Fevereiro 2012
Miguel - "Adorn"
· POR Jorge Manuel Lopes · 29 Fev 2012 · 23:57 ·


Se ainda não for, Miguel há-de ser um génio daqui a nada. Para os tempos próximos, ele tenciona oferecer três mini-EPs para download, e se o par que falta for tão bom como o agora publicado Art Dealer Chic Vol 1 está-se a falar, lá está, de alguém a roçar a genialidade. A composição e produção das três faixas deste Vol 1 são de Miguel e em "Adorn", a canção de arranque, há dois minutos e meio que são aproveitados para escoar uma voz absolutamente excepcional (sem a mais pequena ponta de exagero), capaz de convocar o arrebatamento de Marvin Gaye e as insinuações de D´Angelo. O instrumental minimal-repetitivo mas de cores quentes faz o resto: é o cúmplice/ contraponto ambiental e eloquente q.b. que permite que a voz esvoace segura para onde o arrebatamento amoroso dos versos a puxar. A soul e o r&b são as minas sem fundo deste tempo. Só não vê quem não quer.

O coração levou o guitarrista dos Women
· POR Nuno Leal · 29 Fev 2012 · 17:08 ·


A banda canadiana do selo Jagjaguwar perdeu há dias o seu guitarrista, Christopher Reimer, vítima de ataque cardíaco durante o sono. Uma morte pacífica para quem, segundo se sabe, tinha falta de saúde coronária mas talento de sobra, com as suas linhas de guitarra a pautarem o ritmo de dois dos discos mais interessantes vindos do Canadá este século (não, a vida não é só Arcade Fire). Uma péssima notícia mas uma boa desculpa para (re)descobrir Women.

R&B com estilo
· POR Bruno Silva · 29 Fev 2012 · 13:04 ·


No seguimento de uma merecida recepção crítica e pública ao superior All I Want o Miguel decide agora investir numa série de três pequenos EP's com o título ridículo/brilhante de Art Dealer Chic e envoltos num misticismo ingénuo em torno do número 3. Lançado ontem via Tweeter, Datpiff, etc o primeiro volume é, desde logo, abrilhantado por "Adorn". Single já conhecido - produzido pelo próprio - onde uma aparente sub-produção pontuado por gotas de sintetizador serve na perfeição para a criação de uma atmosfera rarefeita com espaço para que a voz do Miguel assuma o protagonismo, sem o recurso a maneirismos exagerados. Tendo em conta o impacto quase casual da "Adorn", é com uma certa surpresa que se descobrem duas canções a morder-lhe os calcanhares - quando seria justo esperar filler. "That I Do (FTRMX)" peca apenas por soterrar a um pouco a canção sobre uma manta quase impenetrável de sintetizadores e vozes vindas de todo o lado, mas escapa aos seus excessos por força de uma melodia que consegue ser épica sem se insuflar de vazio. "Gravity" é o contraponto de batida old school que não se esforça minimamente em ser algo mais do que uma óptima canção de alicerces clássicos. E é perfeita nessa mesma condição. A 27 de Março sai o segundo volume.

Dent May tem novo disco
· POR André Gomes · 29 Fev 2012 · 13:00 ·


Depois de The Good Feeling Music of Dent May & His Magnificent Ukulele, Dent May tem novo disco. Chama-se Do Things, foi totalmente tocado por Dent May himself, será lançado no dia 12 de Junho na Paw Tracks (sim, a editora dos Animal Collective), e, aparentemente, junta coisas como o Mississippi, música psicadélica dos anos 60 e baladas disco. Confusos? Também nós.

Podem ouvir ali em baixo "Fun", uma canção prevista para ser o primeiro single deste novo disco.


SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
· POR André Gomes · 29 Fev 2012 · 11:25 ·


Não, o teclado da redacção (haha) não bloqueou. É que recebemos agora mesmo notícias frescas que envolvem uma porrada de Ss. Parece que Sufjan Stevens, Son Lux e Serengeti juntaram-se enquanto S / S / S para lancar um EP chamado Beak & Claw. Parece que tudo aconteceu quando Sufjan e Son Lux se encontraram enquanto trabalhavam numa remix de Buck 65 de uma canção de Castanets para a compilação Dark Was The Night, editada em 2009. Mais tarde, Serengeti juntou-se à mistura - não sabemos como. Ouvimos falar em beats e raps e não fazemos a mínima ideia do que aí vem. Mas achamos que deviam saber disto. E já que estamos aqui, se ainda estão aí desse lado, o mesmo Serengeti tem um novo EP a ser lançado pela Anticon em Abril e podem ouvido “Shazam” aqui em baixo. Pode ser que ajude a explicar alguma coisa.


Dead Can Dance no Porto em Outubro
· POR André Gomes · 29 Fev 2012 · 10:25 ·


Está confirmado no site oficial da banda e em data única em Portugal: no dia 24 de Outubro os Dead Can Dance, com disco novo para breve, apresentam-se na Casa da Música, no Porto, para um concerto muito esperado em Portugal. Os bilhetes serão colocados à venda no dia 1 de Março. Em Maio de 2011 Brendan Perry deixou esta mensagem no seu site: “I have been talking with Lisa Gerrard this past week with regard to recording a new DCD album this coming winter. We hope to complete the album by the summer of 2012 and then embark on an extensive two month world tour in late 2012”. O ultimo álbum dos DCD foi Spiritchaser, editado em 1996, altura em que Brendan Perry e Lisa Gerrard seguiram caminhos diferentes.

E agora recordar.


BODYQUIZ #29 | Júlio Dolbeth / Ilustrador
· POR André Gomes · 29 Fev 2012 · 00:35 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Ouço muitas playlists a trabalhar, mas de vez em quando volto ao Connan Mockasin. É um álbum onde gosto de tudo, da música ao artwork.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Se tivesse um gira-discos era sem dúvida vinil, mas continuo a ouvir mp3 do computador enquanto estou a trabalhar. Às vezes faço playlists no youtube.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Os Battles em Paredes de Coura.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Esta é muito difícil, faço muitas vezes isso até me fartar. Passados uns tempos volto a essa música e transporta-me para um lugar estranho, normalmente é um momento especial que associo a essa banda-sonora. Às vezes é bom, outras vezes é mau. Gostava de referir uma música intemporal, mas não consigo. Estou entre o "Forever Dolphin Love" (Connan Mockasin) e "Transmission" dos Joy Division, mas como assim amanhã já são outras...

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Nem sempre consigo passar para o papel aquilo que imagino na minha cabeça, isso obriga-me a trabalhar mais, o que pode ser bom. Sinto que nestas frustrações consigo evoluir, quer dizer que a adversidade nem sempre é má.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Estou entusiasmado com uma exposição que vou ter em Abril em Madrid, na galeria Mad is Mad. O tema está relacionado com dandies, uma proposta do curador e está-me a divertir as derivações que podem surgir. Para já ainda estou a fazer retratos de homens de bigodes. Ainda estou à espera de chegar a resultados mais estranhos, mas ainda vou nos primeiros desenhos. Conto ter uma ideia clara quando chegar ao décimo desenho.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Ter inventado o facebook.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Com quem é que gostarias de trabalhar e ser amigo?
David Hockney
Dirty Three para ouvir – e chorar por mais
· POR André Gomes · 29 Fev 2012 · 00:25 ·


Os australianos Dirty Three de Warren Ellis, Mick Turner e Jim White estarão no Porto em Junho para o Optimus Primavera Sound mas antes disso estão de regresso aos discos – o primeiro em sete anos. E que disco, senhoras e senhores. Toward The Low Sun tem o selo da Drag City, acabou de ser editado e pode ser ouvido integralmente no site da NPR. Ainda bem que voltaram: o rock instrumental estava mesmo a precisar deles, não? Não há nada por confirmar, mas vai saber bem levar com tudo isto lá para Junho.
Sensible Soccers são os convidados do BODYSPACE AU LAIT de Março
· POR André Gomes · 29 Fev 2012 · 00:22 ·


SENSIBLE SOCCERS
18 DE MARÇO, DOMINGO
19H

Café au Lait, Porto
Entrada livre


Como o melhor dos pontas-de-lança, diz a gíria, os Sensible Soccers surgiram na área de um momento para o outro e confirmaram o que havia a confirmar: que são um dos novos nomes da música portuguesa a ter mais em conta. Apesar da rapidez no ataque, foram deixando pequenas pistas aqui e ali: quatro canções aqui, uma cassete ali, um concerto mais do que convincente ali ao fundo. E fizeram-no sempre com classe. O que têm para oferecer, ainda que não pareça, são canções: mergulhadas no krautrock, numa relação séria com a electrónica caseirinha, de braço dado com melodias da melhor colheita, mas sempre com um travo quase pop – calculado ou não, pouco importa - que faz de cada canção dos Sensible Soccers um potencial hino a ser assobiado rua fora sem consciência da figura. Já diz o ditado: Março amoroso faz o ano formoso. Este é o contributo do BODYSPACE AU LAIT para a legitimação da sabedoria popular.
The-Dream - "Kill the Lights"
· POR Jorge Manuel Lopes · 29 Fev 2012 · 00:19 ·


O single a valer que anuncia o próximo álbum de The-Dream é a aprazível mas um pouco genérica slow jam "Roc" (servida por um vídeo a evitar, com elementos perturbadores suficientes para danificar irremediavelmente a relação do ouvinte com a canção), mas é no imponente edifício montado para "Kill the Lights" que se revelam muitas das virtudes que fazem de Terius Nash um dos mais brilhantes maestros da música popular deste século. O ritmo, húmido e arrastado mas vibrante, parece estar sempre a um passo de ser desligado da corrente. As cascatas de sintetizador e as vozes agudas (aguadas?) de Nash e Casha entrelaçam-se. É o mesmo que entrar num quarto onde duas pessoas dão vida a versos como "I want to set fire to the darkness/ I want to lay flames where your heart is tonight" e não se sentir bisbilhoteiro. São seis lentos minutos de corpo-com-suor-com-corpo-com suor que espalham uma ideia do melhor Prince a novos ventos.

BODYQUIZ #28 | Pedro Ramos / Radar
· POR André Gomes · 28 Fev 2012 · 18:03 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Revolver dos Beatles por razões profissionais. E pessoais. As duas andam sempre misturadas, não faz sentido se assim não for.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
O ideal é vinil com cozinha tradicional portuguesa, embora acabe sempre por comer mais um mp3 manhoso com uma tigela de Nestum.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Já foi há uns anos, mas quando vi o Daniel Johnston ao vivo, acompanhado por um quarteto de cordas. Fiquei entre o pânico, o desconforto e ao mesmo tempo embasbacado com a beleza de tudo aquilo. Mais recentemente, o M Ward na Aula Magna.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
"Let's Pretend We're Bunny Rabbits" dos Magnetic Fields, para o aumento da natalidade. E para estimular a economia, "To Hell With Good Intentions" dos Mclusky.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Pessoas que não se calam durante concertos.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Para além da Radar em suas múltiplas formas e de mais uma catrefada de coisas, o Black Balloon anda a ocupar-me uma boa parte (a parte boa) da cabeça neste momento. É uma noite mensal no Lux, programada por mim. É a minha versão do Studio 54, mas com portugueses.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
A Eternidade. Sem fraldas nem problemas de memória. E o poder do teletransporte, à Star Trek.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"Qual a tua canção preferida de Notorious B.I.G.?"
A resposta seria "Hypnotize", obviamente.
Regina Spektor, aquela máquina
· POR André Gomes · 28 Fev 2012 · 17:05 ·


A russa a viver em Nova Iorque mais sexy que conhecemos tem um novo disco - chama-se What We Saw From The Cheap Seats e será publicado em Maio - e um novo pedaço desse novo mundo para ouvir - chama-se "All The Rowboats" e basta um clique ali em baixo. Nasdarovia, Regina. What We Saw From The Cheap Seats é o sucessor de Far, editado em 2009.

Mais Optimus Alive´12
· POR André Gomes · 28 Fev 2012 · 12:30 ·


O Optimus Alive´12 continua a disparar nomes com uma velocidade alucinante. Já lá estão os Caribou, Florence + The Machine, Justice, Katy B, Mazzy Star, Metronomy, Mumford & Sons, PAUS, Radiohead, Snow Patrol, The Cure, The Kills, The Kooks e The Stone Roses. E agora estão os The Antlers, a banda liderada por Peter Silberman que actua dia 14 de Julho no Palco Heineken. Para ouvir.

Gala Drop e o Broda
· POR Bruno Silva · 28 Fev 2012 · 12:02 ·


Depois de um ano de 2011 preenchido com concertos pela Europa e pelos Estados Unidos, era com bastante ansiedade que se aguardavam pelos resultados daquilo que vinha sendo germinado silenciosamente por entre os voos da banda lisboeta. Em breve ficaremos a conhecer tudo isso, mas adiantamos já uma enxurrada de boas notícias vindas dos Gala Drop. Gravado em Setembro do ano passado, Broda é o (brilhante) título do terceiro disco da banda - sucedendo à estreia homónima e ao EP Overcoat Heat - e conta com a colaboração do enorme Ben Chasny (Six Organs of Admittance). Com mistura e masterização de Rafael Toral, Broda vai ter edição em 12" pela editora da banda, com distribuição nacional a cargo da Mbari e internacional pela respeitável Honest Jons.



Ainda antes disso, a banda vai embarcar numa tour europeia que começa já no próximo dia 13 de Março com concerto no Salão Brazil em Coimbra e os vai levar por Espanha, França, Bélgica, Holanda e Alemanha. O regresso a casa, faz-se com uma festa de lançamento do álbum no Lux Frágil no próprio dia de lançamento, na companhia de Hype Williams e Tropa Macaca, além dos DJ sets de Kyle Hall e Brian DeGraw (Gang Gang Dance). Uma noite imperdível para a qual já se podem comprar bilhetes através da Ticketline e locais habituais (12€) e que antecede também o final da tour a ter lugar no dia seguinte no Centro Cultural Vila Flor em Guimarães. Relembrando ainda que a banda vai também andar pelo Optimus Primavera Sound no Porto e pelo Boom Festival (respect), é forçoso antever um ano de 2012 glorioso para eles. E para nós. Para já, podem ficar com a capa, um teaser e uma malha para Broda como que a acumular saliva antes de apanharem com um destes concertos ou com o vinil nas mãos :

Novo disco de Andrew Bird para ouvir do início ao fim
· POR André Gomes · 28 Fev 2012 · 11:32 ·


É oficial: Andrew Bird não sabe fazer discos maus. Break It Yourself, o seu novo álbum, é a confirmação disso mesmo. E como estamos em tempos bonitos de streaming e outras coisas gratuitas do género, já é possível ouvir este novo conjunto de canções do início ao fim. Tirem todas as vossas dúvidas. Basta clicar aqui e deixar a NPR fazer o resto.

O novo disco do homem-pássaro favorito de todos nós chega às lojas a 5 de Março pela Bella Union. Recorde-se que o sucessor de Noble Beast até tem uma canção chamada “Lusitania” (em dupla com Annie Clark, que é como quem diz St Vincent).
Nova vida para os La La La Ressonance
· POR André Gomes · 28 Fev 2012 · 10:44 ·


A bracarense PAD acaba de anunciar um dos seus novos membros para 2012. Chamam-se La La La Ressonance, dispensam apresentações e preparam-se para lançar um novo disco em Abril. Um disco que chega "depois de um ano de composição com The Astroboy, um mês de gravação com o José Arantes, uma semana de mistura e produção com o Paulo Miranda no AMP studio, uns dias na mão do Roger Seibel no SAE Mastering".

Para deixar água na boca de alguns, a banda preparou este vídeo de apresentação do próximo trabalho. O disco chama-se Faust, conta com a participação de Luís Fernandes (The Astroboy), e inspira-se directamente no filme clássico de Murnau. A PAD promete mais novidades para breve.

Manufactured Superstars ft. Paris Hilton - "Drunk Text"
· POR Jorge Manuel Lopes · 28 Fev 2012 · 00:37 ·


Paris Hilton não devia ter estado seis penosos anos sem gravar música. O seu único álbum, Paris, é um dos melhores registos da década passada, um instantâneo do momento em que a voz certa se cruzou com um notável compositor e produtor de r&b (Scott Storch) num de alguns auges das suas capacidades. "Drunk Text", tema da dupla americana Manufactured Superstars a que Hilton empresta um canto-narração, é algo completamente diferente. Escutando a estória contida nos versos, "Drunk Text" podia ser o primeiro de múltiplos capítulos de uma história capaz de rivalizar com "Trapped in the Closet" de R. Kelly, mas é de recear que a coisa não passe daqui. Os versos têm a qualidade cambaleante de uma noite num clube onde se faz/ diz/ flirta/ fotografa um bocado mais do que é suposto. Toda a gente tem a capacidade de se sair com uma coisa vagamente estúpida numa noite, num clube (essa é, aliás, uma das coisas maravilhosas do contexto), mas poucos mostram habilidade para converter a experiência desorientadora e ambígua numa canção-espelho tão notável como esta. "Drunk Text" assume a zona cinzenta do hedonismo em que se move logo a partir dos primeiros segundos de ritmo escuro e crivado de strobes distantes. A voz de Paris Hilton ondula, perfeita, entre o confessional, o sonambulismo, o receio, a surpresa, a repulsa e a curiosidade. Há partículas pequeninas de tecno-electroclash, importadas de 2001, no ar de "Drunk Text", e este já não será o primeiro texto a dizer que se ouve aqui qualquer coisa de Miss Kittin. Espantosa.

Entretanto,
· POR Paulo Cecílio · 28 Fev 2012 · 00:28 ·


...os Pains Of Being Pure At Heart, que para uns são um bonito revivalismo twee e para outros mera chonice indie, preparam-se para lançar um novo EP de remisturas, feitas por gente como Twin Shadow ou os (colossais, enormes, gigantescos) Saint Etienne. Será editado a 21 de Abril como forma de celebrar o Record Store Day e, até lá, podem ouvi-lo gratuitamente no Soundcloud.

...e como não querem ficar para trás, os Battles farão o mesmo a Gloss Drop, prometendo para breve uma compilação onde outros igualmente grandes como Gui Boratto,
ACRE regressa em dia de clássico
· POR Nuno Catarino · 28 Fev 2012 · 00:26 ·

© Vera Marmelo

Sexta-feira, dia 2 de Março, Trem Azul. Sim, é dia de futebol, há Benfica vs Porto, mas pelas 22h o jogo já terá acabado e a noite continua na loja de jazz do Cais do Sodré. Nesta sexta-feira o trio ACRE - dos fabulosos Pedro Sousa (saxofone diabólico), Gabriel Ferrandini (bateria tumultuosa) e do nosso Felizardo (guitarra fervilhante) - regressa aos palcos lisboetas (quase um ano e meio depois da estreia, na ZDB). Para a banda esta será uma actuação especial, contando com a actuação de Riccardo Dillon Wanke, a solo, na primeira parte. A Trem Azul fica na Rua do Alecrim (ao lado da Pensão Amor), em Lisboa, e a entrada vale 3€ (não me venham com tretas, que 3€ são trocos).
BODYQUIZ #27 | João Pimenta / ALTO! / 10.000 Russos / Botswana
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 23:35 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Por acaso, tem sido o da minha própria banda, homónimo dos ALTO! Assim tenho sempre as letras na ponta da língua.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vinil sempre e FTW.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Oneida no Passos Manuel. Houve ali umas partes intrincadas em que só me apetecia espernear.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Isso é o Planeta Magalhães Lemos? Assim sendo "Jerusalem"/"Dopesmoker" de Sleep. São 52 minutos, por isso rende mais.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
A incompetência notória e galopante do trabalhador português em vários sectores de actividade. Estamos completamente fodidos.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
10.000 Russos. Finalmente, caguei no tripé do micro e estou-me a agarrar à guitarra e à bateria com o Pestana e com a Mariana.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
O regresso do sistema de troca directa e o desaparecimento do papel-moeda.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
O que farias se regressássemos a um sistema de troca directa com o equivalente desaparecimento do papel-moeda?
Não há duas sem três
· POR Paulo Cecílio · 27 Fev 2012 · 22:45 ·


Vão pelo nome de C(u)ore & Colours, são constituídos por José Silva e Manuel Guimarães, editam o EP de estreia pela Zigur Artists e têm em "Start" uma das coisas mais deliciosas que nos passaram pelos ouvidos nos últimos dias. A premissa é fazer dançar, e, embora admitindo que tal possa suceder, basta uma audição legalíssima para perceber que mel deste não se dança, degusta-se. E a julgar pelos samples utilizados, têm ambos um excelente gosto. Isso dá logo uma mão cheia de pontos de bónus.
Nite Jewel com novo disco para audição
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 16:46 ·


Em Setembro de 2009 apresentou-se no Plano B na festa de apresentação do nosso novo site. E agora está tão crescidinha, olha para ela. A norte-americana Nite Jewel tem novo disco a sair para breve, chama-se One Second of Love , tem selo da Secretly Canadian e pode ser ouvido na sua totalidade aqui em baixo. Para aquecer ou fazer descer as temperaturas, consoante a vossa necessidade.

Lana del Rey aqui ao lado
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 12:45 ·


Lana del Rey, a mulher de quem todo o mundo fala (menos sobre a música, mais sobre tudo o resto), acaba de ser confirmada para o Sónar 2012 em Barcelona (Sónar by Night), o que não deixa de ser uma surpresa. Apresentará, naturalmente, o seu último disco, Born To Die. Lana junta-se assim a um cartaz onde estão já The Roots, Modeselektor, Hot Chip, James Blake dj, Fatboy Slim, Richie Hawtin, Amon Tobin com ISAM, Squarepusher, Deadmau5, Nicolas Jaar, Luciano, Azari & III, Jacques Lu Cont, Friendly Fires, Metronomy, John Talabot, Mouse On Mars e showcases da Hyperdub, Brainfeeder e 100% Silk, entre outros. Juan Carlos I ainda não confirmou a sua presença.

The Maccabees para o Alive
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 12:10 ·


Mais uma confirmação para o Palco Heineken, no Optimus Alive´12: a dos indie-rockers britânicos The Maccabees. Os putos de Brighton actuam dia 15 de Julho para apresentar o mais recente Given To The Wild". Os Maccabees juntam-se a um cartaz onde constam já Caribou, Florence + The Machine, Justice, Katy B, Mazzy Star, Metronomy, Mumford & Sons, PAUS, Radiohead, Snow Patrol, The Cure, The Kills, The Kooks e The Stone Roses.


Aloe Blacc no Clubbing e mais nomes para a Casa da Música
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 12:05 ·


Regressa finalmente o Clubbing à Casa da Música. O próximo é no dia 24 de Abril (bilhetes a €17,00) e tem, pelo menos, Aloe Blacc (as nossas fontes dizem-nos que será um espectáculo especial). Mais novidades para breve. Mas há mais nomes apontados para a Casa da Música nos próximos meses: John Cale e Jane Birkin, que apresenta o espectáculo Serge Gainsbourg & Jane via Japan” a 16 de maio (bilhetes a 30 euros). Susana Baca, Sétima Legião, Rita Redshoes e Madredeus (a 27 de Maio, bilhetes a 28 euros) são outros dos nomes agendados para o palco principal da Casa da Música.

Silêncio, por favor
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 11:33 ·


Não se vai cantar o fado mas até se podia, tal é a ausência de ruído que se encontra em When I'm Gone, o mais recente disco de Silencio. Escrito essencialmente por Julien Demoulin e Nicolas Lecocq When I'm Gone demorou sete anos a ser construído e é feito de paisagens ricas e merecedoras do nosso tempo. When I'm Gone foi editado no passado dia 12 de Fevereiro e tem selo da three:four records. Para ouvir todo aqui em baixo.

BODYQUIZ #26 | Lúcio Souza / SILVA
· POR André Gomes · 27 Fev 2012 · 10:56 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Martha Argerich - Ravel: Piano Concerto In G; Gaspard De La Nuit; Sonatine

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vinil, já que não conheço muito da cozinha portuguesa, ainda!

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
O dos LCD Soundsystem no Rio de Janeiro no ano passado. Foi impressionante!

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Não saberia escolher uma só, mas citaria “Folhas Secas”, do Nelson Cavaquinho.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Ultimamente acho que nada. Confesso que não é muito fácil me tirar do sério.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Estou a compor músicas para o disco e arriscando algumas ideias que eu espero que dêem certo.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Aprontar logo o concerto e tocar por aí afora!

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Se pudesse escolher qualquer artista pra passar o resto da sua vida, quem seria?
Resposta: a Feist!
Down in Jungleland
· POR Paulo Cecílio · 27 Fev 2012 · 10:02 ·


E, pasme-se, apresentamos ainda outra banda recente, porque se há coisa que não sofreu os efeitos da crise é a criatividade. Os Savanna, que assinam em CAPS LOCK e com um ponto de exclamação no final, deixaram "Run" para download gratuito no Soundcloud, malha de heavy metal futurista para ouvir e uma e outra vez enquanto mais não se sabe sobre eles excepto serem de Lisboa. Mas depois de ter ouvido isto nós perdoamos-lhes essa falha.
BODYQUIZ #25 | Luís Salgado / Stereoboy
· POR André Gomes · 25 Fev 2012 · 20:32 ·

© Marta Pois
Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O último álbum do Bernardo da Fachada... Não sei o nome mas é maravilhoso, e Nisennenmondai, Neji/Tori é de 2008 mas só o descobri agora.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vinil é aquela cena para forrar sofás não é? Cozinha tradicional portuguesa, gostava de saber cozinhar a sério.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
O concerto de Stereoboy em Évora, tive de carregar o material todo sozinho!

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Steve Reich, Music for 18 Musicians, de qualquer maneira já está meio em loop, mas não é uma canção...

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
As portagens das Scuts... muito!

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Panda, Panda, Panda... Panda! Eu o José Alberto Gomes (Blac Koyote) e o João Santos (Daily Misconceptions) é a melhor banda do sistema solar... pelo menos.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Não posso dizer aqui.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"Quantas páginas têm as páginas amarelas de Brunei Darussalam?"
Indian Summer apresenta-se
· POR Paulo Cecílio · 25 Fev 2012 · 18:51 ·


Depois de ontem termos noticiado a aparição de Tropical Tobacco, chega-nos hoje ao mail um projecto de nome Indian Summer, sem que nada tenha a ver com uma excelente banda emo dos anos 90. E isto é tudo o que nós sabemos, tirando o facto de se apresentarem como "pop para avós do futuro". Soa ao próprio nome e podem ouvir "Dinky", a primeira canção que dá ao mundo, no Bandcamp.
MusiCULT II nos dias 28 e 29 de Fevereiro
· POR André Gomes · 25 Fev 2012 · 12:12 ·


Depois de uma primeira edição em 2006, ns próximos dias 28 e 29 de Fevereiro acontece no Porto o MusiCULT II, um workshop em torno da música, da cultura e da cidade. O ponto de partida deste evento é um "projecto de investigação de cinco anos sobre os últimos 30 anos do rock em Portugal, que se materializa com o lançamento, em Abril próximo, do livro Diacronias do rock em Portugal (1980-2010) (primeiro volume), da autoria da socióloga Paula Guerra".

O MusiCULT II apresenta-se como uma celebração do rock aberta à comunidade, à cidade. Pretende ultrapassar a esfera académica da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e acontece em espaços como o Plano B, onde se cruzarão linguagens como o documentário (Meio Metro de Pedra, de Eduardo Morais, a não perder), a fotografia, a pintura (Espelho Meu - História do rock português em 39 pinturas, de Sardine and Tobleroni), a música claro, com concertos de bandas como os The Magnets, Underdogs, Godot, Dreamweapon e com DJs sets (Sá e Mau Mau, Dois Homens Gentis). Para mais informações consultar o facebook do evento.
Disco de Pega Monstro em Março
· POR André Gomes · 25 Fev 2012 · 01:44 ·


A Cafetra Records anuncia um novo álbum de Pega Monstro algures para Março (dia 9, parece). Sabe-se que será homónimo e que o lançamento do mesmo acontecerá no Porto, no dia 9 de Março, no Plano B, e no dia 10 de Março no Kolovrat, em Lisboa. Mas há mais: há uma nova canção chamada "Carocho" que abre o apetite para mais. Soa assim.



Rádio pública, um tema em cima da mesa
· POR André Gomes · 25 Fev 2012 · 01:34 ·


Esperemos que tudo isto seja em vão, inútil e precipitado. Mas perante os rumores de encerramento da Antena 3/fusão com a antena 1 numa rádio onde a música portuguesa existe em exclusividade por decreto sentimos a necessidade de falar com algumas pessoas. Músicos que fazem, exactamente, música em Portugal. Soubemos de tudo isto através do documento apresentado por um grupo de funcionários da Antena 3 – entre os quais Henrique Amaro, autor de, exactamente, um programa dedicado à música portuguesa – em que se pretende discutir dez temas para pensar a rádio jovem de serviço público. E não é que tudo isto dá mesmo que pensar? Resta esperar que, no final, tudo isto não tenha passado de, exactamente, um exercício de pensamento e discussão. Fomos falar com Miguel Nicolau (Memória de Peixe), Hélio Morais (PAUS, Linda Martini) e Tiago Sousa. E aguardamos neste momento mais alguns testemunhos. Só para não deixar isto cair em saco roto, na esperança que tudo isto não venha a ser mais do que uma saudável discussão acerca do que deve ser o serviço público de rádio.

Miguel Nicolau / Memória de Peixe

O termo “cultura” é fundamental para a construção de indivíduos conscientes e críticos. Se a Música é uma linguagem universal e é uma expressão artística, em que todos aprendemos constantemente com a sua história e com o seu presente, independentemente da sua fonte, torná-la exclusivamente nacional é dificultar o que rigorosamente tudo a que nos é externo de ser dado a conhecer aos ouvintes portugueses. Logo aí, se é uma rádio pública e, se vivemos numa democracia, estamos a filtrar o acesso a essa arte e a impedir os próprios ouvintes de construir a sua própria identidade estética. Dar espaço e airplay à música portuguesa, é fundamental, mas monopolizar uma rádio pública com uma única perspectiva sobre a música é fecharmo-nos por completo a uma realidade que sempre foi, acima de todas as nacionalidades, diversa. Há toda uma perspectiva cultural e global que considero imprescindível para o progresso do nosso músico e ouvinte português: aguçar o espírito critico e aumentar o conhecimento é fomentar a cultura, o diálogo e a variedade de opiniões. Tenho o maior respeito à música portuguesa, e gosto mesmo muito dela própria. Mas terei sempre na minha consciência que acima estará a própria Música, na sua matéria prima e na sua essência, Enquanto músico e ouvinte português só posso dizer que não me restringir nem condicionar a minha experiência auditiva, só serviu para potenciar a minha criatividade e aumentar o meu conhecimento. Fez-me humildemente perceber que a música é tão rica, que condicionar o seu acesso seria tornar-me um individuo mais pobre culturalmente. Assim, mesmo participando em projectos cantados em português, inglês ou instrumentais, posso tentar saudavelmente dar o meu pequeno contributo à música portuguesa.

Hélio Morais | PAUS / Linda Martini

100%? Acho ridículo. Da mesma forma que acho ridículas as cotas de mulheres na Assembleia. Percebo que sejam lutas que tenham que ser travadas e que acabe por ter que se impor regras, por falta de civismo. Sou contra a discriminação das mulheres na assembleia, seja ela positiva ou negativa. Acho que numa assembleia não devem existir homens e mulheres, mas sim pessoas capazes. Como somos uma sociedade maioritariamente machista, chegou-se a essa resolução. Mas não encaro isso como uma solução, pois na verdade é uma imposição. E ainda que mude o panorama da assembleia, receio que a mentalidade se mantenha. Com as cotas da música, acho o mesmo. Há muita música portuguesa boa. Mais até que a que diariamente se passa nas rádios nacionais. Se concordo com uma obrigatoriedade de 100% de música nacional numa das rádios? Não! Isso é um regime ditatorial e com isso não posso concordar. Se quem tem poder de decisão acha que há muito mais música portuguesa de valor do que a que é passada nessa mesma rádio, se calhar pode começar por nomear comissões mais alargadas de escolha de playlists, sem pressões das editoras, em vez de impor regimes dictatoriais.

Tiago Sousa

Serviço Público? Mas qual Serviço Público?

O famoso relatório do grupo de estudo do serviço público de rádio e televisão presidido pelo Prof. João Duque, conta com uma proposta a que poucos deram a atenção mediática que foi dada às questões relacionadas com o serviço público de televisão. Na tentativa de reestruturar o conceito de serviço público surge uma ideia peregrina: o serviço de Rádio deveria ver-se cingido apenas a dois canais um que se dedicasse à música e cultura erudita e outro canal que fosse exclusivamente de música e cultura portuguesa.

A ideia é por si só assustadora e mostra mais uma vez o que pode acontecer quando meia dúzia de tecnocratas se juntam para decidir as premonições de determinado serviço. O serviço de rádio em Portugal vive dias de claustrofobia cultural dramática! A cada vez maior homogeneidade entre todas as estações que ocupam o espectro FM em Portugal é absolutamente gritante e devia ser razão de preocupação. Não se pode dizer que os casos da Antena 1 ou da Antena 3 sejam um sucesso absoluto que contrarie esta lógica mas apesar de tudo iam conseguindo incutir algumas abordagens editoriais que já praticamente se extinguiram, como o caso dos programas de autor. Com maior ou menor eficácia, sempre mostraram uma preocupação em manter uma linha editorial diversificada e coerente com a sua missão de serviço público.

O que se passa é que, com estas políticas que nos estão a ser impostas, toda esta realidade verá um futuro ainda mais enviesado e cinzento. Por um lado a opção de supressão da abrangência possível pela existência de duas linhas editoriais distintas, por outro lado a ideia de que o serviço público de rádio tem como obrigação ser o canal de exposição do produto nacional. Ambos estes pontos demonstram uma visão absolutamente castradora e retrógrada.

Se pensamos que, pelo facto de incentivar a programação exclusiva de música portuguesa (seja lá o que isso for), estamos a dar oportunidade de exposição e sobrevivência aos nossos criadores, claramente não percebemos nada de dinâmicas culturais. Esta visão de entrincheiramento cultural é uma ideia perigosamente conservadora e que torna patente uma de duas consequências. Ou o esvaziamento do serviço público para a abertura de novos mercados para a exploração capitalista. Ou um retrocesso gravíssimo a uma ideia folclórica e provinciana sobre o que é ou deixa de ser a cultura nacional cujos efeitos perversos iremos sentir no pulsar da nossa sociedade. Quer uma quer outra visão mostram formas de reagir a esta crise que estão bastante patentes nas diferentes opções governativas que têm sido tomadas. Qualquer uma destas opções acabará sempre com um resultado semelhante: uma menor escolha e um prejuízo do sentido crítico e perspectiva cultural de cada cidadão. Precisamos pois, de recolocar as questões e repensar as formas como estamos a edificar o nosso futuro sob pena de criarmos uma sociedade mais embrutecida e menos justa e igualitária. Foi o que fez um grupo de profissionais da rádio pública ao escrever o seguinte manifesto.
BODYQUIZ #24 | José Alberto Gomes / blac koyote
· POR André Gomes · 25 Fev 2012 · 00:18 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Purple.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cozinha tradicional a ouvir k7s.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Murcof com antivj.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Lixado! Acho que o tema principal do Paris Texas ou "Moiré (Piano & Organ)" de Jan Jelinek.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
A falta de chuva! Mesmo!

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Concerto X para Guimarães 2012.Será uma peça de 80 minutos para orquestra a 1 e electrónica numa composição colectiva com um grupo fantástico de compositores.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Ofereceres-me um rodie/motorista com carrinha para em concerto poder usar todo o material e mais algum.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"Que achas do videoclipe do filho do Tony carreira?"
Tropical Tobacco apresenta-se
· POR André Gomes · 25 Fev 2012 · 00:11 ·


Tropical Tobacco é, na palavra do próprio, "um projecto que nasce como tantos outros: um rapaz, uma guitarra, toda a parafernália midi que se possa imaginar e uma voz desafinada". Mas ainda diz mais: Tropical Tobacco é um projecto descontraído de música fresquinha.

Sabemos pouco mais do que isto. Sabemos que é um projecto sediado em Lisboa, que acaba de lançar uma promo com duas faixas, que podem ouvir ali em baixo. Será que este Tropical Tobacco faz bem à saúde?


Novo tema dos Django Django para ouvir
· POR André Gomes · 24 Fev 2012 · 23:14 ·


Chamam-se Django Djando mas, e apesar da repetição gaga, de Reinhardt têm muito pouco. Acabam de lançar o disco homónimo na Because Music e disponibilizaram ontem mais uma canção desse registo de estreia. Chama-se "Storm" e convida a uma certa dança desengonçada. Algo nos diz que ainda vamos ouvir falar muito deles em 2012.

BODYQUIZ #23 | Alex Klimovitsky / Youthless
· POR André Gomes · 24 Fev 2012 · 15:51 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Dinosaur Jr., Where You Been.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
MP3 (desafortunadamente) e Bacalhau à Dona Irene.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Octapush e Pega Monstro no Bacalhoeiro. Fiquei triste por ter perdido Riding in Panico e Man Eater no MusicBox, porque sei que foi tótil fixe.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
"Trouble" de Lindsey Buckingham.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Sol, cerveja e isto http://selleckwaterfallsandwich.tumblr.com/.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Revolução.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Ver ao vivo o Tom Selec a comer uma sandes debaixo de uma cascata.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Pergunta sugerida por Isabel Pxxx: "De 1 a 10 qual é a tua escala de tonice?"
Hum?
· POR André Gomes · 24 Fev 2012 · 15:08 ·


A sério. Hum? É aquilo que se pode ver na capa do novo disco dos Spiritualized, pelo menos se isto não for tudo uma grande piada de Jason Pierce e companhia. Para além de se conhecer a capa do disco a ser editado em Abril também se conhece já um dos temas que antecipam esse lançamento, avisa a Pitchfork. Chama-se "Hey Jane" e é uma espécie de epopeia rock. Pode ser ouvida aqui em baixo.

Wreckin´ Bar (Ra Ra Ra)
· POR Paulo Cecílio · 24 Fev 2012 · 14:48 ·


Se Ricardo Remédio irá destruir o Lounge no próximo dia 8, naquele que será o seu concerto de estreia, não sabemos. O que sabemos é que assina como RA, é a nova contratação da Lovers & Lollypops e podem ouvi-lo no Soundcloud, aqui. Naquela que será mais uma festa não-indie, RA irá apresentar temas do EP que tem para sair ainda neste semestre, dando depois lugar ao trio maravilha da editora portuense. A entrada é grátis, claro. Podem aparecer para beber um copo, ouvir música, ou tomar consciência de que um trocadilho com Sun Ra teria sido tão melhor.
Katy B estreia-se em Portugal no Optimus Alive
· POR André Gomes · 24 Fev 2012 · 12:11 ·


Ponto para o Optimus Alive´12. Katy B é o mais recente nome para o festival que acontece nos dias 13/14/15 de Julho no Passeio Marítimo de Algés. A britânica apresenta o seu disco de estreia On a Mission no dia 14 e junta-se a um cartaz onde estão já confirmados Caribou, Florence + The Machine, Justice, Katy B, Mazzy Star, Metronomy, Mumford & Sons, PAUS, Radiohead, Snow Patrol, The Cure, The Kills, The Kooks e The Stone Roses. Katy B apresenta-se no Palco Heineken.

Fiquem com esta bomba:

Thomas Belhom vai ao Gente Sentada
· POR André Gomes · 24 Fev 2012 · 10:38 ·


Thomas Belhom é o mais recente nome apontado para o Festival Para Gente Sentada, que acontece em Santa Maria da Feira nos próximos dias 24 e 25 de Março. E é a escolha dos Tindersticks para actuar no dia 25 de Março no Cine Teatro António Lamoso. Na 8ª edição do Festival para Gente Sentada Thomas Belhom, que colaborou já com os Calexico, David Grubbs dos Gastr’ Del Sol, Lambchop, Stuart Staples e Tindersticks, apresenta Rocéphine, que será editado em Maio deste ano.

De Itália até Belém: o Mediterrâneo no CCB
· POR Nuno Catarino · 24 Fev 2012 · 02:15 ·

Paolo Fresu © Vincenzo Cosenza

O mais recente projecto do trompetista Paolo Fresu vai passar pelo Centro Cultural de Belém. É já esta sexta-feira, dia 14, que o versátil italiano revela ao vivo em Lisboa o álbum Mistico Mediterraneo, recentemente editado através da ECM. Neste disco o trompetista está acompanhado pelo grupo vocal masculino "A Filetta", da Córsega, combinando as vozes fantasmagóricas da tradição mediterrânica com o som sofisticado do seu trompete. Vamos poder confirmar no grande auditório do CCB este raro encontro de mundos, afinal ali tão próximos.
PAUS de cabeleira
· POR Hugo Rocha Pereira · 24 Fev 2012 · 01:05 ·

Susana Pomba

Os PAUS fizeram de “Muito Mais Gente” o segundo single do seu primeiro longa-duração. E se banda afirma ter escolhido esta música por considerar que ela «transmite com mais clareza essa vontade de fazermos música física sobre e para estarmos juntos», o respectivo vídeo (realizado mais uma vez por John Filipe) dá uma nova dimensão ao conceito de reciclagem… e pode até ser inspirador para o próximo Carnaval.

Reedição da obra de José Afonso, no 25º aniversário da sua morte
· POR Hugo Rocha Pereira · 23 Fev 2012 · 20:06 ·


25 anos, ou seja, um quarto de século. É bastante tempo quando está em causa o desaparecimento de um dos maiores vultos da música portuguesa. José Afonso, também conhecido por Zeca Afonso, faleceu em 23 de Fevereiro de 1987, e este ano a Orfeu vai reeditar parte da sua obra, o que constituirá uma óptima oportunidade para (re)descobrir um legado ímpar de modernidade e que vai muito para lá das canções de intervenção, como “Grândola Vila Morena” (uma das senhas para o 25 de Abril) ou “Os Vampiros”, que arrepia de tão actual.



A Orfeu (que havia editado originalmente onze dos seus discos entre 1968 e 1981) prevê lançar durante 2012 os seguintes títulos: Cantares de Andarilho, Contos Velhos Rumos Novos, Traz Outro Amigo Também, Cantigas do Maio, Eu Vou Ser Como a Toupeira, Venham Mais Cinco, Coro dos Tribunais, Com as Minhas Tamanquinhas, Enquanto Há Força, Fura Fura e Fados de Coimbra e Outras Canções. Além destes discos, a Orfeu vai disponibilizar ainda um conjunto de EPs de fados de Coimbra originalmente gravados para a editora Alvorada e intitulados De Capa e Batina.

Beirut e o novo videoclipe
· POR André Gomes · 23 Fev 2012 · 20:04 ·


É a preto e branco, tem miúdas giras, é bonito e tem selo Sunset Television. É tudo o que podemos dizer acerca do novo vídeo de Beirut sem estragar a surpresa. Ah, podemos dizer que é o videoclipe para "Vagabond", uma das melhores canções de The Rip Tide, o terceiro álbum da banda, editado em Agosto do ano passado. O resto descubram vocês.

Black Balloon #2 é amanhã no Lux
· POR André Gomes · 23 Fev 2012 · 19:18 ·


O Pedro Ramos da Radar convida todos para amanhã: o evento é o Black Balloon #2, a ter lugar no Lux a partir das 23:00. É o próprio que apresenta e está tão bem apresentado que não quisemos mudar uma vírgula: "a noite começa com um concerto acústico de RAMESH, ex-líder dos Voxtrot. O músico de Austin, a residir agora em NYC, estreará aqui as canções do seu primeiro álbum a solo, a editar em 2012".

Siga: "depois, os lisboetas JULIE & THE CARJACKERS vão interpretar na íntegra um dos mais vanguardistas álbuns pop de sempre: REVOLVER dos BEATLES. Para além de Ramesh, terão como convidados Francisca Cortesão (Minta, B Fachada, David Fonseca), Mariana Ricardo (Minta, Pinhead Society), Afonso Cabral (You Can't Win, Charlie Brown) e João Paulo Feliciano (Tina & The Top Ten, Real Combo Lisbonense)".

Eish, ainda mais? "Devidamente regados no psicadelismo, a noite prossegue comigo na cabine e com os reis da Escócia, os OPTIMO. Considerados os melhores DJs do mundo por James Murphy dos LCD Soundsystem ou Joe Goddard dos Hot Chip, a dupla JD Twitch e JG Wilkes foi responsável pela insana movida estudantil de Glasgow durante a década passada, de onde saíram bandas como os Franz Ferdinand ou Sons & Daughters. Celebrarão os seus 15 anos de parceria em Lisboa, o que me deixa cheio de orgulho".

Diz ainda Pedro Ramos que, para além de tudo isto, a entrada também dá direito ao piso de baixo onde "estará Kevin Saunderson, um dos pioneiros do techno de Detroit, com Zé Pedro Moura". E termina dizendo: "pressinto que vá ser ligeiramente de loucos".

Ao ritmo da Converse estamos sempre bem
· POR Simão Martins · 23 Fev 2012 · 15:04 ·


A afamada marca da estrelinha continua a apostar nas parcerias de luxo, em "Three Artists. One Song", e não foi desta que a ideia bem podia ter ficado no papel. Na verdade, a Converse não fez por menos e juntou os colossos Gorillaz, James Murphy e Andre 3000 (Outkast), que deram origem ao tema "DoYaThing" (disponível para download seguindo este link). Uma faixa que nasce da tesão do mijo, da ressaca de alguns projectos recentemente postos em standby, do fazer um malhão só porque sim. Para breve fica uma extended version da coisa. Por agora, vai fazendo a tua cena, Converse. Nós vamos escutando.
The Kills confirmados no Optimus Alive´12
· POR André Gomes · 23 Fev 2012 · 12:07 ·


Há mais uma confirmação para o Optimus Alive´12, os The Kills de Alison Mosshart ("VV") e Jamie Hince ("Hotel"), que editaram Blood Pressures em 2011. A dupla norte-americana actua dia 15 de Julho no Palco Heineken. A promotora do festival avisa que na estreia no Optimus Alive, a cerveja Heineken dá nome ao palco alternativo, onde estão já confirmadas as presenças de Mazzy Star, Metronomy e The Kills. Nos próximos dias vão ser anunciadas mais bandas para o Palco Heineken.

Novo EP de TV Buddhas para audição
· POR André Gomes · 23 Fev 2012 · 11:47 ·


Ainda há pouco tempo estiveram em Portugal para uma porrada de concertos - e para gravar uma Videoteca Bodyspace. Os israelitas TV Buddhas acabam de disponibilizar o novo EP para audição integral. Chama-se Band In The Modern World, será publicado em Abril, foi produzido por Steve Fisk (Beat Happening, Nirvana) e tem o selo da TROST Records. É por aqui.




Sudoeste tmn 2012 já tem primeiros nomes
· POR André Gomes · 23 Fev 2012 · 09:46 ·


O Sudoeste tmn 2012 acaba de anunciar os seus primeiros nomes. De 1 a 5 de Agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, actuarão nomes como Ben Harper, Example, Martin Solveig, Richie Campbell, Fat Freddy's Drop, Two Door Cinema Club (na foto) e The Twelves (no vídeo). Reggae e maximal em força, portanto. As coisas começam a aquecer no reino dos festivais.

Noite Príncipe no Music Box
· POR Bruno Silva · 22 Fev 2012 · 23:55 ·


Já tínhamos dado conta do arranque avassalador da Príncipe nesta review conjunta aos discos de Photonz e DJ Marfox, mas por muito que o conforto do lar deixasse antever todo o poder galvanizador que a editora propõe, esperava-se ansiosamente a constatação de tudo isso na pista. A festa vai acontecer já no próximo Sábado (dia 25 de Fevereiro) no Music Box e tem tudo para ser uma noite épica. A arrancar pela 1:30h com o aquecimento a cabo dos DJ´s da Príncipe (tudo gente de respeito : José Moura, Márcio Matos, Nelson Gomes, Pedro Gomes), continuando com o DJ Marfox pelas 3h e com os Photonz pelas 4:30h até ao fechar de portas que deverá acontecer pelas 7 da manhã, com o corpo já cansado e feliz a apanhar com os primeiros raios de sol - como deveria acontecer sempre. A entrada tem o preço de 8 euros, com direito a duas bebidas.

Como um Vampiro
· POR Paulo Cecílio · 22 Fev 2012 · 23:41 ·


Inserido nas festas de encerramento do Fantasporto, o Baile dos Vampiros irá levar ao Hard Club não só o regresso dos ZEN como uma série de boas pessoas a passar boa música: Nuno dos Tornados, André Tentugal, Mister Teaser e ainda um duelo de titãs entre os DJs da Schizzofrenik Records e o Som Sistema da Lovers & Lollypops. A entrada tem o preço de 10€ e exige-se um dress code apropriado. Sugerimos, sei lá, uma máscara de vampiro?
Nova canção de M. Ward para aguentar a espera
· POR André Gomes · 22 Fev 2012 · 14:46 ·


Há mais uma canção para ouvir daquele que é muito facilmente um dos discos mais esperados do ano: M. Ward mandou cá para fora “Primitive Girl”, mais um dos momentos de A Wasteland Companion, a editar em Abril. “Primitive Girl” não podia ser mais diferente de "The First Time I Ran Away", a primeira canção conhecida deste novo disco: tem batida, está cheia de som e tem arranjos bem apetrechados. A primeira dava vontade de ficar no sofá, esta dá vontade de ir lá para fora apanhar sol. Deve vir aí um grande disco.

Thurston Moore com data dupla em Lisboa
· POR Paulo Cecílio · 22 Fev 2012 · 14:31 ·


Já se sabia que iria estar por Guimarães e para uma actuação em Lisboa, mas acrescente-se agora outra data. A ZdB irá levá-lo no dia 12 de março ao Teatro da Trindade, para a mais que certa apresentação de Demolished Thoughts, disco que editou no ano passado, e no dia seguinte transporta-o até ao Aquário onde "terá carta branca para o que entender", conceito vago mas que, tratando-se de Moore, muita água faz crescer na boca. Os bilhetes para o concerto na Trindade estão hoje à venda e para o da Rua da Barroca é um pouco mais complicado: a entrada será exclusiva a sócios. Assim sendo é melhor enviar já o pedido.
Noite Cafetra no Musicbox
· POR Paulo Cecílio · 22 Fev 2012 · 14:27 ·


Se é verdade que a Cafetra tem vindo a lançar um leque de coisas fenomenais no meio do silêncio, à margem do que é politicamente correcto e sem o alarido mediático de outras editoras, há que inverter esta tendência rapidamente. Comecemos por algo tão inócuo quanto a utilização de maiúsculas para demonstrar o êxtase que se sente sobre algo: A 17 DE MARÇO A EDITORA IRÁ ESTAR NO MUSICBOX, NUMA ESPÉCIE DE SHOWCASE QUE CONTARÁ COM OS PASSOS EM VOLTA, GO SUCK A FUCK E 100 LEIO. A ENTRADA É DE APENAS 5€ E OS CONCERTOS COMEÇAM À MEIA-NOITE PROMETENDO A FESTA ARRASTAR-SE PELA NOITE FORA. E AO QUE PARECE AINDA HAVERÁ UMA SURPRESA. E NÓS ADORAMOS SURPRESAS, AMIRITE?
Youthless lançam novo single “Monsta”
· POR André Gomes · 22 Fev 2012 · 12:41 ·


Os Youthless estão de volta e isso são boas notícias. O novo single, “Monsta” (fez parte da primeira demo da banda mas nunca tinha sido editado), será apresentado oficialmente num concerto marcado para dia 8 de Março no Clube Ferroviário. A nova canção será distribuída digitalmente a partir de 12 de Março pela Enchufada e terá distribuição mundial a cargo da Rough Trade Distribution e estará à venda em lojas digitais como iTunes, Junodownload, Boomkat, Beatport, entre outras. Este single terá também um lado B com o tema “Re-Ed”.

O concerto de apresentação do single acontece então no Clube Ferroviário, em Lisboa, nas Indie Sessions by Void Creations, e terá os Riding in Panico como convidados especiais. A entrada para este evento custa €5,00 e os bilhetes podem ser adquiridos no local, na data indicada. Aqui em baixo podem ver um teaser do videoclipe de “Monsta”, realizado por Marco Espírito Santo.

Jessie Ware - "Running "
· POR Jorge Manuel Lopes · 22 Fev 2012 · 10:41 ·


Há variadíssimas coisas atípicas nesta canção de uma cantora britânica cujo breve percurso até agora centrava-se naquela nobre corrente da música actual, o featuring. "Running" é uma lenta exposição de desejo, uma espera mal contida, uma predisposição acidentada para o compromisso. Ao passar os quatro minutos e meio, estica-se para uma metragem a que a pop anda hoje pouco habituada, mas que bate certo com as raízes do seu ambiente sonoro: a electrónica traz ecos distantes da synthpop dos 1980s; a guitarra eléctrica prolonga o refrão de forma tão adequada quanto surpreendente; e a dinâmica rítmica, ponderada e revestida a silêncio, carrega a robustez e elasticidade do funk britânico (e geralmente branco) na transposição para os anos 1990. E depois, toda a presença de Jessie Ware no vídeo remete para uma elegância que não se percebe bem se pertence a este tempo. Jessie Ware soa mais adulta do que deverá ser, e canta com a mesma alma de (mas muito maior contenção do que) Lisa Stansfield. Ela está lá.

BODYQUIZ #22 | Márcia
· POR André Gomes · 22 Fev 2012 · 10:24 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O novo da Feist.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Infelizmente, mp3. O gira-discos ainda está por ligar desde a mudança de casa.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Bonnie Prince no Maria Matos. Fenomenal.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
“Coney island baby”, Lou Reed.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
A palavra "Crise".

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Chama-se Carolina e tem menos que 15 dias. É linda e por isso perco-me a olhar para ela.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Nove horas de sono seguidas de uma refeição deliciosa ao acordar.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"Onde te podemos ver proximamente?"
Quem quer ter a sua própria banda-sonora?
· POR André Gomes · 22 Fev 2012 · 10:19 ·


A Domino Records avisa: Bill Ryder-Jones (ex-The Coral) quer escrever a banda-sonora para um de vocês. Basta que entrem nesta página e aí decidam contar-lhe a vossa vida usando links, fotografias ou texto. Bill Ryder-Jones escolherá depois uma das histórias mais interessantes e criará a banda-sonora para a sua escolha. Lembramos que em 2011 Bill Ryder-Jones editou If…, um álbum de estreia a solo que é um tributo ao livro If On A Winter’s Night A Traveller, If…, de Italo Calvino.


sEMICOLCHEIAS lANÇAM dISCO
· POR Paulo Cecílio · 22 Fev 2012 · 01:28 ·


São possivelmente uma das bandas mais subvalorizadas da cena nacional, e estreiam-se agora nos longa-duração cinco anos depois da sua formação e com três belos EPs no currículo. O grupo dUAS sEMICOLCHEIAS iNVERTIDAS prepara-se para lançar 4, disco que pode ser já escutado na página da banda e que não foge ao que se já conhecia deles, um som que mistura a estranheza do jazz improvisado com a energia punk. A apresentação está marcada para o dia 25 de fevereiro, no Musicbox, antes de se lançarem numa tournée europeia de cerca de três meses. Enquanto não é reeditado digitalmente pela Enough Records podem aceder ao Bandcamp apenas para ouvir.
Mais e mais Barcelos
· POR André Gomes · 20 Fev 2012 · 19:12 ·


Chamam-se Killimanjaro, são de Barcelos, mandam riffs como gente grande e têm um lançamento para defender; um registo de estreia que é homónimo e tem selo da netlabel BOTR. Agora existe vídeo para "Prayer". Foi realizado pela Ana Mariz e pelo João Miranda (A Tua Prima) e pode ser visto ali em baixo. Entre tanta tecnologia sobram os riffs e o psicadelismo. Não haja dúvidas: o que vem de Barcelos hoje em dia é sempre in your face.

Optimus Primavera Sound encerra na Casa da Música
· POR André Gomes · 20 Fev 2012 · 17:10 ·


Vão chegando mais informações acerca do festival mais esperado de 2012 em Portugal. Jeff Mangum (Neutral Milk Hotel) e The Olivia Tremor Control serão os responsáveis por encerrar o Optimus Primavera Sound, no domingo, dia 10 de Junho, na Casa da Música. Nos próximos tempos serão anunciados os restantes espaços e artistas programados para este último dia de concertos. A organização avisa que o acesso será exclusivo aos detentores do passe geral Optimus Primavera Sound 2012, com entrada sujeita à lotação das salas.

Para quem ainda não comprou bilhete, amanhã é o último dia para adquirir o passe geral Optimus Primavera Sound 2012 ao preço de 85€. A partir de quarta-feira, 22 de Fevereiro, custará 99€. Os pontos de venda são Ticketline, Ticketmaster, Seetickets UK e PayPal.
BODYQUIZ #21 | Romulo Fróes / Passo Torto
· POR André Gomes · 20 Fev 2012 · 15:10 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Matita Perê do Tom Jobim.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cozinha tradicional portuguesa.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
The Sun Ra Arkestra.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
"Crônica da casa assassinada" do Tom Jobim.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Música ruim nas rádios do meu país.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
A gravação do meu quinto disco, que vai se chamar FEIO e será meu disco mais experimental até agora.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Ter todo o tempo do mundo pra me dedicar sá a minha música, coisa que infelizmente ainda não acontece.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Você deseja tocar em Portugal? A resposta é SIM!, Muito!!!! Estou esperando por esse convite
Zentex tem novo disco
· POR André Gomes · 20 Fev 2012 · 12:18 ·


Jari Marjamaki é um finlandês a residir em Lisboa e um paisagista electrónico que acaba de lançar um novíssimo - e recompensador - disco, carregado de boas explorações texturais. Chama-se Autio, foi gravado em Lisboa entre 2010 e 2011 e foi editado no passado dia 10 de Fevereiro. "This release includes 7 exclusive and previously unreleased songs by Zentex. Absolutely not available in any shop", avisa o próprio. Posto isto, Autio pode ser ouvido aqui em baixo livre e gratuitamente.


Gobi Bear tem um EP chamado LP EP
· POR André Gomes · 19 Fev 2012 · 20:39 ·


Nas palavras do próprio Diogo Alves Pinto: "no início de Dezembro passei uma semana no Porto com o André Abrantes, que gravou (com o Jorge de Carvalho) e misturou o EP na Escola das Artes da Universidade Católica do Porto. O nome LP EP foi sugerido na brincadeira pelo Jerónimo dos Birds Are Indie e fez tanto sentido na minha cabeça que assim ficou. Mais uma vez, todos os instrumentos são tocados por mim".

"Trata-se de um EP com 12 pequenas canções de cariz muito mais pessoal do que as que tinha até à data lançado. Também por isso foram quase todas gravadas ao primeiro take e, também por isso, o que não faltam são pregos. Acho que eram necessários".


BODYQUIZ #20 | Luísa Cativo / Fotógrafa
· POR André Gomes · 18 Fev 2012 · 15:13 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
A playlist das férias de Verão, para ver se a circulação sanguínea chega às extremidades do meu corpo.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Querem que eu escolha entre ouvir música e comer? Não me querem amputar um bracinho também?

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Literalmente sem fôlego, durante o qual tive de fazer uma pausa para apaziguar a dor de burro, foi Throes + The Shine no Plano B há uns mesitos. Foi um valente workout. Sem fôlego de bonito diria que foi Sensible Soccers, também no Plano B em Dezembro.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
"Total Eclipse of the Heart" da Bonnie Tyler, para poder imaginar toda a gente com vestidos brancos vaporosos e com lindas poupinhas loiras cheias de laca à minha volta.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
O frio. O meu sangue tropical não aguenta estar em constante modo igloo. Tenho frieiras nos pés pela primeira vez na vida, sinto-me um pinguim anafadinho.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Ando sempre em projectos - mais ou menos concretos - mas acho que o mais elaborado neste momento é o documentário com o Luís Lima sobre a promotora mais fofinha do Porto.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento? Ganhar uma quantia absurda de dinheiro para poder desbundar a minha vidinha sem emigrações e coisas chatas que vou ter de fazer para (sobre)viver.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"Qual é o teu signo?"
Já há nome para a terceira noite MANA no Mercedes, Porto
· POR André Gomes · 18 Fev 2012 · 01:51 ·

© Massimiliano Dadda

David Maranha actua no Porto no dia 2 de Março, 23h30, na terceira noite da mensalidade da MANA n´O Meu Mercedes é maior que o teu. Maranha apresentar-se-á acompanhado por Patrícia Machás, colaboradora de longa data nos Osso Exótico. Os bilhetes custam cinco euros e podem ser adquiridos desde já na Matéria Prima. Recordamos que Serralves e a Crónica acabaram de editar Strings, um disco que documenta o primeiro encontro de David Maranha e Stephan Mathieu, que teve lugar no ténis do Parque de Serralves, num fim de tarde de Julho de 2011.

Mais um nome para o Alive
· POR Hugo Rocha Pereira · 17 Fev 2012 · 19:09 ·


Continuam a somar-se nomes para o cartaz do Optimus Alive. Desta vez são os ingleses Mumford & Sons, que integram a chamada "West London Folk Scene" e têm vindo a ser considerados uma das melhores bandas britânicas ao vivo. Os Mumford & Sons encontram-se na fase final de preparação do álbum sucessor de Sigh No More (que marcou a estreia, em 2009) e actuam no Palco Optimus a 14 de Julho, a mesma data em que Florence + The Machine e The Cure irão marcar presença no Passeio Marítimo de Algés.

Fazendo o actual ponto da situação, temos:

13 de Julho: Snow Patrol / Justice / Stone Roses
14 de Julho: Mumford & Sons / Florence + The Machine / The Cure
15 de Julho: Metronomy / Mazzy Star / PAUS / The Cooks / Caribou / Radiohead

LAIA lançam Sogra em Março
· POR André Gomes · 17 Fev 2012 · 11:25 ·


Não, não é uma piada. Os Laia, um quinteto dedicado a debater a portugalidade até aos últimos limites, prepara-se para lançar o segundo disco de originais – sucessor de Viva jesus e mais alguém - no próximo dia 19 de Março. Depois de algum suspense chega o nome: Sogra. Mal esteja cá fora o disco os LAIA vão levá-lo pela beira da estrada. Com estas datas:

23/03 CAE, Portalegre
24/03 Pax Julia, Beja
29/03 Teatro do Bairro Alto, Lisboa
30/03 Auditório Passos Manuel, Porto
12/05 Tempo Teatro Municipal de Portimão
12/07 Cine-Teatro João Mota, Sesimbra
Dâm-Funk, Flying Lotus e Azealia Banks rumam ao Super Bock Super Rock
· POR André Gomes · 17 Fev 2012 · 11:11 ·


O 18º Super Bock Super Rock tem mais algumas novidades para quem anda à procura de decidir que festivais atacar primeiro este ano. A organização acaba de confirmar Dâm-Funk e Flying Lotus na tenda @Meco no dia 5 de Julho. Para o dia 7 de Julho está também confirmada Azealia Banks, que em 2011 lançou uma das canções favoritas para o nosso Nuno Proença, “212”: “com as atenções do mundo (demasiado) viradas para as baladas de Nicki Minaj, foi com um pontapé nas dobradiças da porta que Azealia Banks se fez conhecer ao mundo. Apoiada num beat de ritmo quase a pender para o samba, "212" (New York, para quem não sabe) é o sermão de alta velocidade ao qual não nos escapa uma palavra, e que faz temer as consequências de sequer pensarmos em enfrentar esta rapariga”. Para confirmar em Julho. O preço dos bilhetes? Diário: €45, passe de 3 dias: €80.


Taylor Swift - "Safe & Sound"
· POR Jorge Manuel Lopes · 17 Fev 2012 · 11:01 ·


Uma das primeiras coisas a chamar a atenção nesta cantiga que Taylor Swift encaminhou para a banda sonora do filme The Hunter Games é que não se imagina que nela possa existir um crescendo, um rompimento na delicadeza periclitante, até ao rimbombar que ameaça já tarde, pelos dois minutos e 15 segundos. A ameaça há-de reaparecer perto do final mas, em ambas as ocasiões, não é suposto que o crescendo seja mais do que uma tempestade que passa mesmo ao lado. Aos 22 anos, Taylor Swift afasta-se aqui um pouco mais do country, e a rota escolhida pode ter alguma coisa a ver com a parceria estabelecida em "Safe & Sound" com The Civil Wars, um duo de Nashville estabelecido em 2009. "Safe & Sound" ameaça resvalar para um nevoeiro atmosférico típico do (um bocado falecido, espero eu) country alternativo, mas a precisão da escrita e da interpretação de Taylor Swift, protegida à distância pelo gemido da slide guitar, dão argumentos para afastar a preocupação. A canção pode ser meio atípica mas a ternura que ali paira não é estranha às canções de Swift. Mas depois há estes versos: "Don't you dare look out your window darling/Everything's on fire/ The war outside our door keeps raging on/ Hold onto this lullaby/ Even when the music's gone". Talvez o filme explique a duplicidade, se bem que a duplicidade raramente precisa de ser explicada.

BODYQUIZ #19 | Álvaro Costa / Comunicador e artista de variedades
· POR André Gomes · 17 Fev 2012 · 00:43 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Sem ser em trabalho, ouço muita música no carro: Bridge of sighs do Robin Trower.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cozinha tradicional, se possível da minha mãe, com um disco dos Doors a rodar no meu velho "cubículo"Vila-condense.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Ainda hoje não acredito no que vi e ouvi, e não mais recuperei o fôlego: 1993, Steely Dan live in Los Angeles.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
“Riders on the storm”, 26 horas por dia!

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
O treinador da minha equipa e o Álvaro!

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Qual deles? Tenho para ai 14 e são todos marados!!! Mas estou orgulhoso do remake do Planeta Música e em breve dos muitos 80s top dos tops na RTP memória! 8 de Março, a grande estreia! [risos]

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Alguém oferecer-me uma viagem a LA… Não tenho dinheiro para voltar à minha "segunda terra”!!

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Gostas de coupons de descontos?
Duplo Grip na Trem Azul
· POR Nuno Catarino · 17 Fev 2012 · 00:26 ·

GRIP

No dia 22 de Fevereiro, quarta-feira, a loja Trem Azul acolhe uma sessão dupla de concertos. O duo Borel/Grip vai apresentar na loja do Cais do Sodré a sua música improvisada, nascida do encontro entre o saxofone alto de Pierre Borel e o contrabaixo de Joel Grip. Na mesma noite actua o quarteto nacional GRIP, projecto liderado pelo baixista Ricardo A. Freitas - que entretanto acaba de editar o disco de estreia do seu projecto paralelo iNTeRLúNio. Anteriormente designado "A Condição de Equilíbrio em Queda Livre" (a mudança de nome foi uma boa decisão), o grupo junta o baixista Freitas a mais três valores seguros do jazz nacional: Francisco Andrade (saxofone tenor), Gonçalo Prazeres (saxofone alto e barítono) e João Lencastre (bateria). A Trem Azul fica na Rua do Alecrim, em Lisboa, e a entrada vale €5.
Óptimas miúdas e Optimus rapazes
· POR Hugo Rocha Pereira · 17 Fev 2012 · 00:23 ·


Três novos projectos portugueses (Capicua, Miúda e Nice Weather For Ducks) viram os seus discos de estreia editados pela Optimus Discos no passado dia 13. A tempo, portanto, de serem oferecidos no Dia dos Namorados ou de serem ouvidos em qualquer altura, de forma gratuita, via download gratuito no site da Optimus Discos.

Capicua, que vem da Invicta e representa o hip hop – quantas serão capazes de rimar frígida com dívida? –, lança um álbum homónimo (com colaborações ilustres, como as de Nelassassin ou Sam the Kid, que no vídeo de “Maria Rapaz” mostra estar em excelente forma física) e tem espectáculos ao vivo marcados para o Porto (showcase na Red Bull Music Academy e concerto no Plano B, a 10 e 31 de Março, respectivamente) e Lisboa – dia 17 de Março, na Galeria Zé dos Bois. A outra Miúda em causa trata-se dum projecto que também se estreia com um disco homónimo. De contornos electrónicos, tem no centro a voz feminina (e a figura bem atraente, ousamos acrescentar) de Mel do Monte, acompanhada por Pedro Puppe (dos OIOAI), Fred (de Orelha negra) e Tiago Bettencourt. Já os Nice Weather For Ducks são um grupo de cinco amigos que, num único fim de semana, gravaram um disco pop de várias cores e sabores, chamado Quack!, que se preparam para mostrar em vários pontos do país, de Guimarães a Évora, passando por Coimbra, mas não por esta ordem cronológica.

Mouse on Mars com novo disco
· POR Bruno Silva · 16 Fev 2012 · 17:43 ·


Em meados dos anos 90 eram a melhor banda electrónica do Mundo, por força de discos maravilhosos como Autoditacker e Niun Niggung, até que lançaram um inferior Radical Connector e foram caindo gradualmente no esquecimento. Ainda assim, e também porque já não se ouvia nada de novo deles desde os exercícios caóticos de Varcharz em 2006, a notícia de um novo álbum do duo de Colónia será sempre algo digno de nota. Com lançamento previsto para o dia 24 de Fevereiro, Parastrophics terá edição pela Monkeytown Records dos Modeselektor - o que até seria uma ideia algo estranha não fossem os snippets disponíveis no Soudcloud deixarem a ideia de um disco com um inusitado alto índice de baixos - e já se pode ouvir na íntegra uma malha. Daquilo que se depreende, Parastrophics não parece tão preso ao Drill 'n' Bass quanto o álbum anterior o que é, por si só, um alívio momentâneo. Apesar de alguma esperança, e para refrear os ânimos, não se ouve aqui nada próximo do brilhantismo lúdico-experimental de algo como "Rondio" ou "Tamagnocchi", com os resquícios electro e vozes idiotas a espalharem-se de modo pernicioso por alguns temas. "Syncropticians" ou "Gearknot Cherry" a deixarem algumas boas impressões que, esperemos, se confirmem. Aqui fica "Plaroyced" que até tem um baixo que lembra a "Around the World" (o que é quase sempre bom) e se safa com vivacidade de trejeitos tendencialmente perigosos:

Novo projecto português na calha: Beautify Junkyards
· POR André Gomes · 16 Fev 2012 · 14:33 ·


Não se sabe ainda muito acerca de Beautify Junkyards. Sabe-se que João Branco Kyron dos Hipnótica faz parte do projecto e por isso fomos falar com ele. "São os primeiros passos do projecto [mas] ainda não vou revelar muito. Estamos em fase de gravação do primeiro álbum, criámos uma pagina no Facebook, no BandCamp e estamos a divulgar o primeiro vídeo da musica "From the Morning" (do Nick Drake)". João Branco Kyron disse-nos que este projecto envolve músicos de vários países e que o plano é lançar o álbum ainda em 2012: "tem sido uma experiência iluminadora e algo que sentimos que faz todo o sentido nos tempos que vivemos...".

Com insistência obtivemos mais informação: "até agora participam no projecto alguns elementos dos Hipnótica, o i-Wolf (Sofa Surfers), a Riz Maslen (Neotropic), a Karine Carvalho (que participa nos brasileiros 3 na Massa) e a Erica Buettner (cantora folk americana)". E ainda mais uma pinguinha: "ainda existirão mais participantes, esse é o espírito, não estarmos confinados". Por enquanto é possível ouvir o que está aqui em baixo.

BODYQUIZ #18 | Tojó Rodrigues / Black Bombaim
· POR André Gomes · 16 Fev 2012 · 10:48 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O último de Howlin Rain - "The Russian Wilds". Fogo, tanto amor junto.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Uma arrozada disso tudo.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
É bem capaz de ter sido Acid Mothers Temple no Amplifest. Sem fôlego e de boca aberta.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Todos os problemas do mundo acabariam se a "Réu Confesso" do Tim Maia estivesse em loop infinito para toda a gente.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Coisas que me façam rir.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Definitivamente, o novo álbum de BB, que deve estar cá fora muito em breve.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
O aquecedor estar a funcionar.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"O Sporting vai voltar às vitórias frente ao Légia de Varsóvia?"
Kraftwerk ao vivo x8 no MoMA em Nova Iorque
· POR André Gomes · 16 Fev 2012 · 10:23 ·


A Wire avisa que em Abril os míticos Kraftwerk vão dar oito concertos no MoMA em Nova Iorque - numa séria a que chamaram Kraftwerk – Retrospective 12345678 - em que tocarão oito álbuns da sua discografia por ordem de lançamento. Os bilhetes estarão à venda a partir do dia 22 de Fevereiro e devem esgotar num ápice. As datas são as seguintes: Autobahn (10 de Abril), Radio-Activity (11 de Abril), Trans-Europe Express (12 de Abril), The Man-Machine (13 de Abril), Computer World (14 de Abril), Techno Pop (15 de Abril, The Mix (16 de Abril) e Tour de France (17 de Abril). Façam as vossas escolhas.

Usher - "Climax"
· POR Jorge Manuel Lopes · 16 Fev 2012 · 00:50 ·


Usher é um bom bocado um artista camaleão - se se quiser aceder a uma versão resumida e sóbria do r&b dos últimos 18 anos, a sua discografia dá uma ajuda grande. O que não era tão fácil de adivinhar é que ele também tivesse poderes milagrosos. Mas tem. Em "Climax", ele pega num produtor (Diplo) com carreira feita em pastiches sem préstimo de outras décadas e põe-no a emular um pedaço de presente ainda sem aquela patine que se presta a manipulações pós-modernas. Qual presente? O dos intricados feixes de sintetizadores, do minimalismo quente, reticente e esgazeado, e dos ritmos traçados por The-Dream. A voz de Usher, elástica, controlada e expansiva conforme o exigem as curvas e contracurvas emocionais da canção, acrescenta uma camada adicional de impasse a uma canção cujo título, ritmo e cenário sugerem uma cena tórrida para adultos, mas que depois tem um verso como "We made our best of what used to be lust". Não há instantes livres do espectro do fim.

BODYQUIZ #17 | Tiago Ferreira / Cavalheiro
· POR André Gomes · 16 Fev 2012 · 00:49 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Nilsson – Shmilsson.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cozinha tradicional portuguesa, de muito longe!

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Wilco no Theatro Circo.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Spiritualized - Cop shoot cop.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Ser tudo "incrível" e andar toda a gente deprimida.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Recolher estórias, precisam de as ver apenas.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
A minha namorada chegar a casa.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
O que dizem os teus olhos?
Optimus Primavera Sound traz os Saint Etienne a Portugal (e muitas, muitas outras coisas boas)
· POR Paulo Cecílio · 15 Fev 2012 · 20:39 ·


Admitindo que não será a banda de Croydon aquela que suscitará uma maior quantidade de gritos extáticos por parte daqueles que vão ou pensam ir à primeira edição do Optimus Primavera Sound por terras lusas, é à mesma que daremos destaque por dois motivos: um exclusivamente pessoal (deste lado consideramo-la a terceira melhor banda de sempre, atrás dos Mão Morta e dos Rallizes Dénudés), o outro meramente, ou tentadoramente, humorístico, já que os britânicos têm no repertório uma (excelente) canção intitulada "Spring", cuja tradução não será necessário explanar. Mas puxando para o lado sério, a organização, em conferência de imprensa, anunciou um conjunto de quinze (!) nomes que se juntarão àqueles que se conheciam já, casos de Björk, Yo La Tengo ou Spiritualized.



Assim sendo, o destaque irá evidentemente para o regresso dos The Flaming Lips ao país, após a sua passagem pelo Sudoeste de 2010. Na bagagem trarão não só os clássicos The Soft Bulletin, Yoshimi Battles The Pink Robots e At War With The Mystics, como também - supõe-se - o resultado das colaborações, que desaguaram em EPs, com gente como Lightning Bolt ou Neon Indian, e um beijo daquilo que poderá ser o disco dos Lips em 2012, que conta(rá) com a participação de Bon Iver, Nick Cave, Lykke Li ou Ke$ha (?).



Aos Flaming Lips juntar-se-ão, para além dos já destacados, nomes como o do canadiano Rufus Wainwright, que tem também um disco novo a sair (Out Of The Game), no mês anterior ao festival, maio; os The Rapture, autores de um dos melhores discos de 2011 (ou o melhor, levando novamente para o campo do pessoal), e de uma das melhores canções do mesmo ano, "How Deep Is Your Love?" - que promete colocar um mar de gente no Parque da Cidade a dançar em uníssono; Yann Tiersen, que lançou Skyline e deu dois concertos por cá no ano passado; o hip-hop violento (elogio) dos Death Grips, um nome que se pediu muito (e nós também o fizemos) mal explodiu a bomba Exmilitary; o punk de garagem, sem merdas, dos Black Lips; o (para todos os efeitos, ainda) Sonic Youth Lee Ranaldo; os Thee Oh Sees; o black metal "positivo" dos Wolves In The Throne Room; e ainda os regressos de James Ferraro, de Wavves e de Atlas Sound. As datas há muito que estão marcadas - entre 7 e 10 de junho -, os bilhetes ainda não esgotaram e estão a 85€ até ao dia 20 de fevereiro, e o cartaz até agora confirmado (sim, ainda faltam nomes!) é este que se segue.

The Afghan Whigs, Atlas Sound, Baxter Dury, Beach House, Bigott, Björk, Black Lips, Codeine, Death Cab For Cutie, Death Grips, Demdike Stare, Dirty Three, The Drums, Erol Alkan, Esperit!, Explosions In The Sky, The Flaming Lips, Forest Swords, Gala Drop, I Break Horses, James Ferraro & The Bodyguard, Jeff Mangum, John Talabot, Lee Ranaldo, Mujeres, Neon Indian, Numbers Showcase (Jackmaster / Oneman / Deadboy / Spencer / Redinho), The Olivia Tremor Control, Other Lives, The Rapture, Rufus Wainwright, Saint Etienne, Shellac, Siskiyou, Sleepy Sun, Spiritualized, Tall Firs, Tennis, Thee Oh Sees, Veronica Falls, The Walkmen, The War On Drugs, Washed Out, Wavves, We Trust, Wilco, Wolves In The Throne Room, The XX, Yann Tiersen, Yo La Tengo.
BODYQUIZ #16 | David Santos / noiserv
· POR André Gomes · 15 Fev 2012 · 19:52 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Explosions in the Sky - Take Care, Take Care, Take Care

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cozinha tradicional portuguesa acompanhada por boa música a tocar no gira-discos. "Vinil" + "cozinha tradicional portuguesa" portanto!

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Posso dizer dois:
- Sufjan Stevens no Coliseu de Lisboa a 31 de Maio de 2011.
- Explosions in the Sky em Zaragoza, na Sala Oásis, a 5 de Novembro de 2011.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Teria de ser dos Sigur Rós, do disco (), e a música Untitled 6! Acho que já ouvi esta música mais vezes do que respirei!

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Os meus instrumentos terem ficado retidos em Macau durante uma semana! Já passou, mas acho que ainda estou a sofrer os efeitos secundários da loucura.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
O novo projecto é o novo disco de noiserv, a saber acerca dele, por enquanto apenas que serão uma serie de musicas que todas juntas farão um disco!

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Não há assim nada que fosse muito mais importante que tudo o resto, de uma maneira geral, o melhor que me podia acontecer é as pessoas continuarem a gostar da Musica que gosto de fazer!

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Uma última pergunta para substituir esta!
Wraygunn têm novo disco e nova canção
· POR André Gomes · 15 Fev 2012 · 19:44 ·


Os Wraygunn estão de volta aos discos às canções e Paulo Furtado continua muitíssimo bem acompanhado (basta ver esta imagem ali em cima para tirar todas as dúvidas). A nova canção, retirada de L' Art Brut (editado no dia 12 de Março), chama-se "Don't You Wanna Dance?", tem um cheirinho tropical e pode ser ouvida aqui. Parece que o vídeo para "Don't You Wanna Dance?" está a ser rodado neste momento; esperemos que seja uma continuação da fotografia publicada ali em cima.
O FMM dá baile ao FMI
· POR Hugo Rocha Pereira · 15 Fev 2012 · 16:43 ·


Mantenham as iniciais FM, mas experimentem trocar o malfadado I (de internacional) pelo sempre bem-vindo M, de Mundo. Num estalar de dedos mandarão embora um terço da troika para dizer "olá!" a um dos melhores festivais que, ano após ano, preenchem a agenda estival: o Festival Músicas do Mundo, claro. Que este ano decorre nos dois últimos fins-de-semana de Julho (19, 20 e 21; 26, 27 e 28) e já anunciou os primeiros nomes dum cartaz que volta a prometer muitas razões para rumar a Sines, nobre terra onde nasceu Vasco da Gama e cujo castelo já assistiu a alguns concertos lendários. E o trio de nomes anunciado por agora faz jus à tradição de excelência de representantes da world music, indo de Oumou Sangaré (cantora maliana que já tinha estado presente na edição do FMM de 2007) ao norte-americano Béla Fleck (multi-premiado tocador de banjo), passando por Hugh Masekela. Este nome histórico da música sul-africana, que cruza os mundos do jazz, do afrobeat e do funk, toca no dia 28 de Julho, enquanto os dois primeiros nomes se apresentam em conjunto no dia 21, levando para o palco uma parceria que levou o banjo de volta às suas origens africanas e conquistou o Grammy para melhor álbum contemporâneo de “world music” em 2011.

BODYQUIZ #15 | Luís Nunes / Walter Benjamin
· POR André Gomes · 15 Fev 2012 · 15:39 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Ariel Pink's Haunted Graffiti - Before Today.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Nesta minha fase de exilado terei de escolher obrigatoriamente a cozinha tradicional portuguesa!

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Yo la tengo no Royal Festival Hall.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Essa é difícil. Teria de ser longa, qualquer coisa como Music for Airports do Brian Eno.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
A crise, os políticos e a venda do país ao desbarato. E os políticos.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
É um disco! Chama-se The Imaginary Life of Rosemary and Me e sai no dia 9 de Abril!

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Poder dar imensos concertos e viver num país tropical.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Qual é o teu Beatle preferido? E hoje é o Ringo.
Marissa Nadler mostra canção do seu novo disco
· POR André Gomes · 15 Fev 2012 · 10:09 ·


A feiticeira sensual da folk Marissa Nadler tem um novo disco. Chama-se The Sister, chega no dia 29 de Maio através da sua própria editora - Box of Cedar – e já é possível ouvir uma das suas canções. Chama-se “The Wrecking Ball Company” e tem uma voz que se arrasta pelas profundezas do universo, uma guitarra que lhe aponta o caminho e depois um coro de vozes que ajuda a levar a canção para outro nível. O que vem aí promete – e muito.


Ed Sheeran & Yelawolf - "You Don´t Know (For Fuck´s Sake)"
· POR Jorge Manuel Lopes · 15 Fev 2012 · 00:53 ·


Há muitas coisas a ligar o hip-hop da América à música aparentemente mais pálida que há na Grã-Bretanha. Phil Collins seria um bom exemplo (até já se fez uma compilação de sucessos de PC interpretados por estrelas da cena urbana americana), mas Phil Collins traz consigo toda uma bagagem de maravilhas sonoras que o fazem transcender o efeito café com leite. É por aqui que se chega a Ed Sheeran: num momento anda pelos EUA a abrir concertos para os Snow Patrol, no outro põe o seu melhor fato soul-funk, liga-se a um instrumental rarefeito mas com groove suficiente e deixa que tudo à sua volta seja atropelado pelos avanços verbais de Yelawolf, rapper meio branco, meio Cherokee do Alabama e tão próximo de Eminem que Eminem o levou para a sua etiqueta. Nos intervalos em que não vai a rebolar escadas abaixo agarrado às suas próprias palavras, Yelawolf abre as vogais até onde lhe é possível. Não é habitual apanhá-lo em ambientes assim, a deixar que um émulo inglês de Usher a precisar de comprimidos de ferro pense que a canção está sob o seu controlo. Mas é do convívio de gente pouco vizinha e da abertura à existência de nuance que se fazem muitas canções com quem não nos importamos de conversar.

(The) Mars Volta a atacar
· POR Hugo Rocha Pereira · 15 Fev 2012 · 00:50 ·


Não há fome que não dê em fartura, costuma dizer-se. Assim, após ter sido anunciada a reunião de At The Drive-In (saliva) para este ano, eis que o vocalista Cedric Bixler-Zavala anunciou no seu canal do youtube que o novo trabalho de Mars Volta (a banda que partilha com o também cúmplice em ATDI Omar Rodriguez-Lopez) estava quase pronto a servir. E, entretanto, já se pode ouvir “The Malkin Jewel”, o primeiro single de Noctourniquet - é este o nome do disco que deverá ser editado no dia 27 de Março e que, pela amostra, não coloca fim à mamadice. Nós agradecemos.

BODYQUIZ #14 | João Branco Kyron / Hipnótica
· POR André Gomes · 14 Fev 2012 · 19:20 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Uma pérola que descobri recentemente, o Celestial Ocean dos Brainticket

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vinil de manhã a acompanhar o pequeno almoço, com a luz do sol a invadir a sala.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Gang Gang Dance no ATP.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Acho que escolheria a nona de Beethoven, com peças metálicas que não me deixavam fechar os olhos (algo me diz que não era essa a intenção da pergunta).

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Habituei-me a lidar com as ondas de choque, mas ainda há certas situações/eventos que me fazem desejar que alguns "personagens" emigrem com bilhete só de ida, know what i mean?

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Estou envolvido na gravação de um novo projecto que envolve músicos de diversos países e que verá a luz do dia durante 2012, uma nova banda muito especial, que revelaremos em breve. Além disso vamos começar agora a trabalhar no novo álbum dos Hipnótica, preparar uma tour a partir de Abril e também voltar ao meu projecto de spoken words O Maquinista, assim haja tempo e inspiração.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Aquela utópica? Conseguir independência financeira para me poder dedicar a 100% aos projectos que respondi antes e mais alguns que tenho em mente.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Não me ocorre nenhuma agora ...
Russian Circles, Lisboa
· POR Paulo Cecílio · 14 Fev 2012 · 14:36 ·


Ontem ainda se corrigiu a notícia a tempo, pelo que isto não passará de uma simples adenda: os Russian Circles virão ao Musicbox a 13 de maio, com bilhetes a 16€ e início às 22h. A banda de suporte ainda está por anunciar, tal como no Porto, mas de resto continua tudo igual: a noite promete ser de peso e headbang. Cuidado com esses músculos, torcicolos é fodido.
Rita Redshoes apresenta The Other Women – O mundo nas canções d’Elas
· POR André Gomes · 14 Fev 2012 · 14:35 ·


Rita Redshoes criou um novo espectáculo e chamou-lhe The Other Women – O mundo nas canções d’Elas porque neles quis homenagear mulheres como PJ Harvey, Loretta Lynn, Lhasa de Sela, Joan Jett, Nina Simone, Dolly Parton, Joni Mitchell, Amélia Muge, Patti Smith ou Sheryl Crow em canções como “Four Woman”, “Man Size”, Ring Of Fire”, “Bad Reputation” ou “Save Me”, entre muitas outras. No meio disto tudo ainda teve tempo para tirar a maravilhosa fotografia que dá a cara a este novo espectáculo e que nos lembra que, de facto, as mulheres merecem todas as homenagens do mundo.

O espectáculo que estreia no dia 8 de Março (19 e 22h), Dia Internacional da Mulher, no Jardim de Inverno do São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa e depois segue para o Cine-Teatro Paraíso em Tomar (9 de Março), Centro de Artes em Sines (17 de Março), Teatro Miguel Franco em Leiria (7 de Abril), Cine-Teatro João Mota em Sesimbra (21 de Abril), Teatro-Cine de Torres Vedras (24 de Abril), Sala 2 da Casa da Música no Porto a 6 de Maio (19h30 e 21h30) e Pax Julia em Beja (12 de Maio). Agora recordem:

BODYQUIZ #13 | Vera Marmelo / Fotógrafa
· POR André Gomes · 14 Fev 2012 · 12:02 ·
© Matilde Viegas
Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O disco dos Paus, porque corro a ouvir os rapazes.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cozinhas com pessoas lá dentro, que nem precisam de música a acompanhar.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?

O Norberto Lobo na ZDB, em Dezembro. De quando em quando preciso de uma dose de guitarra para regressar à base.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Humm.. A "Promiscuos Girl" da Nelly Furtado!

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
A minha própria cabeça e as montanhas de coisas que já devia ter arrumado lá em casa.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Fotografar miúdas, virar proprietária, aprender a programar, arrumar negativos e fotografias antigas.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Um prédio com amigos a morar e a trabalhar nos diferentes andares.
Janelas grandes do chão até ao tecto. Salas grandes e quentes com chão de madeira, pianos e livros. Um laboratório sempre limpinho e rolos até ao mais infinito.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
És feliz?
Portico Quartet de regresso a Lisboa
· POR Nuno Catarino · 14 Fev 2012 · 10:03 ·


Há cerca de um ano o Portico Quartet apresentou-se a Lisboa com um memorável concerto no São Luiz, com a primeira parte de Sweet Billy Pilgrim. A banda de Jack Wyllie (saxofones e electrónica), Milo Fitzpatrick (contrabaixo), Duncan Bellamy (bateria) e Kier Vine (hang, percussão) está agora de regresso à capital portuguesa para uma actuação no Centro Cultural de Belém. O grupo inglês actua na sala de Belém a 20 de Fevereiro para apresentar o seu terceiro disco disco, um fresquíssimo homónimo, e o preço dos bilhetes varia entre os 13,33€ e os 15,99€.
Branches tem novo vídeo
· POR Paulo Cecílio · 14 Fev 2012 · 01:23 ·


...e outras coisas que não se anunciaram antes por preguiça. Mas comecemos pelo início: Branches é Pedro Rios, reputado crítico Bodyspace e colaborador ocasional do Público. Ou o contrário. Irrelevante. Branches é música para a geração VHS, com o epíteto de qualquer-coisa-wave e a facilidade de se poder dizer ei, isto é muito fixe! ao ouvi-la. Branches tem um vídeo novo: o tema chama-se "Para-peito" e sob a melodia ambientodoce assiste-se ao desabrochar de inúmeras flores, como que antecipando a primavera e dando ideias a quem ainda não comprou nada à/ao namorada/o. Branches tem também duas novas cassetes, uma que podem escutar/comprar aqui e outra que podem picar aqui (aliás, é desta última este "Para-peito"). Branches tem também uma página no Facebook, só que esta não é nova. Mas podem e devem lá passar à mesma, que hoje um like é a moeda por excelência.

O Verão está salvo, Lee Fields tem um disco novo
· POR André Gomes · 14 Fev 2012 · 01:10 ·


Lee Fields, veterano regressado e felizmente muito activo nos últimos tempos, tem um novo disco. Chama-se Faithful Man e se for como o anterior My World vai prender muito boa gente apaixonada pelo funk e pela soul. Produzido Jeff Silverman e Leon Michels (Aloe Blacc, Adele, Jay-Z), Faithful Man ainda vem a tempo de salvar o Verão de um fim trágico. O disco chega em Março, dia 23, apontem nas vossas agendas. Isto meus senhores (mas sobretudo senhoras), é mel:

BODYQUIZ #12 | Alexandre Monteiro / The Weatherman
· POR André Gomes · 14 Fev 2012 · 01:09 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Eef Barzelay - Lose Big

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Tudo a rodar no micro ondas por umas horas a ver o que saía... Arranhava-se um bocado nas frequências agudas para lhe dar ares de mp3 e já está.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
JP Simões na Tertúlia Castelense. E abrir com a "Eleanor Rigby" só lhe ficou bem.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Não Se Vá Perder Por Aí - Os Mutantes

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Os concertos do intervalo do Superbowl e o pessoal da pop que canta em playback.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Tenho um álbum homónimo em vias de estar pronto que tem sabor intenso a sangue novo.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Ir tocar ao intervalo do SuperBowl.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Se não fosses tão Weatherman o que gostarias de ser?
O novo jazz europeu revela-se na Casa da Música
· POR Nuno Catarino · 14 Fev 2012 · 01:07 ·

Machine Birds
Durante quatro noites o Porto vai ser a capital do novo jazz europeu. De 16 a 19 de Fevereiro a Casa da Música vai acolher o Festival 12 Points, que apresenta doze jovens projectos vindos de doze diferentes países da Europa. Nascido em 2007, em Dublin, este festival vai agora para a sua sexta edição e apresenta um cartaz diversificado com três concertos por noite, arrancando sempre às 21h. No dia 16 actuam Big Blue (Finlândia), Thought-Fox (Irlanda) e De Beren Gieren (Bélgica). No dia 17 é a vez de Hugo Carvalhais (do Porto, a jogar em casa), Livio Minafra (Itália) e World Service Project (Reino Unido). No dia 18 tocam Maciej Obara (Polónia), Divanhana (Bósnia e Herzegovina) e Actuum (França). O festival fecha no domingo, dia 19, com as actuações de Schneeweiss und Rosenrot (Alemanha), Girls In Airports (Dinamarca) e Machine Birds (Noruega, na foto). O bilhete para cada noite vale €10, o passe para as quatro noites fica por €30. Bem melhor que a Eurovisão e é mesmo aqui à mão.
Serralves e a Crónica lançam LP de David Maranha e Stephan Mathieu
· POR André Gomes · 14 Fev 2012 · 00:33 ·


Chama-se Strings e documenta o primeiro encontro de David Maranha e Stephan Mathieu, que teve lugar no ténis do Parque de Serralves, num fim de tarde de Julho de 2011. A peça, comissariada por Pedro Rocha, foi realizada como improvisação em violino, shruti-box e virginal, reflectindo o “gosto comum destes dois músicos pelo minimalismo clássico mas também a sua capacidade de transforma-lo numa linguagem própria”, é possível ler no press release do disco. Os 30 minutos desta improvisação chegam-nos agora numa edição limitada de 300 LPs gravados num só lado em vinil branco. Cereja em cima do bolo: uma ilustração do artista Pedro Tudela em serigrafia na capa. Esta é uma edição conjunta da Crónica e da Fundação de Serralves.

Aqui é possível ouvir um excerto sonoro da peça:

BODYQUIZ #11 | Márcio da Cunha / Mandrax Icon
· POR André Gomes · 13 Fev 2012 · 22:31 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Earth - Hex or Printing In The Infernal Method

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vinil e cassetes da Cakes and Tapes.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Os Akron/Family no Hard Club, embora OM na ZDB tenha sido muito bonito.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Careful With That Axe Eugene, de Pink Floyd.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
O facto de muito em breve ter de começar a fazer a barba todos os dias.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
São dois: Locust of the Dead Earth e Jennifer Stoner. No primeiro reina o Drone, o Orange e o Fuzz. O segundo é um projecto com meninas que ouvem muito Jex Toth e Electric Wizard.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Mudar-me com a minha esposa para Laurel Canyon, LA e ser feliz.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Aquela típica do "Is the glass half empty or half full?", à qual eu responderia half empty.
Russian Circles de regresso a Portugal
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2012 · 20:07 ·


A Amplificasom prometia para hoje uma boa notícia, e ei-la que surge: os Russian Circles regressarão a Portugal em maio, após terem cá estado em 2011 juntamente com os Boris e os Saade para duas noites onde o peso e o riff foram palavra de ordem. São duas datas: em Porto e Lisboa (12 e 13 respectivamente). Não se sabe ainda quem será a banda de abertura mas sabem-se duas coisas: a primeira é o preço dos bilhetes para o Porto - 16€, 15€ se apresentarem o bilhete do Amplifest - e a segunda que provavelmente será o mais recente Empros a indicar o caminho noite fora. Dentro de duas semanas haverá mais informação, por agora podem ouvir um clássico:

Shlohmo dá a The Weeknd aquilo que The Weeknd quer
· POR André Gomes · 13 Fev 2012 · 18:25 ·


Acabou de nos chegar à redacção um e-mail com um sub-título curioso: "Shlohmo Gives The Weeknd What He Wants". Parece que depois de ver um vídeo ao vivo de Shlohmo, err, Henry Laufer, a remisturar "Crew Love" de Drake & The Weeknd no Wedidit Fest em Los Angeles, The Weeknd lançou o convite a Shlohmo - via Tumblr, carrega coração - para gravar uma versão oficial de estúdio da mesma. E Shlohmo disse que sim. E é isso. Vivemos tempos maravilhosos apesar de tudo, não? Ouçam aqui em baixo o resultado final.

Howl
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2012 · 18:04 ·


I saw the best minds of my generation destroyed by madness, starving hysterical naked, dragging themselves through the negro streets at dawn looking for an angry fix, angelheaded hipsters burning for the ancient heavenly connection to the starry dynamo in the machinery of night, who poverty and tatters and hollow-eyed and high sat up smoking in the supernatural darkness of cold-water flats floating across the tops of cities contemplating jazz, who bared their brains to Heaven under the El and saw Mohammedan angels staggering on tenement roofs illuminated, who passed through universities with radiant cool eyes hallucinating Arkansas and Blake-light tragedy among the scholars of war, who were expelled from the academies for crazy & publishing obscene odes on the windows of the skull, who cowered in unshaven rooms in underwear, burning their money in wastebaskets and listening to the Terror through the wall...

O Uivo, projecto de Guilherme Gonçalves (fiel Gala Drop), irá estar no Lounge na próxima quarta-feira a partir das 22h30, pelas mãos da Filho Único. Para canções acompanhadas de guitarra e voz processadas, para declamar poemas sonoros, para aquecer uma noite mais de inverno, ou por todas estas coisas. Entrada livre, claro.
Wild Tiger Affair apresentam LP no Maus Hábitos
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2012 · 16:42 ·


São quatro, vêm de S. João da Madeira e fazem rock. Têm o disco de estreia pronto - Lost Fathers. Estarão pelo Maus Hábitos a 24 de fevereiro porque tudo é melhor vocês-sabem-onde. E é isto que precisam de saber sobre os Wild Tiger Affair. Quê? Queriam mais? Ok, que tal irem ao myspace da banda ouvirem as duas malhas que eles lá têm, a meio caminho entre a garagem e o thrash? Ou passarem pelo Facebook para se inteirarem (o verbo mais subvalorizado da língua portuguesa) das últimas sobre os mesmos, como o irem tocar juntamente com os Gesso ou irem marcar presença no Hard Club a 2 de março e no CCOB de Barcelos a 6 de abril? Ou fazerem pesquisas rápidas no Google e no Youtube para saberem como os rapazes são ao vivo? Não vamos estar para aqui a dar-vos a papinha toda feita!

[n.r.: deixa de ser preguiçoso, pá.]
BODYQUIZ #10 | Rita Braga
· POR André Gomes · 13 Fev 2012 · 16:24 ·
© Barbara Anastacio

Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Os Mutantes – primeiro álbum!

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Qualquer um pode ser excelente. Depende dos ingredientes e da forma como é confeccionado.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Fiquei surpreendida com um concerto que vi no Porto dos HHY & The Macumbas que não conhecia. Foi intenso.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
4'33” do John Cage. É a única que nunca se repete. Mas é sempre bom quebrar as leis que não fazem sentido.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Se a questão for musical, o Arnaldo Baptista. Só há pouco tempo comecei a conhecer a carreira a solo e adoro o que ele vem a fazer desde os anos 70 até agora.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
São vários. Basicamente várias colaborações com músicos que vão do Porto a Chicago. Todos com identidades muito diferentes mas cujo trabalho aprecio. Assim posso ir experimentando vários registos.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Um bodyquiz.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Não falta nada, está perfeito.
Sumol Summer Fest anuncia os primeiros nomes
· POR Hugo Rocha Pereira · 13 Fev 2012 · 16:17 ·


Com o gelo que se faz sentir por estes dias, falar de Verão é quase como anunciar a retoma económica: parece uma utopia. Mas é bom ter uma luz ao fundo do túnel, nem que seja para aquecer um pouco o espírito. E um dos festivais que rima com praia e calor é o Sumol Summer Fest, que acontece mais uma vez na Ericeira (entretanto consagrada como Reserva Mundial de Surf) nos dias 29 e 30 de Junho e já tem três nomes confirmados: o costa-marfinense Alpha Blondy traz roots reggae e Gui Boratto techno minimal no dia 29; na noite seguinte será a vez do brasileiro Gabriel o Pensador voltar a Portugal, com a sua mistura de crítica social e boa disposição. Por enquanto, resta acrescentar que a organização do SSF (cujas duas últimas edições esgotaram) promete uma versão melhorada e ampliada do evento, contando nomeadamente com a integração do espaço Quiksilver Boardriders Ericeira no festival, com programação própria, a divulgar entretanto.

Alcest no Porto, amanhã
· POR Paulo Cecílio · 13 Fev 2012 · 14:35 ·


S'il est vrai que le français est la langue de l'amour, o dia de S. Valentim de amanhã no Porto vai ser duplamente romântico; os Alcest e os Les Discrets, projectos que ao longo dos últimos anos têm diminuído a linha ténue que separa o black metal do shoegaze (um é shoegaze para metaleiros, o outro metal para hipsters), e que têm dois belos discos editados já este ano (Les Voyages De L'Âme e Ariettes Oubliées, respectivamente) irão estar no Hard Club a partir das 22h juntamente com os Soror Dolorosa para verter amor a partir das guitarras. Se ainda forem ao website da promotora poderão adquirir bilhetes para vocês e para o vosso mais-que-tudo a 17€, sendo que amanhã já estarão a 20€. E a malta forever alone, que segundo estereótipos mais ou menos hilariantes constitui 83% dos fãs de metal, também pode ir, claro.
Maravilhosa Festa de Lançamento de SALAZAR tem Dreams, Sensible Soccers e Os Yeah! no Plano B
· POR André Gomes · 13 Fev 2012 · 12:29 ·


Na próxima sexta-feira, 17 de Fevereiro, 23h, há Dreams, Sensible Soccers e Os Yeah! no Plano B, no Porto. Porquê? Porque a SALAZAR, revista bimensal de cultura, artes e ideias, que tem um belíssimo ar, acaba de se estrear e quis celebrar a ocasião com pompa e circunstância. A entrada para o evento - anunciado mesmo assim, Maravilhosa Festa de Lançamento de SALAZAR - custa 3 euros. Aqui em baixo podem ouvir aquilo de que os sonhos são feitos.


Dilated Peoples apresentam novo disco no Hard Club e na sala TMN ao Vivo
· POR André Gomes · 13 Fev 2012 · 12:11 ·


É já no próximo dia 20 de Fevereiro no Hard Club em dia de véspera de Carnaval. Os californianos Dilated Peoples, Evidence, Rakaa e DJ Babu, veteranos nas andanças do hip-hop, apresentam o novo disco, Directors of Photography, que será lançado algures em 2012. O line up para esta noite apetecível é o seguinte: Dilated Peoples, Mundo & Maze (Dealema), Nocas (LCR), Deau, DJ D-One, DJ Crava. As portas abrem às 21:45h, o preço é assim: em pré-venda 13,50€ e no dia 16€. O bilhete inclui acesso gratuito para a after party a realizar-se no Gare Porto com DJs ainda a revelar.

No dia seguinte os Dilated Peoples actuam em Lisboa na sala TMN Ao Vivo. Para recordar:


BODYQUIZ #9 | Nuno Calado / Antena 3
· POR André Gomes · 11 Fev 2012 · 21:40 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O disco que mais tenho ouvido esta semana é o novo do Mark Lanegan, o Blues Funeral. É um artista que sigo há muitos anos.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
A cozinha tradicional portuguesa seria sempre a ultima escolha, para quem não come carne não faz grande sentido, mesmo quando comia não fazia. Vinil com o passar dos anos cada vez mais o vinil pela qualidade de som e pela beleza das capas.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Pergunta difícil e em que corro o risco de ser injusto com alguém. Vou ser por certo mas o primeiro que me lembrei foi a Patti Smith.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Seria uma lei horrível!!! Ia fazer de tudo para a violar! A musica é arte e reduzir assim é impossível correndo o risco de ao fim de 3 dias passar a ser tortura.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Cada vez mais me tira do sério a falta de seriedade dos políticos, a falta de tomada de posição das pessoas na vida e principalmente a auto-censura que é a pior de todas as censuras, quando começamos a limitar a nossa opinião e o pensamento é o pior que se pode fazer.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Projectos tenho vários uns que quero manter mais secretos que outros. Posso adiantar que quero fazer uns documentários e que vou fazer um programa na Speaky TV do Fernando Alvim chamado Peep Show. Aquele que de todos considero o mais importante e urgente é o de chamar a atenção para o que se quer fazer na Antena3. Ao contrário do que se possa pensar não estou a lutar por um programa ou um salário. Estou sim a lutar por uma questão cultural e por princípios de liberdade e diversidade. A minha opinião é que se for para fazer uma rádio apenas de musica nacional então que se privatize agora e não depois de se desvalorizar ainda mais a imagem da estação.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
O melhor que me poderia acontecer neste momento era encontrar alguém disponível para me apoiar financeiramente em vários projectos que tenho em mente. Quando vi esta pergunta pensei logo nisto, mas também pensei de imediato o melhor que me poderia acontecer era que a crise que serve de desculpa para tudo fosse bastante aliviada porque por certo já iria dar para poder fazer um dos projectos e seria bom para todas as outras pessoas. No fundo o bem-estar comum faz muito por cada um de nós, de nada serve estar muito bem se á volta tudo estiver em cacos. Sendo assim optava pelo bem-estar comum, mesmo que isso me fizesse não concretizar tudo o que quero.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Concordas com movimentos terroristas ?
Misfits espalham terror em Corroios
· POR Hugo Rocha Pereira · 10 Fev 2012 · 21:13 ·


O rasto de influência deixado pela banda fundada por Glenn Danzig é enorme. E embora da formação original reste apenas Jerry Only (entretanto promovido a frontman encarregue do baixo e da voz), muitos não deixarão de estar presentes no Cine-Teatro de Corroios para entoar hinos como “Die, Die, My Darling”, “Halloween” ou “We Are 138”. O concerto é já no próximo domingo, dia 12, às 21 horas, e conta ainda com as presenças de Juicehead e Beretta Suicide. Os bilhetes custam 23 € em venda antecipada e 25 € no próprio dia.

Perry Blake regressa a Portugal para cantar Robert Wyatt
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 17:46 ·


Perry Blake regressa a Portugal no próximo dia 29 de Março, quinta-feira, para uma noite no mínimo diferente. O irlandês apresenta-se no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, com o programa "Around Robert Wyatt", uma noite criada pela Orchestre National de Jazz (França) onde as canções de Robert Wyatt conhecem novos arranjos. O trompetista Erik Truffaz é outros dos convidados desta noite.
Agora sim; habemus horários do Vodafone Mexefest Porto
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 15:53 ·


Já podem consultar aqui os horários para o Mexefest Porto, que acontece na cidade invicta nos próximos dias 2 e 3 de Março. Imprimam, façam as vossas escolhas. Não deixem a coisa para o dia senão ficam a ver navios - ou barcos, vá lá.

Mas há mais novidades: concertos durante a tarde. No Café Majestic, Tiago Sousa e Júlio Resende tomam conta do piano (sendo que o segundo actuará na companhia de Elisa Rodrigues, apresentando o espectáculo Heart Mouth Dialogues. No Café Guarany, os Capitão Fausto e os Lacraus tomam conta do espaço. O preço para o passe do festival custa 40 euros.

É nesse fim-de-semana que voltamos a ter canções de Josh Rouse por cá:

Sunflare terminam a digressão europeia em grande
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 15:01 ·


A Lovers & Lollypops avisa todos os portuenses. No dia 15 de Fevereiro, nas instalações do PINC e com o apoio do Canal 180, os portugueses Sunflare - Guilherme Canhão na guitarra, Rui Nogueiro no baixo e Rapha na bateria - encerram a digressão europeia num mini-concerto especial no Porto. Esperem mais novidades para breve, mas entretanto preparem os vossos ouvidinhos para isto.

BODYQUIZ #8 | Luís Fernandes / The Astroboy / peixe : avião
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 14:38 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Deve estar renhido entre o Tragedy da Julia Holter e o Vantaa de Vladislav Delay.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vin... Hmm. Cozinha tradicional portuguesa!

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
No sentido literal diria Green Machine no Milhões de Festa do Censura Prévia em Braga (2007?).

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
De preferência uma bem longa para o loop ser menos evidente.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Políticos.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
De momento é a composição/gravação de temas para a colectânea À Sombra de Deus Vol.4 e a participação no novo disco dos La La La Ressonance.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Vou guardar essa para mim.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual não gostarias que fosse?
Rivulets em estreia: hoje em Bragança, amanhã em Lisboa
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 14:32 ·


É já hoje que Nathan Amundson, que é como quem diz Rivulets, se estreia em Portugal. É no Clube de Bragança, Praça da Sé, às 22 horas e custa cinco euros. Amanhã Nathan Amundson leva as suas canções agridoces para Lisboa onde actuará no sempre aconselhável Lounge num concerto com entrada gratuita. Rivulets, go.

Sandy Kilpatrick lança disco de estreia em Abril
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 10:22 ·


Sandy Kilpatrick, um escocês a viver em Portugal, prepara-se para lançar o seu disco de estreia no próximo dia 25 de Abril de 2012. Redemption Road foi gravado num mosteiro do norte de Portugal, onde efectuou uma residência artística. Sandy Kilpatrick diz que o disco nasceu numa missa gospel no Harlem mas também que o disco foi terminado em London, nos Abbey Road Studios em Setembro de 2011. Aqui em baixo vemos Sandy Kilpatrick no Mi Casa es tu Casa, parte da Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura.

AbztraQt Sir Q regressam em 2012 com o EP Warmony
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 10:08 ·


Os AbztraQt Sir Q estão de regresso em 2012 com um novo EP na Meifumado. Chama-se Warmony e não há muito mais novidades. A não ser que sai no dia 27 de Fevereiro. E o teaser que pode ser visto aqui. E um texto que pouco mais desvenda. Reproduzimos. "A caixa de música, de cor gasta, tem um ar quase inofensivo. Abre-se a tampa com um ruído inesperado e voam notas pelo palco. Umas, meio perdidas, vêm comer devagar à nossa mão. Outras, mais leves, sobem no ar e desaparecem num instante. Outras ainda, caem no chão e ali ficam para sempre. Ninguém descansa quando tocam os AbztraQt Sir Q".
BODYQUIZ #7 | DJ Ride
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 10:02 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
A$ap Rocky , Jonti, Gonjasuffi, The Internet, C2C, etc, etc.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Vinil na cozinha.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Não foi propriamente um concerto, mas ter visto D-styles + Dabrye + Gaslamp Killer no Low End Theory em L.A. levou-me quase as lágrimas.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
O break do “Funky Drummer”.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
O pessimismo geral das pessoas sobre tudo. ''Take a deep breath, focus on what really matter's and enjoy your fucking life…''

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
PIXEL THRASHER!! video scratch, tudo em tempo real, um álbum novo e mais coisas com Beatbombers.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Não consigo dizer só uma, mas sem dúvida ter um convite para uma tour lá fora ou uma edição por alguma label conceituada ajudavam... E ganhar novamente o mundial de scratch este ano também era um sonho (se não for pedir muito…).

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Top 5 de qualquer coisa:

1 - Tampões para os ouvidos
2 - Discos rígidos solid state
3 - Video scratch
4 - A minha bicicleta nova
5 - Speakers portáteis da LRG
Sharon Van Etten lança Tramp
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 01:50 ·


A história é tão bonita que não resistimos reproduzir um excerto do comunicado de imprensa que chegou à nossa redacção: "ao longo dos últimos 14 meses Sharon Van Etten esteve sem casa. Ao longo dos últimos 14 meses, foi ficando em casa de amigos, ao mesmo tempo que armazenava os seus pertences aqui e ali. A única constante na vida de Van Etten neste período foi o tempo que passou na garagemestúdio de Aaron Dessner, um dos gémeos dos The National". Soa bem.

Foi aí que nasceu o seu disco de estreia na Jagjaguwar e o sucessor de Epic. Produzido por Aaron, responsável em 2010 pela compilação Dark Was The Night, Tramp conta com a participação de Matt Barrick (Walkmen), Thomas Bartlett (Doveman), Zach Condon (Beirut), Jenn Wasner (Wye Oak), Julianna Barwick e do próprio Dessner. Pelo que é possível ouvir, Tramp é um disco de canções de peito cheio, celebratórias e bem construídas. Algo que pode muito perfeitamente marcar 2012 para muito boa gente. Temos disco.

Lee Ranaldo mostra novo vídeo, novo disco a caminho
· POR André Gomes · 10 Fev 2012 · 01:37 ·


Os Sonic Youth estão cada vez mais perto da ruptura mas, aparentemente, os seus membros não podiam estar mais activos. Ali em baixo podem ver o primeiro vídeo do LP Between the Tides and the Times, que será editado no próximo dia 20 de Março com selo da Matador. O disco tem a colaboração de Nels Cline, Alan Licht, John Medeski, o baixista Irwin Menken e o colega Steve Shelley (assim como de Jim O’Rourke e Bob Bert). Vamos ver o que nos reserva.

BODYQUIZ #6 | Joaquim Durães / Lovers & Lollypops
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 23:36 ·

Joana Castelo

Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Soldiers Of Fortune - Ball Strenght.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Tudo ao molho com cozinha tradicional portuguesa.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Black Bombaim no Lounge.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
O solo de bateria da "in the air tonight" do Phill Collins.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Não me consigo habituar a ver séries.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Aprender a cozinhar.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Sair à rua e não ter frio.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Três objectos que levarias para uma ilha deserta?
Domingo: Osso Vaidoso no BODYSPACE AU LAIT de Fevereiro
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 18:17 ·


OSSO VAIDOSO
12 DE FEVEREIRO, DOMINGO
19H

Café au Lait, Porto
Entrada livre

Alexandre Soares e Ana Deus encontraram uma nova casa depois da frutífera experiência com os Três Tristes Tigres nos idos anos 90. Em vez de ser feita de cimento, tijolos ou madeira, esta nova casa é feita de canções e ossos – e alguma vaidade. É uma casa com instinto animal. Ah, último mas não menos importante, é uma casa reduzida ao essencial, apenas com a mobília necessária. Voz e guitarra, palavra e som. Com o disco de estreia, Animal, com selo da Optimus Discos, os Osso Vaidoso ganharam corpo e entraram directamente para um lugar de destaque na música portuguesa. Convocaram Valter Hugo Mãe, Alberto Pimenta ou Regina Guimarães para chegar às palavras certas e o resto aconteceu naturalmente, em bom português falado-cantado-gritado e com guitarras provavelmente improvisáveis. No BODYSPACE AU LAIT de Fevereiro, Alexandre Soares e Ana Deus, dois tristes tigres, apresentam o seu Osso com vaidade.
BODYQUIZ #5 | Tiago Sousa
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 18:01 ·


© Vera Marmelo
Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O Last.fm diz-me q é o Litany do Arvo Pärt.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Não podemos deixar essa discussão para outro dia?

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Introitus, Concerto para piano e orquestra de câmara no CCB.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Vexations do Satie.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
O Numero Deux do Godard.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Tiago Sousa + Open Field String Trio. E um novo disco para sair até ao fim do ano e cuja peça vai ser estreada no próximo dia 23 de Março no Museu do Oriente.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Está tanta coisa boa a acontecer neste momento!

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Qual é a pergunta que está a mais neste quiz?
Sigur Rós preparam novo disco
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 17:33 ·


A Pitchfork avança hoje com a notícia que os Sigur Rós têm um novo disco a ser preparado com lançamento marcado para a Primavera. Parece que é um disco “floaty”, seja lá o que isso quer dizer. A banda islandesa também aproveitou para anunciar uma data no festival Bestival no Reino Unido, ao lado dos xx, Azealia Banks, Spiritualized, Justice, Hot Chip, De La Soul, Major Lazer, Warpaint, Orbital, Little Dragon, Charli XCX, Frankie Rose, Four Tet, Caribou, entre outros. O novo será o sexto dos islandeses depois de Von (1997), Ágætis byrjun (1999), ( ) (2002), Takk... (2005) e Með suð í eyrum við spilum endalaust (2008).


Mandrax Icon prepara-se para lançar o seu disco de estreia
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 10:43 ·


Mandrax Icon é Márcio da Cunha, escritor de canções que abriu actividade em 2006 e que centra a sua música entre a folk e os blues. O lançamento do seu disco de estreia está agendado para breve e por isso fomos falar com ele. E ele não poupou nos detalhes: "o disco chama-se Mary Climbed The Ladder For The Sun e foi gravado/co-produzido pelo Filipe da Graça, entre o Algarve, Lisboa e Londres. Irá conter 12-14 temas compostos por mim entre 2007 e 2011 e a nível sonoro posso citar John Fahey, The Tallest Man on Earth e Tyranossaurus Rex como principal inspiração, sendo que o fingerpicking e a voz são os elementos predominantes", contou-nos.

Mas há mais. O disco contará com "participações em alguns temas de Filipe da Graça, Silas Ferreira, Blarmino e Spamuel Pocketon" e será a "primeira edição oficial da Nostril Records sendo que a edição física será limitada e apenas em vinil". Estejam atentos.



Os Corsage vão levar as suas canções a passear até à Fábrica do Braço de Prata
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 10:23 ·


Chegam-nos notícias que os Corsage, a banda que reúne membros de Pop dell Arte, ex-Raindogs, Cello, More República Masónica e Actvs Trágicvus, estão neste momento a preparar o terceiro disco de originais. Enquanto esse novo disco não chega, os Corsage levam canções pop com um pé no presente e a cabeça nos anos 60 à Fábrica do Braço de Prata, em Lisboa. Acontece tudo no próximo sábado, 11 de Fevereiro.

Peixe Trio em "estreia mundial" no Café au Lait
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 10:05 ·


Por falar em Ornatos, Peixe tem disco novo a sair pela Meifumado este ano. E no próximo sábado vai levar o seu trio ao Café au Lait, no Porto, pelas 19 horas, e com entrada livre. Fomos falar com o próprio para saber mais acerca do que se vai passar este fim-de-semana na famosa rua das Galerias de Paris: "sábado será a primeira apresentação deste grupo (Peixe Trio), que é um dos projectos a que me dedico neste momento, a par da direcção da Orquestra de Guitarras e Baixos Eléctricos, dos Zelig e do meu disco a solo que sairá brevemente. Esta será a estreia mundial", finalizou entre risos.

Para sábado há então Peixe Trio: Peixe (guitarra), José Marrucho (bateria) e José Carlos Barbosa (contrabaixo), um colectivo que baseia a sua música na "procura da surpresa através de momentos de improvisação livre".

Ornatos Violeta regressam para dois concertos nos coliseus
· POR André Gomes · 09 Fev 2012 · 09:47 ·


Confirmam-se as suspeitas de longos meses para um dos mais esperos regressos de sempre. Os Ornatos Violeta, separados há cerca de dez anos, regressam em 2012 para dois concertos: no Coliseu de Lisboa a 25 de Outubro e no Coliseu do Porto a 30 de Outubro. A notícia chegou hoje aos microfones da Antena 3. O regresso acontece depois da reedição em 2011 dos dois discos da banda, Cão! e O Monstro Precisa de Amigos, acompanhados por um CD de raridades. Até aos concertos nos coliseus é aguentar esses corações.


Erro! na APAV
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2012 · 18:25 ·


O Espaço APAV & Cultura volta a receber um concerto no próximo dia 24, naquele que é mais um evento mensal organizado pela associação. Desta feita será o projecto Erro!, de João Palma, que se apresentará ao vivo perante os que se deslocarem até à Rua José Estevão - entrada livre, como costumeiro. É de prever que o [agora] trio se dedique principalmente às canções de Três, o mais recente EP, mas também que viaje até ao até agora único LP Isto É O Quê, Mãe?. Fica o vídeo de "Riso Louco":

O novo disco dos Black Bombaim vai ser um disco cheio de titans à patrão
· POR André Gomes · 08 Fev 2012 · 17:46 ·


O novo disco dos Black Bombaim tem vindo a ser cozinhado nos últimos tempos e promete ser de estouro. Tojo, baixista da banda de Barcelos, conta-nos tudo: "o novo disco de Black Bombaim será um duplo vinil, de título Titans, uma espécie de alusão aos imensos convidados para participar neste segundo longa-duração da banda. Tentamos convidar artistas que consideramos ao mesmo tempo influências e amigos, para ajudarem a preencher o nosso som com interpretações pessoais de cada um, para tornar o disco mais rico e interessante. O disco foi gravado no estúdios da Meifumado em 2011 e os convidados gravaram as suas partes um pouco por todo o lado: Porto, Lisboa, San Francisco e Oakland". Yummi.

A lista completa de convidados é um constante entusiasmo: Steve Mackay (The Stooges), Isaiah Mitchell (Earthless/Howlin Rain), Noel V. Harmonson (Comets on Fire), Adolfo Luxúria Canibal (Mão Morta), Jorge Coelho (ZEN/Torto), Shela (PAUS), Guilherme Canhão (Lobster/Sunflare), Tiago Jónatas (Surya Exp Duo), Ghuna X, HHY e Tiago Pereira (Aspen). O que aí vem só pode ser grande. Que venha rápido.
Sonar x 4 em 2012
· POR André Gomes · 08 Fev 2012 · 14:42 ·


É isso mesmo. Em 2012 há 4 edições do Festival Sonar. Barcelona, Cidade do Cabo, Tóquio e São Paulo. Sonar em três continentes. Em Barcelona o festival acontece nos dias 14, 15 e 16 de Junho e conta com The Roots, Deadmau5, Hot Chip, Modeselektor, James Blake (em DJ Set), Fatboy Slim, Richie Hawtin, Amon Tobin (ISAM), Squarepusher, Nicolas Jaar, Luciano, Azari & III, Jacques Lu Cont, Friendly Fires, Metronomy, John Talabot, Mouse On Mars, BBC Radio 1 presents Annie Mac & guests e showcases da Hyperdub, Brainfeeder e 100% Silk, entre outros.

Na Cidade do Cabo há “A Taste of Sónar" no dia 2 de Março lado a lado com o evento multidisciplinar Design Indaba. Os nomes confirmados são Modeselektor, Byetone, Brodinski e ainda alguns dos mais proeminentes artistas sul-africanos da actualidade.

No Japão, onde reside pela quinta vez, o Sonar aprenseta nos dias 21 e 22 April um line up onde se incluem Squarepusher, The Cinematic Orchestra, Vincent Gallo, Clark, Rustie e alguns dos melhores representantes da cena japonesa (Ryoichi Kurokawa, Mergrim, Anchorsong, Oorutaichi, Typingmonkeys).

A São Paulo o Sonar leva, nos dias 11 e 12 de Maio, nomes como Mogwai, Jeff Mills, Squarepusher, Za! and Totally Enormous Extinct Dinosaurs, para além dos já anunciados Björk, Justice, Alva Noto & Ryuichi Sakamoto, James Blake, Four Tet e Modeselektor. E prata da casa, claro está: Gui Boratto, Dj Marky Vs Dj Patife, The Twelves, M Takara x Akin, Silva, Gang Do Eletro, Dago, Psilosamples, Bruno Belluomini e Ricardo Donoso. Façam as vossas escolhas.
THEESatisfaction oferecem single
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2012 · 11:57 ·


Por falar em títulos, este foi escandalosamente gamado ao Ponto Alternativo, mas não faz mal, porque já estive com eles ao vivo e vi que são todos uns lingrinhas. De qualquer das formas o roubo serve para anunciar que se pode antecipar o concerto que as THEESatisfaction, grandes amiguinhas dos Shabazz Palaces, darão na Zé dos Bois a 17 Abril. "QueenS" é hip-hop que se fundiu com o funk, ou o contrário, hoje em dia nunca se sabe, e o .mp3 pode ser escutado e obtido no website da SubPop, aqui. E Bia, aquilo dos lingrinhas era a brincar. Por favor não me batas.
Este maldito Quinto Império
· POR Paulo Cecílio · 08 Fev 2012 · 09:49 ·


Sim, poder-se-ia entrar aqui em diatribes contra a nação que vai de mal a pior a horrível, mas a rebeldia contra a pátria-mãe tem outros locais mais apropriados para erguer as suas garras; não, nestas linhas não falamos mal de Portugal, até porque o que se segue é um bom motivo para continuarmos a acreditar n'Ele, apesar de tudo; não, o título desta notícia não é um resmungo anárquico, é uma piada erudidiota de um pseudo-crítico com sono. DAMN EMPIRE escreve-se tudo em Caps, não só porque é fixe, mas também porque os participantes neste futuro projecto são todos gente grande, pelo menos de acordo com as tags que encontramos no vimeo, num vídeo com o título "The Making of #1": Mike Ghost (Men Eater), Chris Common (These Arms Are Snakes Riding Pânico, que ele agora é português e tudo) e Rui Mata (Vicious Five). Deixamo-lo aqui para que possam comprovar que está para vir algo de muito bom:

A Corvo Records está aí, Marmalard também
· POR André Gomes · 08 Fev 2012 · 00:59 ·


Há uma nova editora no horizonte. A Corvo Records apresenta-se como "editora independente portuguesa de música alternativa" e "com artistas de sonoridades que vão desde o dance punk e o indie rock modernos à IDM". E parece que em Fevereiro chegarão quatro novos lançamentos (incluindo os Wind Koala, Musket e Marmalard). Este último é o primeiro: Marmalard é o projecto a solo de Sérgio Dinis dos recém extintos Iconoclasts e o seu EP é feito de explorações electrónicas. Pode ser ouvido aqui em baixo.

BODYQUIZ #4 | Ana Deus / Osso Vaidoso
· POR André Gomes · 08 Fev 2012 · 00:18 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Nenhum.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Cds e fogões.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Crisis na final do Termómetro.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Que não fosse minha.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Estar tudo tão sério.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Novas músicas para o Osso com letras de Ernesto Melo e Castro, e uma encenação sobre "Raso como o chão" de Álvario Lapa. Dois autores excepcionais.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Uma viagem à Ásia com tudo pago para 5.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Está perfeito não lhe falta nada.
St. Vincent está quase a chegar mas já mandou um vídeo novo
· POR André Gomes · 08 Fev 2012 · 00:14 ·


Annie Erin Clark, que é como quem diz St. Vincent, está a poucas semanas de vir a Portugal, mais precisamente ao Mexefest Porto, apresentar o seu último disco, Strange Mercy, com o selo da 4AD, mas para que a espera seja mais suportável acaba de lançar um novo vídeo em que é peça de museu. O vídeo é para "Cheerleader" e nele Annie Erin Clark confessa que não quer ser mais uma dita cuja. Cheerleader, entenda-se, só não queríamos repetir a palavra na mesma frase.

DJ Ride estreia Pixel Thrasher no Lux
· POR Hugo Rocha Pereira · 07 Fev 2012 · 23:49 ·


Ainda há pouco tempo sagrado campeão mundial de scratch na companhia de Stereossauro – o seu parceiro Beatbomber –, DJ Ride está a dias de estrear um projecto que promete transportar o público para uma experiência áudio-visual singular. Pixel Thrasher é o nome do espectáculo que funde música e vídeo, com Ride a manipular som e imagem ao vivo. Para cheirar no teaser ali em baixo, antes de testemunhar na discoteca Lux, a 16 deste mês, numa noite em que Ride terá a companhia de Droptop e Nery.

PT Funky?
· POR Bruno Silva · 07 Fev 2012 · 17:42 ·


Tratando-se de um género insular por natureza - como se atenta no nome e de epicentro geográfico demarcado como o são/foram o UKG e o Grime - parece algo estranho o facto de existirem produtores UK Funky fora das Ilhas Britânicas. O que, nomenclaturas à parte, é um preconceito idiota, como se a batida estivesse refém dos armazéns e clubes de E3. Ainda assim, e não reconhecendo grande coisa feita fora da alçada da família real, foi com muita surpresa que fiquei a saber de um produtor português dedicado ao género. E por intermédio de uma editora lisboeta chamada Tunacat Records. Depois de terem editado o EP de estreia de Bizt (Cacaía) em Dezembro, e com um EP para download gratuito de Maui pelo meio, lançam agora o novo banger desse primeiro com direito a uma meia-dúzia de remixes. Na sua forma original, "Tiger" habita o lado mais musculado do género, algures entre os sintetizadores agrestes do Lil Silva, a obsessão tropical do Devine Collective e a densidade eufórica dos Ill Blu, com direito a drop opressivo e estalos de teclado bem grimey. Anda num limbo fodido, descartando toda e qualquer hotness mais lânguida por uma obstinação - tendencialmente perniciosa - em adensar as coisas de um modo muito sério. Apesar do risco, safa-se minimamente bem nesse campo, e consegue facilmente resultados bem mais interessantes do que Sunday Roast. O que, tendo em conta o facilitismo bovino da equação, é louvável.

Two White Monsters Around a Round Table têm novo álbum
· POR André Gomes · 07 Fev 2012 · 16:02 ·


Os Two White Monsters Around a Round Table - Henrique Fernandes no contrabaixo eléctrico e João Filipe na bateria - têm um novo disco, o segundo. Chama-se Undefined Frontier, é o número 3 da Sonos, e desenvolve-se ao longo de três composições que, de acordo com os próprios, se baseiam na "improvisação e na exploração de conceitos antagónicos e na sua respectiva complementação. As estruturas rígidas do primeiro disco são aqui abandonadas, dando lugar a explorações temáticas longas, desfocando a concepção tradicional do tempo". Tirem as vossas próprias conclusões.



The Kooks confirmados no Optimus Alive`12
· POR André Gomes · 07 Fev 2012 · 12:25 ·


Os britânicos The Kooks são a mais recente confirmação para o Optimus Alive`12. A banda que em Setembro passado editou Junk of the Heart actua no dia 15 de Julho. Lembramos os artistas confirmados até ao momento: Caribou, Florence + The Machine, Justice, Mazzy Star, Metronomy, PAUS, Radiohead, Snow Patrol, The Cure, The Kooks e The Stone Roses.

Totally Enormous Extinct Dinosaurs tem novo single
· POR André Gomes · 07 Fev 2012 · 01:08 ·


Orlando Higginbottom, ou seja, Totally Enormous Extinct Dinosaurs tem um novo single. E este homem lança single óptimo atrás de single óptimo. Este último chama-se “Tapes & Money” e é mais uma daquelas canções com substância que abanam qualquer pista de dança que tenha minimamente a vontade de ser festejada. Venham mais canções assim. E já agora um novo disco.

Here We Go Magic têm novo álbum, ouçam aqui o novo single
· POR André Gomes · 07 Fev 2012 · 00:56 ·


Os Brooklynitas Here We Go Magic têm já pronto o successor do EP January, editado em 2011. Chama-se A Different Ship, é lançado a 8 de Maio, tem selo da Secretly Canadian e um dedo muito especial, o do produtor dos Radiohead, Nigel Godrich, que se terá tornado fã da banda depois de os ver no Festival Glastonbury de 2010 ao lado de Thom Yorke, diz a Pitchfork. Podem ouvir aqui o novo single “Make Up Your Mind”.

Entretanto no Algarve também está sol
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2012 · 15:54 ·


A Cafetra lançou hoje no mundo o vídeo para "Lagos City", malha surf-noise-punk-de-garagem-foda-se-isto-é-do-caralho que - e estou aqui a assumir coisas - irá marcar presença no disco de estreia que os Kimo Ameba já têm preparado e que estão quase, quase a largar: faltam só cinco dias, é já no sábado, e tem direito a concerto na ZdB e tudo, juntamente com Os Passos Em Volta. Enquanto o fim-de-semana não vem e estamos aqui a espreguiçarmo-nos em frente ao PC e a odiar segundas-feiras, deixamos os dois minutos de epilepsia e magia sónica vinda dos Mudhoney-com-merda-tuga-no-sapato, parafraseando o distinto Miguel Arsénio.

Take me to the other side
· POR Paulo Cecílio · 06 Fev 2012 · 15:15 ·


A frase é dos Spacemen 3 - uma das melhores bandas da história do tímpano humano - e é plagiada, adaptada, homenageada, o que for pelo quarteto de homens de Brooklyn cuja falta de originalidade no nome escolhido é inversamente proporcional à pujança dos riffs que trarão até Lisboa na 5ª feira, para pôr a tremer não só a ZdB como o Bairro Alto e, quem sabe, toda a capital (e nessa noite, só por essa noite, o resto do país que se lixe). A entrada para um dos concertos mais aguardados de 2012 (de 2011, para quem não tem vida e ouviu Leave Home em julho [não, não me vou calar com isto]) é de apenas 8€ e vem com o bónus de poder ver os Loosers, que também têm alguma (muita) experiência no que toca a terramotos. Levem equipamento adequado, virá tudo abaixo.
Cantigas de Amigos em CD, quarenta anos depois
· POR Hugo Rocha Pereira · 06 Fev 2012 · 15:13 ·


É hoje editado pela primeira vez em CD o mais raro e menos conhecido álbum de Amália Rodrigues. Cantigas de Amigos, lançado originalmente em 1971, junta viola e guitarra às vozes de Amália, Natália Correia e Ary dos Santos, em incursões pela poesia trovadoresca. Enquanto que as composições estiveram a cargo do Mestre Fontes Rocha (apenas o tema “Ermida de São Simeão” não é da autoria do guitarrista), as adaptações do Cancioneiro Medieval para português contemporâneo foram da responsabilidade de Natália Correia.

Mas o texto da contra-capa do álbum, escrito por Ary dos Santos, enquadra melhor tudo isto: «Era uma vez um livro muito bonito, que cheirava muito bem. Umas vezes a flores, outras vezes a urtigas. Mas a urtigas sadias. Tinha sido feito pela Natália Correia que o desenterrara de alfarrábios muito, muito velhos, com mãos de chama e de poeta. Escusado será, pois, dizer que o livro era de poemas. Eis senão quando, uma bela noite em casa da Amália, os tais poemas sairam das páginas e ganharam voz. Pareciam ervas dançando no meio da sala. O Fontes Rocha foi-os apanhando um a um e fez com eles um feixe de música. O Carlos, o Pedro e o Joel, ajudavam muito. E a Amália deu-lhes um nome como só ela sabe: Cantigas de Amigos. O resto? O resto foi apenas convívio e entendimento perfeitos. Às vezes, pela meia-noite, os poemas tinham fome e comiam sopa de coentros e arroz de bacalhau. O Rui e o João também apareceram e ficaram calados que nem ratos ao pé do Ribeiro, que é um mágico que sabe fazer música com luzes, enquanto este regia a orquestra. Depois, chegou a bruxa Maluda (que por sinal é bem bonita) a cavalo numa vassoura, com um pincel e uma tesoura. E zás, pôs-nos a todos na Idade Média. Parece uma história para meninos, é certo. Mas não é verdade que, no Natal, todos gostamos de nos sentirmos um pouco mais crianças? Ou anjos com caracóis de fios de ovos, como diz a Natália...»

Mercado Negro recebe festival com nomes frescos da música nacional
· POR André Gomes · 06 Fev 2012 · 15:08 ·


Há algo que liga todos os nomes que se apresentam no Mini-Mercado em Aveiro: estão longe dos holofotes da música nacional, num lugar de bonita independência. Eles são os Sensible Soccers, blac koyote, Cangarra, Tren Go! Sound System, Lace Bows e Asimov. São os nomes do mini festival que encherá Aveiro de música nos dias 24 e 25 deste mês.

Tren Go! Sound System e Sensible Soccers actuam no dia 24 e a entrada custa 5 euros. Lace Bows e blac koyote actuam no sábado, dia 25, e a entrada é livre. Cangarra e Asimov actuam no mesmo dia e a entrada custa cinco euros. A organização avisa: os bilhetes para o Mini-Mercado já estão disponíveis no café da associação a partir de amanhã às 21h. Os concertos sentados, no auditório, terão um limite de 80 lugares, mais coisa menos coisa. A Fernanda vai.


The Horrors, Pete Doherty, Battles, Apparat e Little Dragon são os primeiros nomes para o Super Bock Super Rock 2012
· POR André Gomes · 06 Fev 2012 · 10:02 ·


A edição 2012 do Super Bock Super Rock já tem os primeiros nomes. E são bastante amplos na sua proposta: The Horrors, Pete Doherty, Battles, Apparat e Little Dragon (na foto em cima e na belíssima canção em baixo). O Festival acontece a 5, 6 e 7 de julho no Meco e em breve deverão ser conhecidas mais novidades. Os bilhetes já se encontram à venda: o bilhete diário custará €45 e o passe de 3 dias (campismo incluído desde o dia 4 de Julho) ficará nos €80.

BODYQUIZ #3 | Carlos Vaz Marques / Jornalista
· POR André Gomes · 05 Fev 2012 · 14:20 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Los Pájaros Perdidos, The South America Project, L´Arpeggiata, Christina Pluhar

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
MP3 enquanto preparo um delicioso prato de cozinha tradicional portuguesa.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Hairy Bones, no Jazz em Agosto (sem fôlego não é metáfora, é mesmo com uma dificuldade física de respirar, tal a intensidade).

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Não gosto de leis dessas mas acho que escolhia a versão de Miles Davis de Someday my Prince Will Come.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
A crise.

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
O ciclo de conferências "Sinais de Fumo - conversas para além da crise", no último sábado de cada mês, no (belíssimo) Convento da Saudação, em Montemor-o-Novo, com iguarias alentejanas e nomes incontornáveis da vida intelectual portuguesa; começa a 25 de Fevereiro com Eduardo Lourenço a falar de ética e valores em tempo de crise.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Não digo.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
"Quanto queres receber por responderes a este questionário?"
BODYQUIZ #2 | Henrique Amaro / Radialista / Antena 3
· POR André Gomes · 04 Fev 2012 · 00:20 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
O disco são sempre muitos… Silva, Silva, Miúda, Miúda, Nice Weather For Ducks, Quack, Peggy Sue, Acrobats, Hospitality, Hospitality, Cambriana, House Of Tolerance, Dntel, Life Is Full of Possibilities...

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Estou disponível a tudo.

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Noiserv no Eurosonic em Groningen.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
4:33 John Cage

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
O Silva (brasileiro)

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
Enquanto fôr possível, os meus segredos são revelados diariamente na Antena 3 das 22h às 23h.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Ser informado que afinal o Pablo Aimar tem 25 anos.

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
De 10 a 20 que nota "daria" ao Bodyspace?
Energia atómica na Culturgest
· POR Nuno Catarino · 04 Fev 2012 · 00:18 ·


No ano de 2005 o quinteto Atomic devastou o auditório da Gulbenkian, combinando a força do "hardbop" com a ferocidade do "free", num concerto de boa memória. No ano anterior tinha passado pelo mesmo auditório o trio The Thing (liderado por Mats Gustaffson), que voltou a passar por Portugal para uma actuação no Jazz ao Centro 2006, em parceria com o Scorch Trio. Ambas as bandas deixaram boas recordações e já estávamos com saudades de vibrar com a energia daquele jazz nórdico mais aberto. Agora os The Thing e os Atomic regressam a Portugal para um concerto-duplo, em Lisboa, no dia 12 de Fevereiro (domingo). A grande música está de regresso à Culturgest, depois do arranque do excelente ciclo "Isto é jazz?", que teve lugar no passado dia 20 de Janeiro com a pianista Satoko Fujii. Os bilhetes valem 20€, só 5€ para menores de 30.
Glenn Jones no Porto
· POR Paulo Cecílio · 03 Fev 2012 · 18:07 ·


Normalmente escrever-se-iam aqui algumas frases sobre Glenn Jones e de como este é um dos mais importantes discípulos de John Fahey, mas neste caso somos obrigados a replicar as bonitas palavras da sempre bonita Amplificasom:

No separador "Amplificasom" do nosso site desabafamos que «sonhamos com todo o tipo de caminhos para tornar a música ao vivo essencial». Também não é por acaso que chamamos eventos aos nossos concertos, são muito mais que duas ou três bandas a subir e a descer do palco de forma aleatória numa sala qualquer. Não, tudo tem um objectivo (...)

O norte-americano, na companhia de Jorge Coelho, estará no dia 4 de março, pelas 22h, na sala 307 do CC Stop, com a entrada limitada a 30 pessoas e preços a 10€, jantar vegetariano incluído. Se se despacharem a enviar-lhes um mail pode ser que ainda tenham sorte.
Falaise em estreia na ZDB
· POR Nuno Catarino · 03 Fev 2012 · 14:59 ·


São um novo projecto da efervescente cena musical (marginal?) nacional. Entre os saxofones barítono e tenor de Pedro Sousa (duo Sousa/Ferrandini, Pão, Canzana, Eitr, etc.) e o contrabaixo de Hernâni Faustino (RED Trio, SONE Quartet, Nobuyasu Furuya Trio, etc.) acaba de nascer um novo mundo. O novíssimo duo chama-se Falaise e, trabalhando no terreno da improvisação, prepara-se para editar o seu registo de estreia, de título homónimo, através da Dromos Recordings (casa que lançou Niagara, Thollem Mcdonas e Tetuzi Akyiama, entre outros). Para assinalar a ocasião Pedro Sousa e Hernâni Faustino apresentam-se ao vivo na Galeria ZDB, no próximo dia 17 de Fevereiro. Será uma óptima oportunidade para testemunhar ao vivo o arranque de um duo que promete muito.
The Shins chegam a Port of Morrow em Março
· POR André Gomes · 03 Fev 2012 · 14:23 ·


O novo single dos The Shins já anda por aí e chama-se “Simple Song”, faz justiça ao nome (e ainda é uma das melhores canções que alguma vez gravaram) e é apenas uma das canções do novo disco da banda, Port of Morrow, o quarto. Chega às lojas portuguesas a 19 de Março.

Port of Morrow foi gravado entre Los Angeles e Portland durante o ano de 2011, produzido por Greg Kurstin e misturado por Rich Costey. A capa do álbum – ali em cima - é da autoria de Jacob Escobedo.

Podem ouvir "Simple Song" aqui.

Porcelain Raft lança disco de estreia
· POR André Gomes · 03 Fev 2012 · 01:16 ·


Porcelain Raft, o projecto de Mauro Remiddi que estará em Portugal para dois concertos nas primeiras partes de M83 (11 de Março no Hard Club, Porto, 12 de Março no Lux, em Lisboa), acabou de lançar o seu disco de estreia pela Secretly Canadian. Strange Weekend, o sucessor do EP Gone Blind, foi gravado numa cave em Brooklyn e, muito resumidamente, explora a pop de sintetizadores e a dream pop. Como é possível conferir ouvindo "Unless You Speak From Your Heart".

Os Sunflare vão incendiar a Europa
· POR Paulo Cecílio · 03 Fev 2012 · 00:38 ·


Seria preciso ser estúpido, muito estúpido, ou hipster, muito hipster, para dizer que Young Love já não bate tanto quanto há uns meses atrás. Poucas coisas na vida farão disparar mais uma reacção institiva de abandono total do corpo do que os segundos iniciais de "Facemelt", e isto mesmo poderá comprovar quem os vir na digressão que os levará a tocar em quatro países (cinco, para aqueles solidários com o povo basco), e que se inicia já esta sexta-feira com um concerto em Madrid. Até ao dia 15, o trio lisboeta estará ocupado a foder os tímpanos de todos os que procuram o riff, sendo que será o Porto (melhor cidade) a acolhê-los no final, após passagens por Barcelona, Londres e Bordéus. Aqui fica a informação sobre as datas para os emigrantes, turistas e/ou curiosos que até aqui chegaram através do tradutor do Google. E uma esperança de que o enorme Julian Cope - que já os elogiou - esteja presente em Londres e se inspire a escrever um Lusorocksampler.

03-02-2012 - Madrid @ Nasti Club
04-02-2012 - Bordeaux @ Saint Ex
05-02-2012 - Vitoria-Gasteiz @ Ibu Hots
06-02-2012 - Toulouse @ La Dynamo
07-02-2012 - Amiens @ TBA
08-02-2012 - Nottingham @ Chameleon
09-02-2012 - Bradford @ The 1 in 12 Club
10-02-2012 - London @ 113 Dalston Lane
11-02-2012 - Caen @ TBA
13-02-2012 - Barcelona @ Cafe da Madeira
14-02-2012 - Gijón @ The Class
15-02-2012 - Porto @ Rua da Cedofeita
Sei Miguel ao vivo em dose dupla
· POR Nuno Catarino · 03 Fev 2012 · 00:36 ·

© Vera Marmelo

Ainda na ressaca da edição de Turbina Anthem, magnífico duo com Pedro Gomes que marcou o ano 2011, Sei Miguel está de regresso aos concertos em dose dupla. Porto e Lisboa vão acolher a apresentação da peça "Prelúdio e Cruz de Sala" (“uma oração circular, moeda mística passiva", em estreia nacional), numa interpretação a cargo do "Unit Core": o líder Sei no pocket trumpet; Fala Mariam no trombone alto; Pedro Gomes na guitarra eléctrica; e César Burago na percussão. No dia 4, sábado, Sei actua na Culturgest, no Porto; no dia 7, terça-feira, é a vez do trompetista e compositor se apresentar no Maria Matos Teatro Municipal, em Lisboa. Obrigatório.
Dois lobos na noite
· POR Nuno Catarino · 03 Fev 2012 · 00:35 ·

© Vera Marmelo

São dois dos mais valiosos talentos da música nacional e partilham, além do apelido, uma longa história em comum. Parceiros desde a infância, formaram os Norman (que bonita foto) e estiveram juntos em palco quando Norberto se estreou ao vivo, há cerca de 12 anos. Hoje em dia já todos conhecerão a lenda de Norberto Lobo, guitarrista superlativo, com múltiplas provas dadas - os discos Mudar de Bina, Pata Lenta e Fala Mansa, o trio Tigrala e variadas colaborações ad-hoc (destaque com a parceria com Sei Miguel). O baterista João Lobo é um dos mais criativos bateristas vindos do universo do jazz, não se confinando a esse registo - membro do quarteto luso-italiano Tetterapedequ (originalíssimo disco editado pela Clean Feed) e colaborador de gente grande como Enrico Rava, Carlos Bica ou Scott Fields. Tendo em conta estas premissas, podemos desde já antever que entre a guitarra de Norberto e a bateria de João irá nascer uma música incomparável. A dupla actua a 15 de Fevereiro no Maria Matos e no dia 18 o duo vai até Guimarães, a imparável Capital Europeia da Cultura, para uma actuação no Centro Cultural Vila Flor. Quem tem medo do lobo, mau?
Abram alas para o cortejo fúnebre de Mark Lanegan
· POR Hugo Rocha Pereira · 03 Fev 2012 · 00:33 ·


Pois. Outro dos grandes (Mark Lanegan, de Screaming Trees, Queens Of The Stone Age, entre outras bandas de calibre) que lança álbum em nome próprio este ano. Desde Bubblegum (de 2004) que não o fazia, mas parece que a espera valeu a pena. O disco, que é editado na próxima segunda-feira, chama-se Blues Funeral e conta com participações ilustres: Greg Dulli (Afghan Whigs), Josh Homme (Kyuss; QOTSA) e Jack Irons – Red Hot Chili Peppers; Pearl Jam. Mas o mais importante é ouvir a música – já disponível em streaming no site da Mojo – e aproveitar para ver Mark Lanegan ao vivo entre nós no fim de Março: dia 30 no Hard Club do Porto e na noite seguinte pela sala TMN Ao Vivo, em Lisboa. É entrar no cortejo. Qualquer coveiro sabe que nascemos sem nada e partimos sem nada levar; a não ser sete palmos de terra.

Novo disco de Rufus Wainwright tem mão de Mark Ronson
· POR André Gomes · 02 Fev 2012 · 15:57 ·


Para o seu novo disco, o 7º da sua carreira, Rufus Wainwright deu o braço a Mark Ronson. Out Of The Game, que será editado a 23 de Abril , foi gravado em Nova Iorque no passado Outono e tem 13 canções no seu alinhamento. Out Of The Game conta com uma lista de convidados que inclui os enormes Dap-Kings – que já tinham trabalhado com Ronson em Back To Black da falecida Amy Winehouse; Nels Cline dos Wilco; Sean Lennon e Martha Wainwright, entre outros. Em Abril será possível ver que alterações tem Rufus Wainwright na sua manga.

O Vodafone Mexefest já tem os artistas nas respectivas salas
· POR André Gomes · 02 Fev 2012 · 14:56 ·


O Vodafone Mexefest já tem uma calendarização dos artistas pelos respectivos espaços para a sua edição na cidade do Porto. Podem checkar tudo aqui. Nos dias 2 e 3 de Março o Porto recebe nomes como Josh Rouse, St Vincent, Hanni El Khatib (ali em baixo), Twin Shadow, Niki & The Dove, The Dø, Emika, Dillon, King Krule, Norberto Lobo, Lacraus, Diego Armés, Portable, Makam, Peak & Swift, Russian Red, Muchachito Y El Trio Infierno, Dani Black, Norton, David Pires, Alto! ou The Underdogs.

Já se pode ouvir uma canção nova de M Ward
· POR André Gomes · 02 Fev 2012 · 12:38 ·


Já tínhamos avisado que M Ward tinha novo disco, que se chama A Wasteland Companion e sairá em Abril. O que ainda não tínhamos dito, sobretudo porque só se soube ontem, é que tem nova canção para audição e novo vídeo. A nós parece-nos que são ambos bem bonitos, o que legitima ainda mais o processo de salivação pelo novo disco que aí vem. Ouçam e vejam "The First Time I Ran Away" e tirem as vossas próprias conclusões.

Toro Y Moi lança espécie de compilação retrospectiva e oferece canção
· POR André Gomes · 02 Fev 2012 · 12:09 ·

© Bryan Bush
A carpark deixou-nos saber que Chazwick Bundick, que é como quem diz Toro Y Moi, vai lançar no dia 23 de Abril uma caixa intitulada June 2009 que aponta olhares para o que produziu antes de editar um EP e dois discos. Este lançamento inclui os temas “Best Around”, “Take The L To Leave”, “Girl Problems”, “Dead Pontoon” (que podem ouvir ali em baixo na troca do vosso e-mail), “Ektelon”, “Drive South”, “Sad Sams”, “Talamak (First Version)”, “Warm Frames” e “New Loved Ones”. Parece uma excelente forma de descobrir como é que Chazwick Bundick chegou a fazer a música que faz.











Osso Vaidoso são os convidados do BODYSPACE AU LAIT de Fevereiro
· POR André Gomes · 01 Fev 2012 · 23:36 ·


OSSO VAIDOSO
12 DE FEVEREIRO, DOMINGO
19H

Café au Lait, Porto
Entrada livre

Alexandre Soares e Ana Deus encontraram uma nova casa depois da frutífera experiência com os Três Tristes Tigres nos idos anos 90. Em vez de ser feita de cimento, tijolos ou madeira, esta nova casa é feita de canções e ossos – e alguma vaidade. É uma casa com instinto animal. Ah, último mas não menos importante, é uma casa reduzida ao essencial, apenas com a mobília necessária. Voz e guitarra, palavra e som. Com o disco de estreia, Animal, com selo da Optimus Discos, os Osso Vaidoso ganharam corpo e entraram directamente para um lugar de destaque na música portuguesa. Convocaram Valter Hugo Mãe, Alberto Pimenta ou Regina Guimarães para chegar às palavras certas e o resto aconteceu naturalmente, em bom português falado-cantado-gritado e com guitarras provavelmente improvisáveis. No BODYSPACE AU LAIT de Fevereiro, Alexandre Soares e Ana Deus, dois tristes tigres, apresentam o seu Osso com vaidade.
Bodyspace convida ilustrador Júlio Dolbeth a reinterpretar 10 capas de discos icónicas
· POR André Gomes · 01 Fev 2012 · 14:11 ·


O convite foi aceite pronta e calorosamente: Júlio Dolbeth, um dos nomes grandes da ilustração em Portugal, agarrou sem hesitações a nossa proposta de reinterpretar à sua maneira – o seu traço é reconhecível a metros de distância - uma selecção de dez capas de discos que, por um motivo ou outro, ficaram coladas na memória colectiva até aos dias de hoje. Capa a capa, motivo a motivo, Júlio Dolbeth promete dar nova vida – e perspectiva – a capas que pensávamos fechadas para arquivo. O resultado final chegará algures em Setembro e terá a sua apresentação numa exposição – local, data e surpresas a anunciar em breve - que revelará o tratamento final que Júlio Dolbeth quis dar a dez imagens que ajudaram a construir o imaginário musical das últimas décadas. Até lá deixem por favor o artista trabalhar. Por enquanto podem ver ali em cima esta ilustração, concebida para o efeito, só para abrir o apetite.
Julie and the Carjackers levam Parasol a Guimarães
· POR André Gomes · 01 Fev 2012 · 14:10 ·


No próximo sábado, dia 4 de Fevereiro, às 12 badaladas, o Café Teatro do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, recebe os Julie and the Carjackers e as canções de sensibiidades indie de Parasol, o disco de estreia de João Correia e Bruno Pernadas com selo da Pataca Discos. Para este concerto os Julie and the Carjackers contam com Inês Sousa (voz e percussões), Margarida Campelo (voz, piano e teclados), Nuno Lucas (baixo e contrabaixo) e António V. Dias (bateria e voz).

Jim Jarmusch troca a câmara de filmar pela guitarra
· POR Hugo Rocha Pereira · 01 Fev 2012 · 13:10 ·
A relação de Jim Jarmusch com a música não é de agora (desde as bandas-sonoras marcantes à curadoria do All Tomorrow’s Parties nova-iorquino de 2010), mas será este ano que o realizador do sublime Down By Law colocará pela primeira vez a sua assinatura num disco. Concerning The Entrance Into Eternity junta o norte-americano (que assegura as guitarras) com o holandês Jozef Van Wissen, que se encarrega do alaúde. O disco, que tem edição oficial prevista para 28 de Fevereiro, apresenta como primeiro cartão-de-visita “The Sun OF The Natural World Is Pure Fire”, combinação de harmonias do alaúde com dissonâncias que saem das cordas de Jarmusch. Para ouvir de seguida.

Lydia´s Sleep lançam EP de estreia
· POR André Gomes · 01 Fev 2012 · 12:41 ·


© Morning Photography

O primeiro EP dos setubalenses Lydia´s Sleep já se encontra disponível. Podem ouvi-lo ali em baixo. Para quem não sabe como a banda nasceu Zé Quintino explica: "Os Lydia´s Sleep juntaram-se no início deste ano quando o Luís (de Objects) e o Gonçalo (de Porn Sheep Hospital) se juntaram à formação original da banda que eu e o Diogo tínhamos antes (Chaosledtoquiet). Ou seja todos nós já tivemos uma ou mais experiências com bandas anteriores". Mais só nesta entrevista.


O primeiro tiro do bacamarte de Jack White
· POR Hugo Rocha Pereira · 01 Fev 2012 · 12:29 ·


O senhor White Stripes, Raconteurs e Dead Weather está prestes a lançar o seu primeiro disco a solo. Blunderbuss (“bacamarte”, em português) será o título da estreia, que deverá acontecer dia 23 de Abril, pela Third Man Records/XL Recordings. O primeiro avanço do álbum já foi disponibilizado. O single chama-se “Love Interruption” e pode ouvir-se aí em baixo.

Parceiros