Fevereiro 2016
Baywaves entram cheios de “ganas” com Marsupilami
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2016 · 18:04 ·


O mar enrola na areia, ninguém sabe o que ele diz, assim reza a lengalenga infantil, mas, pelos vistos, existe quem sabe. Eles, os que sabem, chamam-se Baywaves e vêm de Madrid, cidade sem mar, e acabam de lançar com todas as “ganas” do mundo “Marsupilami”, single de avanço daquele que será, a partir de 25 de Março, o seu primeiro EP intitulado Only For Uz (edição Foehn Records).

Auto-catalogados como uma banda de “hipnopop”, isto é, “pop atractiva que se reveste de uma capa suave e sonhadora”, assim o caracterizam David Alonso (vocalista), Marco Lobera (baterista), Carlos Sevilha (guitarra e sintetizadores) e o hispano-argentino Fran Bassi (baixo), ou sejam, os Baywaves.

Tal como o mar, de que falávamos anteriormente, que enrola e faz imergir ou emergir todo o tipo de artefactos, os Baywaves conseguiram, a exemplo das Hinds ou dos The Parrots, emergir das catacumbas da cena musical underground da capital madrilena para um EP de estreia e uma tour de 15 dias por Espanha. Viagem que passará pelo festival Primavera Sound de Barcelona e culminará, já fora deste roteiro de duas semanas, com um concerto a 30 de Março no Shacklewell Arms, Londres. Como o texto já vai adiantado e ainda não se ouviu nada, fiquem com “Marsupilami”.

Calexico a caminho do NOS Alive
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2016 · 16:46 ·


E lá está mais uma de malas aviadas para Oeiras. Desta feita são os norte-americanos Calexico e o seu mais recente álbum Edge Of The Sun a confirmarem a sua presença na edição deste ano do NOS Alive.

No dia 9 de Julho, quem se decidir dar uma olhadela ao que se passa no palco Heineken poderá encontrar esta multifacetada banda com mais de 20 anos de existência e, entre outras músicas e discos, as mais recentes pertencentes ao “viajado” Edge Of The Sun, registo que “narra” experiências passadas entre cidades tão dispares como Madrid, Tucson, El Paso ou Berlim. Enquanto Julho não chega a Portugal, trazemos “Bullets & Rocks” do novo álbum de Calexico até vós.

O novo disco dos Sensible Soccers já está todo na net, iei
· POR André Gomes · 26 Fev 2016 · 14:28 ·


É isso mesmo. Villa Soledade, o novo disco dos Sensible Soccers, é editado hoje mesmo e, em jeito de prenda, os seus sete temas acabam de ser publicados na internet pelos próprios. Que generoso da parte deles. E isto são muito boas notícias. Porque o disco, meus amigos, é do caraças. Podem ouvir tudo tudo tudo ali em baixo.

O agora trio apresenta-se ao vivo na Galeria Zé Dos Bois, em Lisboa (11 e 12 de Março, dois concertos com a lotação já esgotada) e no Cine-Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim (26 de Março). Apanhem-nos se puderem. É capaz de valer a pena.

Illinois de Sufjan Stevens é reeditado em vinil a 1 de Abril
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2016 · 12:23 ·


Faz 10 anos que Sufjan Stevens tirou Illinois da cartola e como uma década é muito tempo e merece “bolo”, a editora Asthmatic Kitty Records decidiu dar uma ajuda e reeditar uma versão dupla especial de aniversário desse “mítico” LP em vinil.

Mas bolo de aniversário que se preze faz saltar um/a stripper de dentro dele, no caso deste Illinois especial, é uma “demo” em 12” da música “Chicago”, gravada originalmente em 2004. Para além da música propriamente dita, este duplo LP em vinil trás na capa arte afecta ao super-herói Blue Marvel, natural de Chicago, capital do estado do Illinois. Para uma primeira audição, “Chicago” versão demo.

Lotus Fever aproximam-se de novo álbum com “Together”
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2016 · 12:21 ·


Com segundo álbum à porta, os portugueses Lotus Fever estão a trilhar o habitual caminho da espera. Porém, a espera pode ser torneada com um single. E foi exactamente isso que trouxe a banda à nossa coluna noticiosa. “Together”, primeiro avanço de um álbum ainda sem nome (a banda só o atribui depois de acabado) ou data de lançamento, conta com a participação de Nuno Roque (Capitão Fausto e Keep Razors Sharp) na produção naquilo que os Lotus Fever reclamam ser uma evolução na sonoridade presente no anterior registo discográfico Search For Meaning.

Para aquilatar sobre a qualidade do tema, poderão fazê-lo ouvindo-o abaixo ou, se preferirem, fazendo o download através do Soundcloud oficial dos Lotus Fever.

A Giant Dog lançam “Sex & Drugs”
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2016 · 12:20 ·


Fazendo jus ao cliché do rock, os texanos A Giant Dog acabam de lançar oficialmente o single “Sex & Drugs”, música onde o rock and roll serve de prato onde esta é servida. Esta aposta faz parte do próximo e terceiro LP da banda intitulado Pile, disco que fala, de acordo com a editora, sobre divórcio, as dores do envelhecimento, a frustração e a futilidade.

Experiências que os A Giant Dog se propõem ultrapassar com recurso a um pujante rock and rol. Pile estará nos escaparates a 6 de Maio numa edição Merge Records. Sex & Drugs em escuta.

White Lung anunciam o Paraíso
· POR Fernando Gonçalves · 26 Fev 2016 · 12:18 ·
© Rick Rodney

Ouvem-se Avés em barda lá para os lados de Vancouver. A razão de tal festim prende-se, não com uma qualquer epifania divina, mas sim com o anúncio de Paradise, novo álbum dos punk-rockers canadianos White Lung com estreia prevista para 6 de Maio pela Domino Records.

Como não poderia deixar de ser, a este anúncio seguiu-se a partilha de “Hungry”, primeiro avanço para este Paradise, álbum de 28 minutos que, segundo a banda, gira em torno do amor, da beleza, da dor e do incontornável desejo, par indissociável da ideia de paraíso. Enquanto o Paraíso não chega, fiquem com este muito agradável “Hungry”.

BODYSPACE EM CASA: Matt Elliott apresenta novo disco na Casa Independente (Lisboa)
· POR André Gomes · 26 Fev 2016 · 12:07 ·
© Sofia Miranda

Bodyspace em Casa:
Matt Elliott
 
Casa Independente, Lisboa
5 de Março, sábado
22h30 
 
5 euros

É o primeiro episódio de uma série que queremos ver repetida – e muitas vezes – numa casa que é muito querida ao Bodyspace, a Casa Independente, em Lisboa. E não poderia arrancar de uma melhor forma. Matt Elliott, o senhor The Third Eye Foundation, dispensa naturalmente apresentações a esta hora do campeonato. Ao longo dos últimos anos, o músico britânico tem vindo a construir uma extensa discografia que fala realmente por si. Matt Elliott tem um novo disco em mãos - chama-se The Calm Before - e são as canções desse novo registo que apresentará neste concerto em data única nacional. Um momento imperdível, portanto. Quem teve a sorte de ver Matt Elliott em palco sabe muito bem quão intensas podem ser as suas actuações. Uma voz, uma guitarra e uns pedais constroem por vezes uma muralha sonora que coloca em confronto a beleza e a melancolia, a força e a fragilidade e mais um sem fim de ideias contrastantes. Façam o favor de não faltar.
Catalã CARLA mostra o seu disco de estreia
· POR André Gomes · 26 Fev 2016 · 11:40 ·


Depois dos singles “Let’s burn a forest” e “Lucky One”, é possível ouvir desde já todos os temas do primeiro disco de estúdio de da catalã Carla Serrat (precisamente, a irmã de Joana Serrat), que é lançado hoje mesmo com o selo da Sones. Ao contrário da irmã, dedicada à música folk, CARLA concentrou esforços na pop electrónica.

O disco chama-se Night Thoughts, foi produzido por Edu Martínez e pela própria Carla Serrat e masterizado por John Davis (Blur, FKA twigs, Haim). Podem ouvir todas as suas canções aqui, com o selo da revista espanhola Mondo Sonoro.

Ryley Walker lança novo disco com Charles Rumback
· POR André Gomes · 25 Fev 2016 · 16:55 ·


Chama-se "Dhoodan" e é o primeiro tema disponível para audição retirado de Cannots, o disco que junta Ryley Walker e Charles Rumback, registado durante duas curtas sessões separadas por um mês (pelos vistos as agendas de ambos os músicos andam bem apertadas). O registo terá honras de edição na Dead Oceans e estará cá fora no Record Store Day, no dia 16 de Abril.

Neste disco, Charles Rumback contribui com bateria e órgão e Ryley Walker com guitarras acústicas e eléctricas, piano e sinos). A liberdade parece ser a ideia central do disco. Podem ouvir a fabulosa "Dhoodan" aqui em baixo.

Orchestra of Spheres em Portugal
· POR André Gomes · 25 Fev 2016 · 15:47 ·


É caso para dizer, finalmente: os neo-zelandeses Orchestra of Spheres, uma das melhores bandas ao vivo que este que assina teve a oportunidade de ver, aterram - porque essa é a palavra certa mesmo - por cá em Junho para dois concertos. Um deles acontece no Teatro Rivoli, com o selo da Lovers & Lollypops, na rubrica Understage. Os bilhetes custam cinco euros e já estão à venda aqui.

Tanto quanto sabemos será também confirmado um concerto em Lisboa mas os detalhes dessa actuação não chegaram ainda à nossa redacção. Preparem-se meus amigos: vem aí bomba.

MPLUS mostram EP de estreia por aí
· POR Matheus Maneschy · 25 Fev 2016 · 15:35 ·


O novo duo português nasceu para misturar a electrónica ao rock e blues. De um lado, os sintetizadores percussionados de Márcio Paranhos. Do outro, a voz sensível de Mónica Dias. E o resultado disto é a junção de dois universos que já não parecem assim tão distantes.

No dia 20 de feveireiro, aconteceu o concerto de estreia, em Guimarães. Já há outras 7 datas para concertos até Abril. Amanhã abrem o Festival BOREAL, em Vila Real.

DarkSunn mostra novo tema
· POR André Gomes · 25 Fev 2016 · 15:29 ·


Deve ser mesmo destes raios de luz. A música luminosa continua a aparecer. Desta vez é o português DarkSunn, que nos deixa novidades em forma de um novíssimo single. Chama-se "Arrow" e é apresentada pelo próprio como um "cruzamento entre hip hop, future beats e footwork". E depois deixa a pergunta: "bem, no final do dia, o que é um género?".

Podem então ouvir "Arrow" aqui em baixo. Resta-nos esperar mais novidades para breve, sobretudo em forma de um disco. Fazemos nós a pergunta daqui: para quando, DarkSunn, para quando?

NAO partilha novo single
· POR André Gomes · 25 Fev 2016 · 14:50 ·


Não sei como está aí mas aqui há uns raios de sol por entre as nuvens mais escuras. E por isso o novo single de NAO, "Fool to Love", pequena maravilha R&B que ameaça ficar-nos na cabeça durante muito tempo, cabe-nos que nem uma luva. O tema foi estreado no programa de Annie Mac (na Radio 1) e antecipa o seu disco de estreia no qual a cantora está neste momento a trabalhar.

Detalhes sobre esse registo não existem muitos. Apenas que será editado algures este ano com o selo da sua própria editora, a Little Tokyo Recordings, e a RCA Records. É esperar para ouvir. Por enquanto, tirem cá para fora a vossa cena mais sexy.

Como vai ser Março na Casa Independente?
· POR André Gomes · 25 Fev 2016 · 12:49 ·


Vai ser assim para o cheio de propostas. Concertos há muitos: Dino D'Santiago a 4, Matt Elliott no dia seguinte (concerto com selo Bodyspace, claro está), UM AO MOLHE - Margarida Falcão, Joana Guerra e Eosin no dia 8, Birds are Indie (dia 19), They're Heading West (com o convidado especial Diego Armés, dia 20) e Fogo Fogo (25).

DJ sets há muitos: Camboja Selecta, Donas são como Divãs, Cláudia Duarte e a estreia da rubrica CASAL BOSS, com a dupla Cláudia Guerreiro + Rui Carvalho (ai ai ai). Mais informações no site da Casa Independente.

Primeiros nomes do Milhões? Já cá estão
· POR André Gomes · 25 Fev 2016 · 11:30 ·


O festival barcelense Milhões de Festa, que este ano se realiza entre os dias 21 a 24 de Julho no parque fluvial de Barcelos, já começou a confirmar nomes para a sua próxima edição. São eles Goat, Sons of Kemet, Dominique Dumont e ainda o regresso da curadoria da londrina Baba Yaga's Hut, que lança para o cartaz nomes como Part Chimp, Evil Blizzard e Tomaga.

Os bilhetes para a experiência barcelense já se encontram à venda. Custam 50 euros até 9 de Maio, subindo depois mais 10 euros no dia dia seguinte. Aqui em baixo podem ver como é estar a olhar para um palco em que os Goat estão a actuar.

Vinil comemorativo dos 10 anos de Hallelujah The Hills chega a 12 de Abril
· POR Fernando Gonçalves · 25 Fev 2016 · 11:02 ·


A banda de indie rock natural de Boston está a comemorar dez anos de existência e festa que é festa merece o melhor, os Hallelujah The Hills, catalogados por muitos media especializados como “lenda de Boston”, anunciaram o lançamento de um vinil de 45 rpm em 7, com edição limitada a 50 exemplares com a marca de água editorial a pertencer à sua primeva editora Misra Records.

Mas as surpresas não se ficam por aqui. Este vinil, feito em policarbonato e de forma totalmente artesanal, estará “carregado” com as faixas “Wave Backwards to Massachusetts” e “Oxus Pagoda”, que farão a sua estreia neste formato. Para os apreciadores da banda e deste tipo de suporte, a pré-venda já se encontra aberta aqui. Fiquem com “Wave Backwords to Massachusetts”.

The Boxer Rebellion estão de regresso com “um soco no estômago”
· POR Fernando Gonçalves · 25 Fev 2016 · 10:58 ·
© Nedda Afsari

Primeiro com o single “Keep Me Close”, segundo avanço de Ocean By Ocean álbum que será, a partir de 29 de Abril, o quinto da lista de originais do quarteto londrino The Boxer Rebellion. Mas, antes de irmos ao álbum propriamente dito, detemo-nos, por instantes, no novo “Keep Me Close”.

De acordo com a informação a que tivemos acesso, esta música é sobre entrega, a entrega necessária e inviolável que “devemos” a alguém que queremos muito. Emotividade, segundo a editora, que se mescla com uma profunda melancolia para, não raras vezes, se traduzir num pujante “soco no estômago”. De modo a comprová-lo, ou não, fiquem com “Keep Me Close”. O alinhamento pode ser consultado ali em baixo.



1. Weapon
2. Big Ideas
3. Let’s Disappear
4. Pull Yourself Together
5. Firework
6. Keep Me Close
7. Redemption
8. The Fog I Was Lost In
9. You Can Love Me
10. Let It Go

Medeiros/Lucas metem segunda a fundo em Terra do Corpo
· POR Fernando Gonçalves · 25 Fev 2016 · 10:54 ·


Não é de automobilismo nem de grandes velocidades que falamos, mas sim do segundo álbum de originais da dupla açoriana Pedro Lucas e Carlos Medeiros. Terra do Corpo, metamorfose da ideia em música aka novo disco, tem data lançamento marcada para 5 de Abril pela editora Lovers & Lollypops. Depois de Mar Aberto, nascido no ano passado e baseado na ideia de viagem marítima como metáfora para a viagem existencial, este segundo registo opta, de acordo com a editora, pela exploração da realidade “mais física”, um realismo assente na ideia de humanismo e no trajecto “materialista”, no sentido filosófico-político do termo, do Homem.

Materialismo quase dialéctico, mas não politicamente sectário, que se verifica na constante luta entre categorias antagónicas como o popular e o erudito, o pessoal e o social ou o tradicional e o inovador, presentes ao longo de um álbum que a dupla faz questão de catalogar como “geneticamente político”. “Terra do Corpo é a materialização de um pacto entre a palavra e o som num conjuro a armas humanistas. É um apelo a uma Primavera antecipada para o Homem que, vivendo a banalidade invernal, vê-se carente de substância. Esta revolução do corpo, ou se quisermos, este levante do corpo, faz-se no recuperar dessa casa, hoje vazia, como habitação primordial que se quer sempre lotada e em permanente revolução”, explica João Pedro Porto, autor de todas as letras do álbum.

Para além dos dois açorianos, o novo álbum contou, ainda, com a participação de nomes como Filho da Mãe, Tó Trips e as vocalizações de Selma Uamusse e António Costa (Ermo). Ainda sem áudio ou vídeo para vos apresentar, deixámos-vos com o muito a propósito “Fado do Regresso”, música que integra o primeiro álbum Mar Aberto. O alinhamento vem logo a seguir.



1. Sede
2. Safra de Gente
3. Sístole Perdida
4. Transparência
5. Corpo Vazio
6. Asas
7. Azougo
8. Sina Saudade
9. Pulmão
10. Fome de Vento
Bode Holofonico para escuta
· POR António M. Silva · 24 Fev 2016 · 16:24 ·


Está encontrado o melhor nome de 2016. Os Bode Holofonico são um duo paulista formado por Guilherme Granado e Leandro Archela, que acabou de lançar o seu álbum de estreia via propósitorecs.

Dividido em duas faixas, o disco consiste numa livre improvisação feita através da manipulação de sintetizadores, instrumentos electrónicos e efeitos vários. O melhor é que dá para ouvir tudo à borla e à distância de um clique, aqui em baixo.

Sau Poler com novo EP na atomnation
· POR António M. Silva · 24 Fev 2016 · 16:23 ·


A atomnation (casa de nomes como Applescal ou Koett) vai lançar no próximo dia 29 de abril o novo EP do Sau Poler, Memorabilia. O álbum conta com cinco temas que são descritos pelo produtor como "uma união entre passado e presente", cruzando influências house e disco.

Gravado com recurso a um Arp Odyssey e um Fender Rhodes, Memorabilia estará disponível a 29 de Abril, em edição digital e em vinil de 12''. Para já, há "Jaffer House" para ouvir (e colar) no soundcloud da atomnation.

Awwz mostra novo EP
· POR Paulo Cecílio · 24 Fev 2016 · 14:16 ·


Awwz é aquilo que eu faço quando vejo um gatinho fofinho na Internet ou uma gata da Internet a abraçar o seu gatinho fofinho. É também o nome com o qual a catalã Gemma assina as suas produções downtempo, tendo acabado de lançar um EP novo, Glid, disponível para escuta no Soundcloud.

Esperem: beats sensuais, uma voz LanaDelReyniana na primeira faixa, e um docinho bom para passarem as vossas próximas noites, agarradinhos a gatos ou a gatas. É indiferente. Está tudo aqui em baixo.

Wushta entre Porto e Londres com álbum de estreia na bagagem
· POR Fernando Gonçalves · 24 Fev 2016 · 11:51 ·


Se António Variações estava entre Braga e Nova Iorque, Marcelo Graf Reis aka Wushta reinventa a expressão e as cidades, transformando-o num entre Porto e Londres. E foi a partir da capital inglesa que criou e, agora, edita em formato físico, o seu álbum de estreia Nuit Américaine/ Fête Sur La Plage.

Inspirado pelo som do disco produzido nos anos 80 e na cultura futurista dessa década a quer se alia uma imagética baseada no lo-fi e no VHS, Nuit Américaine/ Fête Sur La Plage vem acompanhado por “Monte Carlo”, single também em estreia não só sonora como visual. Neste último campo, o do vídeo que dá cor ao single, é de referir o contributo de Inês Castanheira, artista portuense que desenvolve instalações visuais e interactivas. Para ver e ouvir, eis “Monte Carlo”.

Wire armados em coreanos anunciam novo álbum
· POR Fernando Gonçalves · 24 Fev 2016 · 11:44 ·
© Owen Richards

Dia 22 de Abril marca a sublinhado o regresso dos Wire aos registos discográficos. O novo mini-rebento, pois trata-se de um mini-ábum, chama-se Nocturnal Koreans e foi concebido a partir dos registos efectuados nas sessões de gravação do seu antecessor Wire. “O álbum Wire respeitava o legado da banda, enquanto Nocturnal Koreans o é em menor escala – ou melhor dizendo, é a banda a ser menos respeitosa com ela mesma – foi um álbum mais de estúdio em contraponto com aquilo que sempre fizemos”, explica o vocalista e guitarrista Colin Newmann.

Para além de Nocturnal Koreans álbum, a banda lançou, de igual modo, “Nocturnal Koreans”single, primeira música extraída do disco que, como prometido, podem escutar aqui.

Vem aí novo disco de Marissa Nadler
· POR Paulo Cecílio · 24 Fev 2016 · 11:40 ·


Uma das mulheres mais fofinhas da folk negra como o metal está já a preparar o sucessor de July, editado em 2014, e que é daqueles discos que quando a fome emocional aperta se colocam sempre a rodar. Strangers será o título do seu novo trabalho, produzido por Randall Dunn e com data de lançamento marcada para o próximo dia 20 de maio, através da inigualável Sacred Bones.

O single de avanço, "Janie In Love", está já disponível para escuta no Soundcloud e soa a uma Nancy Sinatra com corpsepaint a percorrer os desertos gelados da Califórnia antárctica. Ou algo assim. Verifiquem por vós.

Liima lançam “bíblico” 513
· POR Fernando Gonçalves · 24 Fev 2016 · 11:36 ·
© Thomas Maximilian Jauk

ii só chega a 18 de Março, mas os Liima não querem deixar que a ansiedade se apodere dos fãs e vai daí, lançam música nova. “513”, assim, em numerário, é quanto basta para que, a partir de hoje, o ciclo musical de ii se vá completando até ao lançamento final.

Gravado entre residências artísticas em Berlim, Istambul, Finlândia e a nossa Madeira, apresenta-se como um repositório das influências recolhidas nestes locais que, mormente, acabavam em concertos onde as músicas eram pela primeira vez “experimentadas” perante uma audiência. No caso de “513”, foi Berlim a servir de forno à inspiração. Aparentemente enigmático, “513” refere-se, de acordo com a banda, ao capítulo 5, versículo 13 da epístola aos Gálatas presente na Bíblia e que reza assim: “Vós, meus irmãos, fostes chamados à liberdade. Não abuseis, porém, da liberdade como pretexto para prazeres carnais. Pelo contrário, fazei-vos servos uns dos outros pelo amor”.

Esta explicação sobre o significado de “513”, contudo, foi dirigida, especificamente, para o nosso país. Confusos? Não fiquem. A banda concebeu uma série de significações à volta do número 513 e decidiu atribuir uma a cada país mediante sorteio. A Portugal coube este bíblico significado. Fiquem com o nosso “513”.


Gordi, a nova voz da Jagjaguwar
· POR Rita Neves · 24 Fev 2016 · 11:30 ·


Sophie Payten ou Gordi, como prefere ser chamada, é a nova voz da editora Jagjaguwar, onde lançará um EP ainda este ano. Comparada a Angel Olsen, Joni Mitchell, Peter Gabriel e The Tallest Man On Earth, a australiana de 22 anos rapidamente captou a atenção não só dos críticos, mas também do público, com uma combinação fatal de voz imponente sob melodias indie popescas.

Como forma de se mostrar ao mundo, antes de lançar o seu tão aguardado trabalho, Gordi mostra-nos um rework da faixa "Avant Gardener" da já ilustre Courtney Barnett, que podem ouvir em baixo. Podemos apanhar Gordi - e o seu novo trabalho, esperamos - pela Europa a partir do mês de Maio.

Morrissey ganha versão mexicana em Mexrrissey
· POR Matheus Maneschy · 23 Fev 2016 · 18:09 ·


O que os The Smiths tinham de britânicos, agora vão ter de latinos. Mexrrissey é uma releitura dos maiores sucessos de Morrissey. O disco será lançado a 4 de Março e promete grandes surpresas para os fãs da banda.

Claro, as canções são cantadas em espanhol. No Manchester é o nome do álbum, que foi gravado entre a Cidade do México e Tucson, no Arizona. No Manchester em nada parece ser um disco de versões, mas sim um tributo. Aqui está o primeiro single, chamado de “Estuvo Bien” (Suedehead).

The Miami Flu reúne o psicadelismo num só álbum
· POR Matheus Maneschy · 23 Fev 2016 · 18:04 ·


A nova banda de Pedro Ledo e Tiago Sales (metade dos Lululemon) está a lançar o seu álbum de estreia, com o nome de Too Much Flu Will Kill You. Tiago Campos e João Vilar também contribuíram para os arranjos de bateria e teclado. Uma curiosidade sobre este novo projecto: o processo criativo deu-se também a meio de partidas de videojogos retro.

O disco foi misturado e masterizado na Adega Records, no Porto, por Alexandre Braga. O disco já está disponível para download gratuito, e aqui há um single com nome bem sugestivo, “Vicious Pills”. Para ouvir e ver aqui em baixo. 

Vem aí um novo disco de Gold Panda
· POR André Gomes · 23 Fev 2016 · 15:45 ·


Gold Panda acaba de anunciar o lançamento de Good Luck and Do Your Best, o sucessor de Half of Where You Live, editado em 2013 - parece que foi há dez anos atrás, certo?. O novo registo chega a 27 de Maio com o selo da City Slang. Aparentemente o disco foi fortemente inspirado pelas viagens que o músico fez ao Japão em 2014.

Para não ser só aquela coisa do "anunciamos um disco mas damos só a capa, o alinhamento e um saco de amendoins", Derwin Schlecker partilhou também uma nova canção e o seu respectivo vídeo, realizado por Ronni Shendar. Ouçam “Time Eater” e aproveitem para passear por Nova Iorque, Berlim, Colónia, Hong Kong, e Las Vegas.

Star Wars pariu um disco
· POR Vitor Bruno Pereira · 23 Fev 2016 · 11:10 ·


Bonobo, Flying Lotus, Röyksopp e mais um punhado de malta de várias vertentes da electrónica juntaram-se, sob o comando de Rick Rubin, para um disco construído a partir do universo Star Wars. A ideia era compor um álbum usando apenas sons e efeitos dos filmes - sem recorrer à OST de John Williams, obviamente.

O resultado chama-se Star Wars Headspace e foi lançado digitalmente dia 19 pela Hollywood Records. A versão física chega-nos mais tarde, a 18 de março. Curtia acabar o texto com algum trocadilho ou referência engraçada ao universo Star Wars, mas o meu conhecimento (#nulo) não dá para tanto. Fiquem mas é com a contribuição de Simon Green AKA Bonobo para a compilação.

Vem aí mais uma grande Festa do Jazz
· POR Nuno Catarino · 23 Fev 2016 · 11:08 ·
Susana Santos Silva © Petra Cvelbar

A 14ª edição da Festa do Jazz do São Luiz vai realizar-se entre os dias 16 e 20 de Março. Além dos habituais concertos no Teatro São Luiz (de 17 a 20), também a Escola de Música Conservatório Nacional vai acolher concertos, no dia 16. Para lá dos concertos, a Festa inclui ainda masterclasses, conversas e até uma residência artística.

A música arranca na quarta-feira, dia 16, com actuações do grupo luso-alemão Memento e do trio germânico Komfortrauschen no Conservatório. No dia 17 de Março, quinta-feira, a festa muda-se para o São Luiz, que vai acolher actuações do quarteto de Carlos Martins (veterano saxofonista que acaba de editar um novo disco, homónimo), do duo de Rita Maria e Filipe Raposo (voz e piano) e do Mário Laginha Novo Trio. No dia seguinte, sexta-feira, actuam os nórdicos Kuára (Markku Ounaskari, Samuli Mikkonen e Trygve Seim) e o Egli-Santana Group (grupo co-liderado por Florian Egli e Gileno Santana).

Já no sábado, dia 19, os concertos arrancam logo de tarde e, pelos vários espaços do São Luiz (Sala Principal, Sala Mário Viegas e Jardim de Inverno), vão passar actuações de César Cardoso, Rodrigo Amado Motion Trio (com o convidado Rodrigo Pinheiro), L.U.M.E. (Lisbon Underground Music Ensemble), TGB (Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão) e André Fernandes (apresentando o novo disco Dream Keeper com Perico Sambeat). A noite de sábado fecha com o Combo do Conservatório de Música de Coimbra.

No domingo o São Luiz acolhe concertos de Slow Is Possible, Cinema & Dintorni (Massimo Cavalli, Ricardo Pinheiro e Jorge Moniz), JPES Trio (João Paulo Esteves da Silva, Mário Franco e Samuel Rohrer), Big Band do Município da Nazaré, Susana Santos Silva (apresentar o excelente Impermanence), João Barradas Diections (com o consagrado saxofonista americano Greg Osby). A Festa do Jazz encerra com a actuação do Combo da ESMAE no Jardim de Inverno.

O preço dos passes varia entre 15€ (1 dia), 25€ (2 dias) ou 30€ (3 dias), mas há descontos para jovens e portadores do cartão Maria & Luiz (7,5€ por dia). Além dos concertos de músicos consagrados, durante as tardes de sábado e domingo há as habituais actuações das escolas de jazz no Jardim de Inverno. Estes concertos arrancam a partir das 14h30 e têm entrada livre.

Islandeses Samaris lançam novo single
· POR André Gomes · 23 Fev 2016 · 11:01 ·


Notícias fresquinhas de Samaris: o novo single "Wanted 2 Say"será lançado pela One Little Indian no dia 8 de Abril. Felizmente já é possível ouvir a dita canção ali em baixo. É a própria editora que o anuncia: aqui está a canção mais pop de sempre do trio islandês.

Mas há mais novidades: esta é a primeira vez que Jófríður Ákadóttir (lembram-se dela? lembram-se, pois) canta em inglês. A maior novidade de todas, no entanto, é que os Samaris lançam novo disco em 2016. Gravado entre Berlim, a Irlanda e Reiquiavique durante um ano, o novo disco tem a particularidade de ter sido escrito à distância uma vez que os três membros da banda encontram-se a viver em locais distintos. É esperar para ouvir como soa.

Minor Victories, entre Mogwai e Editors, lançam álbum de estreia
· POR Fernando Gonçalves · 23 Fev 2016 · 10:49 ·
© Sally Lockey

Stuart Braithwaite (Mogwai), Justin Lockey (Editors), Rachel Goswell (Slowdive) e James Lockey são os Minor Victories e já têm disco, neste caso, o primeiro. Minor Victories, homónima criatura chegará no dia 3 de Junho pela mão da Play It Again Sam.

Para além do anúncio do novo álbum, a banda aproveitou o embalo e “deitou cá para fora” o single “A Hundred Ropes”, uma das dez canções que integram o disco. Para ouvir e ver (poderoso vídeo realizado por James Lockey) “A Hundred Ropes” pelos Minor Voctories.

Massive Attack & Young Fathers no Super Bock
· POR André Gomes · 22 Fev 2016 · 22:55 ·


A organização do Super Bock Super Rock acaba de deixar mais uma confirmação para a edição 2016 do festival lisboeta. Singular porque, pelo que percebemos, os Massive Attack e os Young Fathers vão estar no Palco Super Bock ao mesmo tempo. Ah pois. Acontece tudo no dia 15 de Julho.

O festival que acontece nos dias 14, 15 e 16 de Julho no Parque das Nações tem já confirmados no seu cartaz os seguintes nomes: Disclosure, The National, Jamie XX, Kurt Vile, Villagers, Bloc Party, Mac DeMarco, Kwabs, Petite Noir, Kendrick Lamar e FIDLAR. Agora façam as vossas escolhas.

De uma “ganza” de Melaena Cadiz nasceu At The Symphony
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2016 · 17:44 ·
© Mikael Kennedy

Acaba de ser revelado o novo single de Melaena Cadiz. “At The Symphony”, assim se chama a criatura, conta a estória de uma grande “moca” após ter fumado um charro com uns amigos enquanto assistiam a uma sinfonia em Nova Iorque, uma das cidades que inspirou a cantora folk californiana na produção de Sunfair, novo álbum da artista, com estreia prevista para 4 de Março.

"Estávamos sentados na secção superior, nas laterais do auditório. Quase não há qualquer espaço para as pernas entre os assentos e o corrimão, então parecia que poderíamos cair ao inclinarmo-nos para a frente. Eu dormia e acordava o tempo todo com aquela bela sonoridade e imaginava-me a cair nesse desfiladeiro. Foi um desses mágicos momentos de Nova Iorque”, explica Melaena.

A acompanhar esta doce balada folk chamada “At The Symphony” está um vídeo, realizado pelo também músico Matt Bauer, que transporta a canção para um universo mágico onde os cristais e as poças de água tentam fazer passar as sensações de Melaena durante esse inspirador concerto. “At The Symphony” pela mão de Melaena Cadiz.

Yuko Yuko estreia-se nos longas-duração
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2016 · 17:38 ·


More Than A Facebook Friend Out
assim se chama o álbum de estreia do nostálgico dos anos 80 holandês Yuko Yuko. Influenciado pelo som de bandas tão icónicas como os New Order ou os Stone Roses e já, inclusive, comparado às sonoridades de Mac DeMarco ou Animal Collective, o disco tem lançamento marcado para o dia 28 de Fevereiro.

Para já e, depois do single de estreia “I’m Too Cool”, fiquem com o mais recente “Wait For The Apocalypse” aqui em baixo.

The Diary perdido de J Dilla verá a luz do dia em Abril
· POR Fernando Gonçalves · 22 Fev 2016 · 17:30 ·


A MassAppel Records, editora com os direitos de edição da obra do falecido rapper norte-americano J Dilla, acaba de anunciar o lançamento de The Diary para o dia 15 de Abril, álbum de originais produzido pelo próprio Dilla em 2002, mas que nunca viu a luz do dia. The Diary tinha estreia prevista para 2002, mas acabou por nunca sair das “bobines”.

Dentro deste disco, o ouvinte, poderá encontrar material recolhido pelo rapper ao longo da sua vida e, em particular, dos momentos que se seguiram à sua ruptura com o sistema das “major labels”, período de maior fertilidade musical do artista. Enquanto não sai o álbum, a editora e a família de J Dilla, co-editora do disco, apresentam “The Introduction”, primeira faixa a “saltar” para a ribalta. “The Introduction” por J Dilla.

Jazzanova ao remix
· POR Rafael Santos · 22 Fev 2016 · 12:45 ·


Uns acham-nos pertinentes. Outros nem por isso. Mas eles existem. E muitos gostam que eles existam. Nunca foram extraordinários nos originais - sabemos bem que têm dois álbuns. O grande forte do colectivo sempre foi as remisturas. Já não são requisitados como foram. Também a arte da remistura deixou de ser o que importava há 20 anos. Edits, re-edits, remixs… sabe-se lá o que interessa hoje em dia.

Para já sabemos que os Jazzanova quebraram o silêncio. Fizeram-no a remisturar dois temas dum obscuro grupo que editou um disco em 1980, os Spinning Motion. Quem são, ou porque os Jazzanova decidiram perder tempo com eles, é uma incógnita. O trabalho existe. É ouvir. Mais por carolice…

Music of Morocco: Recorded by Paul Bowles, 1959: box set no Dia das Petas
· POR Vitor Bruno Pereira · 22 Fev 2016 · 12:43 ·


No dia 1 de Abril, a Dust-to-Digital deita cá para fora um box set (quatro CDs com mais de quatro horas de música) com gravações que Paul Bowles fez em Marrocos no final dos anos 50. Quem? Ora, diz-nos o sempre útil Wikipedia que Paul Bowles(1910-1999) foi um compositor, escritor e tradutor norte-americano expatriado em Marrocos, mais concretamente em Tânger. No ano de 1959, Bowles tirou seis meses e viajou por todo o país, compilando gravações vocais e instrumentais das diversas tribos e populações indígenas que encontrou. Essas gravações deram origem a Music of Morocco: Recorded by Paul Bowles, 1959.

A Biblioteca do Congresso norte-americana editou um álbum duplo baseado nessa viagem em 1972, mas esta reedição da Dust-to-Digital leva a coisa mais adiante : para além das tais quatro horas de música divididas por quatro CDs, a boxset inclui um livro de 120 páginas (introdução a cargo do Lee Ranaldo) com field notes do próprio Paul Bowles e anotações de Philip Schuyler. Tudo isto empacotado numa daquelas cigar boxes forradas a seda que vemos nos filmes de época. Fancy...Enquanto o Dia das Petas não chega, o bandcamp da Dusted já têm duas faixas disponíveis para audição. Vale.

NOS Primavera Sound: já há programação por dias
· POR André Gomes · 22 Fev 2016 · 12:09 ·


Boas notícias. Já é possível saber quem toca em que dia na próxima edição do NOS Primavera Sound, o festival que decorre no Parque da Cidade do Porto entre os dias 9 e 11 de Junho. No seguimento disso, os bilhetes diários para o festival ficam disponíveis a partir de terça-feira, dia 1 de Março, pelo preço de 55 euros. O passe geral para o certame vale 105 euros.

Os pontos de venda são: bol, Seetickets, Ticketea, Portal NOS Primavera Sound e locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés, Worten, …). Blá, blá, blá. Tudo para ver e ouvir tudo isto que listamos aqui em baixo.

Quinta-feira, dia 9 de Junho: Animal Collective, Deerhunter, Julia Holter, Parquet Courts, Sensible Soccers, Sigur Rós, U.S. Girls, Wild Nothing
 
Sexta-feira, dia 10 de Junho: Brian Wilson performing Pet Sounds, Beach House, BEAK>, The Black Madonna, Cass McCombs, Destroyer, Dinosaur Jr., Empress Of, Floating Points (live), Freddie Gibbs, Holly Herndon, Kiasmos, Mudhoney, Mueran Humanos, PJ Harvey, Protomartyr, Roosevelt, Savages, Tortoise, White Haus
 
Sábado, dia 11 de Junho: Air, Algiers, Autolux, Bardo Pond, Battles, Car Seat Headrest, Chairlift, Drive Like Jehu, Explosions In The Sky, Fort Romeau, Linda Martini, Loop, Manel, Moderat, Neil Michael Hagerty & the Howling Hex, Royal Headaches, Shellac, Titus Andronicus, Ty Segall and The Muggers, Unsane
Novo disco de Pantha du Prince chega em Maio
· POR André Gomes · 19 Fev 2016 · 21:31 ·


Não sei se já repararam mas Pantha du Prince, o pseudónimo do produtor alemão Hendrik Weber, acaba de lançar um novíssimo single que antecipa o seu próximo disco. "The Winter Hymn" é a canção que dá o mote para a chegada de The Triad, o sucessor do belíssimo Black Noise, editado em 2010.

Aqui em baixo p0odem ouvir "The Winter Hymn". Mais abaixo podes consultar o alinhamento do que disco que chega a 20 de Maio com o selo da Rough Trade. É impressão minha ou de repente ficou mais calor?



01 The Winter Hymn [ft. Queens]
02 You What? Euphoria!
03 Frau im Mond, Sterne Laufen
04 In An Open Space [ft. Queens]
05 Chasing Vapour Trails [ft. Joachim Schultz & Kassian von Troyer]
06 Lichterschmaus
07 Dream Yourself Awake
08 Lions Love [ft. Joachim]
09 Islands In The Sky
10 Wallflower for Pale Saints

Samiyam com novo disco em Março
· POR Vitor Bruno Pereira · 19 Fev 2016 · 18:21 ·


Sam Baker, que é como quem diz, Samiyam, prepara-se para lançar um novo disco, Animals Have Feelings, a 4 de Março. Será a estreia do produtor norte-americano na Stones Throw Records, antro fundamental na construção de uma ideia de hip-hop moderno.

O disco é composto por 22 faixas e é maioritariamente instrumental, mas ainda assim conta com as participações dos rappers Earl Sweatshirt, Action Bronson, Oliver the 2nd e Jeremiah Jae. Samiyam diz-nos no press que considera Animals uma sequela criativa de Rap Beats Vol. 1, e é capaz de ter razão. O tema de avanço,“Dartgun”, aponta nesse sentido.

Sensible Soccers atacam com novo longa duração
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2016 · 18:16 ·
© Daniel José

Villa Soledade é o novo filhote dos Sensible Soccers inspirado pelo espectáculo conceptual “Paulo”, concerto com que acabaram a tournée de 2015. Gravado entre o Verão e o Outono do ano passado, Villa Soledade, é composto por sete músicas, entre as quais, “Villa Soledade”, tema que dá nome ao disco e se torna, a partir de hoje, o primeiro single do segundo longa duração destes “futebolistas sensíveis”.

Apesar de já se encontrar em pré-venda nas plataformas Google Play, Amazon e iTunes, Villa Soledade só será lançado em formato físico, edição de autor, no próximo dia 26 de Fevereiro. Para quem quiser tirar as teimas sobre a qualidade dos Sensible Soccers ao vivo poderá, igualmente, fazê-lo de dia 11 de Março em diante, pois este dia marca o início de uma série de concertos que passarão pela Galeria Zé Dos Bois (11 e 12 de Março) e pelo Cine-Teatro Garrett na Póvoa de Varzim (26 de Março). Realizado por Laetitia Morais, eis Villa Soledade.

Daily Misconceptions lança single com nome grande demais para estar aqui
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2016 · 18:14 ·


“Little Grains of Rice Running Away From A Plate In Fear Of The Chopsticks” é o nome do single de avanço de Our Little Sequence Of Dreams, primeiro LP do lisboeta Daily Misconceptions e, como podem comprovar, é grande para xuxu (sim, nós contamos os caracteres e os do título ficam a perder em relação ao nome do single).

Formado por sete músicas e com lançamento previsto para 22 de Março, Our Little Sequence Of Dreams, é, de acordo com a editora Zigur Artists, um disco de carácter intimista constituído por músicas que “deixam a descoberto uma atenção minuciosa às texturas e ás melodias quase inocentes que nos deixam rendidos e embevecidos desde o primeiro segundo”. Para ouvir “Little Grains of Rice Running Away From A Plate In Fear Of The Chopsticks” aqui.

Har Mar Superstar promete “Best Summer Ever” com Julian Casablancas
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2016 · 18:08 ·
© Rickett & Sones

E vai cumprir a 8 de Abril, apesar de Sean Tillmann, mais conhecido por Har Mar Superstar no universo musical, ser um quase comediante profissional. O brinquedo novo chama-se Best Summer Ever e conta com Julian Casablancas na produção que, porém, não se fica por aqui, uma vez que, também assinou a nova música “Youth Without Love”.

Para além de Julian Casablancas, Best Summer Ever contou, de igual modo, com a colaboração de Karen O, Sweeney, James Levy, Shawn Everett e Bobby Charles (na música “I Hope”). “Youth Without Love” de Har Mar Superstar e Julian Casablancas para ouvir aqui. Alinhamento aqui em baixo.

01 I Hope
02 Youth Without Love
03 Anybody's Game
04 How Did I Get Through the Day
05 Haircut [ft. Karen O]
06 It Was Only Dancing (Sex)
07 Don't Erase
08 My Radiator
09 Famous Last Words
10 Confidence
FKA twigs é “Good To Love” em sensual novo single
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2016 · 17:53 ·


Depois do lançamento do EP M3LL155X em Agosto passado, FKA twigs acaba de surpreender os seus inúmeros fãs com uma música nova. “Good To Love”, assim se chama a coisa musicada, foi produzida por Rick Nowels em parceria com a artista inglesa e vem acompanhada por um vídeo onde twigs dá asas à sua sensualidade, vídeo esse, também realizado pela cantora.

Sem mais delongas, fiquem com a sensualidade de FKA twigs a preto e branco em “Good To Love” aqui em baixo.

Novo disco de Beacon já anda aí
· POR António M. Silva · 19 Fev 2016 · 17:10 ·
© Chad Kamenshine

Os Beacon, duo formado por Thomas Mullarney III e Jacob Gossett têm disco novo. Chama-se Escapements e foi lançado no passado dia 5 de Fevereiro pela Ghostly International. Em jeito de antecipação deste lançamento, a banda revelou o vídeo para “IM U” realizado por Charles Bergquist que podem ver ali em baixo.

Adicionalmente, os nova-iorquinos anunciaram ainda um remix de Kim Ann Foxman para “Preserve”, que podem ouvir aqui.

Olhem só quem está de volta
· POR António M. Silva · 19 Fev 2016 · 17:04 ·


Alex Willner, aka The Field, anunciou há dias o seu regresso aos discos. Depois de editar o excelente Cupid’s Head (e depois de dar um concerto soberbo no Musicbox) em 2013, o sueco regressa agora com The Follower. O álbum está cá fora no dia 1 de abril, com selo da teutónica Kompakt.

Em comunicado, Willner esclarece que este “é um disco sobre velhos mitos, utopias e como a humanidade comete os mesmos erros uma e outra vez”. Profundo. A setlist pode ser consultada ali em abaixo.



01. The Follower
02. Pink Sun
03. Monte Veritá
04. Soft Streams
05. Raise The Dead
06. Reflecting Lights
Aries: já é possível ouvir o primeiro single do novo disco
· POR André Gomes · 19 Fev 2016 · 15:23 ·


Aries, que é como quem diz a espanhola Isabel Fernández Reviriego, acaba de mostrar o primeiro single do seu novo disco, Adieu or Die, que terá o selo conjunto da La Castanya e da K Records. O novo registo chega já no próximo dia 1 de Abril.

Isabel é a única responsável por tudo o que de sonoro se pode absorver deste disco: cada som, cada sintetizador, cada melodia, cada ritmo. "Nieve de noche" é a canção de apresentação deste novo álbum e pode desde já ser ouvida aqui em baixo. É uma pequena delícia pop electrónica que vale na pena ouvir quatro ou cinco vezes.

Tim Hecker em Portugal
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 14:47 ·


Após o cancelamento do concerto no Semibreve do ano passado, muitos foram os que lamentaram não poder ver Tim Hecker de novo em acção em palcos lusos. Pois bem: o músico canadiano voltará ao país em maio para um par de concertos, em Braga e Lisboa, onde apresentará certamente os temas que fazem parte do novíssimo Love Streams, que será editado no dia 8 de Abril pela 4AD - e, já que falamos nisso, já há tema novo para se ouvir: "Castrati Stack" está aí em baixo.

Hecker subirá ao palco do gnration no dia 9 de maio (7€) e do Teatro Maria Matos no dia seguinte (entre 5€ e 15€). Os bilhetes já se encontram à venda.

Sun Kil Moon lança novo disco sem saber
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 14:45 ·


E se vos dermos a oportunidade de ouvir um novo EP de Sun Kil Moon, que não tenha sido feito por Sun Kil Moon? É essa a premissa de Under The Canopy, título que um troll de nome Morgan Enos deu ao conjunto de três faixas que disponibilizou esta semana para escuta no Bandcamp e que constituem, como devem calcular, uma paródia - mas extremamente bem feita - ao inconfundível estilo de Mark Kozelek para tocar guitarra e contar histórias.

Ouçam-no aí em baixo e deleitem-se. Garantimos que não é pior que a colaboração com Jesu e todos sabemos que isso é difícil.

Vem aí novo de Dean Blunt
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 14:43 ·


...Mas não será o sucessor espiritual de Black Metal, e sim um novo disco enquanto Babyfather, depois de no ano passado ter lançado uma mini-coisa onde "War Report" se destacava das demais (que malhão, porra). O álbum - intitulado BBF Hosted By DJ Escrow - conterá 23 faixas, sendo que três delas foram compostas em colaboração com Arca e uma delas com Mica Levi.

O disco sairá pela reputadíssima Hyperdub no dia 1 de Abril e, segundo o novo relações-públicas de Blunt, Idris Elba, é um disco que irá rodar em todo o lado. Esperemos para ver.

Peaking Lights juntam-se a Chloë Sevigny
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 14:40 ·


De um lado, os autores de um dos melhores discos drogadões da década - 936 - e de um bonito álbum synthpop - Cosmic Logic; do outro, a actriz que começou por ser famosa em Kids, tornou-se estrela com o filme de merda que é Brown Bunny só por causa de um bico e que no currículo musical conta com aparições em vídeos dos Sonic Youth, Beck, Smog e Beastie Boys (entre outros).

Juntos fizeram "Little Flower", tema que faz parte de algo (supõe-se) grande intitulado Prayer To Saint Thérèse, comissionado pela companhia de perfumes Régime des Fleurs, e que já contava com um tema de Chloë com Johnny Jewel. A peça completa será apresentada no próximo domingo, parte das "festividades" da New York Fashion Week. Será que dará em disco?

APAV volta aos concertos
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 14:34 ·
© João Vicente

O Espaço APAV & Cultura acolherá no próximo dia 25 de Fevereiro (19h30) aquele que será o primeiro concerto deste ano naquele local. Um trio composto por Ernesto Rodrigues (viola d'arco), Guilherme Rodrigues (violoncelo) e Carlos Santos (laptop e field recordings) irá ali trabalhar uma sessão de improvisação livre electro-acústica, retomando assim a actividade cultural na APAV após uma interrupção em 2015.

Já que o objectivo é "abrir a porta da APAV aos cidadãos, promovendo eventos culturais em aproximação à comunidade", nada melhor que a entrada ser livre. Que é.

Fazer do Lounge uma Catedral
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 12:56 ·


Desde que não seja da Luz, está tudo bem. Os Cathedrale são "uns franceses garageiros de Toulouse" e virão até Lisboa para apresentar os temas do seu EP de estreia, que editarão a 1 de Março e que está disponível no Bandcamp em pré-venda por míseros mil euros.

Junto com eles estarão os Salty Beach, a nova banda de Rodrigo "Vaiapraia" Soromenho Marques e Chaby e Teresa dos Mighty Sands, e ainda um DJ set de DIOGO e Tsuri. A entrada, porque é o Lounge, é livre, com isto tudo a ter lugar no dia 24 de Fevereiro pelas 22h.

Olhem o primeiro aniversário do Desterro
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 12:36 ·


Até parece que foi só ontem que ele nasceu, e agora está tão crescido. O Desterro celebrará no próximo dia 27 de Fevereiro o seu primeiro aniversário e fá-lo-à como quem quer ser adulto, levando até ao EKA Palace, em Xabregas, uma festa que contará com a presença de Jejuno, David Maranha, Diana Combo, Helena Espvall e Riccardo Wanke (todos juntos), Ondness, ABBA (não esses) e veabis & tubbhead & amigos, entre muitas outras coisas, sendo que das 17h até manhãzinha cedo haverá festa.

E, para além da música, há também comida. Nunca esquecer a importância da comida. A entrada vale 5€ e podem saber todos os nomes, e outras coisas mais, aqui.

Estes são os Impulsive Hearts
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 12:31 ·


Bem, na verdade não não "estes": é "esta". E chama-se Danielle Sines, chega-nos de Chicago e tem um projecto de rock impulsivo que irá editar no próximo dia 26 de Fevereiro um novo álbum, Sorry In The Summer, sendo que com este título já devem ter percebido mais ou menos o que esperar: guitarras lo-fi, muita areia nas melodias e um ritmo para se dançar à volta da fogueira, todos cegos e todos nus. Talvez não chegue a tanto, vá. Mas é giro à mesma.

O disco será editado pela Beautiful Strange e há um vídeo para "mbd", um dos temas já disponíveis para escuta no Bandcamp. Ei-lo.

Está sol nos Stay
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 12:26 ·


Os espanhós Stay editaram há pouquinho tempo o seu novo álbum, The Mean Solar Times, e nós convidamo-vos a ouvi-lo connosco. Gostam de rock psicadélico? Gostam dos anos 90? Gostam de referências como Ride, Smiths e Primal Scream?

Então este é o álbum para vós - até porque o quinteto de Barcelona chamou a si os préstimos de Andy Bell, esse mesmo, o dos Oasis, para que colaborasse em três temas. O álbum saiu sob a tutela da Picture In My Ear e pode ser ouvido na íntegra no Bandcamp - basta clicarem aí em baixo.

Plastic Flowers com novo disco
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 12:18 ·


O projecto de George Samaras, grego de origem e londrino de coração, irá editar um novo álbum no próximo dia 22 de Abril, que sucederá assim ao sonhador Evergreen, de 2014. Heavenly é o título de um disco que, a julgar pelo single de avanço - "Diver", aí em baixo -, não fica muito longe dessa descrição; pop feita nuvem de algodão-doce, twee fofinho para abraçar as namoradas ou namorados, e outras adjectivações rechonchudas como um rebuçado.

O disco terá o selo da The Native Sound e já está disponível em regime de pré-venda, em vinil e cassete.

Catalã Silvia Pérez Cruz lança Domus
· POR André Gomes · 19 Fev 2016 · 11:40 ·


A cantora catalã Silvia Pérez Cruz lança hoje o seu mais recente disco, , um disco que nasce da banda sonora de Cerca de Tu Casa, o filme do realizador Eduard Cortés que a própria protagonizou. O filme tem como tema central os despejos, uma situação que em Espanha, com a crise, teve proporções verdadeiramente dramáticas. Esse tema acabou por dar uma nova vida às canções de Silvia.

Lembramos que Silvia Pérez Cruz actua na Gulbenkian, em Lisboa, a 30 de Março, e no Theatro Circo, em Braga, no dia seguinte. Estes concertos terão como mote o seu disco de estreia, 11 de Novembre, editado em 2012. 


Notícias boas e notícias más do Sonicblast
· POR Paulo Cecílio · 19 Fev 2016 · 11:27 ·


Comecemos pelas más; os Windhand cancelaram a sua actuação no festival minhoto, incluída na digressão de Agosto que também foi à vida. Já a digeriram? Não? Então, eis as boas. O Sonicblast anunciou esta semana cinco novos nomes para o seu cartaz, a saber: Uncle Acid & The Deadbeats, Truckfighters, Salem's Pot, Possessor e Acid Mess, que todos juntos formam assim parte da dose cavalar de riffalhada que Moledo nos oferecerá a 12 e 13 de Agosto.

Os passes de dois dias estão à venda por 33€ até dia 29 de Fevereiro, que é algo que só acontece de quatro em quatro anos, por isso apressem-se - até porque depois aumentam para 38€.

WHITE HAUS mostra novo single
· POR André Gomes · 19 Fev 2016 · 11:22 ·


Parece que em 2016 teremos novidades de WHITE HAUS. Que tipo de novidades? Não sabemos muito bem ainda. O que sabemos é que acaba de aterrar um novo single - chama-se "This Is Heaven" - e que é a primeira canção de um novo disco cujos detalhes ainda desconhecemos.

Podem ouvir o tema e ver o belíssimo vídeo de Vasco Mendes aqui em baixo. João Vieira promete várias mudanças nos WHITE HAUS. Esperemos para saber afinal em que se traduzirão tais mudanças. Não deve demorar muito.

Yann Tiersen aterra em Lisboa dia 8 de Outubro
· POR Fernando Gonçalves · 19 Fev 2016 · 11:00 ·


E traz na bagagem dez temas inéditos, não editados, na mala. Eusa, assim se chama este “decassílabo” musical debruado a peças de piano e arranjos de violino , apresenta-se como uma homenagem à ilha de Ushant, Bretanha, terra natal do “arquitecto paisagista sonoro” francês. Integrado numa tour quase inédita, uma vez que, o músico bretão, já não realizava uma tounée a solo vai para uma década, o concerto do Coliseu irá incluir no alinhamento, para além da viagem pela Bretanha, os temas mais conhecidos de Yann Tiersen, como é o caso de “Summer 78”, “La Plage” ou “Le Banquet”.

Voltando a Eusa, do qual vos deixaremos “Midsummer Evening” no final da notícia, Yann explica que “cada peça está relacionada com uma determinada localização desta ilha localizada ao largo da costa da Bretanha, chamada Ushant, Eusa na linguagem local, onde eu vivo. Ushant é mais do que uma casa, é uma parte de mim. A ideia foi criar um mapa musical da ilha e por consequência de quem eu sou”. De referir, ainda, que esta viagem pela ilha de Ushant ficou registada em fotografia, “cortesia” de Emilie Quinquis, assim como, através da captação do som ambiente de cada um dos espaços escolhidos.

Quanto a bilhetes, os mesmos, começarão a ser vendidos a partir de amanhã nos locais habituais e no site oficial do artista com os preços a variarem entre os 25 (camarote 2ª lado) e os 45 euros (Plateia 1 a D). Dia 8 de Outubro, pelas 22 horas, o Coliseu abrir-se-á a Eusa. Para já, fiquem, como prometido, com “Midsummer Evening”.

Paredes de Coura junta três nomes ao cartaz
· POR André Gomes · 19 Fev 2016 · 10:49 ·


São mais três os nomes confirmados no cartaz do Festival Paredes de Coura. Fiquem a saber: Unknown Mortal Orchestra, Sleaford Mods e The Bohicas. Juntam -se assim aos já confirmados LCD Soundsystem. Para quem não sabe ou não lembra nós dizemos: o festival está de regresso às margens da praia fluvial do Taboão dentre os dias 17 e 20 de Agosto.

Os passes gerais para a 24ª edição do Vodafone Paredes de Coura podem ser adquiridos no site oficial do festival e ainda em BOL.pt, Ticketscript, Seetickets e locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés, Worten, etc) pelo preço de 90 euros. Siga.

Konono Nº1 encontram a Batida perfeita
· POR Fernando Gonçalves · 18 Fev 2016 · 14:54 ·


A banda congolesa Konono Nº1 encontrou a Batida perfeita, que é como quem diz, os Konono Nº1 encontraram-se com Pedro Coquenão aka Batida e daí nasceu um álbum, ou melhor, nasceram Konono Nº1 Meets Batida e um novo género de afro-electro. O rendez vous foi a garagem-estúdio de Batida, em Lisboa, e, nele, participaram, para além dos supracitados Konono Nº1 e Batida, o produtor Vincent Kenis, Papa Juju (membro dos Terrakota, Selma Uamusse e o MC AF Diaphra, produtor musical e uma referência da Slam Poetry.

Vindos da capital congolesa Kinshasa, mas pertencentes à etnia Bakongo, originária de uma região fronteiriça entre o Congo e Angola, os Kanono Nº1 encontraram nos ritmos e “batidas” de Batida várias semelhanças, o que os levou, inevitavelmente, a este encontro entre os beats electrónicos e os grooves orgânicos onde radica Konono Nº1 Meets Batida. Fiquem com um teaser do que resultou deste encontro de gémeos musicais.

Omnichord Records celebra 4º aniversário com (muita) música nova
· POR Fernando Gonçalves · 18 Fev 2016 · 11:29 ·


Sediada em Leiria, a editora Omnichord Records encontra-se na antecâmara de celebrar o seu quarto ano de vida. Como festa pede festa, a Omnichord não fez por menos e está a preparar o lançamento de 5 novos álbuns. Entre eles contam-se o regresso das bandas de post-rock First Breath After Coma e Nice Weather For Ducks às edições e as estreias da one-woman-band Surma, dos Whales (vencedores do último Festival Termómetro) e dos Twin Transistors. Mas as novidades não se ficam por aqui. Fiquem com um pequeno teaser do que poderão esperar da Omnichord Records em 2016.



Dentro de 2016, a editora já prepara o lançamento de novos singles e vídeos dos Le Crazy Coconuts, Bússola, The Allstar Project, André Barros e dos Few Fingers. Estes últimos estarão a apresentar o seu novo trabalho Burning Hands, amanhã, na Casa Independente em Lisboa (entrada 4 euros). A acompanhá-los estará, a já anteriormente referida, Surma. Débora Umbelino para efeitos fiscais, Surma para o mundo da música, a artista natural de Leiria traz, até á capital, o seu jazz/electro/post-rock/ alicerçado num misto de samplers, teclas e vozes que ajudam a criar paisagens sonoras “desconhecidas” mas prazerosas. Até ao lançamento do seu álbum de estreia fiquem com Surma entornada em música.

Tiago Sousa apresenta novo disco na ZDB
· POR Nuno Catarino · 18 Fev 2016 · 11:26 ·
© Vera Marmelo

O pianista e compositor Tiago Sousa vai regressar à Galeria Zé Dos Bois, em Lisboa para apresentar o seu novo disco. Sousa irá apresentar Um Piano nas Barricadas acompanhado por Ricardo Ribeiro (clarinete) e Baltazar Molina (percussões). O concerto terá lugar a 24 de Março, às 22h00, como habitualmente.

O valor da entrada é 8€, podendo os bilhetes ser aquiridos nos sítios do costume (Flur, Tabacaria Martins e ZDB no dia de concerto) ou reservados antecipadamente via email (reservas@zedosbois.org).

Favela Discos apresenta a sua festa de aniversário no Café Au Lait
· POR Nuno Catarino · 18 Fev 2016 · 11:24 ·
© Inês Castanheira

A Favela Discos, uma editora de música electrónica e experimental e colectivo de artistas sediado no Porto, vai celebrar o seu aniversário com uma festa no Café Au Lait, nos dias 18 e 19 de Fevereiro. João Sarnadas, o Coelho Radioactivo e membro da Favela, apresenta ao Bodyspace e ao mundo a editora e a sua festa.

Como nasceu a Favela Discos?

A Favela Discos nasceu em Fevereiro de 2013 num prédio de três andares no Porto. Foi fundada no e pelos habitantes do segundo andar, David Ole, Nuno Oliveira e Tito Frito, com o intuito de criar a pior editora de sempre. No terceiro andar viviam João Sarnadas e Inês Castanheira, e no primeiro a Dora e os Punks, também membros da favela (os punks não, tirando o marroco que desapareceu). Entretanto deixamos de querer ter a pior editora de sempre.

Têm acolhido vários géneros diferentes. Qual a matriz que define a Favela Discos?

A matriz que define a Favela Discos é a "Free Taria" e o mote da editora é "IN TRUX WE PUX". Assim sendo temos criado música sem nenhum sentido em particular, mas disparando para várias áreas, sendo que a improvisação e a exploração electrónica e acústica são coisas que nos interessam. Também nos interessam a exploração física, metafísica, parafísica e a patafísica.

Têm vindo a promover uma residência no Café Au Lait. Como tem corrido essa experiência?

Acho que gratificante seria uma palavra foleira para transmitir a sensação correcta. Temos tido noites cheias de gente, também temos tido algumas com menos pessoas, mas o importante é que temos vindo a oferecer ao público um vasto género de coisas dentro de um género de música que não é óbvio. Tanto temos música electrónica, mais dançável ou mais ambiental, como neste mês tivemos e vamos ter Calhau! ou Gabriel Ferrandini e Pedro Sousa. Também temos tido como que um ciclo de música improvisada dentro da residência, todos os meses tentamos convidar dois artistas para colaborar numa sessão de improviso, como é o caso do concerto de João Pais Filipe (HHY & The Macumbas) e Pedro Pestana (10 000 Russos). Na verdade o que importa não é as pessoas, é mesmo aquilo estar a acontecer. E estarem lá pessoas para ver.

Têm uma festa de aniversário planeada para os dias 18 e 19 de Fevereiro. O que vai acontecer nesta festa?

No primeiro dia vamos ter concerto dos grandes Gabriel Ferrandini e Pedro Sousa, assim como um concerto especial do colectivo da Favela, a terminar um dj set partilhado pelos membros da editora. No dia seguinte, vamos ter o DJ JONY, o melhor autor de eurodance português, seguido do concerto de Vive Les Cônes, um duo francês que toca música electrónica em Casios manhosos, que irá colaborar com Moxila, que irá fornecer os vocais da actuação. Depois segue-se tecnada da velha, com Disco Transistor. Isto só no palco.

O que podemos esperar da Favela Discos para os próximos tempos?

Em primeiro lugar a Favela Discos tem o prazer de anunciar que irá voltar aos lançamentos, começando já na próxima semana com o disco de Guadalupe Fiasco, Lana Del Reino de Deus, um disco de colagens sonoras; seguindo-se o EP de MADA TREKU Learning Exercices On How To Move On. No que toca a concertos, para além da residência no Café Au Lait e de outros eventos futuros em que a Favela está a meter o bedelho, a 5 de Março o colectivo junta-se na festa "O JOÃO FAZ ANOS" para homenagear o mítico cantor José Pinhal, em "José Pinhal Post-Mortem Experience".
Sai um quarto (álbum) para Coffee Or Not
· POR Fernando Gonçalves · 18 Fev 2016 · 11:19 ·
© Jung Ga Mee

Depois de Ghost, Not Alone In Our Mind e SoRe, chega agora a vez de Everything Is Falling Down, quarto álbum de originais dos belgas Coffee Or Not chegar aos escaparates.

Para além do lançamento do disco per si, estes “progressivos e atmosféricos” belgas, influenciados por bandas como Pink Floyd, Blonde Redhead ou Apparat, juntam o single “May I Lay Down” ao carrinho de compras, música, no entanto, ainda sem vídeo oficial. Podem ouvir o disco todo aqui em baixo.

Public Memory lança ziguezagueante novo single a caminho de Março
· POR Fernando Gonçalves · 18 Fev 2016 · 11:15 ·


Nova Iorque é a Meca de muitas coisas, entre elas, a música. Dentro deste espírito, são inúmeras as bandas que fazem da “capital” do leste norte-americano a sua casa criativa, como é o caso de Public Memory. Natural de Brooklyn, Robert Toher aka Public Memory, acaba de lançar o novo single “Zig Zag”, terceiro avanço de Wuthering Drum, primeiro álbum do artista, com estreia marcada para o dia 18 de Março. De acordo com a informação obtida, Wuthering Drum será substancialmente marcado pela electrónica, do minimal ao dub, como “Ringleader”, “Lunar” e, agora, “Zig Zag” (os três singles já estreados) parecem querer comprovar.

Para além da parte mais técnica, o álbum é, segundo Public Memory, “como experienciar uma crise existencial e, simultaneamente, sentir-se uma sensação de elevação. Uma espécie de renovação, uma New Age, num sentido agressivamente positivo da palavra”. Para já, fiquem com “Zig Zag” e logo se verá.

Disclosure no Super Bock
· POR André Gomes · 17 Fev 2016 · 22:27 ·


Dia forte de confirmações para os festivis de Verão portugueses. Os manos Disclosure acabam de ser confirmados no Super Bock Super Rock 2016. Actuam no Palco Super Bock a 14 de Julho. Apresentam em Portugal o mais recente Caracal, editado em 2015.

Fidlar, Petite Noir, Villagers, The National, Jamie XX, Kurt Vile, Bloc Party, Mac DeMarco, Kwabs e Kendrick Lamar. São os nomes já confirmados para a edição 2016 do Super Bock Super Rock. Os bilhetes já estão à venda, yada yada, vocês sabem essas coisas todas. Afinal de contas, nascemos todos a ir a festivais.

Ratatat confirmados no NOS Alive 2016
· POR Fernando Gonçalves · 17 Fev 2016 · 17:12 ·
© Asger Carlsen

Depois de tantos e, dizemos nós, tão bons nomes, o NOS Alive acaba de confirmar mais um, os Ratatat. A dupla nova-iorquina irá actuar no palco Heineken a 9 de Julho, dia em que se junta a Grimes, José González e à Mitra dos PAUS. C

om mais de uma década de carreira, a banda traz, já, na bagagem cinco álbuns, sendo que, Magnifique, quinto da discografia foi lançado em Julho passado, devendo passar por aqui a maior parte do alinhamento do concerto. Para aguçar o apetite, fiquem com “Cream On Chrome”, single de avanço de Magnifique.

Quase uma década depois, Fog está de volta
· POR Matheus Maneschy · 17 Fev 2016 · 15:37 ·


Tanto tempo passou para Andrew Broder decidir gravar um novo disco para os Fog. Pelo anúncio, já se percebe que a volta será cheia de pianos, voz baixa e sintetizadores, o que seria uma excelente surpresa.

O álbum chama-se For Good e será lançado a 13 de Maio. Enquanto isso não acontece, podemos já agora sentir o gostinho da primeira música desta nova empreitada. O disco terá o selo da Totally Gross National Product. Ouçam "Trying" aqui em baixo.

Matthew and the Atlas e o seu novo disco
· POR Matheus Maneschy · 17 Fev 2016 · 15:30 ·


O dia 22 de abril é a data de lançamento do novo álbum dos conhecidos como os Bon iver britânicos. Então, já se imagina a apresentação do folk clássico com os modernos sintetizadores. O nome do disco é o mesmo do single já lançado “Temple”. Podem ouvi-lo ali em baixo

Já há concertos marcados para Abril, mas antes, há o concerto já esgotado para o lançamento do single a 22 de Fevereiro. É bom estar atento às datas, devem ser muitas e os bilhetes devem voar rapidamente. O disco foi assinado pela Communion.

Entre a Itália e o Brasil, há novo disco da banda Selton
· POR Matheus Maneschy · 17 Fev 2016 · 15:23 ·


Pelas ruas de Milão, os brasileiros Selton encontraram a harmonia perfeita na multiculturalidade. E seguem assim, nos próximos meses, com concertos marcados para a Itália e para o Brasil.

A 18 de Março lançam o seu novíssimo álbum, intitulado Loreto Paradiso. O nome é uma referência à zona onde moram em Milão. A pré-venda já está disponível com direito a disco, feijoada com pocket show e um pedaço do cabelo de um dos integrantes. Pode espreitar um pouco mais sobre este curioso quarteto neste trailer que antecipa o disco.

The Snails lançam disco de estreia
· POR André Gomes · 17 Fev 2016 · 12:36 ·


Sam Herring e William Cashion, dos Future Islands, fazem parte de uma banda chamada The Snails que lançou o seu EP de estreia em 2013. No passado dia 14 de Fevereiro, lançaram finalmente o primeiro longa duração, intitulado Songs From the Shoebox. A banda apresenta-se como um grupo de noise makers entusiásticos de Baltimore.

O disco tem dez temas e está já disponível no bandcamp da banda. Podem ouvir tudo sem sair desta belíssima página, aqui em baixo, sem gastar um tostão.

Powell + Loke Rahbek, amor de WC para o mundo
· POR Fernando Gonçalves · 17 Fev 2016 · 11:33 ·


O amor já não é como antigamente e Powell sabe-o muito bem. Vai daí não se fez rogado e convida o músico croata Loke Rahbek num WC do Berlin Atonal Festival. Tal foi o amor concebido na casa-de-banho que no passado dia de São Valentim saiu You Said It Will Be Alright. Se o local do encontro foi, no mínimo, inusitado, a forma como Powell lançou o single ainda foi mais. You Said It Will Be Alright foi lançado, via web, através do endereço yousaiditwouldbealright.com, site propositadamente concebido especificamente para “trollar” antigos amores no Dia dos Namorados.

Mas as surpresas não se ficam por aqui. Quando alguém envia uma mensagem a um ex-amor através deste site, o receptor da mensagem, assim que a abre, é redireccionado para o vídeo oficial de “You Said It Will Be Alright, single para já isolado mas que poderá vir a fazer parte de um álbum a sair no Verão. Fiquem com a música, já sabem o nome e não nos apetece escrevê-lo outra vez.

Psychic Temple prestes a entrar no round III
· POR Fernando Gonçalves · 17 Fev 2016 · 11:23 ·


Não, eles não vão combater ou, pelo menos, para já. O que os Psychic Temple andam a tramar é III, ou seja, o novo álbum da ex-banda nova-iorquina de avant-jazz. Com lançamento marcado para o mês de Maio pela editora Ashtmatic Kitty, III, reflecte, de acordo com a banda, a transição do seu avant-jazz característico para aventuras musicais mais próximas do soul, blues ou até do folk, daí o “ex” referido acima.

A consagrar esta mudança, os Psychic Temple acabam de lançar o primeiro single extraído do futuro álbum. A música chama-se “When I Know” e, para além da transfiguração no estilo, marca a estreia de Chris Schlarb, mentor e guitarrista da banda, no microfone. Sem mais demoras, fiquem com “When I Know” e a certeza de que, quando soubermos a data exacta de saída do novo álbum, estaremos cá a dar a notícia.

Benjamin Clementine nos coliseus
· POR André Gomes · 17 Fev 2016 · 10:51 ·


Chegou, viu e venceu. Benjamin Clementine esteve em Portugal no ano passado para uma série basicamente esgotada de concertos de norte a sul do país e agora está de regresso a Portugal para dois concertos nos Coliseus de Lisboa e Porto. É mais um daqueles casos de amor em território nacional - e parece estar ainda a começar.

Os bilhetes para o concerto de dia 1 de Junho, no Coliseu dos Recreios, e dia 2 de Junho, no Coliseu do Porto, estão à venda hoje a partir das 16h00 nos locais habituais. É melhor serem rápidos - cheira-nos que vão ser mais duas lotações esgotadas.

Jungle actuam em Lisboa em Setembro
· POR André Gomes · 16 Fev 2016 · 23:53 ·


É a própria organização que o diz: a terceira edição do LISB-ON tem "mais dias, mais música, e está cada vez mais forte". Ao terceiro aniversário, três dias de música. Acontece tudo nos dias 9, 10 e 11 de Setembro no Parque Eduardo VII, em Lisboa.

A mais recente confirmação para o festival é a dos britânicos Jungle. Sim, esses mesmos. E esta, hein? Juntam-se aos já confirmados Marcos Valle, Mathew Herbert, Dixon e Escort. Promete.

Para quê? Paraguaii
· POR André Gomes · 16 Fev 2016 · 16:01 ·


Os vimaranenses Paraguaii acabam de mostrar o primeiro single de um disco que, dizem, chegará até nós no próximo mês de Março. Depois de um EP lançado em 2015, chega agora em 2016 o registo de estreia do grupo formato por Giliano Boucinha, Igor Gonçalves e Zé Pedro Correia. 

Não existem ainda muitos detalhes acerca desse disco mas por agora podem então desde já ouvir "Scope" - e ver o respectivo vídeo oficial - aqui em baixo. Mais novidades devem chegar muito em breve.

Giorgio Tuma & Laetitia Sadier em estreia com “Maude Hope”
· POR Fernando Gonçalves · 16 Fev 2016 · 11:43 ·


Da mente do compositor italiano Giorgio Tuma e da inspiração de Laetitia Sadier acaba de ser lançado “Maude Hope”, single para o pequeno rebento chamado This Life Denied Me Your Love, criatura que florescerá dos gelos invernais a 26 de Fevereiro.

Misto de frieza psicadélica com a candura dos instrumentos acústicos é tudo quanto estes dois prometem e cumprem em nesta canção. “Maude Hope”, música para os sentidos. Para ouvir aqui em baixo.

Throes + The Shine lançam “Capuca” a pensar em Maio
· POR Fernando Gonçalves · 16 Fev 2016 · 11:38 ·
© Ricardo Almeida

A pouco mais de três meses do lançamento do seu terceiro álbum de originais Wanga, os ango-lusos Throes + The Shine estreiam o single “Capuca”, primeiro avanço do novo disco. Nascido da colaboração da dupla com o músico congolês Pierre Kwenders, “Capuca” explora e mistura os universos musicais da pop com a fúria verbal do Kuduro a que não faltam a pitada “caliente” da cumbia vinda da Colômbia e os cânticos tradicionais congoleses.

Como referimos, “Capuca”, é o primeiro avanço de Wanga, disco produzido por Moullinex e cuja edição acontecerá em Maio, ainda sem data formal, pela mão da Discotexas. Carregamos, agora, no Play para “Capuca”.

Aluk Todolo voltam ao Amplifest
· POR Rita Neves · 15 Fev 2016 · 22:17 ·
© Justine Murphy

De forma a antecipar o Amplifest deste ano, os Aluk Todolo vão encabeçar a primeira noite da Amplifest Extended Experience, a 19 de Agosto. Tendo estado numa edição anterior do mesmo festival, a banda vem agora até à CAVE 45, ao Porto, apresentar o seu novo trabalho, Voix, editado no início do mês.

O acesso ao Amplifest Extended Experience está limitado a 200 pessoas. Os Aluk Todolo juntam-se aos já confirmados Anna Von Hausswolff, MONO, Neurosis (Hard Club) e Steve Von Till  (no dia 22, no Passos Manuel).

De La Soul, novo álbum e nova editora
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2016 · 15:11 ·


Veteranos das trincheiras do hip-hop, os icónicos De La Soul acabam de assinar pela editora multinacional Kobalt Label Services. O acordo surge numa altura em que o trio norte- americano se prepara para lançar, a 29 de Abril, o seu novo registo de originais intitulado And The Anonymous Nobody e contará já com a participação da Kobalt, apesar de a edição estar a cargo dos De La Soul através da sua própria editora, a AOI Records.

Refira-se que, para além dos recém-chegados De La Soul, a Kobalt é responsável pela edição de nomes como Nick Cave and The Bad Seeds, Courtney Barnett ou Pet Shop Boys. Em relação ao novo álbum, este resulta de mais de 300 horas de gravações ao longo de vários anos e assenta num sortido de sons “sacados” da bossa nova, funk, disco, soul e ao incontornável hip-hop, trabalhados e compilados pelso De La Soul e misturados por Bob Power e Morgan Garcia. Fiquem com os De La Soul e um pequeno teaser do novo And The Anonymous Nobody.

Johnny Jewel colabora com Chloë Sevigny
· POR André Gomes · 15 Fev 2016 · 14:58 ·


Johnny Jewel (Chromatics, Glass Candy, Desire, Symmetry) acaba de mostrar o resultado final de uma colaboração com a actriz Chloë Sevigny (suspiros). O tema chama-se "Prayer to Saint Therese" e é resultado de uma encomenda do designer musical Michel Gaubert para uma companhia de perfumes de Los Angeles chamada Régime des Fleurs.

A versão total da composição foi estreada ontem num evento da New York Fashion Week event on Sunday. Podem ouvir a colaboração entre Johnny Jewel e Chloë Sevigny aqui em baixo.

Cat's Eyes de regresso
· POR Rita Neves · 15 Fev 2016 · 12:31 ·


Treasure House
é o novo disco que marca o regresso dos Cat's Eyes, a banda de pop formada pelo vocalista dos The Horrors, Faris Badwan e pela canadiana Rachel Zeffira.

Com saída prevista para o dia 3 de Junho, o novo trabalho da dupla foi produzido pelo lendário Steve Osborne, que já supervisionou bandas como os New Order, os Suede e os Happy Mondays. Já podem ver a tracklist e ouvir o novo single, "Chameleon Queen", aqui em baixo.



01 Treasure House
02 Drag
03 Chameleon Queen
04 Be Careful Where You Park Your Car
05 Standoff 
06 Everything Moves Towards The Sun
07 The Missing Hour
08 Girl in the Room
09 We’ll be Waiting 
10 Names On The Mountains
11 Teardrops
No King. No Crown. atira “Homesick” à cara da realeza
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2016 · 12:03 ·


Com Whitout Yesterday, LP de estreia de René Ahlig aka No King. No Crown. previsto para sair do forno a 8 de Abril, via Kick the Flame, os dias passam-se entre concertos de apresentação do disco e o lançamento de singles, como é agora o caso de “Homesick”, bebé com parcas horas de existência.

Acústico por natureza e convicção, No King. No Crown. nasceu em Dresden, Alemanha, e desde cedo encontrou na guitarra o seu fiel escudeiro. Agora, muitos anos e concertos de bar depois, chega com Whitout Yesterday álbum de 10 músicas encapado a arranjos acústicos de violino, violoncelo, piano e da incontornável guitarra. Para primeira escuta, fiquem com “Homesick”.

OCHO regressam com Vines
· POR Fernando Gonçalves · 15 Fev 2016 · 12:01 ·


De Dublin, República da Irlanda, para os escaparates físicos e virtuais do mundo da música chega Vines, single que marca o regresso às edições do duo irlandês OCHO quatro anos após o lançamento do LP Young Hunting.

Editado pela Feel Good Lost, também ela irlandesa, Vines apresenta-se como electro industrial pontuado por uma voz melancólica que nos acompanha ao longo de dois minutos e cinquenta e dois segundos de música. De referir, ainda, que o vídeoclip, poderoso diga-se, desta música foi inteiramente gravado pelos OCHO. Para ver e ouvir Vines:

Felix Martin no Plano B
· POR Paulo Cecílio · 15 Fev 2016 · 11:38 ·


Um dos músicos dos britânicos Hot Chip irá passar pelo Plano B, na cidade do Porto, no próximo dia 19 de Fevereiro, naquela que será uma noite Heineken Starlight, patrocinada pela cerveja e pelo abanar da anca.

O músico, produtor e DJ irá actuar juntamente com Rui Maia (mais conhecido como Mirror People), sendo que podem picar um pouco daquilo que se espera no mix aí em baixo. A entrada custa 5 euros (consumíveis).

Sound Bay Fest fecha cartaz
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2016 · 21:10 ·


O festival lisboeta acolherá dois grandes regressos no final de Abril. De um lado Alcest, que voltará a Portugal pós-Reverence para apresentar os temas de Shelter, e do outro os LÖBO, de volta ao activo para nos acalmarem o coração com o peso do negrume.

Estes são os nomes que faltavam a um cartaz já recheado com os Men Eater, que ali darão o seu último concerto de sempre, Mondo Drag, Equations e Ohhms, entre outros. O Sound Bay ocorre a 29 e 30 de Abril e poderão obter mais informações aqui.

Barroselas anuncia mais nomes
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2016 · 18:19 ·


O festival metálico adicionou mais meia dúzia de nomes ao seu excelso cartaz, que contava já com Marduk e Doom, entre muitos outros prenhes de interesse. Desta feita, a SWR chegou-se à frente com Taake (rock out with your cock out), Severe Torture, Incantation, Possession, Naðra e Desalmado, que farão daquela vila minhota um lugar mais pesado onde se estar.

Por anunciar estão as bandas que actuarão no terceiro palco. O festival ocorre de 22 a 24 de Abril e o passe para os três dias está já à venda: custa 65 euros.

Siga Jiboiar
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2016 · 18:10 ·


É já hoje que Jibóia irá apresentar o novíssimo Masala na Galeria Zé Dos Bois, em Lisboa, na mesma noite em que alguém irá ficar extasiado ou deprimido ao ponto do suicídio. Bola à parte, Masala é mesmo daqueles discos que merece ser escutado ao vivo, daí insistirmos para que apareçam mais logo, pelas 22h, com a primeira parte a cargo dos Torto (bilhetes a 8€, 16€ com o disco).

Caso Lisboa seja demasiado longe, o Porto acolherá a Jibóia amanhã, no Rivoli, e também já há uma data marcada para 12 de Março, em Coimbra, no Aqui Base Tango (com a primeira parte a cargo das Vaginas Convulsivas, que nos parece ser o melhor nome de sempre). Ouçam o disco aqui em baixo.

Cult Of Luna mostram novo disco
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2016 · 18:09 ·


A banda sueca de culto (perceberam? rsrsrsrs) irá editar o seu próximo álbum, Mariner, no próximo dia 8 de Abril. Mas não será um álbum exclusivo dos Cult Of Luna; a norte-americana Julie Christmas também entra, numa colaboração que promete fazer as delícias não só das centenas de fãs que ano após ano enchem o Amplifest como também daqueles que na adolescência foram apanhados a moshar em Fonzie.

O single de avanço, "A Greater Call", está já disponível no Youtube: ouçam-no aqui em baixo.

Vem aí um aniversário principesco
· POR Paulo Cecílio · 12 Fev 2016 · 17:58 ·


O Musicbox, em Lisboa, acolhe este sábado mais uma noite Príncipe - sendo que esta será especial, por ser o quarto aniversário da editora que levou Lisboa ao mundo.

O alinhamento será inteiramente composto por sets conjuntos, nomeadamente: Babaz Fox vs DJ Safari, Puto Márcio vs Puto Anderson, DJ Maboku vs DJ NinoO, Blacksea Não Maya vs Alto Nível, DJ Lilocox vs DJ Nervoso, DJ Nigga Fox vs Niagara e, ainda, uma surpresa por revelar. A festa começa pela 1h e a entrada custa 8 euros.

Higher Authorities : disco de estreia a 20 de Abril
· POR Vitor Bruno Pereira · 12 Fev 2016 · 11:25 ·


A ideia de uma banda lançar um disco em jeito de ode ao cannabis é das ideias mais batidas da história da música. Ainda assim, há muita malta a se safar com essa ideia - experimentem só cuscar a tag «stoner» no bandcamp e preparem-se para o maior festival de banalidades das vossas vidas. Estes Higher Authorities não tocam stoner rock/metal mas levam a coisa bem a sério: o artwork do disco de estreia, Neptune, mostra-nos uma paisagem vagamente retro-futurista e ananases a fumar charros.

Além disso, o disco é lançado no dia 20 de abril (4/20 é o feriado que celebra a cultura canábica) pela Domino, que usa o press-release parar falar em “explorações electrónicas” e vibes“psicadélicas maradas”,exageros típicos de quem anda a poupar no tabaco. Enquanto o lançamento não começa a circular por aí, fiquem com “Colour”, um épico chunga que transpira faux seventies por todo o lado.

E uma canção nova de James Blake, vai?
· POR André Gomes · 11 Fev 2016 · 23:48 ·


Está fresca, mais do que fresca, está mesmo aí a estalar. É a novíssima canção de James Blake. Sem que nada o fizesse prever, o britânico partilhou um novo tema intitulado "Modern Soul" na sua residência na BBC Radio 1. A faixa partilhada segue as mesmas linhas com que James Blake tem vindo a construir a sua carreira ao longo dos últimos anos.

Podem ouvir "Modern Soul" aqui em baixo com um clique apenas. Tudo indica que esteja a caminho o sucessor de Overgrown, editado em Abril de 2013 e aclamado pelo público e pela crítica.

Dinner: alguém é servido?
· POR André Gomes · 11 Fev 2016 · 23:41 ·
© Mette Hersoug

Hahahaha. Agora a sério.  Dinner acaba de anunciar o seu álbum de estreia via Captured Tracks, partilhando o single "Turn Me On". Mas vocês perguntam? Porra, quem é afinal esse tal de Dimner? E nós respondemos. É um produtor dinamarquês chamado Anders Rhedin que tira umas fotos promocionais cheias de pinta.

Anders vive entre Los Angeles, Copenhaga e Berlim. Lançou três EPs e agora lançará Psychic Lovers, um disco sobre festas, mulheres e saídas nocturnas. É como rock cristão sexual, diz ele. Mas sem o lado cristão. Ouçam "Turn me on". É um bocado como ir ali atrás aos anos 80 e voltar sem qualquer doença sexualmente transmissível. Aconselho.

EMI: uma voz em ascensão?
· POR André Gomes · 11 Fev 2016 · 23:24 ·


Chama-se EMI, vive em Seattle e, aparentemente, está a fazer algum furor. O motivo? "Phantom", a canção que para todos os efeitos a apresenta ao mundo. E agora é todo um mundo que ameaça abrir-se aos seus pés. A canção já tem mais de 20 mil plays; aos 100 mil fica a ameaça de desvendar um novo tema. Siga ajudar.

A informação por agora é escassa. O que se sabe para já? A produção do tema é assinada pelos produtores Rex Kudo (Post Malone, Mac Miller) e Sevn Thomas (Rihanna, Drake, Kanye). Ouçam então "Phantom" ali em baixo. Tudo parece indicar que vão ouvir falar muito deste nome nos próximos tempos.

Sonoridades Emergentes em Vila das Aves
· POR André Gomes · 11 Fev 2016 · 23:14 ·


Chama-se Sonoridades Emergentes e é um ciclo com novos valores da música nacional que invade Vila das Aves de Fevereiro a Maio. São ao todo quatro concertos: Tó Trips & João Doce (27 de Fevereiro), Norberto Lobo (19 de Março), Sequin (16 de Abril) e a Jigsaw & The Great Moonshiners Band (14 de Maio). Acontecem no Centro Cultural Municipal de Vila das Aves.

Os bilhetes custam 5€ e podem ser adquiridos no Centro Cultural de Vila das Aves e no Posto de Turismo de Santo Tirso. Esta é uma iniciativa do Município de Santo Tirso, com direcção artística e produção da 1bigo – artistas e eventos.

Moullinex e Da Chick fazem de Prince e sai “Controversy”
· POR Fernando Gonçalves · 11 Fev 2016 · 22:05 ·


Não estamos a falar de Carnaval, até porque esse já passou, mas sim da reinvenção da música “Controversy” de Prince por parte dos bem portugueses Moullinex e Da Chick. A “coisa” explica-se facilmente.

Os dois músicos portugueses foram convidados a experimentar os Pocket Operators, pequenos instrumentos electrónicos de bolso, da Teenage Engineering x Cheap Monday e como apenas testá-los não chegou, Moullinex e Da Chick decidiram e fizeram uma remodelada “Controversy”, original de Prince editado em 1981. Sem controvérsia mas com muita “Controversy” vos deixamos.

NeoPop 2016 confirma John Talabot e Nina Kraviz
· POR Fernando Gonçalves · 11 Fev 2016 · 12:24 ·
© Gemma Parker

“Se o meu sangue não me engana assim como engana a fantasia, havemos de ir a Viana ó meu amor de algum dia”, assim cantava Amália, canção que a organização do NeoPop ouviu e cantou ao produtor espanhol John Talabot, aos “tecneiros” Nina Kraviz e Sunil Sharpe e aos “mestres” da electrónica em língua inglesa Solar e John Digweed, e foi amor, dizemos, foi confirmação.

A partir de hoje, estes cinco juntam-se a Carl Cox, Bem Sims b2b James Ruskin, Matador e Unforeseen Alliance, nomes já anteriormente confirmados pela organização do 11º NeoPop Festival. Realizado junto do Forte de Santiago da Barra em Viana do Castelo, o festival está em fase de arranque para a sua 11ª edição. Uma preparação que culminará no dia 4 de Agosto com a abertura oficial de portas e se prolongará até dia 6 do mesmo mês, com os bilhetes a variarem entre os 65 (passes 3 dias “Early Bird”) e os 150 euros (passe Neopop Plus 3 dias+6 bebidas+Kit do festival). Fiquem com Nina Kraviz e o muito seu “Ghetto Kraviz”.

Sam Beam (Iron and Wine) e Jesca Hoop lançam disco
· POR Fernando Gonçalves · 11 Fev 2016 · 11:53 ·


Sam Beam aka Iron and Wine e a cantautora norte-americana Jesca Hoop uniram trapinhos em 2014. Não, não se casaram mas, da junção das suas criativas mentes nasceu o álbum Love Letter for Fire, disco com premier prevista para 15 de Abril. Como referimos, Love Letter for Fire foi composto ao longo do ano de 2014 e conta com treze faixas entre as quais os singles “Valley Clouds” e o ainda a cheirar a novo “Every Songbird Says”.

Para além das vozes e guitarradas de Beam e Hoop, o disco contou com as participações de Robert Burger (teclas), Eyvind Kang (violino, viola), Glenn Kotche (bateria, percussão), Sebastian Steinberg (baixo) e Edward Rankin-Parker (violoncelo). Para vosso deleite, eis “Every Songbird Says”.

Eric Revis Trio em mini-tour nacional
· POR Nuno Catarino · 10 Fev 2016 · 23:27 ·


O contrabaixista Eric Revis vai mostrar-se ao vivo em Portugal, apresentando quatro concertos entre 15 e 18 de Março. O americano - que gravou o magnífico disco Parallax, com Ken Vandermark, Jason Moran e Nasheet Waits - apresenta-se nesta tour portuguesa ao leme do seu trio, com a pianista Kris Davis e o baterista John Betsch. A 15 de Março Revis actua na Culturgest, no ciclo "Isto é Jazz?" (5€, preço único).

No dia 16 o contrabaixista actua na SMUP, na Parede (entrada a 5€, 4€ para sócios SMUP). No dia 17 de Março o trio actua em Braga, no Museu Nogueira da Silva. Fechando esta mini-tour portuguesa, o Eric Revis Trio actua a 18 de Março no Portalegre JazzFest.

Duquesa, no Damas
· POR Paulo Cecílio · 10 Fev 2016 · 23:24 ·


O projecto de Nuno Rodrigues, que aprendemos a amar nos Glockenwise, irá apresentar-se ao vivo no próximo dia 19 de Fevereiro no Damas, em Lisboa, numa noite que também contará com os préstimos de João Dória e do DJ Pedro Ramos.

Esta é mais uma noite curada pela Maternidade, sendo que a entrada é livre e o Luís Severo, ex-Cão da Morte, disse aqui no chat que pagava finos. Bem, se coloca as coisas nesses termos, siga então.

Anna Von Hausswolff no Amplifest
· POR Paulo Cecílio · 10 Fev 2016 · 23:14 ·


Porque o festival portuense já estava a sentir a falta de coisas com Wolf no nome, foi hoje anunciado o de Anna Von Hausswolff, artista folk/drone/experimental/nunca ouvi nórdica que assim se estreará em Portugal à boleia de The Miraculous, o seu último álbum, editado o ano passado. A senhora é fã de Burzum, por isso deverá valer a pena - mas o Dev Hynes também é, e... Enfim.

Este é o quarto nome confirmado para o Amplifest, que para todos os efeitos será em 2016 um festival de verão mesmo que a música dos já confirmados Mono nos faça pensar em folhas de outono e a dos Neurosis nos faça querer cortar os pulsos e matar toda a gente, não necessariamente por esta ordem. E ainda há Steve Von Till para ajudar a completar um lineup que se quer de sonho. O Amplifest acontece no Hard Club nos dias 20 e 21 de Agosto.

Zaratan acolhe Maupin e A-nimal
· POR Paulo Cecílio · 10 Fev 2016 · 22:57 ·


A galeria de arte contemporânea Zaratan, em Lisboa, acolherá esta quinta-feira um par de concertos. Os prog-rockers A-nimal, a preparar o lançamento do seu novo álbum, DISTOPIAS, juntar-se-ão ao belga Guillaume Maupin numa tarde-noite que começará pelas 19h e que contará com o artista visual/músico Ricardo Martins.

Este último desenhará duas risografias para cada concerto, posteriormente vendidas no Espaço Múltiplo da Zaratan, em edição limitada. A entrada é livre para sócios do espaço, sendo que a quota anual custa 3€.

10 000 Russos numa invasão pela Europa
· POR Paulo Cecílio · 10 Fev 2016 · 22:44 ·
© Betânia Liberato

O trio portuense irá voltar a espalhar psicadelismo pelo território europeu a partir do dia 13 de Abril, dia em que partirão numa digressão que durará pouco mais de um mês e que passará por Espanha, França, Itália, Suíça, Croácia, Áustria, Alemanha, República Checa, Bélgica e Inglaterra, em que irão promover a segunda edição do seu álbum (editado em 2015) e ainda um split com os londrinos The Oscillation, colegas na Fuzz Club. Para além disso, os Russos irão marcar presença no Eindhoven Psych Lab, evento que ocorre a 10 e 11 de Junho e que tem também no cartaz nomes como Goat, GNOD, White Hills e Föllakzoid.

Antes disso, a banda tem três datas agendadas em Portugal: a 18 de Fevereiro passam pelo Sabotage, a 19 pela SMUP (Parede) e a 20 pelo Espaço Maioral (Rio Maior). Já para não falar dos concertos em Londres (5 de Março) e em Santiago do Chile (27 de Março). Porra, os Russos vão mesmo partir à conquista do mundo. Tranquem as vossas mulheres e crianças e rezem pelo Tio Sam. Ou não.

Angel Olsen vai estar por Lisboa
· POR Paulo Cecílio · 10 Fev 2016 · 22:37 ·


Há muitas coisas bonitas que se podem fazer com Angel Olsen por Lisboa: a primeira, e mais importante, é esperar que ela nos pague finos. A segunda é tentar surripiar uma dedicatória especial num pedaço de papel e quiçá um beijinho no rosto.

A terceira é esperar para ver em que resultará a residência que ela irá ter na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, em que a autora de um dos mais belos discos de 2014 - Burn Your Fire For No Witness - irá aproveitar para compor novas malhas e mostrar as que já tem num concerto único naquele mesmo espaço, a 17 de Março (15€). Depois da maravilha que foi o gig na Trienal de Arquitectura, não esperamos menos do que o céu. Saibam mais informações aqui.

Há uma razão para ir ao Rock In Rio
· POR Paulo Cecílio · 10 Fev 2016 · 21:55 ·


Vamos esquecer durante uns segundos que o Bodyspace.net é uma casa respeitável e alternativa (ignorando igualmente o facto de que, quando nos juntamos para DJ sets, só passamos lixo porque é disto que o meu povo gosta) e enumerar os motivos pelos quais deveremos olhar para o Rock In Rio com um certo grau de interesse - até porque, há dois anos, não odiámos assim tanto - até serviu para ver um par de concertos divertidos. Este ano, face à concorrência pesada da Everything Is New (que "roubou" uma série de nomes gigantes que não ficariam mal num Rock In Rio), o festival terá muito provavelmente o cartaz mais fraco da sua história, e sim, estamos a contar com todas as edições em solo tuga, zuca e ianque.

Ainda assim, é como se leu em murais alheios: um cartaz com Bruce Springsteen não poderia nunca ser assim tão fraquito. Se para Avicii e Ariana Grande, os dois nomes confirmados esta quarta-feira numa conferência de imprensa em que os presentes foram obrigados a assistir a um crime contra a humanidade de seu nome D.A.M.A., a expectativa é quase nula, os Queen ao menos têm o condão de terem escrito há muitas luas atrás algumas canções do caralhete e os Hollywood Vampires têm a seu favor o facto de terem nas suas fileiras o tipo que fez de Hunter S. Thompson no cinema (duas vezes). Há ainda Mika, em pleno 2016, Korn, em pleno 2016, e Maroon 5, a quem só pedimos que toquem a "Moves Like Jagger". O cartaz não está ainda fechado, contudo; pode ser que haja alguma surpresa outsider como o foi Blood Orange há dois anos. Entretanto, os bilhetes serão colocados à venda esta semana ao proibitivo e curioso preço de 69€. Mas hey, a cultura não tem preço. Achamos nós que isto é cultura.

Festival SinSal promete muito “salero” para a edição de 2016
· POR Fernando Gonçalves · 10 Fev 2016 · 16:37 ·
© Miguel Maciel Estima

A pequena ilha de San Símon, situada no coração das Rías Baixas no Rio Minho galego será, entre os dias 22 e 24 de Julho palco da décima quarta edição do festival SinSal Son Estrella Galicia. Depois de em edições anteriores terem nela desaguado “náufragos” como Alt-J, Owen Pallet ou L’ Enfance Rouge, a organização afirma estar a preparar algumas surpresas para o público.

Se no caso do cartaz, o mesmo só será conhecido em cima do evento, de acordo com a filosofia seguida nos anos anteriores; a gastronomia, o transporte (os festivaleiros chegam de barco) e os menores de 16 ver-se-ão deparados com a sua vida facilitada. Refira-se, ainda, que o SinSal Son Estrella Galicia foi recentemente distinguido como “Melhor Festival de Pequeno Formato de Espanha”, galardão entregue durante os prémios Fest 2015. Para bilhetes, a organização informa que apenas estarão disponíveis ainda durante este mês de Fevereiro. Fiquem com Alt-J e a magnífica “Breezeblocks”.

Sara não tem nome terá dois novos EPs
· POR Matheus Maneschy · 10 Fev 2016 · 15:37 ·


Sara lançou em 2015 o álbum Ômega III, que foi aclamado pela crítica brasileira e eleito um dos melhores do ano passado. A cantora mineira revelou que está a trabalhar em mais dois novos EPs, mas ainda não há datas para o lançamento. Por enquanto, há uma canção inédita prevista para este semestre.

O som magnífico que aparece em Ômega III não foi ao acaso. Sara esteve a fazer uma residência na Red Bull Station, e assim conseguiu gravar o disco. Para além disso, o disco foi masterizado por Rob Grant: o mesmo que fez masterizações aos Tame Impala.

Os Porches tem muito de novo a mostrar
· POR Matheus Maneschy · 10 Fev 2016 · 15:29 ·
© Jessica Lehrman

O mês de Fevereiro foi cheio de novidades para os Porches. Após lançarem a nova canção "Car", o novo álbum também já está disponível. Pool foi lançado no dia 5 deste mês, a misturar reafirmar a mistura do indie com o pop. O disco foi assinado pelo selo Domino Records.

Para a estreia do novo álbum, Aaron Maine confirmou uma tour para a primavera. Por enquanto, apenas em cidades norte americanas. Quem não pode lá estar, tem aqui "Car" para ouvir.

André Fernandes lança novo disco
· POR Nuno Catarino · 10 Fev 2016 · 14:39 ·


O guitarrista André Fernandes prepara-se para lançar um novo disco de originais. O disco Dream Keeper, editado pela inglesa Edition Records, será disponibilizado a partir de dia 12 de Fevereiro. Neste novo trabalho o guitarrista terá o apoio de um grupo de músicos internacionais, onde se destaca o saxofonista espanhol Perico Sambeat.

O grupo conta ainda com Alexi Tuomarila (piano), Demian Cabaud (contrabaixo) e Iago Fernandez (bateria). O novo disco já está disponível para pré-encomenda.

Retimbrar lançam primeiro LP
· POR André Gomes · 10 Fev 2016 · 12:26 ·


"Voa Pé (cá fora)" é o single de avanço para o primeiro LP dos Retimbrar, um grupo de percussão sediado no Porto. O disco chama-se precisamente Voa Pé e será editado no próximo dia 1 de Abril. Depois de seis anos de experiências várias, o grupo lança um disco que traz consigo "os ecos dos bombos na rua e a emoção das canções partilhadas nos palcos e fora deles".

Voa Pé é uma edição de autor com o apoio da Casa da Música, da Cultura Fnac e da Revolução d'Alegria Associação. Ouçam então o primeiro single aqui em baixo.

Kevin Morby mostra novo single
· POR André Gomes · 10 Fev 2016 · 11:53 ·


Chama-se "I Have Been To The Mountain" e é o primeiro single de Singing Saw, o novo disco do norte-americano Kevin Morby, que chega até nós (e ao mundo) no próximo dia 15 de Abril. O sucessor de Still Life terá o selo da Dead Oceans. O músico também anunciou as datas da sua digressão (incluindo Europa) mas ainda não é desta que o vamos ver por cá.

Neste disco o norte-americana contou com as colaborações de Sam Cohen (Apollo Sunshine, Yellowbirds), o pianista Marco Benevento, as vozes de Hannah Cohen, Lauren Balthrop e Alecia Chakour, os bateristas Nick Kinsey e Justin Sullivan, as cordas de Oliver Hill e Eliza Bag, entre outros. Que venha rápido.

Meltybrains? Podem ter a certeza que sim
· POR André Gomes · 09 Fev 2016 · 11:43 ·


Os Meltybrains? são músicos com estudos clássicos mas a música que fazem não tem qualquer tipo de regras ou partituras. A banda irlandesa, que lançou já alguns EPs no passado, tem um novo single e confiou em nós para a sua estreia absoluta. Podem ouvir o tema ali em baixo. E talvez percebam melhor o nome da banda.

A canção em questão chama-se "Lincoln" e é uma espantosa viagem hipnótica que tem tanto de minimalista como de catártica. O single tem o selo da MDR Records. Dizem-nos que os Meltybrains? querem ser uma banda de singles e que deverão lançar mais um par deles nos próximos tempos. Se andarem pela Irlanda ou por Londres até poderão apanhá-los ao vivo nos próximos tempos.  Podem consultar as datas ali em baixo (vai assim em inglês e tudo).



12/02 - Dublin (Secret Location - Sold out)
13/02 - Dublin (Secret Location - Sold out)
19/02 - Connolly's of Leap, Cork
20/02- Roisin Dubh, Galway
04/03 - St. Pancras Church, London
Lingua Loka: é carnaval no Brasil
· POR André Gomes · 09 Fev 2016 · 00:04 ·


A já incontornável Ava Rocha acaba de lançar um novo single com cheiro a Carnaval. Iniciada em 2008 em parceria com José Paes de Lira, Gigante César e Pedro Paulo Rocha, a cantora brasileira terminou a maravilhosa "Lingua Loka" no calor da época festiva.

Lançada com o selo da Quintavant (QTV), "Lingua Loka" contas com a colaboração de Cadu Tenório (sampler), Gustavo Benjão (guitarra), Kiko Dinucci (guitarra), Pedro Dantas (baixo synth) e Thomas Harres (caixa, percussão e sampler). Ouçam-na aqui em baixo. Deve estar um "calor" inacreditável ali para os lados do Brasil, não? Nem é bom pensar nisso.

A Giant Dog: drogas, sexo e rock 'n' roll
· POR André Gomes · 08 Fev 2016 · 23:57 ·


Chama-se "Sex & drugs" e é sobre eu e tu, sobre algo com o qual, de uma ou de outra forma, nos gostamos de identificar. É o primeiro single do terceiro disco dos A Giant Dog, uma banda de Austin, nos Estados Unidos. E é uma canção incrível, um pequeno monumento de rock 'n' roll.

O disco chama-se Pile, chega no dia 6 de Maio com o selo da Merge Records. Assim que conseguirem tirar os olhos desta imagem, uma vez que tenham conseguido apagar das vosses mentes uma data de fantasias mais selvagens, ouçam quão maravilhosamente fresca soa esta canção.

Catrin Finch & Seckou Keita na Gulbenkian
· POR Nuno Catarino · 08 Fev 2016 · 23:47 ·
© Josh Pulman

A dupla Catrin Finch & Seckou Keita, um raro duo de harpa e kora, apresenta-se ao vivo na Gulbenkian, em Lisboa, no próximo dia 17 de Fevereiro. A harpista galesa Catrin Finch e o senegalês tocador de kora Seckou Keita lançaram o seu disco de estreia, Clychau Dibon, em Outubro de 2013, tendo conquistado rapidamente a atenção do público.

O concerto terá lugar no Grande Auditório da Gulbenkian, com início às 21h00. Os bilhetes valem 8€, há descontos para jovens (50%) e séniores (30%).

Ricardo Toscano no CCB
· POR Nuno Catarino · 08 Fev 2016 · 23:40 ·
© Márcia Lessa

O saxofonista Ricardo Toscano apresenta-se ao vivo no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, no próximo dia 12 de Fevereiro. Jovem virtuoso, Toscano foi considerado como melhor músico nacional do ano pela Jazz.pt.

Apoiado pelo seu quarteto, o saxofonista terá nesta actuação a companhia de três jovens valores da mais recente geração da cena jazz nacional: João Pedro Coelho (piano), Romeu Tristão (contrabaixo) e João Lopes Pereira (bateria). O concerto terá lugar no Pequeno Auditório e está marcado para as 21h00.

Benji Hughes lança declaração de amor à pop na sexta
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2016 · 23:29 ·


Songs in the Key of Animals é lançado oficialmente na próxima sexta-feira. Se a paciência poder ser mitigada com um só single, então também já podem ver o vídeo do single, nada estereotipado, “Girls Love Shoes”. Realizado por Whitey McConnaughy, o vídeo para este “Girls Love Shoes”, segue a premissa de Benji que nos diz que “as miúdas gostam de muitas coisas, mas do que elas realmente gostam é de sapatos”. Ele lá saberá.

Aparte os argumentos, a canção e o álbum assemelham-se, de acordo com o artista, a uma festa de brilho e cor, naquilo que pode ser caracterizado como uma declaração de amor à música pop. Se do que elas gostam é de sapatos não sabemos. O que sabemos é que aqui em baixo fica o vídeo de “Girls Love Shoes”.

Old Yellow Jack lançam primeiro "Glimmer" sobre novo álbum
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2016 · 17:59 ·


Guilherme, Filipe, Miguel e Henrique vêm de Lisboa e dão pelo nome de Old Yellow Jack. De velhos nada têm e a comprová-lo está aí “Glimmer”, single de avanço para o seu primeiro longa duração. Ainda sem título, mas já com data de lançamento (29 de Abril), o disco foi gravado nos Blacksheep Studios em Sintra, à semelhança deMagnus, EP com que os Old Yellow Jack se apresentaram ao mundo em Janeiro de 2015.

Gravado em nome próprio, o álbum de nome indefinido marca, de acordo Filipe Collaço (baterista), uma viragem na matriz da sua sonoridade. Depois do psicadelismo de Magnus, agora o ouvinte será levado, apesar das idiossincrasias Old Yellow Jack, para o campo do indie rock americano de bandas como Pavement ou Real State.

“Estamos a apontar lançar o disco em Abril, de forma independente. Tomámos uma abordagem sonora diferente; desprendemo-nos um pouco do psicadelismo de Magnus e virámo-nos mais para o indie rock americano”, explica ao bodyspace.net.

“Glimmer”, como referimos, é o primeiro nado vivo saído do ventre do novo disco e que a fazer fé nas palavras de Filipe foi quase obra de epifania: “A Glimmer foi uma das últimas músicas do disco a ser composta. Vinda do nada, surgiu num retiro de banda passado na Ericeira, enquanto esperávamos que todos acabassem de tomar banho para irmos jantar. No vídeo da música, achámos que fazia sentido voltar ao sítio onde esta tinha nascido, ao invés de gravar tudo em Sintra”.

Depois de um 2015 marcado por actuações no Indie Music Fest ou no Vodafone Mexefest, 2016 será, para além do lançamento, ano de tour de apresentação do álbum, uma “volta a Portugal e arredores” fora da zona de conforto que começa em Abril. Filipe trata de deixar a dica:

“Nunca fomos uma banda de grandes cantores; no entanto, decidimos sair da nossa zona de conforto e apostar mais em harmonias vocais. Acho que resultou, não estando no entanto muito visível em "Glimmer". Não tarda muito, vão poder ouvir por vocês mesmos quando o disco sair cá para fora!”. “Glimmer” pelos Old Yellow Jack.

Little Girl Blue ou como Cat Power “guia” o Mercedes de Janis Joplin
· POR Fernando Gonçalves · 08 Fev 2016 · 17:54 ·


É de música e cinema que falamos. Janis: Little Girl Blue, documentário sobre a vida e obra da cantora norte-americana, lançado no ano passado no Estados Unidos, acaba de chegar à Europa. Realizado por Amy J. Berg, o documentário segue o rasto das cartas que a cantora escreveu à família, a amigos e aos incontornáveis amores. Cartas narradas pela inconfundível voz de Cat Power que nos “dão” uma Janis pessoal sem floreados ou romantismos bacocos.

Longe dos lugares-comuns normalmente associados à década de 60, sexo, drogas e rock n' roll, Janis: Little Girl Blue traça uma imagem de uma Janis em luta contra o status quo de uma América ainda profundamente reaccionária, isto numa perspectiva exterior á própria cantora, enquanto do ponto de vista interior se debate para suprir as suas inseguranças. Inseguranças que, segundo as suas cartas, só admitiam tréguas no fruir da criação musical ou nos amores que encontrava “pela estrada fora”. Desta “inadaptada” que “migrou” aos 27 fica agora este testemunho, mais profundo e, talvez, mais real. Fiquem com um trailer oficial de Janis: Little Girl Blue.

Are You Serious Andrew Bird?
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2016 · 17:34 ·


Pelos vistos está. O senhor do violino que, por vezes, faz as vezes da guitarra está de volta com Are You Serious, novo registo de originais com estreia marcada para dia 1 de Abril e que contará com as participações de Fiona Apple e Blake Mills.

Novo álbum que já tem em “Capsized”, ontem estreado no programa “Conan” de Conan O’Brian, o seu single de avanço e que sem mais delongas lançamos aqui em baixo. O alinhamento vem logo depois.



01 Capsized
02 Roma Fade
03 Truth Lies Low
04 Puma
05 Chemical Switches
06 Left Handed Kisses
07 Are You Serious
08 Saints Preservus
09 The New Saint Jude
10 Valleys Of The Young
11 Bellevue
12 Shoulder Mountain *
13 Pulaski *
 
*somente na edição deluxe/i>
Parquet Courts anunciam álbum novo
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2016 · 17:13 ·


Human Performance
, assim se chama o novo disco dos nova-iorquinos Parquet Courts, registo com estreia marcada para o dia 8 de Abril. Sucessor de Content Nausea, o novo álbum é, na voz de Andrew Savage, vocalista e guitarrista, um disco que traça um fino equilíbrio entre o emocional e o cerebral em contraponto com os anteriores registos da banda.

“Comecei por questionar a minha humanidade, tentando perceber até que ponto era sincero como pensava que era ou se apenas era uma performance. Senti, então, que era uma espécie de máquina desarticulada, uma máquina humana a mostrar sinais de defeito”, explica Savage. Como primeira amostra deste “desequilíbrio” Parquet Courts acaba de lançar o single “Dust”, música que podem ouvir aqui em baixo.

Os Massive Attack estão de volta
· POR Rita Neves · 05 Fev 2016 · 16:49 ·


Ritual Spirit é o nome do EP que marca o regresso da banda. O trabalho conta com a presença de nomes como Tricky, Young Fathers, do rapper Roots Manuva e de Azekel. No entanto, as novidades não ficam por aqui. A este trabalho segue-se outro, que será lançado no início da Primavera, produzido por Daddy G e um álbum completo, que será lançado no final do ano.

Mais, a banda acaba de lançar uma app, "Fantom", que permite remisturar e reinventar as suas músicas, de acordo com variáveis como hora do dia, batimento cardíaco e localização. Já podem ouvir o single do novo EP, "Take It There" em baixo.

Esta é a programação do Maus Hábitos para Fevereiro
· POR Rita Neves · 05 Fev 2016 · 15:50 ·


Início do mês? É altura de revelar a programação do Maus Hábitos. Já na Segunda-feira, dia 8, o Maus Hábitos celebra a rambóia que é o Carnaval com André Tentugal. Depois, o fim de semana demarca-se pelo aniversário do Blog BranMorrighan (que conta com Surma, Whales e azul-revolto) na sexta (12) e pelo regresso da habitual festa Kosher (13).

O dia 20, no entanto, promete. Há Filho da Mãe e Ricardo Martins, que apresentam a sua nova colaboração, Tormenta e Hard Ass Sessions, da responsabilidade da editora/promotora Enchufada. Sobem até ao Maus Hábitos Branko, Rastronaut e Marginal Men, uma estreia nacional. O mês fecha com os dinamarqueses Marching Church e com um DJset de Gin Party Soundsystem, no dia 27. Também estão de regresso as pós-festividades das sessões do Shortcutz Porto.

Amanda Palmer e Jherek Bischoff lançam EP de tributo a Bowie
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2016 · 14:44 ·


As homenagens a David Bowie sucedem-se. Desta feita a laudatória parte da carismática Amanda Palmer e de Jherek Bischoff e consagrar-se-á amanhã sob a capa de Strung Out in Heaven, um EP de covers de músicas de David Bowie que será lançado amanhã. Para além de Amanda e Jherek, este extended play de covers terá a participação de Anna Calvi (canta e toca em “Blackstar”) e Neil Gaiman, marido de Amanda Palmer.

De referir que o EP estará à venda por um dólar na plataforma Bandcamp. Uma parte do dinheiro angariado será entregue ao editor de Bowie, enquanto o restante será doado, em memória de David, ao departamento de investigação em Oncologia do Tufts Medical Center. EP para compra ou streaming aqui em baixo. Logo depois podem consultar o alinhamento de Strung Out in Heaven​.



01 Blackstar [ft. Anna Calvi]
02 Space Oddity [ft. Neil Gaiman]
03 Ashes to Ashes
04 Heroes [ft. John Cameron Mitchell]
05 Helden (Single Version) [ft. John Cameron Mitchell]
06 Jherek Bischoff: "Life on Mars?" [instrumental]
O Mercedes, no Porto? Está vivo e recomenda-se
· POR André Gomes · 05 Fev 2016 · 12:38 ·


A iniciativa é da promotora portuense Festas Productions. O mítico Mercedes, que esteve para fechar a e afinal parece que nem por isso, acolhe entre hoje e o dia 4 de Março nada mais nada menos do que sete noites de concertos, com nove projectos, de cinco nacionalidades diferentes.

Hoje há o italiano Gipsy Rufina. No dia 12 há Paper Beat Scissors (Canadá), e a 14 a alemã Fee Reega (na foto).  No dia 15 há dUAS sEMIcOLCHEIAS iNVERTIDAS e SSA, dia 19 teremos os belgas MONTEISOLA e Half Asleep. A 26 temos Rita Braga e já em Março, dia 4, os espanhóis Sangre de Muerdago. As opções são muitas: façam as vossas. Mais informações aqui.

Este mês, no Sabotage
· POR Paulo Cecílio · 05 Fev 2016 · 12:23 ·


O espaço lisboeta terá uma programação diversa ao longo deste mês, e que em termos de concertos se inicia já hoje, com nova investida dos Parkinsons pela capital, na companhia dos Dirty Coal Train (22h30, 10€). Amanhã, o Sabotage saudará o regresso do Um Ao Molhe, festival itinerante de one-man bands que vai na sua segunda edição, com concertos de Nick Nicotine, Oroboro, Coelho Radioactivo e Calcutá (5€).

Até final do mês, por ali passarão 10 000 Russos, Cicuta, TV Rural, Crude, Bed Legs e Galgo, entre outros. podem saber mais aqui.

Deftones regressam aos discos com Gore e já há single
· POR Fernando Gonçalves · 05 Fev 2016 · 12:02 ·


“Prayers/Triangles” assim se chama o single de avanço para Gore, oitavo registo de estúdio dos norte-americanos Deftones, single que se encontra disponível para audição no youtube da banda. Ou ali em baixo, sem terem sequer de sair daqui. 

Depois de cavalgarem o emblemático pequeno pónei branco na passagem do milénio a que se seguiu uma via sacra de lançamentos para o anonimato de mais quatro álbuns (Deftones 2003, Saturday Night Wrist 2006, Diamond Eyes 2010 e Koi No Yokan 2012) Chino Moreno e seus compinchas atacam de novo com Gore, disco com data de lançamento prevista para dia 8 de Abril. Fiquem com Deftones e a nova “Prayers/Triangles”.

The Tallest Man on Earth: última chamada
· POR Paulo Cecílio · 05 Fev 2016 · 11:46 ·


É já este sábado que Kristian Mattson, cantautor sueco mais conhecido como The Tallest Man On Earth (apesar de, dizem, não ter mais que um metro e oitenta), se apresenta ao vivo em Lisboa para um concerto em que virá apresentar as canções presentes em Dark Bird Is Home, o seu quarto disco de originais, editado em Maio do ano passado.

E, espera-se, também haverá espaço para clássicos mais "antigos", como "King Of Spain" e "Kids On The Run", do magnífico The Wild Hunt (2010). O concerto terá lugar na Aula Magna, pelas 21h, com a primeira parte a cargo de The Tarantula Waltz. Os bilhetes variam entre os 23€ e os 30€.

Uma Viagem Musical pela cumbia
· POR Paulo Cecílio · 05 Fev 2016 · 11:36 ·




Em Maio de 2013, o álbum de La Yegros tinha acabado de sair pela ZZK, editora argentina que muito tem feito para ajudar a espalhar a cumbia pelo mundo. A cantora partiu então em digressão pela Europa, onde detinha um certo êxito na Alemanha, potenciando o género e tornando-se numa das maiores estrelas da label - sendo que o seu próximo álbum será editado em Março deste ano.

A história é agora contada no documentário A Musical Journey, de Pablo Mensi, que conta não só como La Yegros passou a esgotar concertos em solo europeu, como também explica a maneira como a cumbia se disseminou. O mesmo pode ser visto na íntegra no Youtube: ei-lo aqui em baixo.

Ora Cogan lança novo disco na Primavera
· POR André Gomes · 05 Fev 2016 · 11:25 ·


É dona de uma daquelas vozes hipnóticas que seriam capaz de nos convencer de tudo e mais alguma coisa. Leva já alguns grandes discos na bagagem e agora prepara-se para nos mostrar mais um. Chama-se Shadowland e junta as canções do EP Crystalize e seis novas canções. O novo registo chegará até nós em Abril com o selo da Hidden City Records.

Uma das canções desse disco, a maravilhosa "Repatterning", acaba de ganhar um vídeo. Podem ver e ouvir tudo aqui em baixo. A canadiana vai passar grande parte de 2016 em digressão. É esperar que Portugal seja um dos países nos seus planos.
 
Sai uma “Gradually” fresca para Ben Watt
· POR Fernando Gonçalves · 04 Fev 2016 · 16:25 ·


E não é que sai mesmo. Ainda a cheirar a nova, “Gradually” torna-se a primeira amostra laboratorial do ainda por estrear Fever Dream, terceiro álbum do ex-Everything But the Girl, com lançamento previsto para dia 8 de Abril. Novo álbum que, para além de Ben Watt, contou com as participações de Bernard Butler dos Suede e das vozes Marissa Nadler e MC Taylor.

Voltando a “Gradually”, a música conta, pelas palavras de Ben, as mutações e dificuldades de uma relação amorosa, música também ela fruto de uma relação, desta feita entre Ben Watt e o realizador John Jeenes, da qual resultou o vídeo de “Gradually”. De uma só vez, “Gradually”.

M83 estão à procura de vocalista…e podes ser tu
· POR Fernando Gonçalves · 04 Fev 2016 · 15:26 ·


Esta não vem no IEFP. Como Hollande não parece estar a acertar com as políticas de emprego, os M83 decidiram dar uma ajuda e, vai daí, estão, agora, apostados em dar uma ajuda. Neste momento, a banda francesa está à procura de uma vocalista/teclista do sexo feminino (Morgan Kibby saiu entretanto) com disponibilidade para ensaiar com a banda, em Los Angeles, no próximo mês de Março.

Para além destes requisitos, a candidata terá, ainda, que possuir um passaporte válido para os próximos dois anos, não possuir registo criminal que a impeça de sair do seu país e estar disponível para trabalhar e viajar com a banda de Abril a Dezembro deste ano. Por último, a proponente terá que enviar um vídeo em que prove a sua “queda” para o canto e para as teclas. Para as interessadas fica aqui o formulário de candidatura. E era isto. Para aguçar a inspiração fiquem com “Midnight in the City”.

E vai mais uma para o NOS Alive
· POR Fernando Gonçalves · 04 Fev 2016 · 15:19 ·


Desta vez são os Two Door Cinema Club a garantir lugar no palco Heineken do próximo festival NOS Alive. A banda dos irlandeses Alex Trimble, Sam Halliday e Kevin Baird estará por Oeiras a 8 de Julho, dia em que dividirá o palco com os já confirmados Hot Chip, Father John MistyCourtney Barnett e Jaguar Ma.

Depois dos marcantes Tourit History e Beacon, álbuns que farão parte do alinhamento do concerto português, a banda encontra-se, neste momento, a trabalhar no seu terceiro registo, uma criação ainda sem nome ou data de lançamento. Se julgaram que agora seria a parte em que colocávamos um dos muitos singles de sucesso destes irlandeses, podem esquecer. Fiquem com uma versão de “Poker Face” pelos Two Door Cinema Club.

John Carpenter lança sequela de Lost Themes
· POR Fernando Gonçalves · 04 Fev 2016 · 11:20 ·
© Kyle Cassidy

Realizador, editor, produtor e compositor John Carpenter, até 2014, apenas tinha arriscado compor para bandas sonoras. Nesse ano dá-se o volte-face com Lost Themes. Agora, dois anos volvidos o também músico volta a atacar com a Lost Themes II, álbum com data prevista de lançamento para dia 15 de Abril e que, volta a contar com a chancela da editora Sacred Bones.

Contando com a colaboração na escrita e interpretação do seu filho Cody Carpenter e de David Davies, Lost Themes II é marcado por uma sonoridade mais fluída e “eléctrica” embalada por uma “gentil” guitarra acústica. De referir que John Carpenter estará presente no próximo Primavera Sound Barcelona. Ainda sem single de apresentação para este Lost Themes II, fiquem com “Vortex”, música de avanço do primeiro Lost Themes e com a lista de músicas do novo álbum. O alinhamento de Lost Themes II vem logo a seguir.



1. Distant Dream
2. White Pulse
3. Angel’s Asylum
4. Hofner Dawn
5. Windy Death
6. Dark Blues
7. Virtual Survivor
8. Bela Lugosi
9. Last Sunrise
10. Utopian Façade
NOS Primavera Sound: eis os nomes
· POR André Gomes · 04 Fev 2016 · 09:00 ·
© Maria Mochnacz

Chegou finalmente o momento pelo qual muitos de vocês esperavam: o momento em que ficam a saber os nomes dos artistas que vão encher o Parque da Cidade do Porto de música durante os dias 9, 10 e 11 de Junho. Depois de ter confirmado os franceses Air, a organização manda agora dizer que o Porto em Junho vai ter PJ Harvey, Battles, Destroyer, Brian Wilson (a tocar Pet Sounds), Sigur Rós, Animal Collective, Explosions in the Sky, Beach House, Moderat, Chairlift, Tortoise, Dinosaur Jr., Deerhunter, Ufa.

Mas há mais. Savages, Julia Holter, Ty Segall and the Muggers, Algiers, Bardo Pond, BEAK>, The Black Madonna, Fort Romeau, Frddie Gibbs, Kiasmos, Linda Martini, Manel, Mueran Hermanos, Mudhoney, Parquet Courts, Drive Like Jehu, Shellac, Floating Points, ​Neil Michael Hagerty & the Howling Hex, Protomartyr, Roosevelt, Royal Headache, Sensible Soccers, Titus Andronicus, U. S. Girls, Unsane, White Haus, Holly Herndon, Car Seat Headrest, Empress Of, Autolux, Loop, Wild Nothing e Cass McCombs. Chega ou não?

Maio é mês de Maria e de Mister Mark Lanegan em Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 03 Fev 2016 · 18:29 ·


Dispensa apresentações, ele e a sua inconfundível voz. Ele é Mark Lanegan e da notícia deve rezar que no dia 29 de Maio estará no Theatro Circo em Braga e no dia seguinte em Lisboa, para um concerto no Cinema São Jorge. De cariz intimista, o “whiskey duplo sem gelo” de marca Lanegan será acompanhado por Duke Garwood, músico que participou no penúltimo álbum de estúdio de Mark intitulado Black Pudding, antecessor de Imitations.

Em relação a bilhetes, a informação que nos chegou aponta para valores que podem variar entre os 18 (plateia) e os 25 euros (balcão) em Braga e entre os 20 (plateia) e os 26 euros (balcão) em Lisboa. Bilhetes que serão colocados á venda na próxima sexta-feira a partir das 10 horas da manhã. Por ora, Mark Lanegan Band com “Sad Lover”.

Caetano Veloso e Gilberto Gil nos Coliseus em Abril
· POR Fernando Gonçalves · 03 Fev 2016 · 18:26 ·


“Você e Eu” é uma música de Gilberto Gil, mas poderia, não é, ser o slogan publicitário aos dois concertos que este e Caetano Veloso irão dar em Portugal no próximo mês de Abril. Intitulada “Dois amigos, Um Século de Música”, a digressão assentará arraiais no Coliseu do Porto no dia 24, enquanto o Coliseu dos Recreios será palco para estes nomes grandes da MPB no dia 27.

Acerca desta digressão com a companhia do “leãozinho”, Gilberto sublinha que “com Caetano tem sido sempre a reiteração do ato ritual da música, compreendido este ato em suas formas mais devocionais (como no mestre João Gilberto) ou nas mais guerreiras (como no rock n roll). Sempre pelo zen de todos e a felicidade geral do planeta. Com Caetano tem sido sempre pelo que a vida nos oferece de real: o viver”. Ao que Caetano retorque que “Gil é um grande inventor que não regista patente. Sua imensa vaidade exercida com demasiada modéstia e seu desprezo inocente pela própria grandeza são as duas faces dessa lua meio negra meio escondida que é a música de sua pessoa”.

Aparte a habitual troca de galhardetes, relembre-se que esta dupla passou por Portugal no ano passado para, então, tocar no EDP Cool Jazz, num espectáculo já integrado na digressão “Dois Amigos, Um Século de Música”, digressão que se apresentou, até á data, em 21 países, 35 cidades e chegou a mais de 135 mil pessoas. Os bilhetes, que podem ir dos 25 (geral) até aos 300 euros (camarote), para estes dois espectáculos serão colocados à venda na próxima sexta-feira. Fiquem com um relance do que poderão encontrar nos Coliseus em Abril.

Boulevards estreia-se com Groove!
· POR Rita Neves · 03 Fev 2016 · 16:16 ·

© Daniel Topete

Jamil Rashad para os amigos, mas Boulevards para quem o ouve. O projecto concretiza-se já no início de Abril (dia 1), com o lançamento do disco Groove!. Com o selo da Captured Tracks, Rashad mostra-nos um trabalho ecléctico e moderno, complementado com o melhor que Prince, Rick James e os Earth, Wind & Fire tiveram para lhe ensinar.

No entanto, Groove! não se trata de uma cápsula do tempo - é sim, uma reformulação que promete fazer-nos dançar. Já podem ouvir o single, "Cold Call", em baixo. Ali em baixo está a tracklist de Groove!.



01 Set the Tone
02 Got To Go
03 Up On Your love
04 Move and Shout
05 Cold Call
06 Running Back
07 Patience
08 The Spot
09 Talk to Me
10 Tender
11 Love and Dance
12 Weekend Love
Há novidades vindas de SG Lewis
· POR Matheus Maneschy · 03 Fev 2016 · 15:32 ·


SG Lewis anunciou o seu mais recente single, que tem o nome de "All Night". A canção tem a participação especial de Dornik, que é seu colega na PMR Records. O resultado da mistura de R&B e electrónica, como sempre, é bem interessante, como podem ouvir ali em baixo.

O tema, nas palavras do próprio SG Lewis, é uma tentativa de canalizar alguma nostalgia e influências dos anos 80 para a sua própria música. Será que conseguiu? Tirem as vossas dúvidas.

Hoje é Dia Filho da Mãe: agora há novo single do disco a solo
· POR André Gomes · 03 Fev 2016 · 15:08 ·


Mergulho. É assim que se chama o terceiro disco de originais de Rui Carvalho, conhecido entre os melómanos como Filho da Mãe. O primeiro single desta nova aventura chama-se "Um dedo menos" e já pode ser ouvido na página do artista. Ou ali em baixo sem que tenham de fazer mais do que um clique. Depois da estreia do single do registo com o baterista Ricardo Martins, até parece que hoje é o dia oficial de Filho da Mãe.

A belíssima capa - mais uma - tem a assinatura - uma vez mais - de Cláudia Guerreiro, dos Linda Martini. O disco chega a 7 de Março. Mergulho foi gravado e produzido por João Brandão, dos Estúdios Sá da Bandeira (Porto), no Mosteiro de Rendufe, em Amares. É o resultado de uma residência artística promovida pela Encontrarte-Amares. As datas de apresentação do disco estão ali em baixo. 



11 de Março @ Claustros da Igreja de São Domingos, Viana do Castelo
18 de Março @ Teatro Maria Matos, Lisboa (c/ Cláudia Guerreiro, João Nogueira e João Brandão)
19 de Março @ TREMOR, Ponta Delgada, Açores
21 de Abril @ Helena Sá e Costa, Porto (c/ Cláudia Guerreiro, João Nogueira e João Brandão)
22 de Abril @ Mosteiro de Rendufe, Amares
Vinicio Capossela faz sonhar com “Il Pumminale”
· POR Fernando Gonçalves · 03 Fev 2016 · 11:29 ·


E se Shakespeare encontrasse Peter Greenaway ou, melhor, se “Sonho de uma Noite de Verão” fecundasse “Fear Of Drowning”, isso seria “Il Pumminale”, single “mágico” de avanço do ainda por estrear (dia 4 de Março) Canzoni Della Cupa.

A celebrar um quarto de século de música, Vinicio engendra uma música que vai beber à cultura popular, à dicotomia mundo aparente/mundo real para em 14 minutos e 7 segundos de puro deslumbramento visual e auditivo que nos conta as aventuras e desventuras de um lobisomem, de uma cabra, da Virgem ou de um Diabo, isto é, todo um “Fausto” de Göethe sentado à mesa de Dioniso. Um festim para os sentidos, todos eles. Poderoso mas sensível, belo que quase doí se doer fizer sorrir, eis “Il Pumminale”.

Segurem-se: os Suuns estão de volta em Abril
· POR Rita Neves · 03 Fev 2016 · 11:11 ·


Os canadianos Suuns vão voltar ainda este ano, com um trabalho novo. Chama-se Hold/Still e vê a luz do dia a 15 de Abril. Uma edição da Secretly Canadian, o terceiro disco da banda demarca-se por se mostrar, assim, um arranjo electrónico meticuloso que não revela os seus segredos de uma só vez.

A banda esteve pelos lados do Texas, com o produtor John Congleton, durante três intensas semanas, a trabalhar arduamente neste disco. O primeiro single de Hold/Still já pode ser ouvido. Chama-se "Translate". Consultem o alinhamento do disco logo depois.



1. Fall
2. Instrument
3. UN-NO
4. Resistance
5. Mortise and Tenon
6. Translate
7. Brainwash
8. Careful
9. Paralyzer
10. Nobody Can Save Me Now
11. Infinity
Amplifest 2016: japoneses MONO juntam-se ao cartaz
· POR André Gomes · 03 Fev 2016 · 11:03 ·

© Mitsuyo Miyazaki

Há novidades no que diz respeito ao Amplifest 2016: os japoneses Mono, senhores do pós-rock, juntam-se aos Neurosis para a edição de 2016. O grupo nipónico regressa assim ao nosso país para apresentar o duplo disco The Last Dawn / Rays of Darkness.

Para os mais distraídos convém apontar: o Amplifest mudou de datas no calendário e acontece agora em Agosto, mais precisamente entre os dias 19 e 22. Os bilhetes para a Weekend Experience custam 75€. Ambas as modalidades estão disponíveis via AMPLISTORE e nas lojas Hard Club, Louie Louie, Matéria Prima, Piranha, Bunker Store e Black Mamba, no Porto, e Flur, Glamorama e Vinil Experience, em Lisboa.

Filho da Mãe & Ricardo Martins mostram novo single
· POR André Gomes · 03 Fev 2016 · 10:44 ·


Filho da Mãe & Ricardo Martins acabam de mostrar o novo single do disco que editam brevemente com o selo conjunto da Revolve e CTL-Musicbox.  "Estrela e Acabada" é a primeira amostra de Tormenta, o LP que chega às lojas no próximo dia 12 de Fevereiro.

Se querem ver como funciona esta dupla em cima de um palco lembramos que há concertos de apresentação no dia 19 de Feveveiro no Musicbox (Lisboa) e no dia seguinte no Maus Hábitos (Porto). Podem então ouvir o primeiro single, "Estrela E Acabada", aqui em baixo.

Músicas do Mundo de Sines confirma primeiras bandas
· POR Fernando Gonçalves · 02 Fev 2016 · 15:20 ·


Sines e Porto Covo serão pela 18ª vez palco do Festival Músicas do Mundo e, como festival que se preza de ser trás bandas a tiracolo. Hoje foi o dia das primeiras confirmações. Billy Bragg, The Unthanks e The Comet Is Coming são os três primeiros nomes avançados pela organização. Três nomes, três cavaleiros de Sua Majestade que trarão ao sudoeste alentejano o melhor da folk de origem britânica.

Se Billy Bragg nos remete para uma Inglaterra proletária (Billy Bragg é o popular nome de uma espécie de Che Guevara dos pubs) que mescla o folk puro e duro com o punk com influências dos The Clash, The Unthanks, por sua vez, apresentaram um folk a fugir para o jazz tal e qual o seu último álbum Mount the Air nos mostrou. Last but not the least os The Comet Is Coming trarão na bagagem um misto de punk com jazz e electrónica centrifugada em rock psicadélico apadrinhada por Sun Ra.

Estas e outras bandas poderão ser vistas e ouvidas a partir do dia 22 de Julho, numa senda de concertos que culminará a 30 do mesmo mês. Fiquem com os alienígenas The Comet Is Coming e o seu galáctico “Do The Milky Way”.

Tremor fecha cartaz para 2016
· POR André Gomes · 02 Fev 2016 · 14:50 ·
© Eduardo Brito

Happy Meals, Filho da Mãe + Ricardo Martins, Modernos, El Salvador, Landforms, Ricardo Martins (a solo), Alek et Les Japonaises, O Gringo sou EU, Strule Dagsland, Luis Senra & Yves Decoster, Nuno Cabral, Tio, Festival Walk&Talk presents SONJA e Arquipélago - Centro De Artes Contemporâneas apresenta Joana Gama & Luis Fernandes são as ultimas adições ao Tremor.

Estes nomes juntam-se a um cartaz de luxo que já aqui anunciamos e que pode ser consultado na totalidade no site do festival. Aqui. De 15 a 19 de Março, em  S. Miguel, o Tremor vai fazer tremer. Sem qualquer tipo de dúvida.

Não é miragem, é mesmo música nova para peixe : avião
· POR Fernando Gonçalves · 02 Fev 2016 · 14:24 ·
© Liliana Mendes e Duarte Costa

Nem nós estamos no deserto nem isto é um oásis, é “apenas” o segundo single extraído do novo álbum dos bracarenses peixe : avião Peso Morto, disco com estreia marcada para dia 19 deste mês. “Miragem”, assim se chama a “coisa para ouvir”, vem, deste modo, substituir “Quebra”, single de avanço deste Peso Morto.

Realizado por Vasco Mendes e André Tentúgal, o vídeo que acompanha esta nova música remete o espectador/ouvinte para um universo de solidão enquadrado por paisagens gélidas e fabris. Vídeo que não será necessário quando nos dias 6 (Rivoli, já esgotado), 18 (Lux Frágil) e 20 de Fevereiro (Theatro Circo) a banda apresentar pela primeira vez ao vivo este Peso Morto. Excepcionalmente, não vos vamos dizer que abaixo estará “Miragem” porque ela estará lá na mesma para vosso deleite.

Favela Discos revela programação de Fevereiro
· POR Paulo Cecílio · 02 Fev 2016 · 14:20 ·
© Vera Marmelo

A Favela, editora portuense / colectivo de artistas e intelectuais de merda (palavras deles) com residência no magnífico Au Lait, revelou esta semana a sua programação mensal. Na próxima quinta-feira, a Favela levará até ao café do Porto MAD~A + h_a_, Suspirro e Max Potion.

O evento terá lugar na cave (e à pala), naquela que será a primeira noite de um mês onde o Au Lait também acolherá Calhau, Pedro Sousa + Gabriel Ferrandini, Vive Les Cônes, Cathedrale e Camboja, entre outros, os quais poderão ir consultando aqui.

Mais uma editora para descobrir
· POR Paulo Cecílio · 02 Fev 2016 · 14:17 ·


Não é propriamente uma editora nova, mas sim um regresso - e salutar: depois de nos anos 90 terem editado trabalhos de gente como Telectu, Merzbow e Ode Filípica, a SPH está de volta ao activo, tendo-se juntado à Thisco e elaborado uma mixtape exclusiva para a Stress FM (a qual podem ouvir aqui.

Mas há mais novidades; na página da SPH no Bandcamp já se podem encontrar vários álbuns para download gratuito, de nomes como Stereo Entertainer, Innear, Rasalasad ou Distonnal. Para picar aqui.

Mark Kozelek ressuscita Bowie com o Porto a seus pés
· POR Fernando Gonçalves · 02 Fev 2016 · 14:10 ·


Artista multifacetado, vocalista e ideólogo da banda Sun Kill Moon, Mark Kozelek tem na forja um novo álbum…de covers. A criatura dá pelo nome de Mark Kozelek Sings Favorites e estará pronta a consumir no dia 27 de Maio, com a marca de nascença a caber à suculenta editora Caldo Verde. Como estas canções favoritas não se aguentam no útero, uma delas acaba de dar uma espreitadela ao frio mundo exterior.

Trata-se de “Win”, original de David Bowie que Mark Kozelek revisita numa colaboração com Mike Patton dos “sete instrumentos”. Para além de Sir David, a compilação incluirá covers de músicas de bandas como Modest Mouse, 10cc ou Bob Seger, entre outros. De referir, ainda, que a capa do disco representa e faz representar a invicta mas sempre leal cidade do Porto. Como quem não quer a coisa mas já a querendo, aqui fica “Win”.

PAPAYA de surpresa
· POR Paulo Cecílio · 02 Fev 2016 · 12:55 ·


O trio composto por Bráulio Amado, Óscar Silva e Ricardo Martins lançou ontem música nova através do seu Bandcamp. TRÊS/III é o título do novo single de PAPAYA, que contém duas canções - "Ok, Ok, Ok" e "Rules, Roles".

O registo será editado em 7'', à venda nos espectáculos que darão em Lisboa e Porto no final de Fevereiro. Para já, podem picá-lo aí em baixo.

Mais três nomes para o Super Bock Super Rock
· POR André Gomes · 02 Fev 2016 · 11:39 ·


Acabam de ser confirmados mais três nomes para a 22ª edição do Super Bock Super Rock. São eles: Fidlar, Petite Noir e Villagers. Estes nomes juntam-se aos já confirmados The National, Jamie XX, Kurt Vile, Bloc Party, Mac DeMarco, Kwabs e Kendrick Lamar.

O organização aproveita para dizer que estão à venda os últimos Fã Pack exclusivo FNAC para os três dias de Festival e com o preço promocional de 80€, entre outras regalias. O passe de 3 dias e os bilhetes diários estão também à venda, na Blueticket e locais habituais.

Grimes estreia-se em Portugal
· POR André Gomes · 02 Fev 2016 · 11:20 ·


É isso mesmo. Grimes vai estrear-se em Portugal no próximo dia 9 de Julho com um concerto no Palco Heineken do NOS Alive 2016. Claire Elise Boucher e companhia apresentarão por cá o mais recente longa duração, Art Angeles, editado em Novembro de 2015.

O Alive soma e segue. A lista de confirmados é a seguinte: Arcade Fire, Courtney Barnett, Father John Misty, Foals, Grimes, Hot Chip, Jagwar Ma, John Grant, José González, M83, Paus, Pixies, Radiohead, Robert Plant, Tame Impala, The 1975, The Chemical Brothers, Vintage Trouble, Wolf Alice e Years & Years.

Birds Are Indie lançam lição de voo nº3 a 10 de Março
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2016 · 19:20 ·
© Francisca Moreira / Joana Corker

A maioria das aves voam para Sul durante os meses de maior invernia no Norte mas estas “aves” são diferentes, ficam-se pelo Centro. E foi assim, sem perder o seu centro, que é como quem diz o seu ninho natal Coimbra, que os Birds Are Indie encetaram a criação do seu terceiro álbum de originais Let’s pretend the world has stopped, disco com primeiro voo marcado para dia 10 de Março pela asa da Murmürio Records.

Como voar não é para todos e, até informação em contrário, o mundo não parou, a banda coimbrã adianta-nos, por agora, “Partners in Crime”, primeiro single de Let’s pretend the world has stopped. Sem mais delongas, “Partners in Crime”,

Novo disco de Lula Pena em Maio
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2016 · 19:16 ·


“Amor, mi vida es sufrimiento/Yo te quiero en mi caminho/Por vos cambiaba mi destino”, assim cantava Lula Pena com Rodrigo Leão em “Pasión”, porém, desta feita, não será preciso tanto, uma vez que, no próximo mês de Maio estará nos escaparates o novo disco da cantora/poeta/guitarrista portuguesa intitulado Archivo Pittoresco.

Editado pela belga Crammed Discs, Archivo Pittoresco guiar-se-á e guiar-nos-á, de acordo com a Crammed, pelo universo do folk blues mesclado com uma série de elementos retirados do fado, do flamenco ou da bossanova. Características e influências que já podem ser ouvidas em “Negro que sou”, single de avanço do novo álbum. “Negro que sou” pela incontornável Lula Pena.

Sky Ferreira e Primal Scream aterram em “Where The Lights Get In”
· POR Fernando Gonçalves · 01 Fev 2016 · 16:30 ·


A parceria nasceu em finais de 2014 e já dá frutos. “Where The Lights Get In”, música estridente pontuada por poderosos riffs de guitarra, é o primeiro nado vivo desta colaboração e estará integrada no novo álbum de Primal Scream, Chaosmosis, com lançamento previsto para o próximo dia 18 de Março.

“Gostei de trabalhar com eles porque não existiu qualquer tipo de pressão. Criamo-lo sozinhos. Sentamo-nos e escrevemos, apenas, sem qualquer tipo de pressão”, sublinha Sky a respeito desta união de esforços com Primal Scream. “Where The Lights Get In” por Sky Ferreira e Primal Scream.

Clark está de volta
· POR Rita Neves · 01 Fev 2016 · 14:35 ·


É já no dia 18 de Março que CLARK (ou Chris Clark, para os amigos) volta com um novo disco, intitulado de The Last Panthers. Este é um disco inspirado na banda sonora em que trabalhou para o thriller The Last Panthers, transmitido na Grã-Bretanha. Irá incluir alguns temas da série e outros ainda não ouvidos.

O objetivo, segundo o inglês, era criar uma sonoridade desconcertante e, ao mesmo tempo, branda que manifestasse, de alguma forma, a vida daquelas personagens. Clark volta sob a chancela da Warp Records, depois do aclamado Clark, de 2014. Já podem ver (e ouvir) um trailer para o novo disco. Depois disso podem consultar a tracklist de The Last Panthers.



01. Back To Belgrade
02. Hiero-Bosch For Khalil
03. Diamonds Aren’t Forever
04. Panthers Bass Plock
05. Chloroform Sauna 
06. Serbian Daffodil
07. Naomi Pleen
08. Open Foe
09. Strangled To Death In A Public Toilet
10. Cryogenic
11. Brother Killer
12. Omni Vignette
13. Actual Jewels
14. Dead Eyes For Zvlatko / Heaven Theme
15. Diamonds Aren’t Forever II 
16. Upward Evaporation
17. Hide On The Treads 1 
18. Hide On The Treads 2 
19. Hide On The Treads 3

Sequin está de volta
· POR André Gomes · 01 Fev 2016 · 11:09 ·


Tinham saudades de Sequin? Pois isso acaba aqui e agora. "Ellipse" é o primeiro single de EDEN, o novo EP de Sequin que estará cá fora no próximo dia 15 de Fevereiro com o selo da Lovers & Lollypops. Nos próximos meses vai haver concertos de apresentação no Maus Hábitos (Porto), Musicbox (Lisboa), Aqui Base TAngo (Coimbra), entre outros.

Já é possível fazer "encomenda" do EP e no meio disto tudo há uma surpresa: o registo sairá numa edição especial e limitada a 100 exemplares com uma peça de joalharia assinada por Medula, do designer Francisco Perdigão. Cada embalagem terá uma peça única e especialmente desenhada, assim como um código de download para descarregar o EP gratuitamente. Tratem disso aqui.


Parceiros