Alex Hedley (30 de Novembro na A Casa ao Lado) e os GÃRGOOLA (30 de Novembro no CRU – Espaço Cultural). Todo o programa aqui:

Malcontent ou como tudo vai mal no melhor dos mundos possíveis
· POR Fernando Gonçalves · 06 Nov 2018 · 14:58 ·


This is the Violence of Institutions é o estalo de luva branca no postulado de Leibniz que nos diz que este é o melhor de todos os mundos possíveis. Retrato de um mundo polarizado, intolerante, violento, um mundo onde a democracia se autodestrói com milhões de subjugados ao poder monetário de poucos, o novo disco dos Malcontent surge como convite à reflexão e ao questionamento do status quo.

Quatro anos depois da edição de Riot Sound Effects, a banda aparece neste This Is the Violence of Institutions com uma atitude diferente que se consubstancia num universo sonoro mais pungente e assertivo. A primeira apresentação ao vivo deste novo disco acontecerá no próximo dia 8 de Dezembro no Woodstock69, Porto. Para já, fiquem com “Another Kind of Madness”, segundo single a saltar de This is the Violence of Institutions:

Calma aí, 2019: William Tyler lança novo disco em 2019
· POR André Gomes · 06 Nov 2018 · 12:04 ·
© Chantal Anderson

É impressão minha ou este dia acabou de melhorar? Não é que William Tyler acaba de anunciar um novo disco? Este novo registo intitula-se Goes West e o primeiro single, "Fail Safe”, já está aí.

O sucessor do maravilhoso Modern Country (2016) chega a 25 de Janeiro com o selo de qualidade da Merge conta com as colaborações de Meg Duffy (Hand Habits), Brad Cook, entre outros. Aguenta, coração: já falta pouco para Janeiro.

Keyah/Blu estreia-se com “Sweet”
· POR Fernando Gonçalves · 05 Nov 2018 · 17:33 ·


Depois de colaborar com Denzel Himself em “Melty” e de ter lançado uma demo tape intitulada “Country Grove Demo Tape”, a rapper londrina Keyah/Blu acaba de editar o seu primeiro single “Sweet”.

Inspirado por uma pequena escapadela até casa do namorado que se prolongou até ao dia seguinte sem que ninguém tenha dado falta de Keyah/Blu no seu lar, “Sweet” apresenta-se como um tema que faz um balanço sintético da dualidade do comportamento humano e soa assim:

Novo EP de The Parkinsons no sapatinho
· POR Fernando Gonçalves · 05 Nov 2018 · 17:31 ·


Chama-se Dog Collar|Talk to Us e tem estreia prevista para dia 21 de Dezembro. Este novo extended-play dos infames The Parkinsons é composto por dois temas que ficaram de fora de The Shape of Nothing to Come, álbum lançado em Abril deste ano.Dog Collar|Talk to Us terá uma edição limitada a 250 exemplares e estará apenas disponível nos concertos da banda e via online pela Rastilho Records.

Este lançamento serve de mote para os concertos de Natal da banda em Portugal: dias 20 e 21 de Dezembro no Sabotage Club em Lisboa e 22 de Dezebro no Salão Brazil em Coimbra. Os bilhetes estarão à venda por 10 euros até à data dos concertos, altura em que os preços serão actualizados para 12 euros. Dog Collar|Talk to Us em escuta:

Espinho servido no jantar de Sun Kil Moon
· POR Fernando Gonçalves · 05 Nov 2018 · 17:28 ·


Depois de em Abril ter lançado Mark Kozelek, o músico, desta feita sob a égide do moniker Sun KIil Moon, senta toda a gente à mesa para anunciar, sem espinhas, o lançamento de This Is My Dinner, álbum que recupera e presta tributo, ao longo de dez faixas (duas covers), a situações e personagens vividas por Kozelek no decurso das suas tournées na Europa. Entre elas está Espinho.

Por entre a barra de chocolate que servia de jantar a um coração partido de uma norueguesa em “This Is My Dinner”, as velas suecas que ameaçam pegar fogo à casa em “Candles” está “Soap For Joyful Hands”. Este tema nasce de actuação cancelada em Madrid e de uma passagem pelo hotel para secar as meias entretanto deixadas a lavar numa pia com água tépida e um sabão cujo involucro deixava ler “Soap For Joyful Hands”. Após estas tropelias, Kozelek apanhou o voo para o Porto onde iria tocar em Espinho. E foi aí, segundo reza a letra da canção, que o músico despertou para a beleza da vida ao levar com uma onda que o molhou por inteiro e o fez perceber que “Fuck, thank god I’m alive/Thank god I'm alive to taste the Atlantic Ocean today!/Thank god I'm alive to smell the fish soup and boiled shrimp in Portugal today!”.

É com estas graças e o desejo de voltar a acordar com o sol português que Kozelek fecha a letra de “Soap For Joyful Hands”. Fiquem com This Is My Dinner na íntegra:



Alinhamento de This Is My Dinner:
 
01. This Is Not Possible
02. This Is My Dinner
03. Linda Blair
04. Copenhagen
05. Candles
06. David Cassidy
07. Come On Get Happy
08. Rock ‘N Roll Singer
09. Soap for Joyful Hands
10. Chapter 87 of He
Miho Hatori, por cá
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 17:02 ·


Conhecemo-la sobretudo pelo seu trabalho nos Cibo Matto, e conhecemo-la mais quando emprestou os seus talentos aos Gorillaz.

Conheçamo-la, agora, a solo. Miho Hatori irá estar em Portugal esta semana, para um concerto único que terá lugar no Avenida Café-Concerto, em Aveiro, esta quarta-feira. O mote será a apresentação de New Optimism, o seu primeiro EP. O primeiro de muitos, supõe-se. Os bilhetes custam 5€ se os comprarem até terça-feira, 6€ no dia.

MadeiraDig desvenda cartaz
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 16:58 ·


Já é conhecido o cartaz da edição deste ano do MadeiraDig, festival que se realiza nessa ilha de 30 de Novembro a 3 de Dezembro e que contará - como é habitual - com bastante música, em especial aquela que se posiciona fora da caixa. Como, por exemplo, a que é feita pela dupla Aires e Rui P. Andrade, a qual gostamos tanto e os quais vão tão safar casa.

Mas, para além deles, também haverá Eric Chenaux (na foto), um dos nomes fortes da Constellation e que editou Slowly Paradise em Março deste ano, Jessica Moss, Amnesia Scanner e Damien Dubrovnik, entre outros. O festival tem lugar na Casa das Mudas, Vale dos Amores, Calheta e os bilhetes estão à venda a preços que podem ir dos 12€ aos 65€. Mais informações aqui.

She Wants Revenge no Extramuralhas
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 16:55 ·


Para alguns, foram a banda-sonora de uma adolescência que só não cortou os pulsos porque a faca estava demasiado afiada e doía. Para outros, foram um pastiche mal amanhado e genérico das bandas que a velha guarda ouvia nos anos 80, que só não cortou os pulsos porque etc. e tal. E, para uma minoria reduzida, foram um projecto com piada gótico-irónica, porque às vezes também é preciso brincar um bocadinho.

Os She Wants Revenge irão regressar a Portugal em 2019 para um concerto no Extramuralhas, onde não deverão faltar temas como "Red Flags And Long Nights" ou "Tear You Apart", juntando-se assim aos anteriormente confirmados Actors. O festival realiza-se em Leiria de 29 a 31 de Agosto e podem ir estando atentos às novidades aqui.

Muse em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 16:54 ·


Lembram-se quando os Muse faziam discos porreiros? Pois, nem nós. O próximo tem como título Simulation Theory e vai ser apresentado em Portugal no dia 24 de Julho, no Passeio Marítimo de Algés, de forma a aproveitar a estrutura do Alive o mais possível.

Este concerto faz parte da nova digressão mundial da banda britânica e os bilhetes serão colocados à venda no dia 16 de Novembro, a preços que vão dos 60€ aos 80€. Acham caro? Vá, sem pressão:

Charalambides, por cá
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 16:20 ·


O ex-casal Carter (Tom e Christina, não os outros ricaços) está de regresso aos discos e a Portugal. Os concertos acontecem já este mês.

Os Charalambides virão apresentar Tom And Christina Carter, editado em Outubro, com três concertos no sul: primeiro Lisboa, no Sabotage (15 de Novembro, com CAIO; 6€ pré-venda, 8€ no dia), depois no Teatro de Ensaio do Barreiro (16, com pä; 6€, 3€ até aos 25 anos) e finalmente em Setúbal, na Casa da Cultura (17, 4€). Imperdível, claro.

James Holden é um animal
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 16:08 ·
© Laura Lewis

Diríamos mesmo mais, um granda bicho. O músico britânico regressa esta semana aos palcos portugueses para apresentar The Animal Spirits, álbum editado o ano passado, bastante elogiados por quem de direito.

Holden passará quarta-feira por Lisboa, para um concerto na Culturgest (15€, com descontos vários a conhecer aqui), seguindo depois até Braga, onde actuará no gnration (idem, aqui).

Ao estilo de Bagdade
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 16:04 ·
© Marta Pina

A Príncipe acaba de anunciar o último lançamento de um ano preenchido. Trata-se do EP de estreia da crew RS Produções, intitulado Bagdad Style, que conta com oito faixas e que será editado no dia 16 de Novembro.

O primeiro single, "Hino RS", uma chapada afrohouse nas tuas trombas, já se encontra disponível para escuta no Soundcloud. É seguir por aqui:

And just like the MUVIs
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 15:09 ·


Arranca esta semana a 5ª edição do Muvi, festival dedicado à música no cinema, este ano em tons de balanço. A competição ficará de lado e dará lugar à retrospectiva, com o Cinema São Jorge, em Lisboa, a acolher alguns dos filmes mais emblemáticos que o Muvi foi mostrando ao longo destes anos. Como, por exemplo, Phil Mendrix, de Paulo Abreu, que arrecadou um prémio no Muvi 2015 e que servirá agora, e também, para homenagear o guitarrista falecido este ano (na foto).

Meu Caro Amigo Chico, de Joana Barra Vaz, Celeste, de Diogo Varela Silva e Heavy Metal Portugal - O Documentário, de João Mendes, serão outras das propostas, bem como Sarapanta, o filme que permitirá ao Cristiano ganhar um Óscar para o posteriormente vender no Olx e pagar finos à malta. O festival realiza-se de 8 a 11 de Novembro, mudando-se de armas e bagagens para Almada, de 21 de Fevereiro a 3 de Março do próximo ano. Saibam mais aqui.

Sea Moya em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 15:06 ·


Os alemães Sea Moya irão dar este mês três concertos em Portugal, que servirão para apresentar os temas de Falmenta, o seu álbum de estreia, editado em Outubro.

O primeiro palco que pisarão por cá será o do CLUB de Vila Real, a 12 de Novembro, seguindo-se espectáculos no Black Bass, em Évora (a 15) e no Maus Hábitos, no Porto (a 16). Estranheza pop psicadélica? Ya, botem aí.

E para Cosey, nada? Tutti
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 15:04 ·


Cosey Fanni Tutti anunciou recentemente o lançamento de um novo álbum a solo, o primeiro em 36 anos. TUTTI é o título do sucessor de Time To Tell, excluindo os seus trabalhos nos Throbbing Gristle ou com Chris Carter, e será editado no dia 9 de Fevereiro através da Conspiracy International.

As oito faixas aqui presentes foram originalmente compostas para a banda-sonora do filme autobiográfico Harmonic Coumaction, tendo sido agora recauchutadas e regravadas. Ouçam aqui o tema-título:

A nova musa de Sarah P.
· POR Fernando Gonçalves · 05 Nov 2018 · 14:50 ·
© George Geranios

Com o novo Maenads previsto para sair no dia 14 de Dezembro, a grega Sarah P. acaba de revelar “Mneme”.

O single, extraído ao vindouro EP, faz referência à musa grega da memória e que aqui se apresenta em vestes de shoegaze e dream-pop. Fiquem com “Mneme”:

Anal Trump ou as 100 formas de enrabar um país em 11 minutos
· POR Fernando Gonçalves · 05 Nov 2018 · 10:25 ·


“Grab Em By The Pussy”, “I Like The Soldiers Who DON'T Get Captured”, “Some Mexicans Aren't Rapists” ou “Kill The Poor, Then Fuck The Poor, Then Bill Their Families” são algumas das cem pérolas que a banda de niche-grindcore americana Anal Trump tem para oferecer no seu novo álbum-maratona The First 100 Songs, disco com lançamento marcado para amanhã.

Travis e Rob Trump (não, não são familiares do presidente) são os administradores da banda e cansaram-se das mais tradicionais canções de protesto por entenderem que as mesmas são criadas por indivíduos que apenas se querem promover a eles próprios e não à causa por que pretensamente lutam. Daqui a The First 100 Songs foi um saltinho com Rob Trump a explicar que este disco, composto por 100 temas que correm em apenas 11 minutos, foi criado sob o ponto de vista do “imbecil”.

Apesar do tom satírico dos títulos não terem muito a ver com o grindcore que delas emana, para Rob, este trabalho tem algo universalmente atraente dado que “ a maioria das afirmações (no disco) são retiradas da boca ou da ideologia do próprio (Trump), logo um trumpster deve levar isto na boa, tal e qual como um apoiante de Bernie (Saunders) irá, com certeza, rir-se de tudo isto. É apenas um espelho e isso, só por si, é verdadeiramente aterrador”. Fiquem com o tema “That Makes Me Smart”:

A viagem cósmica de Tynkato
· POR Fernando Gonçalves · 05 Nov 2018 · 10:22 ·


Fã da faceta experimental, o veterano da música brasileira Tynkato resolveu juntar tudo aquilo que sempre quis fazer num álbum e o resultado é Tynkato Vs Baixo Astral.

Este projecto a solo do outrora vocalista dos Lista de Lily mescla mpb, psicadelia de cariz tropical, rock e pop num batido tropical de amor, teoria das cordas, ansiedade e a pequenez do ser naquilo que Tynkato descreve como “um passeio numa bicicleta cósmica”. Com o selo da Quadrado Mágico, eis Tynkato Vs Baixo Astral:

Ghostemane em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 05 Nov 2018 · 10:19 ·


O norte-americano Ghostemane, criado no punk hardcore e no doom metal e tornado estrela no trap, estará em Portugal no próximo ano.

A estreia do músico por cá está marcada para o dia 19 de Fevereiro, no Lisboa Ao Vivo, e servirá para apresentar N/O/I/S/E, disco editado este ano, e que pelo título deve ser do caralho. A acompanhá-lo estará Wavy Jone$. Os bilhetes já se encontram à venda pelo preço de 20€.

Samuel Úria a dar tudo
· POR Paulo Cecílio · 02 Nov 2018 · 16:43 ·


Quando não está ocupado a dar as suas opiniões no Sapo 24 ou a gozar do palco com gajos com o cachecol do Saint-Étienne, Samuel Úria faz umas canções. «E são óptimas», diz ali na press release, de um modo algo modesto; podia perfeitamente ter sido escrito "geniais", "fabulosas", "riquíssimas" ou "a melhor coisa que aconteceu à música desde que o Elvis quis dar uma prenda à mamã". Mas voltemos ao que interessa: Samuel Úria acaba de editar um novo mini-álbum intitulado Marcha Atroz, contendo quatro temas.

E não é tudo - também chegam esta semana às lojas os seus três discos anteriores, Nem Lhe Tocava, O Grande Medo Do Pequeno Mundo e Carga De Ombro, tudo em vinil, por causa dos graves, e com temas extra (diz ali que um deles é uma versão da "Chamar A Música". Credo.). Marcha Atroz será oferecido em CD na compra de qualquer um destes vinis e pode ser ouvido no canal de YouTube de Samuel Úria, acompanhado por vídeos realizados por Joana Linda. E até há uma música sobre o Dragon Ball e tudo:

Sunflower Bean Lebowski
· POR Paulo Cecílio · 02 Nov 2018 · 16:41 ·


Os norte-americanos Sunflower Bean anunciaram esta semana o lançamento de um novo EP, cujo título deverá agradar a quem é fã desse poço de memes que é o The Big Lebowski.

King Of The Dudes será editado no dia 25 de Janeiro pela Mom+Pop e sucede-se ao álbum que editaram em Março deste ano, Twentytwo In Blue. O EP é descrito como "reaccionário" e "uma resposta aos tempos em que vivemos" e o primeiro single, "Come For Me", já se encontra disponível para escuta.

Parceiros