Dezembro 2017
Norte-americana Sarah McCoy visita-nos em Março
· POR André Gomes · 29 Dez 2017 · 15:01 ·


Naquela que será a sua estreia em Portugal, a norte-americana Sarah McCoy actua em Lisboa, Chaves, Fafe e Ílhavo entre os dias 8 e 11 de Março numa organização conjunta A Minha Agência, INDIEROR, ciclo 48/20 e 23 Milhas - Ílhavo.

A cantora apresenta-se nestas datas no formato voz e piano em quatro cidades portuguesas: Lisboa, Chaves, Fafe e Ílhavo. Todas as datas ali em baixo.



08 de Março - Teatro Ibérico, Lisboa
09 de Março - Centro Cultural, Chaves
10 de Março - Teatro Cinema, Fafe
11 de Março - Laboratório Artes - Teatro da Vista Alegre da Vista Alegre, Ílhavo
Shannon Lay por cá vezes três
· POR André Gomes · 28 Dez 2017 · 17:18 ·


Shannon Lay, apadrinhada por Kevin Morby, vem até cá mostrar os frutos do seu trabalho, que é como quem diz, o disco entitulado Living Water. E com três concertos em Março.

Lisboa, Porto e Setúbal terão a oportunidade de receber a estreia nacional da norte-ameriana: 22 de Março na Galeria Zé dos Bois, dia seguinte no Maus Hábitos e dia 24 na Casa da Cultura.

Topes Ilustres 2017 - Ora Cogan
· POR Ora Cogan · 28 Dez 2017 · 17:01 ·


Recordings 
 
The Kid - Kaitlyn Auralia Smith 
Okovi - Zola Jesus 
Party - Aldous Harding 
f(l)ight - Leanne Betasamosake Simpson
Poseidon - Lau Nau 
Pools of Light - Jessica Moss 
Selfless - Joni Void 
U Feel Anything? - Ziur 
Ojos Del Sol - Y La Bamba 
The Pink Haze of Love - White Poppy
Ardor - Big | Brave 
La Papessa - Lido Pimienta 
All This I Do For Glory - Colin Stetson 
Fugitive - Xarah Dion 
Sleepy Creature - Tispur 
Crime Waves - Moor Mother x Jewelry 
Good Will Come To You - Un Blonde
Aquamarine - Souns
 
Shows 
 
Lido Pimienta - New Constellations Tour - Montreal 
Y La Bamba - Treefort Festival - Boise
Jennifer Castle - The Garrison - Toronto
Jerusalem In My Heart - La Sala Rosa - Montreal 
Anna Wise - The Hum - Brooklyn 
Les Filles de Illighadad - Sled Island - Calgary 
Big | Brave - La Sala Rossa - Montreal 
Ex Eye - Sled Island - Calgary 
Sean Hayes - The Chapel - San Francisco 
Heron Oblivion & Angel Olsen - The Rialto - Montreal 
Flavio Pereira - Bass Coast - Marritt
D. Tiffany - Bass Coast - Marritt
Sergio SP - Bass Coast - Marritt
Tispur - The Sou’wester - Seaview

 

Rosa dos Alright Gandhi vem até cá com o seu baixo
· POR André Gomes · 28 Dez 2017 · 11:36 ·

 
Rosa e Mercedes (UK) é a vocalista e baixista de Alright Gandhi. E vai andar por cá nos próximos dias. A solo. Sim, porque o Mercedes é o seu baixo.

Diz-se influenciada por Nina Simone, Feist e Joni Mitchel e para estes concertos no Porto, Vila Real e Viana do Castelo, tocará algumas das suas músicas e algumas das novas músicas de Alright Gandhi, incluídas no próximo álbum Somewhere Else.

O périplo começa hoje no Porto e a entrada está sujeita a donativo consciente. Podem consultar todas as datas aqui em baixo.


 
28 de Dezembro - A Casa da Boavista, Porto
29 de Dezembro - Teatro de Vila Real, Vila Real
30 de Dezembro - Dona Emília Guest House, Viana do Castelo
 
Topes Ilustres 2017 - Maya Youssef
· POR Maya Youssef · 27 Dez 2017 · 16:13 ·


2017 was one of the best years of my life (if not THE BEST) here are the top highlights.
 
First I would like to wish you  a warm and heart-filled festive season. May 2018 deliver all that you desire... and so much more!
 
 
January: Fundraising for refugees at Union Chapel 
 
Playing to fundraise for Help Refugees UK and Bristol Refugee Rights at Union chapel was such a beautiful experience. There was magic in the air. Watch an expert here 

 
February: My Qanun in a Hollywood blockbuster and performing at Trafalgar Square with Damon Albarn.
 
I was thrilled to be featured at Hollywood’s blockbuster “Gold” which was released early 2017.  Music is by amazing film composer Daniel Pemberton.Listen to /watch a track here.  
 
I was also honoured to join forces with my friends from the Orchestra of Syrian Musicians (pictured above) and to collaborate with British star Damon Albarn in front of 10000 people. Our performance was part of London’s celebrations of the Oscars at Trafalgar Square and came after the screening of Asghar Farhadi’s film The Salesman. The host was no one but The Mayor of London. 

 
March: A Feature at the Huffington Post and playing the role of a court musician at the Arabic version of Games of Thrones 'Orkidia'. 
 
It was amazing to be featured at the Huffington Post Arabic. read the article here.  It was also was so much fun shooting in Bucharest, Romania to play the role of a court musician at one of the biggest production of Arabic drama “Orkidia”.(photo from shooting location above). The series is the Arabic version of games of thrones and included star actors from across the Arab world.

 
April: Shetland Folk Festival WAS MAGIC!
 
I have experienced a whole new level of appreciation for music in Shetland Islands. In addition to the wonderful experience, I had top reviews, the most amazing weather and got to enjoy the beauty of this land. Watch a small road trip video created by the cellist in my trio Barney Morse Brown here. Above is a photo of my trio near a cliff where puffins can be spotted. We were lucky to see two:) 

 
May: Recording 'Syrian Dreams' THE ALBUM
 
When you work on some thing so close to your heart for 6 years and it finally happens it feels unreal. It was such a pleasure and an honour to work with the dream team: Harmonia Mundi/PIAS, the legendary Joe Boyd and Jerry Boys, SASA Agency, Carthage Publishing and of course the wonderful musicians. Above is a photo at the studio. 


 
June: Performing with my trio at Trafalgar Square. 
 
A huge crowd gathered at the Mayor of London’s Eid celebrations. Watch/listen to my composition 'Breakthrough'; a tribute to the unbreakable human spirit performed live here. 

 
July:  WOMAD an unforgettable experience! 
 
It started with recording ‘The Sound of Syria’ podcast  for BBC Four (Four Thought).  It was so emotional to record this session in front of a warm live audience. You can listen to it here. The second highlight was another standing ovation at my concert at ecotricety stage. (The amazing Lucie Arnaux sketched me during the performance- See above).To finish what already was an epic day, I had a wonderful session for BBC3 from their WOMAD tent and by whom was given the title 'Queen of the qanun’. watch here. 

 
August: Shambala and Edinburgh International Festival.
 
Shambala Festival was a truly special experience, a eutopia in the true sense of the word.  Edinburgh was so different yet still incredible. I had the pleasure to perform in 2 concerts in Edinburgh International Festival. The first was The New European Song Book (pictured above- watch here) and the second was part of a panel discussion titled Reflections on Syria (Watch here). Both events were curated in partnership with the British Council as part of their spirit of 47 series. 


 
September: Reflecting on an amazing summer and nestling into married life!
 
After a really busy summer with many amazing concerts and entering the marriage nest, September was a time to reflect and to prepare for launching ‘Syrian Dreams’  into the world. 


 
October: Playing at the Barbican and at Udkn Conzertaal Berlin with the Syrian Expat Philharmonic Orchestra. 
 
That was my first time at the Barbican with Awj trio and it was
A M A Z I N G! Watch a part of the concert here.October brought another wonderful collaboration with my friends and colleagues from the Syrian Expat Philharmonic Orchestra (pictured above). 
 

 
November: An epic 'Syrian Dreams' Album launch and a short residency at The British Museum. 
 
'Syrian Dreams' album launch at Rich Mix London was a SOLD OUT. The magic and the love that filled the room was just transcendental to say the least. It was one of the best nights in my life and the best birthday EVER! It was also absolutely amazing to do a mini residency of panel discussions and performances at the British Museum. Watch an excerpt here.( you can watch it even if you do not have an instagram account).   

 
December: Wonderful praise for 'Syrian Dreams' 
 
** The Guardian  "It’s an often exquisite, emotional set that constantly changes mood, from sorrow to hope"
 
** The New Internationalist “This is a celebration of culture as much as a holding fast of all that is good”
 
** London Evening Standard Selected as one of six albums of the week  "An assured and exciting debut"
 
Froots “ breathtaking slice of originality.”
 
The Financial Times " Amid the rich Middle Eastern textures are echos of every thing from baroque strings to Philip Glass..." I want to destroy the stereotypes of Arabic music," explains Youssef. " What I am doing is bringing all my influences from ancient Arabic to Bach to Jan Garbarik to Tibetan Monks." 
 
** Songlines TOP OF THE WORLD SELECTION "The music is sure to take posession of you" 
 
 
Whats next? 
 
- End of year special on BBC Xtra Arabic radio will be broadcasted on 30th December. 
-Syrian Dreams album launch at The Institute of Arab World in Paris on 26th January. Tickets and details here.
Cinco novos nomes no Tremor 2018
· POR André Gomes · 27 Dez 2017 · 14:05 ·
© Marcos Ribas

Boogarins, Mdou Moctar, The Mauskovic Dance Band, Ermo e Voyagers. São os mais recentes noems confrimados no cartaz do festival que acontece nos Açores, em Março de 2018. Juntam-se aos já confrimados Dead Combo, Altin Gün, The Parkinsons, Lone Taxidermist e We Sea.

Os bilhetes? Esses estão à venda na bilheteira online, FNAC, Worten e nos locais habituais por 35 euros. Sejam rápidos.

Topes Ilustres 2017 - Larissa Nalini | LaBaq
· POR Larissa Nalini · 27 Dez 2017 · 11:45 ·
© Rafa Mendes

2017 foi forte, me parece que o mundo, intenso como tá, só traz à tona obras tão intensas quanto. 
 
Muita coisa me mexeu esse ano, e basicamente todas tem alguma relação com a música - acho que, a essa altura da entrega, é impossível não ter. 
 
Eu ando feliz como nunca. Ando amparada como jamais fui e vou listar aqui uns amores colhidos em 2017: 
 
1. “Voa” fez um ano em abril e foi bonito ver como em um ano esse primogênito cresceu e andou tanto, já começando a traçar caminhos próprios 
2. Fiz três meses intensos de tour pela Europa, passando pela Rússia, Polônia e Suécia, países que eu não havia estado antes e em palcos incríveis de Espanha e Portugal também. Contei com Rui Gaspar e Pedro Marques como minha banda para fazer shows em palcos maiores nesse verão e foi lindo compartilhar esses momentos com eles! ❤ 
3. Voltei ao Brasil e passei por diversas cidades, e pela primeira vez as pessoas cantaram em coro as músicas comigo durante o show. Me emocionei infinitamente com isso! 
4. Entrei para o selo português Omnichord Records (beijos saudosos, famíliaa) 
5. Fiz uma pequena tour pelo Chile, Uruguai e Argentina, foi memorável e mto lindo sentir o carinho desses países! Lotamos duas salas no Uruguai, Zitarrosa e Camacuá, esta em parceria com a banda Sr. Motta, amigos queridos 
6. Entrei para o selo Rosa Flamingo no Brasil, da cantora Tiê, que agora é uma amiga querida e ando muito contente com os planos todos e todo amor que recebi de boas vindas :3 
7. Aconteceu o festival Sonora Sp, que faço produção executiva e curadoria. É um festival feito por mulheres e com mulheres incríveis tocando, também é um espaço pra trazer debates e informação para as mulheres que querem entrar no mercado da música. Emocionante contar com mais de 40 mulheres para fazer esse festival lindo e ano que vem voaremos ainda mais alto 
8. Comecei a pré produzir meu próximo disco, eu mesma assinarei a produção musical e a executiva, bem como a direção artística e ando muito feliz com o rumo que ele já toma ❤ 
9. Iniciei a produtora Crua Música, em parceria com a querida amiga Roberta You, mil novidades virão em 2018! 
 
 
 
Foi mesmo forte e bonito. Esse 2018 já se mostra intenso e incrível e ele nem começou. Imagina? ❤ 
 
 
Amor de cá, sempre! 
Topes Ilustres 2017 - Dorian Wood
· POR Dorian Wood · 22 Dez 2017 · 17:39 ·
© Xavi Muñoz

my happy list 2017
 
1. wedding day 
2. xalá
3. marcos
3. taryn
3. xavi
4. madrid
5. amalia rodrigues y su barco negro
6. jeannine deckers
7. xmas
8. bern
9. beautiful brown skin
10. coconut cake
Topes Ilustres 2017 - Mariano Marovatto
· POR Mariano Marovatto · 22 Dez 2017 · 16:43 ·


A recepção crítica do meu Selvagem. Jamais imaginei que o álbum de canções mais “esquisito” que gravei até então fosse o melhor recebido e mais amplamente divulgado pelos media. Foram resenhas positivas de jornais e revistas dos Açores ao Rio Grande do Sul, do Porto ao Recife, do Rio de Janeiro ao Rio Tejo. Rádios do Havaí ao Tenessee, sites do Japão ao Togo. Um feito e tanto para um disquinho de 15 minutos.

Saber que estiveram entre os ouvintes do Selvagem Riuychi Sakamoto e Eduardo Lourenço, pessoas que prezo imensamente.

Descobrir a música de portugueses (que agora são parte do meu cotidiano) e que me eram desconhecidos no Brasil como: Zeca Afonso, António Variações, Né Ladeiras, Lula Pena, Norberto Lobo.

Descobrir, graças ao incrível e sensível amigo Kalaf Epalanga, a história, as estórias, as canções e os meandros da música luso-africana (ou seria afro-lusitana?) também tão desconhecidas do lado de lá do Atlântico.

Descobrir que o Brasil precisa urgentemente escutar muita coisa cantada em português para além de si.

Na poesia, ler a Ana Hatherly, o Daniel Jonas, Raquel Nobre Guerra, Miguel Manso, Miguel Cardoso e a Ana Estaregui. Reler e ler as novidades da Marília Garcia e do Ismar Tirelli Neto.

Mas do lado de lá, as coisas reagem magistralmente ao abismo Temer. Das que mais me tocaram, musicalmente, feitas no Brasil destaco:

- O Action Lekking do amigo mestre Negro Leo, antena, gênio, orgulho.

- O canto do maior cantor da minha geração, Filipe Catto, naturalmente, no seu disco mais recente Catto (que, aliás, possui a melhor versão já feita por um brasileiro de uma canção portuguesa: “Canção de Engate”)

- Do Brasil que vive do lado de cá do oceano, destaque para o ano brilhante do meu parceiro Luca Argel e seu Bandeira em terras portuguesas.

Dos concertos de 2017: Ver em Lisboa, finalmente, a Julia Holter, meu crush de anos.

Por fim ler, em sequência, Uma História do Samba, de Lira Neto, Também os Brancos Sabem Dançar, de Kalaf Epalanga, e História do Fado, de Pinto de Carvalho.

Topes Ilustres 2017 - Luiz Gabriel Lopes
· POR Luiz Gabriel Lopes · 22 Dez 2017 · 16:36 ·
© Sillas Henrique

chego ao final de 2017 com a sensação de que, mesmo em meio aos destroços e à descrença que hoje assola o Brasil e grande parte do mundo, a música segue sendo um lugar de respiro, mergulho, potência quântica de transformação. em agosto, lancei "MANA", meu terceiro álbum a solo, que é uma tentativa de resposta esperançosa ao caos, um gesto em prol dos afetos. trabalhar pela ampliação da sensibilidade humana é ainda nosso ato mais revolucionário. dessa forma, de todo coração, deixo o convite para que ouçam:



e listo abaixo alguns dos discos que me acompanharam nesse período, trazendo luz, alegria, força.

flavio tris - sol velho lua nova



tive o prazer de trabalhar na direção artística desse disco, e digo sem culpa nem distanciamento: flávio é um dos grandes cancionistas do nosso tempo. profundo, denso, contemplativo, balsâmico. nas nove canções do disco, sua voz de leão nos abraça carinhosamente num mergulho alto e intenso, sem pausas mas com largos silêncios e vazios. um disco para sorrir, chorar, sonhar.

tulipa ruiz - tu

tulipa é uma artista que já acompanho com interesse e atenção há muito tempo. pelos crocantes dotes expressivos de sua voz, pela autenticidade de suas canções, que falam de um lugar muito próprio e verdadeiro, afetuoso. me admira também a coragem e clareza dos gestos de sua trajetória estética: após o elétrico "dancê", lança em 2017 este álbum em roupagem acústica, mais uma vez em parceria com gustavo ruiz, seu irmão que co-pilota a nave musical e é um midas do estúdio. renovando o formato voz & violão & pequenas percussões com ginga e elegância, fazem um golaço de doçura e good vibes.

materia prima - dois atos



multifacetado artista com longa trajetória & consideração no campo do rap, matéria prima se arrisca num vôo musical distinto nesse álbum, que tem a produção do peculiaríssimo mago gui amabis. entre raps e canções, matéria reafirma o dom aguçado de seu flow, construindo imagens de uma urbanidade pontiaguda, por entre as telas e janelas do mundo, e avança também como um intérprete singular das próprias melodias. é um dos meus preferidos do ano.

maglore - todas as bandeiras



banda baiana radicada em são paulo, a maglore chega ao quarto disco destilando uma penca de hits, com letras marotas e refrões marcantes. devidamente banhados na classuda roupagem indie que chega pelas mãos do produtor leonardo marques, o quarteto produz um rock com referências na tradição da canção popular brasileira. destaque para os vocais apaixonados de teago oliveira, que assina grande parte das canções do disco. para completar, tenho a alegria de fazer parte: "aquela força", que foi lançada como single do álbum, é uma canção que escrevemos juntos.

oya tempo - luiza lian



após navegar por mares mais roqueiros no primeiro disco, luiza lian mergulha na construção de um álbum de sonoridade futurista e onírica, trazendo à tona temas de sua busca espiritual. sua forte personalidade vocal se mistura à nuvem de texturas eletrônicas concebidas junto ao produtor do disco, charles tixier. no youtube, o disco conta com uma espécie de filme associado, e também nos espetáculos ao vivo há um forte trabalho de cenografia e figurino.
Topes Ilustres 2017 - Francisca Cortesão | Minta
· POR Francisca Cortesão · 22 Dez 2017 · 16:24 ·
© Vera Marmelo

Shelley Short - Pacific City
The Weather Station - The Weather Station
Oba Loba - Sir Robert Williams
Sea Grave - Loud Sun
Benjamim & Barnaby Keen - 1986
David Rawlings - Poor David’s Almanack
LAKE - Forever or Never
Micol Cazell - Little Fits (EP)
S. Pedro - O Fim
Feist - Pleasure
Paredes de Coura junta mais dois nomes ao seu cartaz
· POR André Gomes · 21 Dez 2017 · 22:29 ·


Curtis Harding e ...And You Will Know Us By The Trail Of Dead no Vodafone Paredes de Coura. É assim mesmo. Deve ser por estarmos perto do Natal, mas os festivais de Verão estão a dar tudo nos últimos dias.

O festival está de regresso à Praia Fluvial do Taboão entre os dias 15 a 18 de Agosto e conta já com a islandesa Björk no seu cartaz. Os passes gerais podem ser adquiridos no site oficial do festival e ainda em bol.pt e locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés,...) pelo preço de 85 euros.

Topes Ilustres 2017 - Castello Branco
· POR Castello Branco · 21 Dez 2017 · 22:23 ·


metade do ano eu estava imerso no “sintoma”, concluindo os entendimentos que me serviram neste novo disco. mas enquanto isso vi brasil e portugal unidos com o “língua franca”, projeto de Emicida, Rael e os portugueses Valete e Capicua. Me lembro como gostei de valete e pensei que o rap português estava mesmo dando as caras de uma forma bonita.

também falando em brasil e portugal, me juntei com Gonçalo, e criamos para este veículo em que vos escrevo, “mar nenhum”, música dele, poesia minha. logo em seguida lançou um álbum lindíssimo chamado “Boavista”. meados do meio do ano, a capricorniana Letícia Novaes lançou “Letrux - Em noite de climão”, disco que levou o prêmio multishow de melhor do ano. ouvi repetidas vezes.

quase no fim do mesmo mês conheci Filipe Catto, cantou no “sintoma” e encantou-me na vida. foi um marco. também lançou disco a pouco tempo. minhas veias nordestinas estão pulsando mais forte, me aproximei demais de gente com sangue quente, que bota pra funcionar. lancei o disco, montei a banda e o meu ano termina satisfatoriamente. avante!
Nasce um novo festival em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 21 Dez 2017 · 14:53 ·


A oferta festivaleira irá alargar-se em 2018. O Orbits irá conhecer a sua primeira edição para o ano, sendo um festival sobretudo dedicado ao techno e à electrónica ambiente, decorrendo de 22 a 24 de Junho no parque de campismo de São Gião, perto de Oliveira do Hospital, e próximo da área devastada pelo terrível incêndio que teve lugar no passado mês de Outubro.

O Orbits nasce das noites com o mesmo nome no Gare (Porto) e confirmou, para já, Peter Van Hoesen (na foto), DJ Deep, Jane Fitz, Blind Observatory, Aurora Halal, Burnt Friedman e Hydrangea, entre outros, estando por anunciar alguns DJs portugueses. Já há passes disponíveis para os pássaros madrugadores desta vida, ao preço de 60€. Mais aqui.

Mais nomes para Barroselas - e que nomes
· POR Paulo Cecílio · 21 Dez 2017 · 14:51 ·


Um festival de peso merece um cartaz de peso - e é isso em que o SWR está a apostar. Depois de anunciar as vindas de Suffocation e Carpathian Forest, olhem só o luxo que acrescentaram: Master's Hammer (na foto), banda histórica do primeiro período black metal, Mortiis, Exhorder, Church Of Misery, IRAE, Altarage... e prometem não ficar por aqui.

Com estas confirmações fica fechada a programação para os palcos principais, faltando "apenas" anunciar 20 bandas. O 21º SWR realiza-se de 27 a 29 de Abril e os bilhetes já estão à venda. Mais informações aqui.

Hurray For The Riff Raff estreiam-se em Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 21 Dez 2017 · 14:49 ·


A banda de Nova Orleães responsável pelo aclamado The Navigator, sexto LP do colectivo lançado este ano, vai estrear-se por terras lusitanas no próximo dia 17 de Julho em pleno Theatro Circo de Braga.

Os bilhetes para esta estreia têm o custo de 12 euros, sendo que os portadores do cartão Quadrilátero poderão adquiri-los por apenas 6 euros. Fiquem com “Pa’lante”, tema extraído a The Navigator.

Skepta em Paredes de Coura
· POR Paulo Cecílio · 21 Dez 2017 · 14:47 ·


Depois de Björk, há mais um nome para Paredes de Coura. Trata-se de Skepta, nome de proa da cena grime que regressa ao país para apresentar os temas de Konnichiwa, álbum editado em 2016 que lhe valeu um Mercury Prize.

O britânico actuará no penúltimo dia do festival, que se realiza no sítio do costume de 15 a 18 de Agosto. Os passes gerais estão já à venda ao preço de 85€, bem como o pack para fãs, que inclui uma t-shirt.

O rock chega a Oeiras
· POR Paulo Cecílio · 21 Dez 2017 · 14:45 ·
Kiss © Brian Lowe

Aviso à navegação: o rock vai aterrar em Oeiras, vindo de uma nave espacial onde as pessoas de mascaram de figuras de banda desenhada e inspiram dúzias atrás de dúzias de artistas da cena black metal. Falamos dos Kiss, instituição norte-americana que irá regressar a Portugal 32 anos após a última vez, para apresentar ao vivo clássicos como "Detroit Rock City" ou "Black Diamond", por entre o ferro e o fogo de quem já anda nisto há muito.

Com os Kiss, virão também os sempre recomendáveis Megadeth e também os Scorpions, que teimam em fazer de cada concerto que dão o último das suas carreiras. A dose dupla de rockalhada terá lugar no Estádio Nacional, a 10 e 11 de Julho, estando os bilhetes já à venda a preços que vão dos 39€ aos 65€.

Blyne: be water
· POR Fernando Gonçalves · 21 Dez 2017 · 14:40 ·


Criado entre Londres e Berlim, “Water” é o novo single retirado a Blyne, homonimo EP de estreia do duo de produtores berlinenses.

Mistura “futurista” de r&b e electro-pop, “Water” é a ode de Blyne à fluidez e à ataraxia e enquadra-se num extended-play ecléctico mas homogéneo onde ao par de produtores se juntou nomes como James Chatburn, L Devine e B O K E H.

Creep Show de pop experimental e funk surreal
· POR Fernando Gonçalves · 21 Dez 2017 · 11:53 ·


John Grant juntou-se aos Wrangler (Stephen Mallinder / Phil Winter / Benge) e o resultado foi Mr Dynamite, álbum de estreia do colectivo que está impregnado até aos ossos de pop experimental e funk tido como surreal.

A estreia vai acontecer a 16 de Março mas já se cometeu um single. O tema dá pelo psicadélico nome de "Pink Squirrel" e soa assim. Alinhamento de Mr Dynamite logo depois.


 
1. Mr Dynamite
2. Modern Parenting
3. Tokyo Metro
4. Endangered Species
5. K Mart Johnny
6. Pink Squirrel
7. Lime Ricky
8. Fall
9. Safe and Sound
Birthday Boy & Trish: a magia acontece a dois
· POR Fernando Gonçalves · 21 Dez 2017 · 11:35 ·


Quando as mentes dos canadianos Birthday Boy e Trish se cruzaram naqueles entroncamentos inimagináveis da mente o resultado foi “Magic”, single de avanço para o EP conjunto Joseph cujo lançamento oficial acontecerá a 19 de Janeiro.

Mistura fina de r&b, soul, synth e linhas de baixo a fazerem lembrar Kaytranda ou Pomo, eis “The Magic” dos Birthday Boy & Trish.

28 temas originais de Foolish Atoms de uma assentada só
· POR Fernando Gonçalves · 21 Dez 2017 · 11:04 ·


Os átomos devem estar loucos. A banda britânica liderada por Chris Norrison decidiu pegar naqueles temas que tinha colocado de lado aquando de anteriores álbuns e deu-lhes uma montra inigualável chamada Pissing Through a Pocket into the Night.

O disco é composto por 28 temas escritos/gravados entre 2004 e 2011 mas que nunca viram a luz do dia. Fiquem com esta mijadela épica.

Baxter Dury, Sevdaliza, Lee Fields & The Expressions e TORRES no SBSR
· POR André Gomes · 21 Dez 2017 · 10:20 ·


Baxter Dury, Sevdaliza, Lee Fields & The Expressions e TORRES são as mais recentes confirmações para o 24º Super Bock Super Rock. Actuarão todos no Palco EDP.

No cartaz estavam já confirmados The XX e Slow J. O festival decorre nos dias 19, 20 e 21 de Julho de 2017 no Parque das Nações, em Lisboa. Bilhetes à venda na Blueticket,Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook da Blueticket, FNAC e em fnac.pt, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI e Agências Top Atlântico.

Van Morrison em Portugal
· POR André Gomes · 21 Dez 2017 · 10:06 ·


Van Morrison vai actuar no dia 28 de Julho no Parque dos Poetas, em Oeiras, para celebrar os 15 anos do EDPCOOLJAZZ.

O autor do magistral Astral Weeks apresenta o seu mais recente trabalho, Versatile. Junta-se aos já confirmados David Byrne e Gregory Porter. Peçam-lhe para tocar a "Sweet Thing".

Reis do funk italiano celebram aniversário com novo álbum
· POR Fernando Gonçalves · 21 Dez 2017 · 10:02 ·


Dez anos de existência merecem uma celebração em grande. É este o caso dos italianos Calibro 35 e do álbum que assinala uma década de funk made in Italy. 

Decade tem estreia prevista para o dia 9 de Fevereiro do próximo ano. Fiquem aqui em baixo com um teaser de Decade.

Topes Ilustres 2017 - Julia Branco
· POR Julia Branco · 20 Dez 2017 · 16:33 ·
© Rafael Sandim
 
2017. Que ano, que mergulho. O ano em que comecei a gravar meu primeiro trabalho solo. Quem está produzindo e dirigindo esse trabalho é o Chico Neves, que se tornou um amigo muito especial. Chico também está criando os arranjos desse trabalho em parceria com a Luiza Brina, compositora, cantora e artista (maravilhosa) mineira, parceria firme. Eu (ariana) e esses dois (geminianos) estamos imersos nesse trabalho que vem ao mundo no ano que vem, primeiro com 5 músicas em um vídeo-álbum que será lançado através do Edital Natura Musical, depois em um disco físico com mais faixas.
 
Fiz também, em 2017, uma série de shows secretos. A ideia eram shows em formato intimista sempre em um lugar inusitado (secreto), com uma banda e repertório surpresa. Estive super bem acompanhada de Thiago Braga e Gabriel Lisboa (meus parceiros da Todos os Caetanos do Mundo). Teve show em galeria de arte (Mama Cadela) em consultório de psicanálise (Cas’a a’screver), em edifício ocupado por artistas (Edifício Almeida) e até no estúdio aonde estou gravando meu trabalho, Estúdio 304, com Chico e Luiza. Aliás, em um dos shows do estúdio tivemos a presença preciosa do André Midani (!), amigo querido que tem sido uma pessoa fundamental no meu voo solo. Só agradeço.
 
Agradeço também o encontro com os amigos-parceiros-amores: Leonardo Beltrão, famiglia: Lucia Castello Branco, Paulinho Assunção e David Castello,  Alice Ruiz, Téo Ruiz, Estrela Leminski, Márcia Bonome, Aíla, Brisa Marques, Fernanda Branco Polse, Sara Lana, Marcelo Veronez, Mariana Volker, Uyara Torrente, Letrux (Letícia Novaes), Lulina e tanta tanta tanta gente que está perto. 
 
Também estreei um programa de rádio, “Lugar de Mulher”, na Rádio Inconfidência, com Sandra Leão, Nath Rodrigues, Elisa de Sena e Deh Mussolini. Obrigada, mulheres, tantas mulheres que povoaram meu ano.
E obrigada eternamente Chico e Luiza por terem me dado a mão. 
 
Discos do ano:
 
-Tão tá (Luiza Brina)
-Letrux (Letrux em noite de climão)
-Oyá Tempo (Luiza Lian)
-Caravanas (Chico Buarque)
-Quem me salvará sou eu (Aílum)
-Vem (Mallu Magalhães)
 
Shows do ano:
 
-Letrux (Letrux em noite de climao)
-Caravanas (Chico Buarque)
-Caetano Veloso (Caetano e os filhos)
-Arnaldo Antunes no Cine Theatro Brasil (BH)
 
Músicas do ano:
 
-Que estrago (Letrux)
-Caravanas (Chico Buarque)
-Tucum (Luiza Lian)
-Vai e vem (Mallu Magalhães)
> e todas as músicas que povoam a minha cabeça, inclusive as que ainda não vieram ao mundo. 
 
Topes Ilustres 2017 - Daniel Nunes | Constantina / Lise
· POR Daniel Nunes · 20 Dez 2017 · 12:39 ·
© Letícia Marotta

discos . há muitos por ouvir ainda…mas o que já passaram pela vitrola este ano e ficaram em repeat por alguns dias…
// Valério - Água Pedra
// Castello Branco – Sintoma
// bella/rohrer - inon
// Boregas/Miazzo - Boregas/Miazzo
// Sentidor – Am_Par_Sis
// Armando Nascimento de Jesus a.k.a Fazedor de Presépio - Xinelah dih Mankuh
// Abdala + God Pussy - Own Lighting by
// Feist - Pleasure
// Land of Talk - Life After Youth
// RAKTA - Oculto Pelos Seres
// Tim Kasher - No Resolution
// William Basinski - A Shadow in Time
 
alguns livros que inspiraram este ano…
// Até de repente - Rodrigo Maceira
// Terra dos homens - Antoine de Saint-Exupéry
// Cartografia Sentimental: Transformações Contemporâneas do Desejo - Suely Rolnik

selos que conheci mais de perto…
// Blue Tapes | http://bluetapes.co.uk/
// 15 Passenger | https://www.15passenger.com/
// Transfusão Noise Records | https://transfusaonoiserecords.bandcamp.com/
The XX no Super Bock Super Rock
· POR André Gomes · 20 Dez 2017 · 11:15 ·


É isso mesmo. Os XX acabam de ser confirmados para a próxima edição do Super Bock Super Rock. É isso mesmo, o SBSR está on the game.

O festival acontece entre os dias 19, 20 e 21 de Julho de 2018 no Parque das Nações, em Lisboa. Até 30 de Junho o passe de 3 dias custa 109€, os bilhetes diários 55€ e o Passe VIP + Front Stage fica a 260€.

Topes Ilustres 2017 - Nadine Khouri
· POR Nadine Khouri · 19 Dez 2017 · 11:39 ·


There've been so many great releases this year and it's impossible to hear everything that's come out or been recommended by friends.
These 10 records were on rotation on my player a lot this year:
 
Door Girl - Shilpa Ray
Wildly Idle (Humble Before the Void) - Hand Habits 
Dark Eyed Messenger - Adrian Crowley
Green Twins - Nick Hakim
The Holy Strangers - Micah P. Hinson
Pleasure - Feist
A Short History of Decay - John Murry
Welcome Oxygen - Will Samson
The Curious Hand - Seamus Fogarty 
The Birds EP - Josienne Clarke & Ben Walker
Topes Ilustres 2017 - Luísa Gontijo | LULI
· POR Luísa Gontijo · 19 Dez 2017 · 10:53 ·
© Rafael Sandim

Melhores momentos musicais:
Lancei meu primeiro trabalho autoral, o EP Deserto, produzido por dois dos artistas que mais admiro atualmente: meu marido Nobat e meu amigo Leonardo Marques.
Logo depois que lancei Deserto, fui convidada para compor o line de um dos festivais mais importantes da cena autoral independente do país, o Festival Transborda.
No finalzinho do ano, me uni ao grande músico Matheus Fleming - que neste ano lançou o belíssimo “O estado das coisas” e que integra a banda mineira Câmara - para trabalhar nos arranjos do meu primeiro álbum completo, previsto para o segundo semestre de 2018.
Atuei, pela primeira vez, como Diretora de Arte (videoclipe “Praia da Estação” - Nobat). 
Participei da construção dos arranjos e das gravações do aguardado terceiro disco do mineiro Nobat, “Estação Cidade Baixa”, lançado no segundo semestre de 2017.
 
 
Melhores discos que ouvi:
Recomeçar | Tim Bernardes
Letrux | Noite de Climão
Lá Vem a Morte | Boogarins
Estação Cidade Baixa | Nobat
O Estado das Coisas | Matheus Fleming
 
 
Melhores shows que fui:
João Bosco (Festival Música e Deguste - 04 de novembro)
Matheus Fleming (IDEA Casa de Cultura - 28 de setembro)
MOONS (IDEA Casa de Cultura - 17 de agosto)
 
 
 
Músicas que marcaram meu 2017:
Mar-Ia | Nobat (Estação Cidade Baixa, 2017) 
Foi Mal | Boogarins (La Vem a Morte, 2017)
Nunca Mais | LULI (Deserto, 2017)
Deserto | Bicho Branco Polse (Bicho Branco Polse, 2016)
Culpa do Amor | Mallu Magalhães (Vem, 2017)
Topes Ilustres 2017 - Luan Nobat
· POR Luan Nobat · 19 Dez 2017 · 10:22 ·
© Rafael Sandim

Meus momentos:
- Turnê nacional (Nobatito's World), grande experiência com muitas conexões preciosas - Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Caxias do Sul.
- Primeira produção musical, ao lado de Leonardo Marques, do EP de estreia da LULI, Deserto (Tangerina, 2017)
- Produção e lançamento do tríptico de EPs "Estacão Cidade Baixa" (UN Music, 2017)
- Show com Vanguart n'Autêntica em Belo Horizonte, casa cheio, público animado - Agosto/2017
- Produção e lançamento do clipe de "Praia_da_estação", dirigido pelo pernambucano Alexandre Jordão - Setembro/2017
 
Discos brasileiros de música popular:
- Arthur Nogueira - Rei Ninguém
- Luiza Brina - Tão Tá
- Giovani Cidreira - Japanese Food
- Xênia - Xênia (2017)
- Bernardo Bauer - pelomenosum
- Djonga - Heresia
- Castelo Branco - Sintoma
- Tim Bernardes - Recomeçar
- Baco Exú Blues - Esú
- Luiza Lian – Oyá Tempo
 
Discos brasileiros de música instrumental:
- Pequeno Céu - Praia Vermelha
- Matheus Fleming - O Estado das Coisas
- Hermeto Pascoal - Natureza Universal
- Sem Receita - Semreceita
- Kalouv - Elã
 
Shows/Concertos
- Miêta - Casa do Jornalista (Belo Horizonte)
- Matheus Fleming - IDEA Casa de Cultura (Belo Horizonte/Brasil)
- Iara Renó - Festival Transborda (Belo Horizonte)
- Matheus Aleluia e Sérgio Pererê - SIAN (Semana IDEA de Artes Negras - Belo Horizonte)
- IDEA em Concerto: O Bandoneón Através dos Séculos, com Otto Hanriot e Francisco Cesar - IDEA Casa de Cultura (Belo Horizonte)
 
EPs brasileiros
- LULI - Deserto
- Lamparina e a Primavera - Claraboia
- Arthur Melo - Agosto 
 
Músicas do ano
- Boogarins - Foimal 
- Aldan - Big data/Wishful thinking
- Baco Exú Blues - Te amo disgraça
- Luli - Deserto
- Arthur Nogueira - Moonglight
- Letrux - Que Estrago
- Francesco Napoli - Cavalo e Catarse
- Vanguart - Quando cheguei na cidade
- Tim Bernardes - Recomeçar 
- Gui Hargreaves - Nada pra te dar
Topes Ilustres 2017 - Luca Argel
· POR Luca Argel · 18 Dez 2017 · 17:41 ·
© Tota Alves

A digressão portuguesa do meu disco Bandeira, através das mãos de amigos e desconhecidos que o ouviram e acolheram de forma tão bonita.
Dois concertos memoráveis: o do ZigurFest, em Lamego, numa igrejinha toda dourada por dentro; o do Gaia Todo um Mundo, em Gaia, no meio da rua, com velhinhas à janela de casa a fazer de camarote; o do MexeFest, em Lisboa, em que fechei a noite com "Taras e Manias" (Marco Paulo)*.
 
Também a digressão brasileira do Bandeira, levá-lo aos cenários que ele canta. Por exemplo: tocar "Rua da Consolação" mesmo ao lado da própria Rua da Consolação, em São Paulo. E também tocar "Praça 11", o hino de Herilveto Martins e Grande Otelo, na própria Praça 11, no Rio de Janeiro.
 
O Brasil, em plena distopia Temer, ter conseguido produzir discos tão bons como:
 
-Cortes Curtos (Kiko Dinucci)
-Protetora dos Bêbados e Mal Amados (EDGAR)
-Sul (Luana Carvalho)
-SP Não é Sopa (Aláfia)
-Banzeiro (Dona Onete)
-Tão Tá (Luiza Brina e O Liquidificador)
-Deixa Quieto (Macaco Bong)
-Silva Canta Marisa (Silva)
-Em Noite de Climão (Letrux)
-Action Lekking (Negro Leo)
 
Duas descobertas que engrossam a lista de excelentes poetas brasileiras surgidas recentemente, Ana Estaregui ("Coração de Boi") e Catarina Lins ("Teatro do Mundo") e a certeza reforçada de que são das mulheres o biscoito fino da produção poética brasileira nos últimos anos.
 
Já em Portugal, o último livro (em todos os significados que a palavra último pode ter) do José Miguel Silva.
 
O "Samba Sem Fronteiras" foi tocar nos Açores.
 
Ter tocado na Fundação José Saramago, com a Pilar del Río na plateia.
 
Ter visto em concerto quase todos os meus discos portugueses preferidos do ano:
 
-Ao longe já se ouvia (Sopa de Pedra)
-É teu (Lavoisier)
-Antwerpen (Surma)
-Domingo à tarde (Éme)
-Nídia é má, Nídia é fudida (Nídia)
 
Ver pela primeira vez na vida a Portela campeã do carnaval, ombreada com a Mocidade, que levou pra avenida o melhor samba enredo que ouvi em muitos e muitos anos.
 
 
*ou Reginaldo Rossi, pros entendidos.
Topes Ilustres 2017 - Isabel Fernández Reviriego | ARIES
· POR Isabel Fernández Reviriego · 18 Dez 2017 · 16:57 ·
© Laia Benavides

Concertos
Shabazz Palaces in Braga
Melt Banana in Madrid
Extinción de los Insectos in Pontevedra
Madlib in Boiler Room Madrid.
 
 
Discos
Shabazz Palaces, Quazarzs
Fleet Foxes, Crack Up
Run the jewels, 3
 
 
Favourite movie
21st Century Women, Mike Mills

 
Favourite book
News from Nowhere, William Morris
Topes Ilustres 2017 - César Lacerda
· POR César Lacerda · 18 Dez 2017 · 16:49 ·


realmente, gosto de acreditar que há no nosso país uma espécie de poção mágica que remediará as dores do mundo: a nossa música popular. 
 
em suma, é como crer que toda a moléstia está há 3 minutos e alguns segundos de sua cura - não me ocupo de avaliar a fragilidade desta afirmação, apenas percebo e sou fiel à crença.
 
a distopia imposta pode nos levar a acreditar que estamos próximos do abismo, que a sociedade se abeirou de seu completo desfazimento, que não há mais volta. prefiro, no entanto, o contrário. lutar contra a desonestidade intelectual que se ocupa de nos tornar medrosos, raivosos e entristecidos.
 
percebo a grandeza e o talento imenso dos meus contemporâneos. sou também aquele que, através de uma autocrítica, provoca discussões a respeito de uma letargia que nos ataca a todos.
 
não me restam dúvidas. estou e estamos a poucos passos de nos tornamos um marco para a história.
 
mas ainda falta algo.
 
2017, este ano em que todos precisamos nos esforçar para aprender algo de grande e especial valor, não me fez crer na possibilidade de elencar os "melhores do ano". não por não ter havido grandes destaques, não é esta a questão.
 
quero crer que estamos muito próximos de uma grande mudança. 
quero crer que saberemos estar aptos a viver esta grande mudança. 
 
quando olho para mim e para os talentos imensos dos meus contemporâneos, quero crer que estou inclinado, e que esta é a minha destinação neste exato instante: nos levar a repensar nossa função aqui.
 
portanto, pergunto:
estamos prontos para sermos aquilo que devemos ser: os melhores de todos os tempos? 
Quando o shoegaze encontra americana o resultado é Sam Valdez
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 19:18 ·


A californiana Sam Valdez, “sobrinha” musical de Angel Olsen e “afilhada” sonora de Sufjan Stevens, acaba de lançar o “cruzamento” onde o shoegaze encontra o género americana (folk, country, r&b e rock).

O nome desse “cruzamento” dá pelo nome de “It’s Alright” e soa assim. Para ouvir aqui em baixo no Soundcloud da artista.

Derde Verde estreiam novo EP
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 19:14 ·


Meander Belt é o nome do novo extended-play dos californianos Derde Verde. Depois do lançamento de Let Me Be the Light que os levou, no ano passado, a uma intensa tournée repartida entre a Europa e a América do Norte, a banda lançou-se ao trabalho de criação que os levou até um EP.

Nele, o amor, a perda e o medo acomodam-se num ninho de shoegaze, krautrock e indie-electrónica. Eis Meander Belt na integra.

The Coolness: a homenagem que faltava à "gastronomia londrina"
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 19:10 ·


“Chicken Leg Girl” é o tributo emocionado que os The Coolness acabam de prestar, em forma de single, à “gastronomia londrina”. Versa sobre a história das moçoilas que dariam a vida por uma perna de frango frito (quem nunca?) e foi criada a partir de sons sacados a sintetizadores

Casio e Yamaha recuperados em lojas de velharias. Ter um “apetite saudável e a afeição de muita gente”, eis o que representa ser uma “Chicken Leg Girl” para o letrista e vocalista dos The Coolness, Chaz John Ross.

Eurosonic 2018: confirmações lusas
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 19:08 ·
© Hugo Domigues

Depois de uma ano em que o nosso país recebeu as honras de Country Focus no Eurosonic Nooderslag 2017, festival dedicado a sonoridades emergentes que se realiza anualmente na cidade de Groeningen na Holanda, Portugal vê duplicado o número de artistas confirmados a edição do próximo que se realiza entre 17 e 20 de Janeiro.

TT Syndicate, Serushiô, Diron Animal, Xinobi, Omiri e Surma são os seis magníficos que a organização acaba de confirmar e que são apadrinhados pelo cluster de música WHY Portugal. Calendário completo Eurosonic Noordeslag 2018 disponível aqui. Programação das atuações lusas ali em baixo.



Serushiô-17 JAN, 4ª feira - 23h00 | Huizemaas Front
Xinobi-17 JAN, 4ª feira - 00h15 | Vrijdag Main
Diron Animal-18 JAN, 5ª feira - 00h30 | Platform Theater, Main
Surma-18 JAN, 5ªa feira - 23h35 | Vrijdag Basement; 19 JAN, 6ª feira - 20h00 | News Cafe 
Omiri-19 JAN, 6ª feira - 00h15 | Doopsgezinde Kerk
TT Syndicate-19 JAN, 6ª feira - 01h15 | Mutua Fides
gnration entra em 2018 a todo gás
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 19:04 ·


O primeiro trimestre do próximo ano no gnration, Braga, promete aquecer alams e acelerar corações com alguns dos nomes mais acutilantes do panorama musical português e internacional.

Aos “internacionais” Moon Duo (9/2), Mdou Moctar (22/3), Six Organs of Admittance (24/2), Zimoun (20/1 a 7/4, instalação sonora envolvendo centenas de caixas de cartão e motores de corrente contínua) e Alex Augier (2/3, performance audiovisual) juntam-se os portugueses Bed Legs (22/3, primeira parte de Mdou Moctar), Luís Martins (24/2, primeira paerte de Six Organs of Admittance), 10000 Russos (9/2, primeira parte dos Moon Duo), Dead Man Talking (ciclo Trabalho de Casa destinado a dar a conhecer novos talentos locais, 17/3) e The Selva para um trimestre onde os concertos e as instalações, com a música como pano de fundo, serão destaque.

Os bilhetes para o próximo trimestre estão já à venda em https://gnration.bol.pt/, locais habituais e balcão gnration.

Portugal no caminho dos Moon Duo, outra vez
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 18:08 ·


Braga dia 9 de Fevereiro no gnration; Coimbra dia 10 de Fevereiro no Salão Brazil; e Lisboa dia 12 de Fevereiro no Musicbox, marcam o regresso da dupla Sanae Yamada e Ripley Johnson ao nosso país.

Nesta minitournée os Moon Duo vêm apresentar o se quarto álbum de estúdio Occult Architecture, disco lançado este ano e que marca uma viragem na sonoridade do duo. Quanto a bilhetes o preçário é o seguinte: Lisboa – 10 euros; Coimbra – 10 euros ; Braga – 7 euros. Fiquem com “Cold Fear”, tema retirado a Occult Architecture.

Topes Ilustres 2017 - Allysen Callery
· POR Allysen Callery · 15 Dez 2017 · 17:21 ·


Opening for Baby Dee at The Columbus in Providence, RI. An unforgettable night, she is a  breathtaking genius. 
 
Getting to see one of my favorites Shadow Band from philly play live, at the late great Aurora in Providence RI  as they promoted their gorgeous new record Wilderness of Love with local brilliant songstress Orion Rigel Domissee , playing a rare concert with accomplishment by Florence Wallis of The Low Anthem.
 
Sharing a bill in at the wonderful Charles River Museum with Rob Noyes, an American Primitive picker whose excellent debut The Feudal Spirit just got a much needed reissue .
 
Sharing a bill with the phenomenal Glenn Jones at Blue Bag Records in Cambridge MA, a bill put together by Boston Hassle.
 
Getting to play a bill in my home turf of Providence , RI with Buck Curran formerly of Arborea, he now lives in Italy so it was great to see & hear him play solo. Gorgeous stuff. Joining us that was the magical Alec K Redfearn, a wonderful bill.
 
Returning to play SXSW festival, seeing old friends and meeting some new ones, this time with my daughter Ava , who found us cars & good bands to see- favorites were The Districts and Welles.
 
Recording my EP Prince’s Pine in my dear friend Myles Baer’s greenhouse in an afternoon , & having it be mixed , released 2 weeks later by Reverb Worship (UK) where it sold out in days. I made a 2nd edition which is on my Bandcamp.

 
Cohosting the Providence Folk Festival singer-songwriter stage with my friend and music producer Bob Kendall, introducing songwriters Haunt the House (solo) , Stev Delmonico of The Quahogs, Lys Guillorn & Avi Jacob.
 
Any time I get to see & play a show with my friend Josh Burkett, who runs Mystery Train Record shop/Mystra Records label in Amherst where I’ve done some fun instores, he had me play the Freestone or Oooze festival , Dinosaur Junior played a surprise set. 
 
Playing a magical show in Paris France on my birthday weekend at the mysterious Silencio , then later being thrown a birthday party by new Parisian friends I’d met at my concert.
 
Watching my daughter Ava Callery blossom musically, from playing some of her first solo shows onstage (with electric guitar!) and now she has formed her first band Toy Sale. Their debut single Cupid Winter Song just released on December 15.



Playing house concerts in some lovely homes, notably Ville Villekula in Providence with my friend Chris Monti, and Frog Hollow in Western Massachusetts, sharing the bill with dear friends beautiful & talented Karen Zanes and Kelly Spyglass , 
 
The vinyl for my record The Song the Songbird Sings being released by Cosirecords, a sub label of JellyFant. The record sounds so good on vinyl , cover artwork by Daria Hlazatova worthy of display. 
 
The Jazz Butcher com nova box set
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:31 ·


Os Jazz Butcher são uma daquelas bandas das quais praticamente ninguém ouviu falar, mas que foram importantíssimos na cena independente britânica dos anos 80 - basta dizer que eram um dos grupos mais acarinhados da Glass, que lhes editou os primeiros discos (e que a Glass é importantíssima porque editou os Spacemen 3 que, como sabemos, foram a melhor banda do mundo durante aí uns dois anos).

The Violent Years, uma box set que engloba os quatro discos que os Jazz Butcher editaram entre 1988 e 1991 será lançada no dia 9 de Março pela Fire Records e está já disponível para pré-encomenda aqui, sendo uma belíssima porta de entrada para o mundo de Pat Fish y sus muchachos. Querem indie fofo com guitarras? É só ir por aqui.

EGBO com novo disco, single
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:29 ·


EGBO, que é como quem diz Iuri Landolt, esperou até Dezembro para lançar o seu novo álbum, prova de que se está bem a cagar para as listas de fim de ano.

IMP está disponível para escuta a partir desta sexta-feira e será editado pela Revolve, que partilhou também o primeiro single, "Mustard", disponível para escuta aí em baixo. O disco em si será apresentado no Sabotage, já este sábado, com EGBO a dividir o palco com Jibóia (7€).

A Nova Ordem de Casabranca
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:27 ·


Casabranca é o nome do projecto de música electrónica de Tiago Brito, que ainda adicionou uns caracteres japoneses no fim do mesmo e que adoptou uma E S T É T I C A muy vaporwave para fazer passar a sua mensagem.

E a mensagem é esta: há novo single, chama-se "Nova Ordem" e soa, maravilhosamente, a uns New Order se tivessem nascido em 1998 e sido criados pela Internet. O tema está disponível para escuta no Bandcamp, no Soundcloud e no Spotify e podem picá-lo aqui.

Tricky regressa a Portugal
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:25 ·


O senhor trip-hop está de regresso a Portugal para apresentar o seu novo álbum de estúdio, ununiform, editado este ano através da !K7 Records.

Tricky dará dois concertos no país, em Lisboa e Porto, subindo primeiro ao palco do Lisboa Ao Vivo (27 de Fevereiro) e passando depois pelo Hard Club (28 de Fevereiro). Os bilhetes serão colocados à venda a partir do dia 21 deste mês e têm o preço único de 25€, tanto numa sala como na outra.

bow church com novo álbum
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:23 ·


bow church é o nome artístico do produtor David Whiting, baseado em Berlim e com cabeça, tronco e membros na música electrónica.

O seu próximo álbum, o terceiro da carreira, intitula-se Canon e será editado no dia 19 de Janeiro, explorando «a ligação e a tensão existente entre natureza e tecnologia». "Sanctuary", o single de avanço, já está disponível para escuta através do Soundcloud.

Nina Kraviz (e mais) no Lisboa Electronica
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:21 ·


Continuam a surgir nomes para o cartaz do Lisboa Electronica, que decorre de 4 a 8 de Abril na capital. A russa Nina Kraviz irá encabeçar um dos dias do festival, parte de um showcase da трип, na qual far-se-à acompanhar por Deniro.

E não é tudo: a HAYES Collective também estará presente no evento para mostrar o que de melhor tem, pela mão de VIL & Temudo e -2. Os passes já se encontram à venda a preços que vão dos 45€ aos 60€. Mais aqui.

Super Bock Under Fest leva Benjamin Clementine a Vigo com Portugal na bagagem
· POR Fernando Gonçalves · 15 Dez 2017 · 14:10 ·


Inserido numa estratégia de internacionalização da cervejeira acaba de nascer um novo festival que se propõe levar a Vigo o melhor da música nacional e os talentos emergentes no panorama luso e galego a que se juntarão nomes consagrados da cena internacional como é o caso da primeira confirmação Benjamin Clementine.

O Super Bock Under Fest realizar-se-á nos dias 23 e 24 de Março do próximo ano em mais de dez salas daquela cidade da Galiza. Os passes gerais já podem ser adquiridos por 30 euros + gastos de distribuição enquanto o bilhete único para o concerto de Clementine, dia 24 de Março pelas 21 horas no Auditório Mar de Vigo, terão o custo de 20 euros + gastos de distribuição. Em relação aos nomes lusos, as primeiras confirmações serão anunciadas brevemente.

Há mais dois nomes no LDF
· POR Paulo Cecílio · 15 Dez 2017 · 14:09 ·


O Lisboa Dance Festival adicionou, esta semana, mais dois nomes ao seu cartaz. Tratam-se de Bawrut (na foto), DJ e produtor italiano radicado em Madrid, e Truncate, norte-americano focado no techno e no house.

A terceira edição do festival decorre, recorde-se, no Hub Criativo do Beato e confirmou anteriormente génios como Nosaj Thing, Prins Thomas, Leon Vynehall ou Steffi. O Lisboa Dance Festival tem lugar a 9 e 10 de Março e os passes estão à venda, nos locais habituais, pelo preço especial de 30€.

Topes Ilustres 2017 - Ana Deus | Três Tristes Tigres / Osso Vaidoso
· POR Ana Deus · 15 Dez 2017 · 11:41 ·


Destaco o inesperado regresso dosTrês Tristes Tigres. Partiu de um convite para o Porto best of, e a partir desse arranque continuou nos meses seguintes com concertos e com a renovada vontade de fazer musicas novas para 2018.
Por outro lado e sendo completamente diferente, talvez mesmo nos antípodas, destaco a minha parceria com o Luca Argel na composição de canções simples a partir de poemas de Fernando Pessoa, que terá sido dos projetos mais rápidos e leves que me lembro de ter.  
 
Do que vi e ouvi
O concerto dos Death grips no Primavera Sound
Ricardo Ribeiro no Festival Mimo em Amarante
E a revelação (para mim) dessa cantora extraordinária que é a Aldous Harding.
 
As canções 
Pride      Kendrick Lamar
Imagining my man       Aldous Harding
 
Mais um ano sem Cavaco nem Passos Coelho nem Rui Rio 
Ufa!
E Björk, que vai a Paredes de Coura?
· POR André Gomes · 14 Dez 2017 · 20:36 ·


E esta, hein? Andava aí muita gente a salivar pelo regresso da islandesa Björk. Pois esses dias acabaram, meus amigos. Que é como quem diz. Terão de esperar por Agosto e para mais uma edição do Vodafone Paredes de Coura.

A islandesa actua no festival no dia 18 de Agosto. Apresentará o seu novo disco, Utopia. E provavelmente vai ser um momento histórico.

O Vilar de Mouros acaba de anunciar os seus primeiros nomes
· POR André Gomes · 14 Dez 2017 · 19:04 ·


O EDP Vilar de Mouros 2018 acaba de anunciar prendas antes do Natal. Que é como quem diz dois noems para a sua próxima edição: The Human League e Los Lobos.

A organização avisa que os kits para o festival já estão à venda - podem clicar aqui - e incluem um power bank EDP Vilar de Mouros. E mais algumas surpresas. Ah, e custam 70 euros.

SOPHIE monta um novo pónei
· POR Fernando Gonçalves · 14 Dez 2017 · 15:54 ·


Depois de chorar baba e ranho em “It’s Okay to Cry”, Sophie lá conseguiu montar “Ponyboy”, novo single da norte-americana SOPHIE que representa um corte com a calma do seu antecessor.

Senhoras e senhores, eis o vigoroso novo “Ponyboy” de SOPHIE para ouvir - e, pois então, para ver - aqui em baixo.

Austra lançam novo paradigma
· POR Fernando Gonçalves · 14 Dez 2017 · 14:24 ·


Depois de, em Janeiro deste ano, a banda canadiana ter lançado Future Politics, quarto álbum da carreira, os Austra estão de regresso com o single “Change The Paradigm”, um tema lado B de Future Politics que dá corpo, nas palavras da vocalista Katie Stelmanis, “ao que queria expressar em Future Politics, ou seja, que a melhor ferramenta que possuímos para criarmos um mundo melhor é a nossa imaginação”.

Da imaginação para o concreto, eis “Change The Paradigm”, para ouvir aqui em baixo em todo o seu esplendor.

Cosmonauta Fantasma estreia-se ilegalmente por falta de orçamento
· POR Fernando Gonçalves · 14 Dez 2017 · 14:21 ·


Por Razões Legais o Álbum Não Tem Mais Intro e Nem Título é o nome do álbum de estreia do one man band brasileiro Murillo Marques.

Composto, gravado e mixado por este homem de outro mundo entre 2015 e 2017, o disco de estreia de Cosmonauta Fantasma foi masterizado por João Casaes no estúdio da transfusão Noise Recs e apresenta-se como um tomo de “garage rock meio surf noise sem praia e lo-fi por falta de orçamento”, nas palavras de Murillo Marques. Eis Por Razões Legais o Álbum Não Tem Mais Intro e Nem Título na integra.

Palavras para quê… eis o último Tango em Mafamude
· POR Fernando Gonçalves · 14 Dez 2017 · 11:38 ·


Para quê palavras quando o coração fala mais alto. É romântico, é cantor, é um cantor romântico em versão 2.0, como o próprio o indica, que vem para resgatar o calor de um amor bem ardente aos corações de granito de hipsters e yuppies armados ao pingarelho.

Ele é David Bruno e o que tem para entregar nesse membro atrofiado por falta de uso O Último Tango em Mafamude, disco onde as baladas românticas, o sampling de áudio e o sampling de vídeo se conjugam numa harmoniosa ode saudosista aos amores desencontrados. A estreia oficial acontecerá no dia 12 de Janeiro. Eis o homem que "não sabe cantar nem tocar", como afirma o próprio em tom altamente libidinoso, the one and only David Bruno e este seu, nosso, vosso, de quem o apanhar: O Último Tango em Mafamude.

Topes Ilustres 2017 - Mafalda Costa | Mathilda
· POR Mafalda Costa · 13 Dez 2017 · 17:15 ·


Foi um ano cheio, de tudo e mais alguma coisa.
 
Momentos Musicais:
-Recebi o meu ukulele azul bebé no aniversário,e foi com ele que escrevi as minhas primeiras músicas.
-Todos os concertos da Escola do Rock, principalmente o no palco Paredes de Coura (que vai ser muito difícil de superar).
-Fiz o meu primeiro dueto com o Gobi Bear, que foi muito bonito.
-Apresentei a Mathilda ao resto do Mundo, com o lançamento da música "Infinite Lapse".
-Dei o primeiro concerto da minha vida em que cantei algo inteiramente meu. 
 
Músicas/ Álbuns/ Concertos que marcaram o meu 2017:
O álbum "Harmless Melodies", de Yellow Days.
O concerto de Benjamin Clementine no Paredes de Coura (quem disser que não ficou marcado com este só pode estar a mentir).
A música "Acanalhado", do Luca Argel.
O concerto do Mac Demarco no Coronet Theatre em Londres.
BadBadNotGood em Paredes de Coura.
O cine-concerto dos Sensible Soccers, "O Homem da Máquina de Filmar" (que me fez sentir coisas sem nome).
A "Great Dane", do Cosmo Pike.
O álbum "Sketches of Brunswick East", dos King Gizzard and the Lizard Wizard.
O "666", dos Sugar Candy Mountain.
O concerto de Gobi Bear no CCVF, no qual, além de groupie, fui fotógrafa.
E muitos muitos mais, de todos os anos anteriores.
Topes Ilustres 2017 - Cícero Rosa Lins
· POR Cícero Rosa Lins · 13 Dez 2017 · 15:44 ·
© Eduardo Magalhães

Os discos nacionais que mais ouvi esse ano foram os dois do Telebossa. Aí de Portugal o que mais ouvi foi o Foge Foge bandido, do Manel Cruz. Dos norte americanos, Pixies mais do que todos os outros.

Fiz um disco esse ano, então também fiquei metade dele monotemático nesse disco. Os shows que mais gostei foram os da Ava Rocha, Apanhador Só e um tributo a Violeta Parra em que um amigo meu tocava baixo. Ouvi muito Violeta Parra também.
Fim da semana no Damas
· POR Paulo Cecílio · 13 Dez 2017 · 15:21 ·
Rui P. Andrade © Raquel Sousa

Os próximos dias no Damas, em Lisboa, prometem. Primeiro há a apresentação ao vivo de All Lovers Go To Heaven, novo álbum de Rui P. Andrade, já esta quinta-feira (pressupondo-se que o tipo não abandona o concerto a meio para ir mijar). Na noite seguinte, Júlia Reis, aqui com o nome Jawls, irá apresentar «electrónicas rodopiantes, beats frenéticos e ansiosamente rítmicos», acompanhada por Ricardo Gonçalves e pela dupla de DJs CARA//VAG//YO.

E, no sábado, será a vez das Putas Bêbadas mostrarem Orgulho De Ex-Buds com o apoio de Juana Na Rap e Black. Tudo de borla. Como sempre.

Topes Ilustres 2017 - Diogo Alves Pinto | Gobi Bear / Planalto Records / Mathilda
· POR Diogo Alves Pinto · 13 Dez 2017 · 15:00 ·


Por nenhuma ordem específica, estes foram os momentos musicais que mais me marcaram em 2017:
 
. Big Thief - Capacity
. Ana - Um
. Daily Misconceptions - End of Summer
. Cashmere Cat - 9
. Sufjan Stevens - Carrie and Lowell ao vivo
. Gobi Bear​ - Our Homes & Our Hearts​
. Young Fathers ao vivo
. Mathilda - Lost Between Self Expression and Self Destruction
. Snarky Puppy ao vivo
. The Tallest Man on Earth - The Light in Demos
. Luca Argel - Bandeira
. Bonobo - Migration
. Ana - Abril
. 140 concertos no primeiro ano da Planalto
. Noray/Manuel Almeida ao vivo
50 anos de Toquinho celebrados em dose dupla no nosso país
· POR Fernando Gonçalves · 13 Dez 2017 · 12:40 ·


Um dos nomes grandes da mpb está a comemorar 50 anos de carreira e resolveu vir comemora-los a Portugal. Falamos do cantor, violonista e compositor paulista Toquinho e dos concertos que o vão levar no dia 17 de Abril ao Teatro Tivoli em Lisboa e no dia 18 do mesmo mês à fleumática Casa da Música no Porto.

Parceiro mais produtivo do grande Vinicius de Moraes, mais de cem canções e cerca de cento e vinte e cinco discos juntos, vem a Portugal acompanhado pelo pianista, cantor e compositor João Ventura. Em relação ao preço dos bilhetes, o concerto de Lisboa variará entre os 30 e os 40 euros enquanto o do Porto andará entre os 35 e os 40 euros. Fiquem com “Aquarela” por Toquinho e Vinicius de Moraes.

Portugal vs Espanha joga-se no Paradise Garage
· POR Fernando Gonçalves · 13 Dez 2017 · 12:37 ·


Ainda não é a contar para o campeonato do mundo de futebol mas também promete festa embalada pelo rock. Uns Mocho portugueses juntam-se aos Fônal castelhanos para um concerto único a acontecer no próximo sábado, dia 16 de Dezembro, a partir das 22 horas no Paradise Garage em Lisboa.

Estes concertos não terão transmissão televisiva por isso, quem estiver na disposição para assistir a este clash terá que despender 10 euros ou comprar em pré-venda por 8 euros.

Lucy Railton por cá
· POR Paulo Cecílio · 13 Dez 2017 · 12:31 ·


Lucy Railton é ruiva, britânica e violoncelista e irá passar por Portugal esta semana para uma série de concertos que prometem ser absolutamente únicos.

O primeiro acontece já esta quinta-feira, na companhia de Garcia da Selva, com a sessão de exploração sonora terá lugar no Museu da Marioneta, em Lisboa (8€). Railton seguirá depois até Viseu, no dia seguinte, para um concerto no Venha a nós a Boa Morte (6€) e termina com um espectáculo no Porto, no Passos Manuel, no sábado.

Fields Of The Nephilim no Porto
· POR Paulo Cecílio · 13 Dez 2017 · 12:30 ·


Os históricos Fields Of The Nephilim irão passar pelo Porto no próximo ano, para um concerto em que deverão apresentar os temas em que têm vindo andado a trabalhar desde 2014 e que deverão fazer parte de um novo álbum de estúdio, o primeiro desde 2005 - sem descurar os clássicos, como é óbvio.

Os britânicos têm encontro marcado com o público português no dia 31 de Março, no Hard Club, estando os bilhetes à venda por 25€. Estão ainda programados dois afters, no Griffon's (até às 3h) e no Heaven's Bell (a partir das 3h).

Lisboa Electronica começa a mexer
· POR Paulo Cecílio · 13 Dez 2017 · 12:28 ·


O festival Lisboa Electronica, que se realiza em Lisboa e é dedicado à música electrónica (quem diria), anunciou esta semana as primeiras confirmações para a edição de 2018.

Para já, terá ali lugar um showcase da Clone Records, que celebra o seu 25º aniversário e fará a festa com Serge e o mago Legowelt (na foto), em formato live act, e um outro da portuguesa Pandilla Ltd. A 2ª edição do festival realiza-se de 4 a 7 de Abril e os passes estão já à venda. Saibam mais aqui.

Bernd Friedmann em antologia
· POR Paulo Cecílio · 13 Dez 2017 · 11:50 ·


Bernd Friedmann tem um currículo invejável no campo da electrónica e do jazz, com recurso a vários monikers e tendo colaborado com gigantes como Jaki Liebezeit e David Sylvian.

A sua música é, agora, reeditada numa antologia especial que abarca 37 anos de carreira e todos os seus lançamentos previamente disponíveis apenas em vinil, como os que fez por editoras como a Latency, a Marionette ou a Dekmantel. Anthology 1980-2017 contém 17 temas e o selo da Nonplace, estando disponível para escuta - e compra - no Bandcamp. Conheçam-no mais, em baixo.

Sufjan Stevens e a musa Tonya
· POR Fernando Gonçalves · 13 Dez 2017 · 11:48 ·


Apaixonou-se por uma patinadora no gelo em 1991 e não descansou enquanto não lhe dedicou uma canção. Pois bem, a canção chegou e Sufjan Stevens é, finalmente, um homem feliz, já Tonya Harding, a patinadora e boxeur (sim, dedicou-se ao boxe finda a carreira de patinadora) é um caso a ver.

Nesse tema Sufjan Stevens pega na turbulenta vida de Tonya e plasma-a em música, uma vida que começou num meio pobre, levou-a a ser a primeira americana a fazer um triple axle, assim como a primeira celebridade a fazer uma sex-tape que acabou vendida à Penthouse por 200 mil dólares, para além do boxe…tudo isto antes dos 30 anos de idade. Melhor do que falar, eis a homenagem de Sufjan Stevens a Tonya EM “Tonya Harding”.

Adrian Crowley e Nadine Khouri visitam-nos em Fevereiro
· POR André Gomes · 12 Dez 2017 · 17:39 ·


O maltês Adrian Crowley e a libanesa Nadine Khouri (fomos com ela ao Maus Hábitos este ano, lembram-se?) apresentam-se em Portugal em Fevereiro para dois concertos.

As noites, com primeira e segunda parte (que é como quem diz que não tocam juntos), acontecem no Musicbox, em Lisboa,l no dia 8 de Fevereiro, e no Passos Manuel, no Porto, no dia seguinte.

Tune-Yards: e começou no A…
· POR Fernando Gonçalves · 12 Dez 2017 · 12:14 ·
© Eliot Lee Hazel

Passou para o B, seguido do C e mandaram-se para os números 1, 2, 3. Tudo somado deu em single de nome “ABC 123”, novo tema retirado ao futuro quarto álbum de originais dos Tune-Yards I can feel you creep into my private life cuja estreia acontecerá a 19 de Janeiro.

Fortemente político, I can feel you creep into my private life fala de temas como o feminismo, raça e ambientalismo como pode ser percebido pela letra de “ABC 123”: “California’s burning down / Sitting in the middle of the sixth extinction”. Eis “ABC 123”.

Geowulf atiram-se ao Great Big Blue
· POR Fernando Gonçalves · 12 Dez 2017 · 12:12 ·


Não ao mar, seria dramático demais para um duo que acaba de anunciar a sua estreia nos LP mas vem com água salgada em forma de lágrimas que chegue e sobre. Falamos do duo australiano Geowulf, Star Kendrick (voz) e Toma Banjanin (guitarra/voz,) e da sua estreia em disco com Great Big Blue, LP com estreia prevista para dia 16 de Fevereiro e que funde o equilíbrio das composições de Lana del Rey com a beleza etérea de Mazzy Star.

Great Big Blue abre as suas longas penas dream-pop com “Hideaway”, tema que podem ouvir de imediato aqui em baixo.

Vatsun tocam na porta coçada e contemplam o eterno mistério
· POR Fernando Gonçalves · 12 Dez 2017 · 12:08 ·


…inabalavelmente imaterial como o novo álbum dos portugueses Vatsun, Imaterial. Exercício quase metafísico de produção de canções, dez no total, Imaterial vive, na sua estrutura base, da mistura entre electrónica, synthpop, pós-punk, e new wave bem misturados pela varinha de Sérgio Deuchande, Bruno Garcez e Nuno Palma (guitarra acústica em “Micronauta”).

“toco na porta coçada/contemplo o paramento no escuro/eterno mistério da existência/inabalavelmente imaterial”, eis Imaterial.

Watch For Horses: festa em honra de "San Junipero"
· POR Fernando Gonçalves · 12 Dez 2017 · 12:06 ·


“You better watch out. You better not cry. You better not pout. I'm telling you why…”, Watch For Horses are coming e não vêm sós. Atrelado a estes californianos está o novo single “San Junipero”, tema inspirado na série “Black Mirror” e que é, de acordo com a banda, uma espécie de encontro entre os melhores The Killers e os Real Estate.

Os Watch For Horses são Joshua Borja, Julian Chavez, Bryant Genuino e Ralph Tafoya e este é o seu “San Junipero”.

Kapote de regresso com novo EP
· POR Fernando Gonçalves · 12 Dez 2017 · 11:45 ·


O líder da editora berlinense Toy Tonics, DJ e amante do vinil Kapote, está de regresso e vem com novo EP no gira-discos.

Temptation, três novas músicas que tentam escapar ao cliché EDM através de fortes bicadas no jazz, r&b, downtempo hip-hop e funk. Fiquem com Tempatation na integra. Para ouvir aqui em baixo.

Já estão aí os primeiros nomes para o Tremor 2018
· POR André Gomes · 12 Dez 2017 · 11:22 ·


Já há datas e nomes para a edição 2018 do Tremor. Dead Combo, Altın Gün, Lone Taxidermist, The Parkinsons e We Sea são os nomes avançados para mais uma edição do festival açoriano, que acontece na ilha de São Miguel, Açores, nos dias 20, 21, 22, 23 e 24 de Março.

E este é apenas o primeiro lote de nomes. O Tremor é uma co-produção da Lovers & Lollypops, Yuzin e António Pedro Lopes e avisa que anunciará mais nomes nas próximas semanas.

Ryuichi Sakamoto e Alva Noto voltam a juntar-se
· POR Paulo Cecílio · 12 Dez 2017 · 10:56 ·


Colaboradores de longa data, Ryuichi Sakamoto e Alva Noto anunciaram esta semana o lançamento de um novo álbum, Glass, registo em disco de uma performance improvisada que teve lugar na Glass House, obra do arquitecto Philip Johnson, no Connecticut.

Glass utilizou a própria casa como instrumento e surgiu como uma espécie de banda-sonora para uma exposição do artista japonês Yayoi Kusama. O disco sairá a 16 de Fevereiro.

Lemuria com regresso surpresa aos discos
· POR Paulo Cecílio · 12 Dez 2017 · 10:50 ·


Os norte-americanos Lemuria acabam de anunciar, de surpresa, o seu regresso aos álbuns. Recreational Hate tem um título muito provavelmente baseado em Trumpismos e sairá esta sexta-feira, quando já lá vão mais de quatro anos desde Distance Is So Big, o seu último LP.

Os fãs mais acérrimos, por via de promoções especiais, já contam com ele no sapatinho, ao passo que os demais plebeus terão de se contentar, para já, com "Wanted To Be Yours", single de avanço que soa a Yo La Tengo. Ao álbum seguir-se-à uma digressão para já sem datas na Europa.

O Alive confirmou os At The Drive, e os At The Drive confirmaram mais quatro bandas
· POR André Gomes · 12 Dez 2017 · 10:39 ·


Os At The Drive In são a mais recente confirmação do NOS Alive. E com essa confirmação chegaram mais quatro nomes leakados nas páginas internéticas da banda. São eles Snow Patrol, Khalid (confirmado hoje pelo festival), Perfume Genius e Clap Your Hands Say Yeah.

Estes nomes juntam-se aos já confirmados Franz Ferdinand, Friendly Fires, Future Islands, Mallu Magalhães, Pearl Jam, Queens Of The Stone Age, Real Estate, The National, Two Door Cinema Club e Wolf Alice. O NOS Alive’18 acontece no Passeio Marítimo de Algés nos dias 12, 13 e 14 de Julho.

METZ de regresso ao país
· POR Paulo Cecílio · 11 Dez 2017 · 23:35 ·


A melhor banda com nome de cidade francesa que não os Saint Étienne está de volta a Portugal. Os METZ passarão por Lisboa e Porto naquela que será a apresentação, ao vivo, dos temas de Strange Peace, álbum editado este ano que quase que poderia apostar ser espectacular se o tivesse ouvido.

A banda canadiana passará primeiro pelo Musicbox (Lisboa), a 17 de Abril, seguindo-se o Hard Club (Porto), no dia seguinte. Tanto num caso como no outro, os bilhetes custam 20€.

Stone Sour de regresso a Portugal
· POR Paulo Cecílio · 11 Dez 2017 · 23:32 ·


Uma vez vi um concerto de Stone Sour, no Super Bock Super Rock, que aos três segundos já estava a fazer miúdas desmaiar, não sei se pelo calor, pelo volume ou pelo facto de o Corey Taylor ser gato que, credo, não é.

Esses mesmos Stone Sour irão regressar a Portugal em 2018, para apresentar o seu novo álbum, Hydrograd, considerado por uma publicação pateta qualquer como o melhor álbum de hard rock de 2017. O concerto terá lugar no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no dia 11 de Julho e os bilhetes serão colocados à venda ao preço de 28€.

Heavenwood celebram 25 anos
· POR Paulo Cecílio · 11 Dez 2017 · 23:29 ·


Os portugueses Heavenwood irão celebrar 25 anos de carreira com um concerto especial que terá lugar no Hard Club, no Porto, no próximo dia 29 de Dezembro.

Do alinhamento irão constar temas de alguns dos seus álbuns mais celebrados, como Diva (1996) ou Swallow (1998), bem como uma canção nova, intitulada "The Lightning-Struck Tower". Este último é o primeiro avanço para o novo álbum dos Heavenwood, The Tarot Of The Bohemians, Part 2, que será gravado em 2018. A acompanhar os Heavenwood estarão os Equaleft, Shadowsphere e In Vein. A entrada custa 10€.

Ceuta é nossa
· POR Paulo Cecílio · 11 Dez 2017 · 22:41 ·


Aposto que não sabiam que a bandeira de Ceuta é semelhante à de Lisboa e conta com o nosso brasão. Tal como aposto que não sabiam que, se pesquisarem por "Putas Bêbadas" no Google Images, vão encontrar exactamente aquilo que procuraram e não a melhor banda punk da actualidade portuguesa, que passará pelo Café Ceuta, no Porto, na próxima sexta-feira, para apresentar ao vivo os temas do seu novo álbum, Orgulho De Ex-Buds.

Numa noite patrocinada pela Favela Discos e pela Ácida, as Putas Bêbadas (na foto) irão fazer-se acompanhar por The Orm (Filipe Felizardo e Tiago Silva) e por Arrogance Arrogance, DJ da Ácida que promete atear a pista de dança. Antes disso, será exibido o filme Aos Nossos Amigos, da autoria de Afonso Mota e que versa sobre uma parte da cena musical independente da capital. A entrada custa 4€ para amigos e 4€ para normalfags. Mais aqui.

Marcelo Callado a cantar é poeta
· POR Fernando Gonçalves · 11 Dez 2017 · 22:15 ·
© Carolina Amorim

O cantor e compositor carioca Marcelo Callado, músico que já acompanhou Caetano Veloso, Ava Rocha ou Arnaldo Antunes, está prestes a estrear o seu segundo e duplo álbum de originais Musical Porém, disco que antecipa com o lançamento do segundo single “Olhando Para Baixo”.

“O disco surgiu da grande quantidade de músicas que acumulei num certo período de tempo e também da vontade de lançar um trabalho em vinil. Vinte músicas só caberiam num vinil duplo, assim veio a necessidade do álbum duplo”, afirma o músico sobre um disco que faz uma critica de uma sociedade viciada em tecnologia através de canções onde o folk e os blues são bandeira. Podem ouvir o disco aqui em baixo.

Friendly Fires no NOS Alive 2018
· POR Fernando Gonçalves · 11 Dez 2017 · 21:36 ·


Os britânicos Friendly Fires são a mais recente confirmação no alinhamento da edição 2018 do festival oeirense. A banda de Pala irá atuar no palco Sagres no dia 12 de Julho, altura em partilhará o dito cujo com os Wolf Alice. Friendly Fires que se juntam aos já confirmados Franz Ferdinand, Future Islands, Mallu Magalhães, Pearl Jam, Queens Of The Stone Age, Real Estate, The National, Two Door Cinema Club e Wolf Alice num evento que se desenrolará entre 12 e 14 de Julho do próximo ano no Passeio Marítimo de Algés.

A sete meses do festival, os bilhetes para dia 14 já se encontram esgotados e os passes gerais vão pelo mesmo caminho. Estes últimos custam 149 euros enquanto os passes de dois dias se ficam pelos 124 e os bilhetes diários pelos 65 euros.

David Byrne confirmado no 15º EDP CoolJazz
· POR Fernando Gonçalves · 07 Dez 2017 · 12:05 ·


Depois de a organização ter confirmado a presença de Gregory Porter (20 Julho, jardins do Marquês de Pombal) o nome de David Byrne junta-se ao programa.

O lendário mentor dos Talking Heads irá actuar no dia 11 de Julho no Parque dos Poetas, quase uma década de ter atuado no nosso país pela última vez, e deverá levar consigo um novo álbum cuja estreia está prevista para meados de 2018. O preço dos bilhetes para este concerto varia entre os 25 e os 70 euros.

Quem parará Ty Segall?
· POR Paulo Cecílio · 07 Dez 2017 · 11:42 ·
© Veronika Moore

Enquanto Ty Segall for vivo o rock não morrerá. É uma frase que se pode colar a inúmeros outros músicos mas que, nele, parece fazer ainda mais sentido. Isto porque o norte-americano ainda nem dez anos de carreira tem a solo e já conta com uns impressionantes nove álbuns de estúdio, sem contar com inúmeros side projects, e prepara-se agora para lhes juntar o 10º.

Freedom's Goblin será editado no dia 26 de Janeiro pela Drag City e contém 19 temas, alguns dos quais já haviam sido mostrados ao longo do ano. Podem picá-los a todos aí em baixo.

É um pássaro? É um avião? Não, é Jonathan Wilson
· POR Paulo Cecílio · 07 Dez 2017 · 11:40 ·


Foi anunciado o terceiro álbum de estúdio de Jonathan Wilson. Rare Birds será editado no dia 2 de Março pela Bella Union/PIAS e contará com a colaboração de um grupo curioso de artistas: Lana Del Rey, Father John Misty, Lucius e Laraaji. Rare Birds foi produzido pelo próprio Wilson e tem, ao todo, 13 faixas, a primeira das quais já pode ser ouvida no YouTube juntamente com o seu respectivo vídeo: "Over The Midnight".

Ao álbum seguir-se-à uma digressão europeia que não passará por Portugal, mas poderão sempre vê-lo na companhia de Roger Waters. Sim, o bom Jonathan faz parte da banda do ex-Pink Floyd. Aposto que não sabiam disso.

Jim Ghedi lança novo disco em 2018 - e promete muito
· POR André Gomes · 06 Dez 2017 · 16:33 ·


Jim Ghedi passou muito tempo de 2017 em digressão com Julie Byrne e Nadia Reid mas agora chegou a altura de mostrar um novo disco, o segundo da sua discografia. com o selo da Basin Rock.

A Hymn For Ancient Land, assim se chama o disco, chega em Janeiro e mistura a simplicidade da música folk com arranjos orquestrais bem épicos. Já é possível ouvir dois temas deste disco e são de uma beleza avassaladora. A coisa promete. Muito. Mesmo.



Benjamin Clementine, Portugal, 2018
· POR Fernando Gonçalves · 06 Dez 2017 · 01:07 ·


Passamos a explicar: o homem que foi capaz de pôr meio Paredes de Coura a lacrimejar e o outro meio a jurar-lhe amor eterno vai voltar ao nosso país no próximo mês de Março para três atuações. Viana do Castelo e o seu Centro Cultural acolhem, no dia 26, o britânico que se fará à estrada para atuar no dia 27 no CAE da Figueira da Foz e acabar esta minitournée lusa no Campo Pequeno, Lisboa, no dia 29.

Quanto a bilhetes, o concerto de Viana do Castelo (22h) ficar-se-á pelos 20 euros, na Figueira (21h30)será de 25 euros e em Lisboa (21h30) o preço variará entre os 23 e os 40 euros. Fiquem com “Phantom Of Aleppoville”, tema extraído ao seu mais recente álbum I Tell a Fly.

The Tibbs? É tudo mentira…
· POR Fernando Gonçalves · 06 Dez 2017 · 01:06 ·


Tudo mentira o que a banda holandesa nos tem para dar. “Lies” é o novo single que os meninos bonitos do universo da soul acabam de lançar e que serve de cartão-de-visita ao novo álbum do colectivo liderado pela vocalista Elsa Bekman, ela que acabou por ser a realizadora do vídeo para “Lies”.

Retrato de uma mulher que decide dar cabo da opressora rotina a que estava sujeita, eis “Lies”, para ouvir e ver aqui em baixo.

A vida dos WRY é um sonho
· POR Fernando Gonçalves · 06 Dez 2017 · 01:06 ·


Um sonho que se materializou em novo single para esta banda paulista. “Life Is Like a Dream” é o nome do segundo single lançado por esta malta de Sorocaba, São Paulo, que serve de aperitivo ao sétimo trabalho de originais que a banda conta lançar brevemente.

Formados em 1995, os WRY já dividiram o palco com The Subways, The Cribs, ASH, The Joy Formidable ou Connan Mockasin e já trabalharam com Gordon Raphael, produtor de “Is This It”, dos The Strokes. Eis “Life Is Like a Dream”.

Aleste e a dançar assim se faz o Natal na Ilhatrónica
· POR Fernando Gonçalves · 06 Dez 2017 · 01:04 ·


Não haverá Pai Natal, renas nem Popotas que valham aos madeirenses no próximo dia 16 de Dezembro, sábado, no terreiro da fruta do Mercado Dos Lavradores no Funchal. Nesse dia, o Ilhatrónica irá comemorar os dez anos de vida da Bloop Recordings com as atuações de Magazino, Cruz e o madeirense Freitas no arranque das festividades da versão mais dançante do festival Aleste.

Os bilhetes custam 10 euros e podem ser adquiridos no Barreirinha Bar Café, a partir de hoje, ou na porta do evento no próprio dia.

Scott Kelly e Esmerine em Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 06 Dez 2017 · 01:03 ·


Janeiro do próximo ano começará com a recepção, em Lisboa e Porto, ao norte-americano Scott Kelly que virá acompanhado pelo multi-instrumentista John Judkins. Os concertos do compositor dos Neurosis acontecerão no dia 26 em Lisboa, Sabotage, e dia 27 no Porto, Understage do Teatro Rivoli.

Quanto aos Esmerine, as boas-vindas acontecerão em Março em pleno palco Understage do Teatro Rivoli. O concerto será no dia 23 e servirá para apresentar as músicas de Mechanics Of Dominion, último trabalho do grupo. Fiquem com o trabalho de Scott Kelly & John Judkins em “Figures”.

Kevin Morby deseja a todos um Bom Natal
· POR André Gomes · 05 Dez 2017 · 17:10 ·


Ho Ho Ho. Quem o diz é o norte-americano Kevin Morby, que ofereceu recentemente ao mundo uma versão de “Blue Christmas”, conhecida essencialmente na voz de Elvis Presley. O tema surge na playlist Indie For The Holidays, da amazon.

Podem ouvir o tema aqui em baixo. E pedir ao Pai Natal um concerto de Kevin Morby em Portugal em 2018 - de preferência em nome próprio.

A aparição de Angel Olsen aos portugueses
· POR Fernando Gonçalves · 05 Dez 2017 · 16:54 ·
© Alicia J. Rose

A voluptuosa Angel Olsen confirmou a sua dupla aparição nos próximos dias 13 e 14 de Maio. Não existirão oliveiras, a não ser no nome de alguns daqueles que se dirigirem a Guimarães (Centro Cultural Vila Flor, dia 13) e a Lisboa (Teatro da Trindade, dia 14), lugar místico (ou não) onde se darão os “milagres”. A organização do concerto de Lisboa pertence à ZDB.

Eis Angel Olsen e o single “Fly On Your Wall”, tema que abre o novo disco e que faz parte de uma colectânea anti-Trump.

Franz Ferdinand no Alive
· POR André Gomes · 05 Dez 2017 · 15:55 ·


Mais um nome de peso para o Alive. Desta feita o dos escoceses Franz Ferdinand. Sobem ao Palco NOS no mesmo dia de Pearl Jam, o dia 14 de Julho. Ah, a organização manda avisar que os bilhetes para o dia 14 de Julho e os passes de trÊs dias estão quase esgotados. Say what?

O NOS Alive’18 está de regresso ao Passeio Marítimo de Algés nos dias 12, 13 e 14 de Julho de e conta com Franz Ferdinand, Future Islands, Mallu Magalhães, Pearl Jam, Queens Of The Stone Age, Real Estate, The National, Two Door Cinema Club e Wolf Alice.

Hero Fisher pesca novo single
· POR Fernando Gonçalves · 05 Dez 2017 · 15:05 ·


“I Let Love” é o seu nome e o mais que podemos dizer é que é uma pena se ela, Hero Fisher (este é mesmo o seu nome verdadeiro), levar o título do seu novo single à letra.

Enfim… Adiante. Este single serve, de igual modo, para anunciar um novo trabalho de originais da artista britânica que deverá chegar no próximo ano. Fiquem com a belíssima Hero Fisher e este não menos belo “I Let Love”.

Asaf Avidan estreia-se em Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 05 Dez 2017 · 12:23 ·


Deu-se a conhecer com “Reckoning Song” e a partir daí tentou quebrar com a ideia de que seria um artista de um êxito só. Depois de muitos trabalhos, onde incluem o suporte a nomes como Bob Dylan ou Lou Reed, o israelita Asaf Avidan chega ao Theatro Circo de Braga com o seu mais recente, e sexto, álbum de originais The Study On Falling.

O concerto terá lugar no dia 20 de Abril e terá um custo de 15 euros. Fiquem com o single “My Old Pain”, tema extraído ao novo disco do israelita.

Hoje é dia de Kastrupismo no Porto
· POR André Gomes · 01 Dez 2017 · 04:39 ·


É isso mesmo. Hoje é dia de Kastrupismo no Porto. Quer isto dizer que Guilherme Kastrup, o produtor do mais recente disco de Elza Soares, A Mulher do Fim do Mundo, apresenta o seu show no Porto. Depois do concerto no Mexefest, o brasileiro apresenta o seu disco na cidade invicta.

Para este concerto, o brasileiro conta com Elias Borges (sopros) e Luís Bittencourt (guitarra). Acontece tudo no Café Concerto Francisco Beja na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, na Rua da Alegria, Porto, pelas 22h30. É de ir.

Parceiros