Janeiro 2012
John Talabot em disco e no Porto
· POR Bruno Silva · 31 Jan 2012 · 17:36 ·


Por aqui já andamos deslumbrados com ƒin do John Talabot, mas enquanto não escrevemos algo mais cuidado a tentar salientar as razões para esta euforia, deixamos a notícia de que o músico catalão estará no Porto a 17 de Fevereiro no espaço do Traçadinho - com organização da Enlarge Your Audio. O preço dos bilhetes é de 5 euros para quem entrar até à 1:30h e de 10 euros depois dessa hora (8 euros para inscritos na newsletter e para quem levar o flyer da festa). Estreia absoluta de Talabot em Portugal, com o álbum de estreia mesmo a sair pela recomendável Permanent Vacation e já com um extenso arsenal de originais (muitos lembram-se de "Families" com Glasser, mas não fica por aí) e de remisturas para nomes como XX, Teengirl Fantasy ou Tahiti 80 na bagagem. Quanto às razões, aqui fica uma entre as 11 possíveis:

M.I.A. igual a si própria
· POR Bruno Silva · 31 Jan 2012 · 15:59 ·


Depois da confusão que foi ///Y/ - numa tentativa infrutífera de albergar todo um mundo de desvios demasiado ambiciosa - foi com prazer que ouvimos a M.I.A. a divertir-se novamente com Vicki Leekx. Incluída nessa mixtape, "Bad Girls" chega agora a lume na sua versão completa, a deixar antever um disco de regresso à celebração de Kala. Produzida pelo Danja (produtor fantasma de coisas como "Promiscuous" que parece ter-se finalmente libertado da tutela do Timbaland), "Bad Girls" é talhada na perfeição para a M.I.A. naquela profusão de ritmos e arabescos que não precisa de arriscar um mínimo para atingir um estado de bonomia. Sem deixar grande marca, eleva-se ligeiramente com a intromissão daquele sintetizador no refrão, como que a estabelecer uma ponte entre o mantra de "live fast, die young / bad girls do it well" e a generalidade nonsense das rimas. Malha escorreita e eficiente, a aguardar vídeo oficial realizado pelo responsável pela desastrosa "Born Free". É aproveitar para ouvir já, antes que as imagens façam dela algo a desprezar :

Isto não é uma Festa Indie, parte II:
· POR Paulo Cecílio · 31 Jan 2012 · 15:43 ·


Após terem enchido o Lounge na passada sexta-feira com Tren Go! e Black Bombaim, é de esperar que as noites Não-Indie da Lovers tenham cada vez maior sucesso pela capital. No dia 17 de fevereiro voltarão à carga com um concerto - de borla, claro - do venezuelano Algodón Egipcio, pop electrónica para fazer dançar vinda de um tipo com a melhor afro que vimos nos últimos anos (vai-te foder, Witsel). A festa está marcada para as 22h e prossegue noite dentro com uma actuação do Som Sistema da Lovers, de quem se espera Scooter, discursos cocainados e nudez q.b. para continuar a demonstrar que estas festas são como o algodão, não enganam (deixem de fazer essa cara, a piada era demasiado óbvia para não a utilizar).
Low e Tindersticks no Festival Para Gente Sentada
· POR André Gomes · 31 Jan 2012 · 10:23 ·


Ontem confirmaram-se os Tindersticks para a edição 2012 do Festival Para Gente Sentada, em Santa Maria da Feira, e agora é a vez de confirmar o regresso dos Low a Portugal. Os primeiros apresentam-se a 25 de Março e os segundos no dia 24. Mimi Parker e Alan Sparhawk regressam para apresentar C´mon, editado pela Sub Pop em 2011. Os bilhetes para o festival custam 22 euros para um dia e 33 para dois dias.

Guimarães visto de dentro
· POR André Gomes · 31 Jan 2012 · 00:47 ·




Seguindo pelas ruas de Guimarães no sábado passado era possível perceber que havia música dentro de algumas casas: ou porque se ouvia bem de janela aberta ou porque se podia ler “Esgotado” em algumas portas mais concorridas. Mas era possível perceber uma cidade diferente, já Capital Europeia da Cultura, já a celebrar o título especial que lhe “calhou” em 2012. Era dia de Mi Casa es Tu Casa, pensado por Fernando Alvim e executado por Paulo Brandão e pela equipa da CEC. Música chez quem quis abrir as suas portas. Subimos as escadas de um edifício do centro da cidade e já Nuno Prata se preparava para dar música a quem coube naquela sala. Todos sentados no chão, silêncio quase total. E foi ver Nuno Prata a dar de mão beijada 40 minutos do seu cancioneiro. Até havia bolachinhas em forma do coração que é o símbolo desta capital. Andar de cima, sala cheia. Aldina Duarte e António Zambujo, duas vozes e muito intimismo. Diria cumplicidade. E muito beleza entre ambos. Só deu para ver dois concertos e mesmo assim foi impossível não sentir – ou imaginar pelo menos – o calor que correu tantas casas de Guimarães naquele final de tarde frio da cidade.
A Thisco não morreu
· POR André Gomes · 30 Jan 2012 · 23:24 ·


Achavam que a Thisco tinha morrido? Não podiam estar mais enganados. Está viva e bem viva. Para começar: tem novo site; tem uma compilação editada online com projectos oriundos dos Estados Unidos e Portugal com titulo Atlanthis; os portugueses PMDS que já mostrado trabalho em compilações da editora, regressam às edições com um disco em nome próprio; há um novo trabalho do projecto Sci Fi Industries, Half day, Half minute, que se encontra disponível para audição integral; e ainda há uma primeira incursão da editora em vinil, no álbum This is Thisco, para celebrar os dez anos da editora - mais uns que chegam a uma década - com Rasal.asad, Shhh, Thermidor, Broto Verbo, Structura, Mikroben Krieg, Electrólise, Sci-fi Industries, Partisan Kane, Waste Disposal Machine e Euthymia.

Mas há mais: a edição do livro de um grande musicólogo nacional (por revelar), em edição conjunta com a Chili com Carne e, ufa, um novo volume da antologia literária e discográfica Antibothis que conta com escritores e músicos como Carl Abrahamson, V. Vale, Scanner, Chad Hensley, Phillipe Petit, Z´ev, Crimethinc, Stefan Mathieu, Joe Coleman, Ewen Chardronnet, Raymon Salvatore Harmon, The Stargazer's Assistant, entre outros. Este último projecto será apresentado em Guimarães, na Capital Europeia da Cultura para apresentar a Antibothis. Parece que vem aí um grande 2012 para a Thisco.

ÖLGA e Paul Simon, juntos finalmente
· POR André Gomes · 30 Jan 2012 · 23:10 ·


Não, não é uma colaboração dos portugueses ÖLGA com Paul Simon. Acontece que o trio lisboeta encontra-se em gravações do novo álbum, mas enquanto este não vê a luz do dia apresentam um novo vídeo, para a luminosa e curvilínea "Paul Simon", gravado em Brooklyn, durante a tour da banda por Nova Iorque. Parece que estão para chegar grandes mudanças no som dos ÖLGA.

Walter Benjamin tem novo single para novo disco
· POR André Gomes · 30 Jan 2012 · 19:29 ·


Não falamos do "ensaísta, crítico literário, tradutor, filósofo e sociólogo judeu alemão", entenda-se. Mas sim do escritor de canções a viver em Londres. Walter Benjamin tem um novo disco chamado The Imaginary Life of Rosemary and Me que será editado no próximo dia 9 de Abril pela Pataca Discos. E agora tem novo single. Chama-se “Airports and Broken Hearts”, é uma "música sobre aviões, corações destroçados e tornar o aeroporto de Heathrow num sítio tropical", tem a participação de Márcia e Francisca Cortesão (Minta), para além dos clássicos João Correia & Nuno Lucas (Julie & the Carjackers), e pode ser ouvida aqui em baixo.

Mas também há concertos na agenda: Walter Benjamin volta a Lisboa esta semana para 2 concertos: dia 2 de Fevereiro, pelas 23h30m, no Musicbox, a convite da Rua de Baixo; e dia 3 de Fevereiro, na Galeria Cristina Guerra - tem título de “Walter, Julie and Charlie” -, um concerto integrado na exposição Monkey Business de João Paulo Feliciano (Pataca Discos).

Tindersticks regressam a Portugal com novo disco
· POR André Gomes · 30 Jan 2012 · 15:37 ·


Boas notícias para quem gosta de boas notícias. Os britânicos Tindersticks, muito adorados por terras lusas, têm data marcada para o seu regresso. A banda liderada por Stuart A. Staples apresenta o novo álbum, The Something Rain, com edição marcada para dia 20 de Fevereiro, no dia 26 de Março, no São Jorge, em Lisboa. Os bilhetes estão à venda a partir de amanhã, 31 de Janeiro, às 10h00. Os bilhetes para a 1ª Plateia custam 30,00 Euros, para 2ª Plateia 28,00 Euros e para o Balcão 25,00 Euros. Em baixo podem ouvir uma das canções do novo disco, "Medicine"

Mark McGuire + Spencer Clark + filmes de surf = Inner Tube
· POR Pedro Rios · 30 Jan 2012 · 13:19 ·


São dois gigantes e vê-los a trabalhar num disco faz-nos pensar que o mundo, afinal, é um sítio porreiro para se estar. Mark McGuire (Emeralds) e Spencer Clark (Skaters, Monopoly Child Star Searchers) formam uma equipa de sonho do novo psicadelismo. De formas diferentes, alimentam-se da cultura popular para nos dá-la de novo, regurgitada, transformada, pelo que não estranha que se juntem. McGuire e Clark juntaram-se e fizeram o projecto Inner Tube, que acaba de lançar o primeiro disco, inspirado por filmes de surf e pelas praias australianas.

No site da editora de Clark, a Pacific City Sound Visions ouve-se uma amostra: teclado em ascese de loops, batidas rafeiras e McGuire em power chords. Fixe.

Os dois vão andar a apresentar o disco na Nova Zelândia e na Austrália e nós só pedimos que alguém se lembre deles por cá: num mundo ideal, eles tocariam no Sudoeste, num palco especial, junto à praia.
O Termómetro aponta um estado febril para o dia 4 de Fevereiro
· POR Hugo Rocha Pereira · 30 Jan 2012 · 12:17 ·


Está frio, não é?! Há até quem sugira que as noites andam tão geladas que vivemos num cantinho chamado Península Sibérica. Mas as coisas vão aquecer, já no primeiro sábado de Fevereiro (dia 4), com a final do Festival Termómetro, na Sala 114 do Porto - zona industrial. Os Crisis, Zurich Dada, Black Mamba Trio, Stand Up Against Heart Crime, Matiti+Mama Galli e Alex D'Alva Teixeira vão disputar o primeiro lugar, que dá direito a editar um CD com quatro temas originais, gravar um videoclip, realizar uma sessão fotográfica profissional e viajar até Londres.

O concurso será apresentado por Fernando Alvim e tem Henrique Amaro, programador/divulgador de novos talentos nacionais/radialista da Antena 3, como presidente do júri e porta-voz da decisão desta final, que será abrilhantada pelas actuações dos Salto e de Linda Martini.
Ideias antigas em disco novo
· POR Hugo Rocha Pereira · 30 Jan 2012 · 11:06 ·


Embora possa não parecer, esta segunda-feira (dia 30) são editados mais discos do que Born To Die. E um deles merece especial atenção, por celebrar os 40 anos de carreira de Leonard Cohen e ser o primeiro álbum de inéditos que o autor – músico, poeta, escritor – canadiano lança desde Dear Heather, de 2004.

Old Ideas, o 12º registo de estúdio da carreira de Leonard Cohen, que continua a cantar hinos de penitência (em que as questões existenciais muitas vezes se cruzam com os sentidos) como ninguém, foi disponibilizado na totalidade para streaming através do site da NPR. Já escutámos e confessamos: algumas ideias antigas valem bem mais do que certas fórmulas modernas.

BODYQUIZ #1 | Tó Trips / Dead Combo
· POR · 29 Jan 2012 · 12:57 ·


Que disco tem rodado mais nos teus ouvidos ultimamente?
Heavy Mental, o último do Vitor Rua.

Vinil, CD, MP3 ou cozinha tradicional portuguesa?
Boa comida portuguesa acompanhada em qualquer suporte!

Qual foi o último concerto que te deixou sem fôlego?
Pedro Gomes ( Caveira ) + Gabriel Ferrandini ( Red Trio) @ ZDB.

Se fosse lei ouvir uma canção em loop para todo o sempre, qual gostarias que fosse?
Qualquer uma da Nina Simone.

O que te anda a tirar do sério ultimamente?
Os políticos desde sempre!

Qual é o teu novo projecto em mãos e o que é precisamos de saber acerca dele?
O design para uma caixa com a discografia dos Dead Combo a sair em Março.

Qual é a melhor coisa que te podia acontecer neste momento?
Tirar umas férias com a minha família!

Que pergunta é que este Quiz não tem e devia ter?
Nunca fui fã que me fizessem muitas perguntas!
Martina Topley Bird voa até Lisboa e Estarreja
· POR André Gomes · 27 Jan 2012 · 22:41 ·


Martina Topley Bird, a voz celebrizada pelas pelas colaborações com Massive Attack e Tricky, regressa a território português para dois concertos em Lisboa e Estarreja. No 2 de Março, Martina Topley Bird apresenta-se no Cine-Teatro de Estarreja (com bilhetes entre 8 euros e 10 euros) e no dia seguinte no imparável Musicbox, em Lisboa, com bilhetes a 18 euros. A última vez que Martina Topley Bird lançou um disco foi em 2010; Some Place Simple de seu nome, com selo da Honest Jon's.


Novidades das CocoRosie
· POR André Gomes · 27 Jan 2012 · 17:44 ·


Parece que as manas Casady querem expandir o negócio. Tudo por causa do espectáculo Die Achte Nacht. Sierra e Bianca vão passar as próximas três semanas a ensaiar em Hamburgo (Kampnagel) com um grupo de vinte artistas e estreiam esse novo espectáculo nos dias 23 e 24 de Março. Essa estreia inclui a primeira produção de dança/teatro de Bianca Casady, Nightshift, em colaboração com o coreógrafo francês/brasileiro Bino Sauitzvy e com o bailarino Leiomy Maldonado de Nova Iorque. Pode ser que, com sorte, este espectáculo possa passar por Portugal em breve.

Recordamos a Videoteca Bodyspace gravada com as CocoRosie.


JP Simões vai à Tertúlia Castelense soprar dez velas da casa
· POR André Gomes · 27 Jan 2012 · 17:01 ·

© Estelle Valente
A Tertúlia Castelense, belíssima casa no Castelo da Maia, é como nós: celebra dez anos de existência em 2012. E no próximo sábado, às 23:30, JP Simões – como é que ele ainda não enche os Coliseus, senhores, como? – regressa à casa para soprar as 10 velas de tão bonita vida. A entrada custa 8 euros, o que parece pouco quando nos lembramos da experiência que é ver JP Simões cantar histórias e contar canções com uma guitarra nas mãos. A última vez que JP Simões foi à Tertúlia Castelense fomos lá registar isto - aqui em baixo - no tempo.

Tó Trips é o convidado do BODYSPACE AU LAIT de Janeiro, celebremos
· POR André Gomes · 26 Jan 2012 · 23:34 ·


Tó Trips
29 DE JANEIRO, DOMINGO
19H

Café au Lait, Porto
Entrada livre

Tó de nome, Trips de missão. Amen Sacristi, Santa Maria Gasolina em teu Ventre, Lulu Blind, Hi Fi Jo, The Tysons, Dead Combo (onde escreveu uma das mais belas páginas da música portuguesa da década que passou) e, finalmente, Tó Trips, reduzido a si mesmo. Com o disco a solo na guitarra editado em 2008, baseado em memórias e em material fotográfico das viagens que fez com a sua mulher, Tó Trips redescobriu-se a si próprio e o resultado deixou muito boa memória: Guitarra 66, com selo da Mbari, é o nome desse episódio muito feliz. Lá dentro descobrimos uma luta igual – ao contrário de tantas outras - entre homem e guitarra clássica: visceral e com as entranhas todas à mostra. Ao vivo, Tó Trips e a sua guitarra carregam às costas todos estes ingredientes e levam-nos para dimensões transcendentais - há por aí vídeos de Youtube que não deixam mentir. No primeiro BODYSPACE AU LAIT da nova temporada, Tó Trips promete levar todos por essa viagem e transformar o Café au Lait em lugar de culto.
Mi Casa es tu Casa invade casas vimaranenses
· POR André Gomes · 26 Jan 2012 · 15:01 ·


A ideia é de Fernando Alvim: Mi Casa Es Tu Casa vai levar concertos directamente aos sótãos, casas-de-banho, salas e quintais dos vimarenses. Concertos ao domicílio, portanto. Acontece tudo este sábado, 28 de Janeiro, das 12h às 22h, nas casas do Centro Histórico de Guimarães. Depois da romaria, o próprio Fernando Alvim assina um DJ Set no Centro de Artes e Espectáculos São Mamede a partir das 00h.

Aldina Duarte e António Zambujo, At Freddy’s House, Best Youth, Capitão Fausto, Cavalheiro (na foto), Guta Naki, Luisa Sobral, Nick Nicotine, Nuno Prata e We Trust são alguns dos nomes que dão a cara por este projecto que ocupa ao todo 32 casas do centro histórico de Guimarães que aderiram voluntariamente a esta iniciativa.

Das 12h às 22h, Mi Casa es Tu Casa vagueia pelas ruas da Capital Europeia da Cultura com a Fundação Orquestra Estúdio, a formação sinfónica composta por 83 músicos criada propositadamente para esta Capital Europeia da Cultura.
Buraka Som Sistem agitam Capital Europeia da Cultura
· POR André Gomes · 26 Jan 2012 · 14:51 ·


É já este sábado que os Buraka Som Sistema abanam consideravelmente a cidade de Guimarães em ano de Capital Europeia de Cultura. Acontece tudo no Pavilhão Multiusos de Guimarães a partir das 22 horas. O colectivo kudurense lisboeta continua a apresentar Komba, editado em 2011. Saúda-se naturalmente a frescura da proposta num evento deste género. Os bilhetes para o concerto que encerra a primeira semana do evento custam 10 euros. É caso para dizer: Guimarães, espera um momento que você vai sentir sabor, espera.

Gary Lucas regressa a Portugal pelas mãos do Myspace
· POR André Gomes · 26 Jan 2012 · 11:16 ·


É já este fim-de-semana que Gary Lucas, o guitarrista que ajudou Jeff Buckley a escrever Grace, que colaborou com Captain Beefheart, entre outras coisas bonitas, apresenta-se amanhã na Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, pelas 23h00, e no sábado no Plano B, no Porto, pelas 23h30. O concerto acontece no âmbito das Myspace Sessions. Em 2004 publicamos uma entrevista com Gary Lucas que nos contou tudo o havia para saber acerca do seu trabalho.

Os bilhetes para os concertos em Portugal estão à venda na TicketLine e nos locais habituais e estão disponíveis por 13€ e 12.50€, em Lisboa e no Porto, respectivamente.


Confiem, ainda há almoços grátis
· POR Hugo Rocha Pereira · 26 Jan 2012 · 01:26 ·

© Miguel Estima

O custo de vida está pela hora da morte, são cortes atrás de cortes, o IVA dos espectáculos subiu… mas não há desculpa para deixar de ir a concertos – pelo menos aos que acontecem no número 159 da Avenida da Liberdade até ao dia 11 de Fevereiro. O espaço Pop Up anda a promover workshops, curtas-metragens e showcases gratuitos com várias bandas nacionais; e o melhor é que a entrada é gratuita. Inaugurado no passado dia 19 para promover o lançamento do “Up”, o novo modelo da Volkswagen, a organização convida criadores e artistas plásticos para aí exporem os seus trabalhos, bem como músicos e DJs para literalmente darem música a quem passar por lá.

Segue a lista dos concertos agendados de hoje em diante:

26 de Janeiro - Samuel Úria
27 de Janeiro - Norton
28 de Janeiro - Frankie Chavez

01 de Fevereiro - Rita Braga
02 de Fevereiro - Cavaliers of Fun
03 de Fevereiro - We trust
04 de Fevereiro - Capitães da Areia

08 de Fevereiro - a Jigsaw
09 de Fevereiro - Filho da Mãe
10 de Fevereiro - Balla
11 de Fevereiro - You Can´t Win, Charlie Brown!
Convidamos Vas. Exas. para o doutoramento honoris causa dos Dead Combo
· POR Hugo Rocha Pereira · 26 Jan 2012 · 00:54 ·


Pedro Gonçalves e Tó Trips têm fama de chegarem atrasados às aulas. Mas a verdade é que já tiraram o mestrado e apresentaram a tese de doutoramento, obtendo sempre excelentes avaliações por parte do público e da crítica. Só faltava mesmo irem à Aula Magna da Cidade Universitária lisboeta receber o título de Doutores Honoris Causa. E é isso que vai acontecer no próximo dia 3 de Maio, num concerto que celebra o aclamado disco Lisboa Mulata. Os bilhetes para a sessão honorífica, que se prevê bastante animada, variam entre os 15 e os 25 euros.

Optimus Alive: P de Portugueses, P de PAUS
· POR Hugo Rocha Pereira · 25 Jan 2012 · 21:00 ·


Após a confirmação de alguns artistas estrangeiros (Radiohead, Caribou, The Cure, Florence + The Machine, Justice, The Stone Roses, Mazzy Star, Metronomy e Snow Patrol), eis que é anunciada a primeira banda portuguesa que integrará o cartaz do festival Optimus Alive'12, que decorre entre os dias 13 e 15 de Julho: os PAUS (de Hélio Morais, João “Shela” Pereira, Makoto Yagyu e Joaquim Albergaria) actuam dia 15 de Julho, no Palco Optimus. Óptima oportunidade para ver ou rever uma banda que já passou pelo Passeio Marítimo de Algés em 2010; óptima chance de ouvir ou voltar a escutar os temas do EP É Uma Água e do LP homónimo, lançado no ano passado. Óptima notícia porque não gostamos do que o novo acordo ortográfico faz à língua portuguesa. Preferimos usar outro tipo de salsa como tempero.

Fãs de Checmical Brothers, é por ali
· POR André Gomes · 25 Jan 2012 · 14:50 ·


Amanhã, pelas 21h00, numa sessão única em Portugal, a ZON Lusomundo o documentário – que também é espectáculo CHEMICAL BROTHERS– Don’t think?, um filme que marca a estreia da dupla composta por Tom Rowlands e Ed Simons no formato. O documentário é assinado pelo realizador Adam Smith e foi registado no Fuji Rock Festival, no Japão, onde, diz-se, actuaram para 50 mil fãs. Este documentário tem 21 olhos em cima da dupla, que é como quem diz 21 câmaras que registaram o momento.


01 de Fevereiro - Rita Braga
02 de Fevereiro - Cavaliers of Fun
03 de Fevereiro - We trust
04 de Fevereiro - Capitães da Areia

08 de Fevereiro - a Jigsaw
09 de Fevereiro - Filho da Mãe
10 de Fevereiro - Balla
11 de Fevereiro - You Can´t Win, Charlie Brown!
Nicki Minaj versão vintage
· POR Bruno Silva · 25 Jan 2012 · 11:08 ·


Apesar de todo o mérito para a "Super Bass" em ter relançado Pink Friday pela força daquilo que tinha de melhor (as faixas bónus), e por ter dado origem a este momento über-fofo, a verdade é que sentíamos falta de algo da Nicki Minaj que seguisse a linha bizarra das mixtapes do passado. De certo modo, "Stupid Hoe" regressa aos tempos de coisas como "Itty Bitty Piggy", relegando o instrumental para uma batida insistente de tarola e palmas pontuada por alguns efeitos sonoros, para que seja a profusão de vozes da Minaj a ter todo o protagonismo. Trata-se também de mais um capítulo no beef entre ela e a Lil Kim, com uma linha tão idiota como "bitch talkin' she the queen when she looking like a lab rat" a deixar evidente que a mira está apontada à "Queen Bee". É também um daqueles casos em que uma malha ganha pontos extra com o vídeo. Excentricidade de um simbolismo animal camp, dirigida pelo Hype Williams que podem ver aqui em baixo :

O Vodafone Mexefest do Porto já tem o cartaz fechado
· POR Hugo Rocha Pereira · 25 Jan 2012 · 10:59 ·


Dito isto, vamos por partes.

Em primeiro lugar, os nomes que hoje foram confirmados para ajudarem a colocar a movida da Invicta ao rubro entre 2 e 3 de Março: Twin Shadow, Niki & The Dove, The Dø, Emika, Dillon, King Krule, Norberto Lobo, Lacraus, Diego Armés, Portable, Makam, Peak & Swift, Russian Red, Muchachito Y El Trio Infierno, Dani Black, Norton, David Pires, Alto!, The Underdogs, Social Disco Club, Rui Murka, 1ª Linha Soundsystem, André Cascais, Freshkitos, Nuno Forte e Rui Trintaeum.

Tal como aconteceu no passado mês de Dezembro em Lisboa, a música rolará em simultâneo no Porto durante duas noites seguidas, em concertos espalhados por diversas salas emblemáticas ou palcos mais ou menos imprevistos, como a Garagem Vodafone FM, o Coliseu do Porto, o Cinema Passos Manuel, o Teatro Sá da Bandeira, a Sala Super Bock Super Rock (Maus Hábitos), a loja Fnac Santa Catarina, o Pitch Club e o Ateneu Comercial do Porto.

Os outros artistas (anteriormente anunciados) que completam o festival Vodafone Mexefest do Porto são Cass McCombs, Best Youth, Capitão Fausto, Beatbombers, Fink, Foals (DJ Set), Hanni El Khatib, Josh Rouse, Ladrões do Tempo, St. Vincent, Tiger & Woods, Supernada, The Glockenwise e Salto. Saltam, então – não dez, não vinte, não trinta… – QUARENTA (!!) nomes para escolher e planear um fim-de-semana de sonho para qualquer melómano que se preze.
Os a Jigsaw vão andar aí a representar iberian style
· POR André Gomes · 24 Jan 2012 · 21:25 ·


No próximo dia 3 de Fevereiro os a Jigsaw iniciam uma tour ibérica de apresentação do mais recente disco de originais Drunken Sailors & Happy Pirates que começa em Portalegre (onde gravaram o disco), no Centro de Artes e Espectáculos local, e termina em San Sebástian. A digressão vai até Março e representa a continuidade da internacionalização da banda. As datas estão ali em baixo, depois do vídeo que aqui mostramos.



Fevereiro
03 - Grande Auditório CAEP (Portalegre)
04 - Theatro Bar (Tomar)
10 - Rock On Friday - Texas Bar (Barreiros/Leiria)
11 - Teatro Club Alpedrinha (Alpedrinha/Fundão)
24 - Vale de Pandora - Auditório ACR (Vale de Cambra)
25 - Teatro Loucomotiva (Taveiro/Coimbra)

Março
02 - 2+1, Ciclo Pop-Rock En La Universidad de Sevilla - Sevilla (Espanha)
09 - Passos Manuel (Porto)
10 - Kastrus River Club (Esposende)
12 - La Casa de Arriba Pop (Vigo-Espanha)
13 - Sala Son (Cangas - Pontevedra-Espanha)
14 - Café Maltés (Ferrol-Espanha)
15 - Monkey Club (Gijón-Espanha)
16 - Sala BNS (Santander-Espanha)
17 - Moby Dick (Madrid-Espanha)
18 - La Taberna Belfast (Leon-Espanha)
23 - Auditório Carlos Paredes (Lisboa)
24 - Cineteatro Municipal (Rio Maior)
28 - TBA (Espanha)
29 - Doka (San Sebástian-Espanha)
Sean Riley & The Slowriders em digressão pelo norte da Europa
· POR André Gomes · 24 Jan 2012 · 21:21 ·

© Rita Carmo

Depois da edição europeia de It’s Been a Long Night em Setembro do ano passado, e de se terem estreado nos Festivais Eurosonic e Reeperbahn, os portugueses Sean Riley & The Slowriders têm mais datas marcadas para o norte da Europa. O disco será apresentado na Dinamarca, Alemanha e Holanda. Afonso Rodrigues, Bruno Simões, Filipe Costa e Filipe Rocha apresentam-se em em Esbjerg e Copenhaga (Dinamarca), Berlim e Duisburg (Alemanha) e em Deventer, Alphen, Coevorden e Haarlem na Holanda. Acontece tudo entre o dia 26 de Janeiro e o dia 5 de Fevereiro. Depois disso, a 18 de Fevereiro, Sean Riley & The Slowriders regressam aos palcos nacionais para um concerto no Teatro Municipal de Vila Real.

Alto e pára o baile. Ou começa? Temos canção em estreia dos ALTO! para tirar todas as teimas
· POR André Gomes · 24 Jan 2012 · 02:00 ·


Tem selo da Lovers & Lollypops e é o disco de estreia dos ALTO!. E é mais rock para Barcelos e para Portugal. Para os putos. Para quem gosta de sujar-se. João Pimenta diz o que tem a dizer sobre este disco de estreia: “um primeiro disco, homónimo, que parece ter sido feito numa Bimby de tão incrível que é. Dois dias para gravar e um para misturar. E soa assim. Psicadelismo, fandango, crackpot garage, Cohen e Prishtina estão todos aqui. Como vultos. 10 vultos”.

João Pimenta diz que “foram 3 anos até aqui”. Foram “roubados pelo promotor em Granada”, comeram “batatas em Saragoça” e dormiram “num galinheiro na costa catalã”. Editaram 2 EPs (See you in hell, Ron! – 7 temas dedicado ao malogrado Asheton - e Computer says no gravado num museu dos 60s nas Astúrias – 5 temas salpicados pelo “Nuggets”. Durante esse tempo "tocaram no Barreiro Rocks, no Milhões, pelo país todo e pelas mais malditas províncias espanholas".

Últimos pensamentos: “É estranho o facto de grande parte da voz ter sido gravada num chuveiro. É estranho que as músicas tenham nomes de locais em Sarajevo, Joinville-le-Pont ou Praga. É estranho que tenha sido todo gravado e misturado em 3 dias. E altamente toda esta estranheza dar um disco assim”. E remata: “penso que o melhor seja ouvi-lo mesmo”. Não demorem mais, temos aqui “Hlavni Nadrazi” em estreia absoluta.

ALTO! - Hlavni Nadrazi [mp3]

You wanted a hit?
· POR Simão Martins · 24 Jan 2012 · 01:56 ·


E eis-nos em 2012, ano do término da humanidade, em que todas as cartadas são jogadas e as contas bancárias esvaziadas. Não será por acaso, então, que estamos perante a derradeira lufada de ar dos LCD Soundsystem. Já lhes fizemos as honras e sabíamos que este dia estaria para vir. Foi ontem a estreia de “Shut Up And Play The Hits”, dos LCD Soundsystem, documentário acerca dos últimos momentos da banda, que culminou no concerto de Madison Square Garden, a 2 de Abril do ano passado. Aguardamos, lacrimejantes, o lançamento do DVD.

Até sempre, do eternamente vosso,
Simão.

Cafetra até morrer
· POR Paulo Cecílio · 23 Jan 2012 · 22:16 ·


Isto não é, na verdade, o primeiro videoclip oficial d´Os Passos Em Volta: é o terceiro passo no plano que a Cafetra oculta do grande público. Plano esse que não passa senão pela dominação total do mundo. (Os dois primeiros passos foram, claro, o seu LP de estreia e o EP das Pega Monstro.) Nos pouco menos de dois minutos de "Fetra", malhão rock lo-fi que encerra Até Morrer, existe espaço para várias coisas; não só declarar intenções e amor absoluto pelo que fazem, como mandar foder quem os encara como um bando de putos sem talento que só são falados pela imprensa e pelos blogs por amiguismo. Tudo condensado num grito só de "Fetra!". Uma alegria destas é contagiosa. Dá vontade de tatuar "Fetra até morrer" num dos braços, ao lado de títulos de canções de Wavves que falam de putos sem esperança, para não nos esquecermos que existem dois lados numa moeda. Ou de coser um patch do símbolo da editora na mochila, ao lado de grandes como Ramones ou Black Flag. Fica aqui a ideia de marketing. E o vídeo, claro. Para ouvir até morrer.

Bragança também é país, bolas
· POR André Gomes · 23 Jan 2012 · 22:13 ·


A Dedos Bionicos tem, nos últimos tempos, ajudado a colocar Bragança no mapa musical português. Senão repare-se: recebem no próximo dia 26 de Janeiro, e em data única nacional, o concerto de Dead Western, no Museu do Abade de Baçal. Em Fevereiro, dia 10, preparam-se para receber Nathan Amundson, que é como quem diz Rivulets. Podem ouvir o próprio Nathan a dizer que está tudo fodido ali em baixo.

Em Março, começa-se a preparar a segunda edição do SpiritFest que conta já com duas bandas confirmadas: os Aquaparque e os britânicos Khuda. Mais informações para breve.

Active Child estreia novo vídeo antes de se estrear ao vivo em Portugal
· POR André Gomes · 23 Jan 2012 · 22:12 ·


Pat Grossi tem a sua estreia ao vivo em Portugal marcada para o próximo dia 14 de Fevereiro no Lux (as entradas custam 15 euros). Mas enquanto esse dia não chega, é já possível ver o vídeo oficial para “Hanging On”, aquela que é uma das melhores canções do seu disco de estreia, You Are All I See. A canção é grande mas o vídeo não lhe fica atrás.

M Ward tem novo disco e chama-se A Wasteland Companion
· POR André Gomes · 23 Jan 2012 · 22:09 ·


Nestes três anos desde o seu ultimo e belíssimo disco Hold Time, M Ward andou em digressão pelo mundo todo, lançou dois álbuns ao lado da deliciosa Zooey Deschanel enquanto She & Him e ainda um outro com o colectivo Monsters Of Folk. Mas agora tirou algum tempo e decidiu lançar um novo conjunto de canções. Chama-se A Wasteland Companion e sairá em Abril.

O disco tem doze canções, foi gravado entre Portland, Omaha, New York City, Los Angeles, Austin e Bristol no Reino Unido e conta com o talent de Howe Gelb (piano), John Parish (percussão e marimba), a própria Zooey Deschanel nas vozes, Steve Shelley dos Sonic Youth na percussão, entre outros, num total de 18 músicos. Só de pensar em canções como “Rave On” (em baixo) até dá para salivar.

Já se pode ouvir uma canção nova de Andrew Bird
· POR André Gomes · 23 Jan 2012 · 15:44 ·


Acabou de chegar às internetes uma nova canção de Andrew Bird. Chama-se "Eyeoneye" e é o primeiro avanço do seu novo disco, Break It Yourself, que chega às lojas a 5 de Março pela Bella Union. Lembramos que o sucessor de Noble Beast até tem uma canção chamada “Lusitania” (em dupla com Annie Clark, que é como quem diz St Vincent). Por agora o que se conhece é isto - e não é nada mau.

Eyeoneye by Andrew Bird
Lisbonne aime les sucettes
· POR Paulo Cecílio · 22 Jan 2012 · 18:00 ·


Esta não é uma editora indie. Bem, talvez seja. Mas as festas que organiza nunca o são. Dizem eles. A maior festa que organizam, o Milhões de Festa, é um festival meio indie, e nos dois últimos anos teve por lá alguns exemplares dessa subcultura, mas não é tão indie que seja referência nas bíblias indie tipo Pitchfork. A não ser que se considere o Bodyspace como a Pitchfork portuguesa. Nós, que por cá escrevemos, somos um bando de frustrados, é certo e sabido, porque não pertencemos aos quadros da Pitchfork, mas se somos nós uma variante da Pitchfork, e por conseguinte monges indies, então está bem. Não que ser indie ou não interesse para alguma coisa, mas parece que hoje em dia é um rótulo que atrai gajas. Disseram-me. Nunca experienciei tal coisa. Talvez não seja suficientemente indie. Como as festas.

Ah, parece que essas festas vão passar a ter espaço mensal no Lounge, em Lisboa. O Lounge é indie? Oferece credibilidade? As pessoas vão para lá apenas para marcar presença em vez de assistirem a concertos e beberem uns copos? Acho que só lá fui um par de vezes, mas de qualquer das formas não saio de casa. Ser forever alone é indie? «Estar com pessoas é *tão* década passada...». A primeira noite está a cargo dos Black Bombaim, com disco novo a sair este ano, e de Tren Go! Sound System, que editou disco no ano passado. Isto antes de outro Som Sistema, o da Lovers & Lollypops themselves, se posicionar em frente dos pratos para nos dar música. Pelo menos eu *acho* que é isso que fazem. Bem, também posso perguntar-lhes. O que se segue é uma conversa tida no Facebook com um dos membros do grupo.

Nuno Dias, porque é que estas festas não são indie?

Opá, na altura andávamos à procura de nome para o blog da Lovers e banhados pelas festinhas cheias de meninas de franja, todas indie, e com o pessoal todo a curtir indie. Quisemos criar o oposto a essa cena. Não são indie, porque somos feios, gordos, bêbedos e curtimos arroz de cabidela.

É verdade que só tu é que consegues pôr gente a dançar com as malhas que vais escolhendo?

Quem é que disse isso? O cabrão do Gomes? Ou o cabrão do Fua? Basicamente, quando ´tou ali, tenho tendência para azeiteirar. Ou a nível da selecção musical ou das minhas danças pouco convencionais.
É uma cena neo-chunga que o dancefloor precisa.

Alguma vez pensaste em passar som com uma boina na cabeça?

Eish, essa foi ao joelho. Se me emprestares a tua, posso tentar dar um ar de Fernando Cunha dos Delfins.

Quantas canções de Scooter ou temas do Benny Hill em loop são precisas para que um DJ set seja perfeito?

Scooter tem altas malhas. É cockteasing, porque toda a gente conhece e de certeza sabe a letra, só que no fundo, bem no fundo, ninguém quer assumir que conhece. Quando largamos Scooter é só para as bichas se soltarem. Já o Benny Hill só se adapta aos pregos de volumes que o Gomes dá, às minhas quedas de palco e às sessões masturbatórias de rock que ninguém conhece do Fua.

Que mensagem gostarias de dedicar aos dois outros membros do colectivo antes de entrarem em cena na sexta?

Fua: traz-me os discos. Gomes: por favor não venhas com fome para o set. Por favor.
Zeca Medeiros, um dos grandes, ao vivo no MusicBox
· POR Nuno Catarino · 22 Jan 2012 · 17:59 ·


O açoriano Zeca Medeiros, que editou no início do ano passado um majestoso disco duplo que passou ao lado de toda a gente, prepara-se para voltar aos concertos. No próximo dia 27 de Janeiro, sexta-feira, os lisboetas terão oportunidade de ver ao vivo o multifacetado songwriter no MusicBox. Na bagagem Zeca Medeiros deverá trazer os temas ainda frescos de Fados, Fantasmas e Folias - onde se encontram pérolas como esta "Eu gosto tanto de ti que até me prejudico". A entrada no concerto vale 10€ e após a actuação de Medeiros a noite continua com o dj set de João Gomes.
Mais um guitarrista na área
· POR Nuno Catarino · 22 Jan 2012 · 17:59 ·


Chama-se simplesmente AP e acaba de publicar o seu primeiro disco de originais. É mais um jovem guitarrista português, com sólida formação na ESMAE, que com este disco pretende mostrar a sua abordagem pessoal ao jazz contemporâneo. O disco, editado pela Tone of a Pitch, tem por título 6e5 e conta com o contributo de João Pedro Brandão (saxofone alto), Alexandre Dahmen (piano), José Carlos Barbosa (contrabaixo) e José Marrucho (bateria). Segundo o jovem líder, que assinou todas as composições, "as músicas foram ganhando forma ao longo dos ensaios e concertos e a cumplicidade entre os músicos foi crescendo. Os temas do disco são histórias que os músicos tentam contar sempre de maneira diferente e sem preconceitos no sentido de lhes acrescentar algo novo". O jazz nacional não pára.
Hot Clube regressa à programação regular
· POR Nuno Catarino · 22 Jan 2012 · 17:57 ·


Em Dezembro os concertos voltaram ao Hot Clube, durante três noites de celebração, mas agora é que o clube da Praça da Alegria vai mesmo recomeçar a sua programação regular de concertos. O clube de jazz mantém-se na mesma praça, a 30 metros da antiga localização, retomando os espectáculos a partir de dia 26 de Janeiro. Tal como acontecia anteriormente, a sala de concertos do Hot Clube de Portugal continuará a funcionar de terça-feira a sábado, entre as 22h00 e as 02h00. Os concertos, com duas partes de aproximadamente uma hora cada, começam às 23h00; a segunda parte tem início às 00h30. Segundo o programador Luís Hilário o preço dos bilhetes para a grande maioria dos concertos irá situar-se entre os 5€ e os 10€, sendo a média destes valores o preço mais praticado (7€). Nos dias em que não estão anunciados concertos a entrada é livre e sem obrigatoriedade de consumo. As terças-feiras estarão habitualmente reservadas para "jam-sessions" e as quartas-feiras poderão acolher concertos com alunos da Escola de Jazz do HCP (Escola de Jazz Luiz Vilas Boas), a Big Band do Hot Clube de Portugal, ou outros de carácter extraordinário. Os concertos regulares regressam com o Septeto do Hot Club (dias 26, 27 e 28 de Janeiro), destacando-se da programação os nomes de Elisa Rodrigues (na foto, a 9 e 10 de Fevereiro), “No Project” (trio de João Paulo, Nelson Cascais e João Lencastre, a 11 de Fevereiro) e Mário Laginha Trio (16, 17 e 18 de Fevereiro). A restante programação está disponível no site http://www.hotclubedeportugal.org.
Battles in the north
· POR Paulo Cecílio · 22 Jan 2012 · 17:56 ·


De há uns anos para cá que Barroselas se tem afirmado como a Meca do metal para os fãs portugueses do género - o que não impede que dezenas de idiotas continuem a clamar por dias de metal nos RiRs e Alives desta vida e a choramingar "descriminação!" quando tal não sucede, sem nunca terem metido os cotos num festival de metal a sério. Este ano cumpre-se o 15º aniversário do Barroselas Metalfest, com um dos cartazes mais convidativos dos últimos tempos, no que toca ao peso; não só pela presença dos Immortal, cocktail de culto Black Metal composto por blastbeats/susto/gargalhadas em partes iguais, mas também dos Candlemass, cujo Epicus Doomicus Metallicus continua a ser um disco tão bom quanto o era há 25 anos (ou há oito, quando a cabeça teen tinha um gosto maior pelo metal do que o que tem hoje. A internet faz de nós putas indie). Estes dois nomes juntam-se aos previamente anunciados Napalm Death, Ratos de Porão - "Crucificados Pelo Sistema" volta a ser um grito de revolta em tempo de crise - e Brujeria. Tudo o resto pode ir sendo consultado no website da SWR, numa altura que faltam pouco mais de três meses e nomes ainda por anunciar.
Novo disco de Cloud Nothings para audição gratuita
· POR André Gomes · 22 Jan 2012 · 17:53 ·


O terceiro disco dos rockeiros de Cleveland Cloud Nothings chama-se Attack on Memory, está quase quase a sair e já se pode ouvir inteirinho e gratuitamente ali em baixo - não hesitem em clicar, é de graça por enquanto. O disco, produzido por Steve Albini, é mais uma colecção de canções de rock garageiro e, a espaços, durinho. Eles não querem ter nada a ver com o lo-fi, parece.

SBTRKT mostra tema inédito
· POR André Gomes · 22 Jan 2012 · 17:52 ·


Sabemos que SBTRKT assinou um dos melhores discos do ano que passou, sabemos. E por sabermos isso, há sempre um certo grau de excitação por saber que Aaron Jerome vai soltando algumas pinguinhas de temas inéditos – e que bela incontinência. Enquanto não surgem novidades de uma nova edição – ou até de concertos em Portugal, que já tardam – vai dando para apreciar temas como “Atomic Peace”, para ouvir aqui em baixo nas nuvens.

sbtrkt - atomic peace (2009) by sbtrkt
Memória de Peixe tem novo vídeo
· POR André Gomes · 22 Jan 2012 · 17:50 ·


O Oceanário abriu as portas e Miguel Nicolau e Nuno Oliveira fizeram o resto. E assim “Fishtank” já tem vídeo feito. E vale a pena ver e rever. O registo de estreia de Memória de Peixe, gravado no Lisboa Estúdios, chegará no primeiro semestre deste ano e terá o selo da Lovers & Lollypops. Vale a pena esperar.

Tó Trips para ver, ouvir e sentir até dia 29 de Janeiro no Teatro Carlos Alberto
· POR André Gomes · 22 Jan 2012 · 17:48 ·


Areia, areia e mais areia. A ousadia – e o imaginário - é da companhia portuense Circolando e a banda-sonora, bela e impressionante (deu para confirmar na estreia), é assinada por Tó Trips que, como se sabe, e o primeiro nome do BODYSPACE AU LAIT de 2012. Até ao dia 29 de Janeiro, Tó Trips e André Braga desenham belas circunferências à volta da areia no Teatro Carlos Alberto no Porto. Podemos garantir: ver o guitarrista de Dead Combo tocar guitarra durante uma hora sem parar é todo um prazer. Se quiserem até podem ir ver o espectáculo no último dia de representação e rumar directamente ao Café au Lait: vai valer certamente a pena.

Os ensaios foram assim:

Já toquei, já toquei, já toquei na ZdB
· POR Paulo Cecílio · 20 Jan 2012 · 16:26 ·


Não é só Thurston Moore que nos vem agraciar com o que ele de melhor sabe fazer. Outros há que, no campo do rock e do riff acelerado, souberam encarnar aquilo em que o ainda-não-ex-líder dos Sonic Youth era perito. É o caso destes homens da Sacred Bones, apropriadamente conhecidos como The Men, que irão estar pelo espaço lisboeta a 9 de fevereiro, e cujos vídeos têm rodado bastante em murais por esse Facebook fora nas últimas semanas quando nós, sempre na vanguarda, falámos deles em julho. Das duas uma: ou não leram, ou odeiam-nos. Quem também precisa de menos ódio da comunidade internet são Os Passos Em Volta, herdeiros da messthetics e autores de um dos grandes discos nacionais de 2011 mesmo que não tenha acabado no top. Vão estar acompanhados pelos compatriotas Cafetrianos Kimo Ameba a 11. A 17, os Osso Vaidoso também terão novo disco para apresentar. Esses, parece, ninguém odeia. Glenn Jones e Daniel Higgs estarão por Lisboa em março, e em abril voltamos ao ruído com os Wolf Eyes, barulhinho bom. Para confirmar a 14, com Nate Young. E para terminar: Matana Roberts a 28, só porque sim. E porque a ZdB sabe.
Thurston Moore vai estar entre nós
· POR André Gomes · 20 Jan 2012 · 10:15 ·


Persistem as dúvidas em relação à continuidade dos Sonic Youth por causa da recente separação de Kim Gordon e Thurston Moore, mas a carreira deste último continua em perfeito crescimento. O seu último disco, Demolished Thoughts (2011, Matador Records), é a prova viva disso. E agora vamos poder tirar a pratos limpos o que vale Thurston Moore a solo e ao vivo porque o guitarrista tem concertos marcados em Portugal para o mês de Março. Quem o diz é o Ipsilon de hoje. No dia 11, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, e no dia seguinte em Lisboa, em local ainda a designar. Até lá é ver e ouvir este vídeo em repeat e esperar que a Troika não nos roube mais um pedaço de dignidade.

Aspen, Santo Tirso
· POR Paulo Cecílio · 20 Jan 2012 · 00:37 ·


...no Bar Carpe Diem, juntamente com Gesso e Killimanjaro. Mas hey, isso está tudo escrito aqui em cima no cartaz. Até o preço da entrada, uns míseros 3€, e as horas, 22h. Os barcelenses (terra linda) deslocam-se até Sto. Tirso (outra terra linda) para apresentar o mais recente EP Winds of Revenge, numa noite que se quer stoner e que o promete ser. Tanto no que toca ao peso da música como a certas outras substâncias. Presumindo que Sto. Tirso tenha bons dealers. Entretanto, podem ler a entrevista que eles deram ao idiota da casa. O link estava na press release, por isso é recomendável.
Male Bonding e Machinedrum no Musicbox
· POR Paulo Cecílio · 20 Jan 2012 · 00:36 ·



Se não sabem quem são os Male Bonding e pretendem pesquisá-los no Google antes de irem ao concerto, nós deixamos um conselho aos mais incautos: pesquisem com o filtro de segurança no máximo. E agora que a piada óbvia foi feita, anuncie-se a estreia do trio britânico por Lisboa já no próximo sábado, no Cais do Sodré, na companhia do igualmente estreante Machinedrum. Tanto uns como o outro vêm apresentar discos novos (Endless Now no caso dos primeiros, Room(s) no outro), para dois concertos que marcam o regresso ao Musicbox das Heineken Series. Os bilhetes estão a 8€ agora, aumentam 2€ no próprio dia, mas vêm sempre com direito a cerveja. Abençoada cerveja.
Boas notícias para quem acha que a Janis Joplin tinha um vozeirão
· POR André Gomes · 20 Jan 2012 · 00:34 ·


The Pearl Sessions - o título não deixa muito a adivinhar – será lançado no dia 16 de Abril e Portugal para celebrar o aniversário de Janis Joplin (19 de Janeiro). Esta edição contém o ultimo álbum de estúdio da cantora e ainda tem a estreia de excertos de gravações de estúdio recentemente descobertas, actuações ao vivo e outras raridades sónicas gravadas durante o ultimo capítulo da sua vida criativa. Pearl foi o fulgurante último disco de Janis Joplin, que viu originalmente a luz do dia a 11 de Janeiro de 1971 (três meses após a sua morte a 4 de Outubro de 1970), e um dos discos obrigatórios da mesma década. A curiosidade em ouvir o que há para além de Pearl é, por isso, totalmente justificada.

Rita Redshoes e The Legendary Tigerman interpretam ao vivo a banda-sonora do filme Estrada de Palha
· POR André Gomes · 20 Jan 2012 · 00:23 ·


No dia 27 de Janeiro o Auditório de Serralves recebe um cine-concerto às antigas, em que Rita Redshoes e The Legendary Tigerman interpretam ao vivo e a cores a banda-sonora do novo filme de Rodrigo Areias, Estrada de Palha. Depois a coisa segue para Espinho, Guimarães, Coimbra e Lisboa mesmo mesmo antes de entrar no circuito comercial. O filme, recorde-se, teve ante-estreia mundial no festival de Curtas de Vila do Conde. Neste concerto, os dois músicos usam instrumentos pouco usuais no seu dia-a-dia musical como o Marxophone, o Violin-Uke e a Violin-Harp.

No final da sessão em Serralves haverá uma conversa aberta ao público com a presença do realizador e compositores. O bilhete normal custa 10 euros e o de estudante, maiores de 65 anos e Amigo de Serralves 5 euros.

Novo vídeo de Lisa Hannigan já disponível
· POR André Gomes · 20 Jan 2012 · 00:21 ·


Tem poucas horas o novo vídeo da irlandesa Lisa Hannigan, divertidíssima naquilo que parece ser um parque de diversões. E nesse tão curto espaço de tempo, o vídeo recebeu já comentários bem bonitos. Deixamos aqui dois: “If there were more role models like Lisa Hannigan, I´d feel comfortable raising a daughter” de lmevans1979 e “Is there anything cooler than finding a new video of Lisa in your inbox? I could live on Lisa! And a little air and maybe some water from time to time, but that would be it! LOL”. Graças a Zeus pela internet.

Videoteca Bodyspace colabora com Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura
· POR André Gomes · 19 Jan 2012 · 16:36 ·


É assim mesmo: a Videoteca Bodyspace vai assentar arraiais em territórios vimaranenses este ano para, no âmbito da programação da Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura, invadir as ruas e as praças da cidade, enchê-las de música, provocar momentos de surpresa e espanto, registar esses instantes em vídeo e mostrar tudo no final. Ao longo do ano em que tudo acontece em Guimarães, a Videoteca Bodyspace propõe-se publicar todos os meses um episódio filmado em Guimarães com artistas que passem pela cidade que foi berço do país e que agora cresceu ao ponto de se tornar Capital Europeia da Cultura durante um ano. Sempre que possível, tentaremos causar o inesperado, provocar o conforto e o desconforto, ter música mesmo ali ao virar da esquina, fazer acontecer. Os dois primeiros episódios já estão gravados e serão publicados em Janeiro e Fevereiro. Ao longo do ano publicaremos pelo menos mais dez episódios com o honroso selo da Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura. E talvez aconteçam mais algumas surpresas lá para o final de 2012. Vemo-nos por lá?
Caribou escolhe o programa do Lux por uma noite
· POR Gustavo Sampaio · 19 Jan 2012 · 16:24 ·


E não se coíbe de convidar nomes capazes de ofuscar o seu próprio brilhantismo. Atenção, sexta-feira, 20 de Janeiro, mais uma noite Green Ray no Lux, Lisboa, desta feita com curadoria a cargo do músico e produtor canadiano Dan Snaith (o rosto por detrás dos alter-egos Caribou, Manitoba e Daphni). As escolhas de Snaith variam entre o óbvio (Kieran "Four Tet" Hebden, dada a similitude sonora com Caribou, mas cujas actuações ao vivo são muito raras) e o surpreendente (The Pyramids, lenda do fundo do baú afro-beat psicadélico dos anos 70, diz que são uma das suas bandas preferidas de todos os tempos), passando por um grande valor emergente do pós-dubstep, Floating Points (Sam Shepherd), e pelo próprio Snaith (ou Caribou?) em formato "dj-set". Não é um "All Tomorrow´s Parties" mas promete ser tão ou mais estimulante.

Tio Springsteen tem novo disco agendado para Março
· POR André Gomes · 19 Jan 2012 · 14:37 ·


O nosso tio Bruce Springsteen tem novo disco pronto para sair. Chama-se Wrecking Ball e o seu lançamento está agendado para 5 de Março em Portugal. O 17.º álbum do tio Springsteen tem 11 canções, conta com a produção do próprio e de Ron Aniello, com a produção executiva de Jon Landau. Diz-se por aí que será lançada uma edição especial de Wrecking Ball que inclui duas faixas bónus, artwork e fotografias exclusivas. O novo single pode ser ouvido aqui em baixo. Resta lembrar que Bruce Springsteen apresenta o novo disco ao vivo no Rock In Rio Lisboa a 3 de Junho.

The Cure alistados para o Optimus Alive
· POR André Gomes · 19 Jan 2012 · 14:35 ·


É verdade, eles ainda andam aí. Os The Cure acabam de ser confirmados para a edição 2012 do festival Optimus Alive. Prevê-se enchente de gente e enchente de clássicos. O concerto da banda de Robert Smith acontece no dia 14 de Julho. Para o festival no Passeio Marítimo de Algés - que este ano terá o New Musical Express como media partner - estão também confirmados os Stone Roses, Snow Patrol, Justice, Florence and the Machine, Radiohead, Mazzy Star, Metronomy e Caribou. Os bilhetes para o festival custam agora 53 euros (um dia) e 105 euros (três dias).

Nostalgia:

Os :papercutz também vão ao South by Southwest, novo disco a caminho
· POR André Gomes · 19 Jan 2012 · 14:34 ·


Os portugueses :papercutz também foram convidados para voltar ao Festival South by Southwest (SXSW) em 2012, depois de lá terem estado em 2010. O projecto liderado por Bruno Miguel levará na mala os temas do novo disco The Blur Between Us. Mas antes disso a banda tem concerto marcado para o Maus Hábitos, no Porto, a 28 de Janeiro. O novo disco terá selo da Optimus Discos após convite de Henrique Amaro e teve produção de Chris Coady após passagem do grupo por Nova Iorque em 2011.

Enquanto não chega material novo fiquem com a remistura de Helios para “Lylac”.

Aquaparque actuam no Mercedes, Porto, na segunda noite da mensalidade Mana
· POR André Gomes · 19 Jan 2012 · 00:29 ·

© Luisa Cativo

Pode-se dizer que é o regresso dos Aquaparque ao Porto, tanto foi o tempo que passou desde a última vez que tocaram na cidade que os viu nascer - ou pelo menos serviu de berço. Quem patrocina esse "regresso" é a Mana que vai na sua segunda noite de mensalidade n´O Meu Mercedes é maior que o teu, que acontece na primeira sexta-feira de cada mês. O duo, André Abel e Pedro Magina, continuará a apresentar o mais recente Pintura Moderna e os bilhetes para essa noite podem ser adquiridos em ante-mão na Matéria Prima. Falta a data: dia 3 de Fevereiro.

Dez anos para Supernada
· POR Hugo Rocha Pereira · 18 Jan 2012 · 23:54 ·


A banda formada em 2002 e encabeçada por Manel Cruz (acompanhado pelo guitarrista Ruca Lacerda, o teclista Eurico Amorim, o baixista Miguel Ramos e o baterista Francisco Fonseca) vai lançar o seu primeiro álbum em Março. O processo de gravação de Nada é Possível teve início em 2006, numa pequena casa de campo em Vale de Cambra, passando desde aí por outros estúdios. Novas canções foram aparecendo, entre concertos, e as já compostas foram-se transfigurando, revelando o gosto pela constante experimentação. Quando acharam que o material estava consolidado, os Supernada convidaram Nuno Mendes para misturar as canções que tinham sobrevivido a todo o processo, chegando assim ao formato definitivo do disco de estreia, que antes de chegar às lojas poderá ser ouvido ao vivo num dos palcos do Vodafone Mexefest Porto, que decorre entre os dias 2 e 3 de Março. Nova estreia, “Nova Estrela.”

A 10ª edição do Sons de Vez decorre entre Fevereiro e Março em Arcos de Valdevez
· POR Hugo Rocha Pereira · 18 Jan 2012 · 23:53 ·


Rima e, neste caso, é verdade. O Auditório da Casa das Artes de Arcos de Valdevez prepara-se para receber mais uma ecléctica Mostra de Música Moderna Portuguesa: The Gift, JP Simões, Frankie Chavez, Osso Vaidoso, A Naifa, PAUS, Kussondulola e B Fachada são alguns dos nomes que, entre 3 de Fevereiro e 24 de Março, vão espalhar música pela localidade minhota.

Para comemorar o 10º aniversário deste festival, será editada também uma compilação com temas de artistas que já passaram pelo Sons de Vez (como Gaiteiros de Lisboa, Mão Morta, Linda Martini, Foge Foge Bandido, Dead Combo, Pop Dell´ Arte…) ou que marcarão presença nesta décima edição.
Santigold tem nova canção, novo vídeo, novo disco
· POR André Gomes · 18 Jan 2012 · 23:51 ·


Façam play ali em baixo. Já está? Reconhecem? Acontece que o novo single do novo disco de Santigold tem a mãozinha dos nossos Buraka Som Sistema - e de Switch já agora. O novo disco da senhora dourada chama-se Master of My Make Believe e deverá ser editado na Primavera com o selo da Downtown e da Atlantic Records. A curiosidade para saber o que fará depois da fulgurante estreia é muita. É caso para dizer, Big Mouth Strikes Again.

The Wedding Present têm novo disco
· POR André Gomes · 18 Jan 2012 · 23:50 ·


Os britânicos The Wedding Present estão de volta com um novo disco. O oitavo da sua carreira. Chama-se Valentina, tem dez canções e será lançado na própria editora da banda, a Scopitones, lá para Março. O novo álbum foi gravado na França, Califórnia e Brighton, no Reino Unido, durante 2011 e misturado por Andrew Scheps, que no passado trabalhou com nomes como Metallica, Iggy Pop e Johnny Cash. Mas há mais notícias: nos próximos tempos a banda apresentar-se-á também em concertos em que tocam o clássico Seamonsters, gravado com Steve Albini em 1991, do princípio ao fim. Apanhem-nos.

Este vídeo aqui em baixo acabou de sair do forno.

Trilogia da Vida Fácil: o primeiro tomo é servido já no dia 28
· POR Hugo Rocha Pereira · 18 Jan 2012 · 00:20 ·


No próximo dia 28 de Janeiro as Largo Residências começam a apresentar a Trilogia da Vida Fácil na Taberna das Almas, Anjos. A festa será encabeçada pelos PAUS, que partilharão a noite com outros músicos – Filho da Mãe, o projecto Montanhas Azuis (de Norberto Lobo e Mário Franco), Joana Sá & Eduardo Raon – e artistas que os inspiram: Jemima Stehli, Gwendolyn Van Der Velden, Eduardo Leitão e Dunya Rodrigues. Os PAUS, que foram convidados para programar este primeiro tomo da trilogia, prometem um concerto «daqueles no chão, sem palco, com o people que é people todo à volta». Em Janeiro faz um frio de rachar, há que aquecer as almas na taberna.
Phil Niblock na Igreja de St. George
· POR Bruno Silva · 18 Jan 2012 · 00:18 ·


Deslocando na próxima quinta-feira (dia 19) o centro de acção do habitual Aquário na Rua da Barroca para a igreja anglicana St. George, a entidade ZDB traz novamente o ilustre Phil Niblock ao país na companhia do francês Yven Etienne. Em estreia nacional serão apresentadas três peças do Niblock que irão contar com os préstimos respeitáveis de André Gonçalves, David Maranha, Manuel Mota e Margarida Garcia (todos na guitarra, e no caso do Maranha também no órgão da igreja) e do próprio Etienne numa peça composta para hurdy gurdy (que irá também apresentar uma peça sua de nome "UNUN"). A parte vídeo fica a cargo do próprio Niblock, através da manipulação de imagens recolhidas na China, no Lesoto e em Portugal subordinadas ao tema "movement of people working". A igreja fica na Rua de S. Jorge, nº 6 (ao lado do Jardim da Estrela), e os concertos terão início pelas 21 horas. Seis euros é um preço simbólico para algo que se prevê majestoso.

Phil Niblock from 25 FPS on Vimeo.

Mais guitarras para o barulho
· POR André Gomes · 17 Jan 2012 · 23:34 ·


Ontem também, foi editado o disco de estreia dos Howler de Jordan Gatesmith que com os seus 19 anos promete dar muito que falar em 2012. O disco tem o selo da Rough Trade e promete canções com menos de três minutos, guitarras com força e refrões que ficam no ouvido. Como esta “Back Of Your Neck”, disponível para audição – e visualização – no youtube aqui em baixo. Para juntar à mixtape ansiosa que estão a preparar para o Verão?

The Big Pink lançam novo disco, Future This
· POR André Gomes · 17 Jan 2012 · 23:33 ·


Milo Cordell e Robbie Furze estão de regresso aos discos. Depois de A Brief History Of Love, Future This é o novo conjunto de canções com a marca The Big Pink, de novo na 4AD, de novo congregador de muitas músicas distintas. Ele há pop, ele há folk, ele há soul, ele há gospel, ele há punk, ele há electrónica. Ele há um mundo novo a descobrir. O disco saiu hoje mesmo e a ver pelos dois singles já conhecidos - Stay Gold e Hit the Ground (Superman), que podem ouvir ali em baixo – a coisa promete.

Agora dados: o título do novo disco foi roubado a um slogan dos anos 80 para pranchas de skateboard, foi produzido por Paul Epworth (Adele, Florence & The Machine, Friendly Fires) e misturado por Alan Moulder (My Bloody Valentine, Depeche Mode, Nine Inch Nails). Aproveitem o que está aqui em baixo.

Noites Black Balloon levam Tom Barman e Ed Harcourt ao Lux
· POR André Gomes · 17 Jan 2012 · 23:32 ·


De um lado Tom Barman dos dEUS nos discos, no outro o piano e as canções de Ed Harcourt. Duas faces distintas de uma mesma noite, a noite Black Ballon, programada por Pedro Ramos, da Radar. A noite tem data marcada para o dia 27 de Janeiro, no Lux, em Lisboa.

O cantautor britânico vem apresentar o seu último disco, Lustre, editado em 2010. Tom Barman está em Portugal para apresentar o disco dos dEUS editado em 2011, chamado Keep You Close: a 3 de Fevereiro no Teatro Sá da Bandeira, no Porto, e no dia seguinte na Aula Magna, em Lisboa.

Nova canção de Lambchop para ouvir aqui
· POR André Gomes · 17 Jan 2012 · 23:31 ·


Boas noticias para hoje: os Lambchop têm um novo disco a ser publicado na City Slang no dia 20 de Fevereiro. Os de Nashville chamaram-lhe Mr. M e pensam levá-lo para a estrada já em Março. A má notícia é que vão tocar a tudo quanto é país, menos o nosso. A boa noticia, ufa, é que há uma canção nova para ouvir aqui:

Lambchop - Gone Tomorrow by cityslang
Tó Trips é o convidado do BODYSPACE AU LAIT de Janeiro, celebremos
· POR André Gomes · 17 Jan 2012 · 00:50 ·


Tó Trips
29 DE JANEIRO, DOMINGO
19H

Café au Lait, Porto
Entrada livre

Tó de nome, Trips de missão. Amen Sacristi, Santa Maria Gasolina em teu Ventre, Lulu Blind, Hi Fi Jo, The Tysons, Dead Combo (onde escreveu uma das mais belas páginas da música portuguesa da década que passou) e, finalmente, Tó Trips, reduzido a si mesmo. Com o disco a solo na guitarra editado em 2008, baseado em memórias e em material fotográfico das viagens que fez com a sua mulher, Tó Trips redescobriu-se a si próprio e o resultado deixou muito boa memória: Guitarra 66, com selo da Mbari, é o nome desse episódio muito feliz. Lá dentro descobrimos uma luta igual – ao contrário de tantas outras - entre homem e guitarra clássica: visceral e com as entranhas todas à mostra. Ao vivo, Tó Trips e a sua guitarra carregam às costas todos estes ingredientes e levam-nos para dimensões transcendentais - há por aí vídeos de Youtube que não deixam mentir. No primeiro BODYSPACE AU LAIT da nova temporada, Tó Trips promete levar todos por essa viagem e transformar o Café au Lait em lugar de culto.
Missão: South By Southwest
· POR André Gomes · 16 Jan 2012 · 17:13 ·
You Can't Win, Charlie Brown © Pedro Gaspar & Nuno Sousa Dias


Os You Can't Win, Charlie Brown foram seleccionados para ir ao South By Southwest em Austin, no Texas, mas precisam da ajuda de todos. Acontece que todas as despesas são da responsabilidade da banda e, tendo isso em conta, os seis Charlies decidiram pedir ajuda. Estão a 'oferecer' várias coisas consoante a generosidade das doações: um cartaz assinado, um novíssimo EP e um bilhete para um concerto. No dia 29 de Fevereiro está agendado um concerto muito especial no cinema São Jorge para angariar fundos para a viagem; nesse concerto a banda contará com a ajuda da bateria siamesa dos Paus. São dez euros para entrar. No site da banda, onde podem encontrar mais informação, ainda podem ver o novo vídeo para a música "I've Been Lost". Ou lá ou aqui em baixo. Eles contam connvosco.

Chimes Of Freedom, a compilação que celebra 50 anos de Amnistia
· POR André Gomes · 16 Jan 2012 · 16:26 ·


Para o próximo dia 6 está agendada a edição de uma compilação bastante especial. Associando-se à celebração dos 50 anos da Amnistia Internacional, mais de 80 artistas juntaram-se trazer ao mundo Chimes of Freedom – the songs of Bob Dylan honoring 50 years of Amnesty International, uma compilação de quatro discos com 75 novas interpretações de temas de Bob Dylan. A curiosidade desta compilação reside precisamente na variedade – alguns mais lógicos, outros menos – da escolha dos artistas.

Senão repare-se: Adele, Bryan Ferry, Dave Matthews Band, Diana Krall, Elvis Costello, Evan Rachel Wood, Joan Baez, K´NAAN, Kesha, Kris Kristofferson, Kronos Quartet, Lenny Kravitz, Lucinda Williams, Marianne Faithfull, Mark Knopfler, Maroon 5, My Chemikal Romance, Natasha Bedingfield, Miley Cirus, Patti Smith, Pete Townshend, QOTSA, Raphael Saadiq, Seal, Sting, Tom Morello, Ziggy Marley são alguns desses artistas.
Tiago Sousa é todo ouvidos até 31 de Janeiro
· POR André Gomes · 16 Jan 2012 · 14:59 ·
Tiago Sousa © Vera Marmelo


Tiago Sousa tem em mãos um projecto curioso que será apresentado no dia 14 de Julho no Teatro Maria Matos, em Lisboa. O espectáculo, pensado a convite do referido teatro, será construído a partir de textos enviados pelo público até ao dia 31 de Janeiro. Enviem os vossos e-mails ou cartas ao cuidado do Maria Matos. Está ainda prevista a edição de uma publicação com todos os manifestos utilizados no espectáculo. Para saber mais acerca deste projecto fomos falar com o compositor: “o Coro das Vontades surge como uma proposta do Teatro Maria Matos, inserida no contexto do encerramento do primeiro semestre de 2012 cujo tema é Manifesto. Querendo questionar a relação que a obra de arte tem com os manifestos de carácter político neste tempo de tanta conturbação social. Ainda há pouco que eu possa acrescentar sobre o espectáculo visto que o concerto se baseia nos textos que o público nos irá enviar até 31 de Janeiro”, contou-nos.

E continuou: “a ideia é que os manifestos recolhidos, e que serão publicados online na íntegra, serão a base deste espectáculo. A ideia forte que neste momento me guia é que este espectáculo será conduzido por uma relação dialéctica entre as minhas composições e o tratamento que daremos aos textos face às ideias que as pessoas exprimam nos manifestos. O objecto político encontra-se expresso no próprio movimento de troca de ideias que pretende, simultaneamente, desmistificar a ideia da especialização intelectual e do papel do artista dentro de uma elite social. Neste contexto, compreendo o meu trabalho segundo uma perspectiva política que se expressa no modo como me posiciono na esfera produtiva artística e que vai além do estritamente político numa perspectiva panfletária. Será este cuidado que estará presente também nesta abordagem ao tema”.

Tiago Sousa diz que isto ajuda a explicar tudo: "O homem é uma vontade servida por uma inteligência. A vontade é o poder racional a ser desatrelado das querelas dos ideístas e dos coisistas. É também nesse sentido que se deve precisar a igualdade cartesiana do cogito. Opor-se-á a esse sujeito pensante que só se conhecia como tal divorciando-se de todo sentido e de todo corpo, um novo sujeito pensante que se experimenta na ação que exerce sobre si mesmo, tanto quanto sobre os corpos."Jacques Rancière em O Mestre Ignorante

Já agora, recordamos:


Francisca Cortesão leva novo disco ao tanque do Bartô do Chapitô
· POR André Gomes · 16 Jan 2012 · 12:13 ·
Minta © Vera Marmelo

Treze meses depois do último concerto de Minta & The Brook Trout em Lisboa – o que deu origem ao Carnide, o disco ao vivo entretanto lançado pela Optimus Discos – Francisca Cortesão toca no dia 26 de Janeiro no famoso tanque do Bartô do Chapitô. Mas as notícias não se ficam por aqui (e esta é que é verdadeiramente a cereja em cima do bolo): Minta & The Brook Trout entra em estúdio em Fevereiro para gravar um LP. No concerto do próximo dia 26 - o Bartô tem lareira, avisam - vai servir para estrear as músicas novas. A entrada vale dois euros, diga-se.

Apetece recordar o que disse Francisca Cortesão acerca das suas influências numa entrevista ao Bodyspace em 2009: "A minha família, sobretudo do lado paterno, é invulgarmente musical. Quase toda a gente sabe tocar qualquer coisa no piano, toda a gente é muito afinada e gosta de cantar. E em casa, desde miúda, sempre ouvi muita música. Há coisas que me acompanham desde essa altura: os Beatles, o Zeca Afonso, o Sérgio Godinho e o José Mário Branco. Na altura em que comecei a ter bandas e a compor, comecei também a comprar discos e a interessar-me mais pelo que a minha irmã ouvia. Foi ela quem me apresentou os Nirvana, os Pixies, as Breeders, a PJ Harvey… Nunca sei dizer muito bem o que me influência, dentro das muitas coisas que ouço, mas numa lista curta e anárquica têm de estar os Beatles, os Beach Boys, os Pixies, a PJ Harvey, as Luscious Jackson, o Elliott Smith, a Laura Veirs, a Fiona Apple, a Aimee Mann, a Catpower, a Lisa Germano, o Sufjan Stevens, a Suzanne Vega, o Graham Parsons e tudo em que ele mexeu, a Gillian Welsch, a Julie Doiron, a Mary Timony e, por outro lado, os escritores clássicos de canções como os Gershwin e o Cole Porter. Ouço e canto muitos standards, e aprendo com isso. No fundo a lista não é curta e não acaba aqui! A partir de certa altura, comecei a ouvir muitos ditos singer-songwriters, e é isso que continuo a ouvir mais do que qualquer outra coisa. Por isso são provavelmente eles e elas quem mais influencia as minhas canções".

E apetece recordar a Videoteca Bodyspace com Minta:

Não somos a Michelin mas temos guias: 11 meses, 11 músicos, 11 cidades
· POR André Gomes · 16 Jan 2012 · 00:45 ·


Vão viajar proximamente? Querem saber onde se compram discos, onde se pode ouvir um bom DJ Set, onde se programam os melhores concertos, onde apanhar a melhor música de uma certa e determinada cidade? Então não viajem sem os guias musicais do Bodyspace. Mais uma vez, 11 meses, 11 músicos convidados, 11 cidades, 11 guias. 11 é mesmo o número chave para 2012. Está tudo ali atrás: convidamos 11 músicos para que elaborassem um guia musical das cidades onde que vivem para que sejam passados de mão em mão, para imprimir num papel e colocar na mala de viagem, para que todos os melómanos estejam melhor preparados para aquele momento em que saem de manhã do hotel e farejam música pelas ruas como se o mundo fosse terminar amanhã – vocês sabem qual é a sensação. As cidades e os músicos serão anunciados um de cada vez e a seu tempo. O primeiro chega muito em breve.
Andanças em Mudança(s)
· POR Hugo Rocha Pereira · 15 Jan 2012 · 12:41 ·
A PédeXumbo – associação que trabalha a promoção da música, instrumentos e danças de raiz tradicional, com especial destaque para o património português –, anunciou que o Andanças vai ser objecto de transformações já a partir deste ano. A partir de 2013, este festival irá mudar de coordenadas, para um espaço que permita um crescimento sustentado (já impossível em São Pedro do Sul, a sua casa durante várias edições) e no qual serão realizadas actividades durante todo o ano e não apenas em Agosto. Este ano, que será de transição, o Andanças está marcado para o dia 4 de Agosto, em Celorico da Beira – decorrendo, assim, na sequência do Festival Danças na Água, que começa no dia 1 e termina a 3 de Agosto – , e sob um formato diferente: 24 horas non stop (em vez dos habituais sete dias) dum festival de música e dança que leva já dezasseis edições.


A caneca que já é um símbolo do Andanças: custa 1 €, valor devolvido se o participante a entregar no final.
Cameron "Sun Araw" Stallones e o seu amigo M. Geddes Gengras foram à Jamaica
· POR Nuno Proença · 15 Jan 2012 · 12:37 ·


Cameron "Sun Araw" Stallones e o seu amigo M. Geddes Gengras foram à Jamaica. Mas não ficaram alojados num sítio qualquer. A acolhe-los, no seu quartel-general, estavam os lendários rastafari The Congos. Umas semanas de música, fumo, festas e outras actividades em que o psych-dub se encontrou com os original dub stylists, e está pronto um disco para a série FRKWYS da RVNG. Muito apropriadamente, o primeiro excerto que nos foi dado a conhecer chama-se "Happy Song", e pode ser ouvido já a seguir.

Sun Araw, M. Geddes Gengras, & The Congos - Happy Song by RVNG Intl.
Esta noite, o azar fica à porta da ZDB
· POR Bruno Silva · 13 Jan 2012 · 19:22 ·


Já tínhamos dado conta da entrada a pés juntos triunfal da ZDB em 2012, mas vale a pena relembrar que daqui a umas horas - e naquele que será um dos poucos concertos a acontecer na capital este ano - os Aquaparque vão deambular pelas suas canções no Aquário na companhia de dois projectos emergentes da grande Not Not Fun. Cankun é um alter-ego de Vincent Caylet que faz jus ao nome, numa música de teclados a sonhar com palmeiras que aprendeu bem as lições de luminários como Spencer Clark e James Ferraro. Já Holy Strays segue uma via mais intensa e hipnótica, com as raízes no krautrock e na kösmiche a crescerem para além de um qualquer rehash fetichista. Triple bill de classe, a começar pelas 23 horas e com a entrada "simbólica" de seis euros (sócios não pagam).

As reedições dos dois primeiros discos de Legendary Tiger Man estão na rua
· POR André Gomes · 13 Jan 2012 · 17:58 ·

Legendary Tiger Man © Mauro Mota

Boas notícias para quem gosta de boas notícias - e de Paulo Furtado. The Legendary Tiger Man acaba de tornar disponível no mercado as reedições dos seus dois primeiros discos de: Naked Blues e Fuck Christmas, I got the blues, que originalmente viram a luz do dia em 2002 e 2003 com o selo da Subotnick Enterprises e que agora chegam a nós via Lux Records (e distribuição da iPlay).

Naked Blues foi editado em formato digipak e tem como extra o tema "Girls" gravado com Mick Collins e Jim Diamond dos Dirtbombs. Fuck Christmas, I got the blues inclui dois temas bónus, as remisturas dos X-Wife para Crawdad Hole e dos Stealing Orchestra para o tema título.

Vale a pena lembrar o episódio 44 da Videoteca Bodyspace.

Jacaszek tem novo disco na Ghostly International e videoclipe Made in Portugal
· POR André Gomes · 13 Jan 2012 · 12:43 ·


O explorador polaco Michal Jacaszek – se bem se lembram publicamos entrevista com ele há algum tempo atrás - tem um novo disco na Ghostly International (foi publicado a 6 de Dezembro e a capa está ali em cima). Chama-se Glimmer e a ver pelo que podemos ouvir em “Dare Gale” é a continuação de um bom trabalho de fusão – desculpem a palavra – de música electrónica com música antiga. O videoclipe de “Dare Gale” foi assinado pelo português Pedro Maia - teve estreia hoje na Pitchfork TV - e fomos falar com ele para saber como foi chegar às imagens para a música bela do polaco. E ele disse-nos isto: “”Dare Gale” parte de imagens recolhidas em super 8 por mim e pelo próprio Michal Jacaszek na altura que ele esteve no Porto a preparar a nossa colaboração para o festival Unsound. Essa recolha de imagem serviu para a minha colaboração visual nesse concerto (e outros que virão) e posteriormente para este vídeo que saiu pela Ghostly International. As projecções ao vivo são bastante diferentes deste vídeo, apesar de ter como base as mesmas imagens, o tratamento e a manipulação foram bastante diferentes, baseando-se este vídeo num trabalho mais em laboratório usando meios analógicos de manipulação de luz e película, onde essa base de imagens e padrões (que são muitos dos azulejos das fachadas que podemos encontrar nas rua do Porto) foram o ponto de partida duma exploração visual sobre e efeito da luz sobre objectos e sobre a manipulação e sobreposição analógica de imagens”.

E ainda nos disse mais: “trabalhar com alguém com o Jacaszek é sempre muito especial pois a sua música tem uma dimensão muito pessoal e uma linguagem musical única. Dar imagem à sua música é um plano bastante ambicioso e, como ele diz, "the motivation of these experiments is discovering the hidden and universal beauty". Portanto eu descobri essa "beleza" nas minhas manipulações da película e nos padrões dos azulejos”.

Para ver e rever:

Novas Confirmações para o Vodafone Mexefest Porto: Josh Rouse, Cass McCombs, The Glockenwise e Supernada
· POR André Gomes · 12 Jan 2012 · 13:26 ·


Depois de se ter confirmado há dias a presença – e regresso aos palcos – dos Supernada de Manuel Cruz, é agora altura de confirmar Josh Rouse, Cass McCombs e os portugueses Glockenwise – também eles regressados aos palcos – para a edição do Porto do Vodafone Mexefest, que acontece nos dias 2 e 3 de Março ali no eixo Coliseu do Porto | Cinema Passos Manuel | Maus Hábitos | Sala SBSR | Pitch Club | Teatro Sá da Bandeira | Ateneu Comercial do Porto | FNAC Sta Catarina | Sala Vodafone FM. Eles dizem: de palco em palco, a música vai mexer na cidade. E nós acreditamos.

Recapitulando, nomes confirmados: Artistas confirmados para o Vodafone Mexefest Porto: St. Vincent, Supernada, Josh Rouse, Cass McCombs, Salto, Best Youth, Foals (DJ set), Fink, Beatbombers, Capitão Fausto, Hanni El Khatib, Ladrões do Tempo. O passe custa 40 euros.
Cassetes em 2012, que lol
· POR Paulo Cecílio · 11 Jan 2012 · 22:35 ·


Já se falou por aqui da Cakes And Tapes aquando do seu primeiro aniversário, mas para quem perdeu essa notícia exemplarmente escrita nós relembramos: é uma editora independente de Aveiro cujo desígnio é ressuscitar, ou não fazer esquecer, o formato K7. Desde 2010 que têm lançado EPs e LPs de artistas como A Jigsaw, Erica Buettner ou Yuni In Taxco, e o seu mais recente lançamento - que é tambem o mote para esta notícia - é Warszawa, que não tem nada a ver com Bowie ou com os Joy Division mas é, isso sim, o disco de estreia dos Point Reyes, banda norte-americana com um caldeirão de influências tão grande como aquele em que Obélix caiu quando era pequenino. O álbum pode ser escutado em stream no bandcamp da editora. E, se estão com receio de o comprar pelo formato que é, lembrem-se de que o vinil já é demasiado mainstream e de que uma cassete dar-vos-à credibilidade indie.
Ainda mais 2012: BODYSPACE AU LAIT apresenta 11 novas propostas
· POR André Gomes · 10 Jan 2012 · 23:51 ·


Nos avisamos que 2012 ia ser um ano incrível. Serve pois esta breve notícia para informar que o BODYSPACE AU LAIT continuará a apresentar, num domingo de cada mês, todos os meses de 2012 (excepto Agosto, férias pois claro), uma proposta musical para tornar os finais de tarde da cidade do Porto um pouco mais quentes, um pouco mais frescas (consoante a altura do ano), e certamente um pouco mais animadas. Janeiro, Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, Julho, Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro. 11 concertos com entrada livre no Café au Lait que tão bem nos soube receber em 2011 – e sem o qual tudo isto seria manifestamente impossível - para o mesmo público – ou novo, venha ele – que encheu tantas vezes aquela sala em domingos mais ou menos preguiçosos. O primeiro nome do BODYSPACE AU LAIT de 2012, o de Janeiro, será relevado dentro de pouquíssimo tempo. BODYSPACE AU LAIT, a animar domingos desde 2011.
Sexta-feira 13 no Bacalhoeiro tem Octa Pussies, Toothless e Mega Poncho
· POR André Gomes · 10 Jan 2012 · 22:31 ·


Ok, na verdade quem toca nessa noite são os Octa Push, os Youthless e Pega Monstro. Mas como é sexta-feira 13 vale tudo - incluindo enganar os espíritos com nomes falsos. A noite até recebeu título e tudo: Noite Psicotrópica. Ora então, Octa Pussies, Bass Heavy Psicotropical, (Uruguai), Toothless, Psychotropical dance-punk (Nova Iorque) e Mega Poncho, Pop Rock Sónico (São Paulo). Ora aí está uma boa proposta até para os descrentes. Acontece tudo na sexta-feira, no Bacalhoeiro, em Lisboa, a partir das 23:00.

Até que chegue sexta-feira, podem sempre ouvir a mixtape que os Youthless prepararam. O que nos leva a pensar: para quando novo disco desta dupla endiabrada?
Batida assina pela Soundway Records, disco de estreia editado internacionalmente
· POR André Gomes · 10 Jan 2012 · 00:08 ·


Chegou-nos aos ouvidos - e à caixa de e-mail - que foi anunciado esta semana, aos microfones da BBC1, que Batida assinou pela Soundway Records, uma das mais reconhecidas editoras de World Music da actualidade. A notícia foi dada no programa de Gilles Peterson, que incluiu 2 temas de Batida no seu especial que aponta os nomes a ter em conta em 2012. Gilles Petterson fechou o programa com novas edições da editora britânica, que irá lançar internacionalmente o disco de estreia do projecto Batida. Parece que teremos mais detalhes em breve. E parece que o sucesso internacional de Batida está aí à porta. Até porque Batida apresenta-se esta semana numa das mais importantes salas do Festival Eurosonic. Acontece tudo no dia 13 de Janeiro.

Enquanto não chega o disco, deixamos esta verdadeira bomba nas vossas mãos.



J´adore hardcore
· POR Paulo Cecílio · 09 Jan 2012 · 23:10 ·


Os At The Drive-In, banda que nos finais de 90/inícios de 00 saciou a sede de muitos jovens alienados em busca do punk, deixaram uma mensagem relativamente críptica no seu website, que aponta para uma mui esperada reunião em 2012. Poder-se-iam dizer muitas coisas acerca desta notícia, mas nenhuma delas com a força de um "FODA-SE, SIM <3". Poder-se-iam escrever vários artigos sobre o estado da pop actual e da cada vez maior viragem ao passado, mas nenhum deles com a certeza de um "o que é que isso interessa?". Poder-se-iam prever várias datas e locais para os ATDI mostrarem que, onze anos depois, ainda sabem incendiar uma plateia, mas nenhuma dessas previsões teria a importância de um "Milhões de Festa ou nada feitlol". Poder-se-ia escrever mais, mas é melhor [re]ouvir:

Mais 2012: convidamos 11 fotógrafos e pedimos-lhes que tirassem 11 artistas de cima do palco
· POR André Gomes · 09 Jan 2012 · 20:21 ·


Caso ainda não tenham reparado, celebramos em 2012 dez anos de existência. E estamos a preparar alguns momentos especiais. Convidamos onze fotógrafos da nossa praça, escolhemos onze artistas e pedimos-lhes que fossem passear, que fossem dar banho ao cão, que fossem plantar batatas, que fossem pentear macacos. A sério. Entre outras coisas: que se perdessem nas ruas que mais gostam, que se deixassem perder nas suas próprias cidades, que fossem às compras, que fossem cortar o cabelo, que fossem, basicamente, fazer o que lhes apetece. Tudo menos subir ao palco. Isso é que não. Está proibido. Ai de quem o tente. E pedimos-lhes, claro está, que nos viessem mostrar o resultado de tudo isso. Mês após mês, vamos exibir nas nossas páginas os resultados desses momentos. Com a objectiva numa mão e o coração na outra.

O calendário de fotógrafos é o seguinte (os artistas são surpresa):

Janeiro - Luísa Cativo
Fevereiro - Vera Marmelo
Março - Mauro Mota
Abril - Filipa Alves
Maio – Ana Limão
Junho – Luís Martins
Julho - Maria Do Carmo Louceiro
Agosto – Férias
Setembro – Ricardo Almeida
Outubro – Joana Cardoso
Novembro – Graziela Costa
Dezembro – Ana Limas
O estranho mundo de James Ferraro
· POR Bruno Silva · 07 Jan 2012 · 13:03 ·


Já uma "super-estrela", a ponto de aparecer em revistas como a Vogue, o absolutamente genial James Ferraro regressa a Portugal (depois de uma memorável noite no Barreiro, na companhia de alguns comparsas) para dois concertos. Dono de um universo profundamente idiossincrático e fascinante, James saltou dos antros mais refundidos - onde militava com brilhantismo desde os tempos dos Skaters e sob inúmeros pseudónimos - um pouco para todo o lado com o intrigante Far Side Virtual. Uma ambiciosa obra conceptual em torno da hiper-realidade escondida num mundo de smartphones e demais parafrenália tecnológica, Far Side Virtual era uma orquestra de ringtones no limite musical que chegou ao topo de várias publicações (como a Wire ou a Fact), apesar de ter dividido as opiniões dos "fãs" (como eu). Ainda assim, acontecimento imperdível, numa altura em que o gajo cavalga uma aceitação transversal, depois de dezenas de discos tão fundamentais como Alternative Soundtrack to Scream in Blue Surf Video, Marble Surf ou Last American Hero. Os happenings terão lugar nos dias 9 e 10 de Fevereiro, respectivamente nos espaços do Kolovrat 79 em Lisboa e do Centro Cultural de Vila Flor em Guimarães. Obrigatório. Aí fica um dos melhores toques de telemóvel de sempre :

Do Luxemburgo até Lisboa: Trio RDW em dose dupla
· POR Nuno Catarino · 07 Jan 2012 · 13:00 ·


O Trio RDW vem do Luxemburgo para se mostrar em dois concertos em Lisboa. Este trio reúne Michel Reis (no piano), Marc Demuth (no contrabaixo) e Paul Wiltgen (na bateria), músicos que adoptam o clássico formato de trio de piano jazz, trabalhando com elegância e sobriedade. O grupo vem desenvolvendo a sua música há mais de dez anos e os lisboetas terão oportunidade confirmar a sua maturidade artística nestas actuações ao vivo em dose dupla: no dia 12 de Janeiro o trio apresenta-se no palácio Foz, na Sala dos Espelhos, numa actuação com entrada livre, pelas 19h30; no dia seguinte, pelas 22h30, o trio apresenta-se ao vivo no bar OndaJazz (entrada a 8€).
André Fernandes regressa aos discos (e aos concertos)
· POR Nuno Catarino · 07 Jan 2012 · 12:58 ·


O guitarrista André Fernandes, figura de proa da cena jazz nacional, está de regresso às edições discográficas. Para este novo disco, entitulado Motor, Fernandes conta com o apoio de um verdadeiro grupo "all-star": Bernardo Sassetti (piano), Demian Cabaud (contrabaixo) e Marcos Cavaleiro (bateria); e ainda com os convidados Zé Pedro Coelho (saxofone) e Susana Santos Silva (trompete). Editado pela label Tone of a Pitch, este é o sexto álbum da carreira do guitarrista, sucedendo aos aplaudidos Imaginário (2009) e Cubo (2007) - dois picos criativos de um percurso já sólido. A apresentação deste disco terá lugar na Embaixada Lomográfica do Porto, no próximo dia 19 de Janeiro, um concerto organizado pela Associação Porta-Jazz.
Agora a sério: duo Copland/Abercrombie vai mesmo ao CCB
· POR Nuno Catarino · 07 Jan 2012 · 12:55 ·


Esteve agendado para Setembro do ano passado, mas o concerto da dupla Marc Copland & John Abercrombie teve de ser adiado. Por motivo de doença de um dos músicos o CCB alterou a data para o dia 25 de Janeiro, que assim se apresentam (finalmente!) no nosso país. Em Setembro tínhamos conversado com o pianista Copland, que nos contou que a parceria musical com o guitarrista Abercrombie é complementada por uma sólida relação de amizade: "Seria difícil para mim subestimar a importância de John na minha vida (...) nós entendemo-nos muito bem e enquanto algumas coisas vão mudando (os métodos, as abordagens, as ideias), há uma coisa que continua sempre: nós não queremos tocar aquilo que não estamos sentir." O concerto tem início às 21 horas e o preço dos bilhetes varia entre os 5,33€ e os 21,32€ (actualizações da crise). Os bilhetes que tenham sido adquiridos para o concerto do ano passado são válidos para esta nova data.
“Double-bill” celebra segundo aniversário
· POR Nuno Catarino · 07 Jan 2012 · 12:51 ·

Marcelo dos Reis © Hélio Gomes


O ciclo “Double-bill” celebra neste mês de Janeiro o seu segundo aniversário. Criado com o objectivo de formar um espaço para a apresentação de música criativa em Coimbra, o “Double-bill” tem vindo a permitir a troca de experiências entre criadores com diferentes percursos e abordagens. Já participaram neste ciclo mais de 30 músicos e artistas ligados à música criativa, gente como Sei Miguel, Tiago Sousa ou Ciryl Bondi. Para celebrar o 2º aniversário do “Double-bill” estão a ser preparados concertos em quatro cidades: Aveiro, Coimbra, Lisboa e Porto. O primeiro concerto acontece no dia 7 de Janeiro, no Centro Comercial Stop no Porto, com as actuações de Open Field String Trio e Angélica Salvi. No dia 21 de Janeiro o Bacalhoeiro, em Lisboa, apresenta as actuações dos trios Ara/Faustino/Pereira, Vicente/Freitas/Reis e ainda o projecto earNear. O “Double-bill” passa por Aveiro a 3 de Fevereiro, com a actuação dos trios David Maranha/Margarida Garcia/Gabriel Ferrandini e Open Field String Trio no Mercado Negro. As celebrações encerram com o regresso à casa-mãe: a 4 de Fevereiro o Teatro da Cerca de São Bernardo, em Coimbra, acolhe as actuações dos trios Maranha/Garcia/Ferrandini e Open Field String Trio. É tempo de celebrar.
Jon Spencer Blues Explosions em Portugal lá para Março
· POR André Gomes · 06 Jan 2012 · 00:26 ·


Em Março Jon Spencer e companhia aterram em Portugal para dois concertos no mês de Março. No dia 14 de Março apresentam-se no Hard Club, no Porto, e no dia seguinte sobem ao palco da Sala TMN ao Vivo, em Lisboa. Ainda não são conhecidos os preços nem bandas de abertura. Depois do hiato que impuseram a si mesmos depois de Damage, os Jon Spencer Blues Explosion lançaram a compilação Dirty Shirt Rock ´n´ Roll: The First Ten Years, reeditaram álbuns e voltaram a tocar ao vivo. A pica está toda no ar.

João Alegria Pécurto tem um novo EP; ouçam aqui em estreia e em exclusivo um desses temas
· POR André Gomes · 06 Jan 2012 · 00:23 ·


João Alegria Pécurto surpreendeu-nos com um primeiro EP de guitarras hipnotizantes, paisagens com a profundidade suficiente para sonhar profundamente – ainda que acordados. E agora existe um novo EP. Chama-se Imagem viva e nós temos um dos temas desse EP para audição exclusiva. Esse tema chama-se “A chegada do fogo” e mostra a continuação de um trabalho de exploração de territórios férteis; ainda com a guitarra, ainda de forma hipnótica.

Fomos falar com João Alegria Pécurto para que nos dissesse alguma coisa sobre este novo EP. E dele ouvimos o seguinte: “Falo sobre o novo trabalho, falo dos novos movimentos, digo que a experiência foi mais luminosa, mais aprazível, mais alegre, que a anterior... Estes actos-experiência são de facto ricos e libertadores para mim, são sempre a procura de algum tipo de manifestação absoluta. Tenho por este trabalho um sentimento de pertença muito grande e de uma sucessão natural em tempo reduzido”. E depois agradeceu-nos: “quero agradecer ao Bodyspace pela oportunidade de lançar aqui um tema, aguardando a edição das restantes músicas”. Que venha mais que a alegria é toda nossa.

João Alegria Pécurto - A Chegada do Fogo [mp3]

Barcelos ao poder; está aí o Festival NAA
· POR André Gomes · 05 Jan 2012 · 15:26 ·
© Sofia Miranda

O Festival NAA - Novas Artes Associadas, como se pode ler no site, é um evento organizado pela EsferaNegra em parceria com o Pelouro da Cultura de Barcelos, produção da Honeysound e conta apoios de outras entidades e associações. O festival, que começou em Dezembro e continua agora em Janeiro até Fevereiro, pretende promover novas formas artísticas, com enfoque na música, artes visuais e cinema.

Na música os destaque este ano vão para a noite que reúne A Beta Movement e blac koyote (o projecto de José Alberto Gomes, na foto) no Auditório da Biblioteca Municipal (20 de Janeiro, 21h30, entrada a custar 2€), a noite que junta Mau Amigo, Johnny Sem Dente & os Jatfodo e Evols + p.ma (vem aí disco novo em 2012, hurray!), no mesmo Auditório da Biblioteca Municipal, dia 21, 21h30, entrada a custar 3€, e a noite em que AC/TRSM, os galegos Cró! e Ant in the Farm (um projecto indie de uma só cabeça, vindo de Guimarães) se apresentam no mesmo Auditório da Biblioteca de Barcelos, dia 22 de Janeiro, 21h30, desta vez com entrada gratuita. No dia 27 de Janeiro, Hugo Paquete apresenta-se no Multiusos ESAF às 21:30h com entrada livre. É aproveitar.
Youssou N´Dour é candidato à Presidência do Senegal
· POR Hugo Rocha Pereira · 05 Jan 2012 · 00:37 ·


Não é a primeira vez que um músico se aproxima da órbita do poder – lembre-se, por exemplo, o caso recente de Gilberto Gil, que chegou a ser Ministro da Cultura brasileiro durante o Governo do Presidente Lula da Silva –, nem será decerto a última. Mas como a arte e a autoridade não costumam ser as melhores amigas, os cantores que se tornam políticos são relativamente escassos, o que torna cada caso digno de realce, sobretudo pelas motivações que lhe estão subjacentes. E Youssou N´Dour, que ganhou fama internacional através do dueto com Neneh Cherry, em “7 Seconds”, justificou a sua candidatura apresentando-se como um cidadão «preocupado com o futuro do seu país» e mostrando-se muito crítico do despesismo do actual Presidente senegalês. O autor de “New Africa” irá, assim, opor-se a Abdoulaye Wade, de 85 anos e que está na presidência deste país africano desde 2000.

...e eis a programação do Musicbox
· POR Paulo Cecílio · 05 Jan 2012 · 00:35 ·


...que também arranca com o intuito de ter um ano ainda melhor do que aquele que teve. Para já começa com bastante peso: dose dupla, com Men Eater e Riding Pânico, no próximo sábado, sendo que nós até estamos a dar convites. Na semana seguinte DJ Ride patrocina mais uma sessão Rock It!, desta feita com a presença dos Groove4tet, DJ X-Acto e Bullion. A 21 serão os Male Bonding e Machinedrum que estarão no palco do clube lisboeta, uma semana antes do português Zeca Medeiros apresentar o seu último disco, Fados, Fantasmas e Folias, a 27. Para mais informações, porque somos preguiçosos de as colocar aqui a todas, já sabem: http://www.musicboxlisboa.com/.
ZdB também entra no ano novo
· POR Paulo Cecílio · 04 Jan 2012 · 15:15 ·


A associação cultural com o mural mais fixe do Bairro Alto também já apresentou propostas para aqueles ávidos por música ao vivo. Numa altura em que se têm dedicado à angariação de sócios, um pouco à la Benfica*, os homens e mulheres responsáveis também divulgaram o cartaz para este mês de janeiro, onde desde já se destaca o concerto de Phill Niblock, a 19, que decorre não no espaço da Rua da Barroca mas na Igreja de St. George, no Jardim da Estrela. O norte-americano será acompanhado por David Maranha, Manuel Mota, André Gonçalves e Yvan Etienne, e os bilhetes estão à venda por 6€. Já na ZdB propriamente dita iremos ter neste dia 7 a presença dos Silence Is A Boy, seguidos dos Aquaparque, a 13. Mais para o final do mês também haverá a possibilidade de voltar a ver os Pão ao vivo, acompanhados por Hernâni Faustino e Filipe Felizardo, a 26, sendo que no dia seguinte subirá ao palco Gary Lucas, um dos dois grandes deste vídeo. Seguem-se as informações básicas sobre os concertos, sendo que para qualquer esclarecimento adicional podem ir ao website da Zé dos Bois:

* O autor deste texto compromete-se, em 2012, a não fazer tantas piadas futebolísticas sobre o FCP, para não magoar os sentimentos de alguns leitores.

7 jan
Silence is a Boy
23h / 6€

13 jan
Aquaparque / Holy Strays / Cankun
23h / 6€

19 jan (Igreja de St. George)
Phill Niblock c/ David Maranha, Manuel Mota, André Gonçalves e Yvan Etienne
21h / 6€

26 jan
Rec Brutus / Pão c/ Hernâni Faustino e Filipe Felizardo
22h / 6€

27 jan
Gary Lucas / Luís Lopes
23h / 15€
Que comecem as hostilidades
· POR Paulo Cecílio · 03 Jan 2012 · 00:14 ·
Já se sabe que 2012 irá acolher por cá excelentes bandas por via das grandes promotoras (por aqui a tumefacção da confirmação dos Mazzy Star ainda não acalmou), mas as indies também têm, como é óbvio, uma palavra a dizer e boas propostas para mostrar. É o caso da Filho Único, que volta à carga depois de um ano que lhes correu sobejamente bem - concerto de AnCo no CCB, ligação à Cafetra, miríade de boas noites no Lounge... No final de janeiro e princípio de fevereiro, a promotora lisboeta deslocar-se-à até à Culturgest, no Porto, para proporcionar a gente com bom gosto a possibilidade de ver Mika Vainio, metade dos históricos Pan Sonic, que virá ao país na sequência do mais recente trabalho a solo, Life (It Eats You Up...), concerto marcado para o dia 27 e com bilhete único de 5€. Dias depois e pela mesma pechincha, será a vez de Sei Miguel subir ao palco do afamado espaço portuense, juntamente com a sua Unit Core, na apresentação da peça Prelúdio e Cruz de Sala. Antes disso, por via da mensalidade no Lounge, trarão no dia 12 Steven Warwick, nom de guerre Heatsick, senhor com raízes no drone que planeia, desta feita, pôr gente a dançar - deixamos o vídeo de uma actuação sua em Paris para poderem ter uma ideia. Ah, e este é grátis. Não há desculpa possível.



12 jan
Heatsick + FÚ DJ Set
Lounge Bar Lisboa / 22h30 / Livre

27 jan
Mika Vainio
Culturgest Porto / 22h / 5€

4 fev
Sei Miguel Unit Core
Culturgest Porto / 21h30 / 5€
A Jigsaw, na APAV
· POR Paulo Cecílio · 03 Jan 2012 · 00:13 ·


Há algo que se espera que não mude em 2012: oferta cultural gratuita. Nesse campo destaca-se o trabalho da APAV, que tem vindo a acolher concertos de bons valores nacionais ao longo dos últimos anos. No próximo cinco de janeiro continuarão a fazê-lo, quando derem lugar aos conimbricenses A Jigsaw, trio que procura na folk norte-americana inspiração para as suas canções e que editou recentemente o seu terceiro disco, Drunken Sailors and Happy Pirates, para além de um EP na editora retro Cakes & Tapes. O concerto começa às 19h e, não sendo preciso comprar bilhete antes que esgote, só fazem um favor a vocês mesmos ao aparecer.

Parceiros