Junho 2010
Michael Hurley, Susan Alcorn e Manuel Mota revelam sabedoria de muitos anos no Festival TranS_Sintra
· POR Miguel Arsénio · 29 Jun 2010 · 18:43 ·


É bem provável que Michael Hurley esteja neste preciso momento a pedir boleia para o aeroporto numa estrada dos Estados Unidos, enquanto imagina que personagens e alegorias (às vezes hilariantes) pode cantar na voz e tocar na guitarra que traz na mão. Assim acontece porque o mítico vagabundo folk tem a sua presença confirmada na noite de 3 de Julho do Festival TranS_Sintra, que irá decorrer na Casa Teatro Sintra. Aos 69 anos, o multifacetado (é também cartoonista) Michael Hurley comporta aquele tipo de carisma altamente propício a encantar uma pequena multidão com canções de quem parece capaz de explicar a vida numa conversa ao balcão de um bar. As trivialidades associadas a Michael Hurley são muitas e algumas delas bem apelativas: “Werewolf”, incluído em You Are Free, o disco de uma Cat Power que nunca mais voltou, é da sua autoria; a importância de Have Moicy, gravado com os míticos Unholy Modal Rounders (nome em constante mutação), mereceu, nos anos 70, o reconhecimento dos Rolling Stones (que ainda o escutam durante as transfusões de sangue feitas nas Ilhas da Páscoa). Michael Hurley é também famoso por tocar a troco da viagem, estadia e, desta vez, algumas queijadinhas de Sintra. Nesta raríssima aparição europeia, o folker poderá assistir tranquilamente à primeira parte assegurada por Susan Alcorn e Manuel Mota, duo igualmente genuíno e dotado. Susan Alcorn toca também na Culturgest do Porto no dia anterior, 2 de Julho.
Abram alas para os Extraperlo, eles são a novidade no Milhões de Festa
· POR André Gomes · 28 Jun 2010 · 23:46 ·
Em Barcelos, nos dias 23, 24 e 25 de Julho, o Verão vai ser mais intenso do que é normal. A Lovers & Lollypops continua a preparar um festim parta gente feliz ou à procura de sair da depressão. O novo argumento de peso, e é o Bodyspace a dá-lo em primeira mão, são os Extraperlo, senhores de Barcelona que nos dizem que na Catalunha o sol brilha intensamente em 2010. O disco Desayuno Continental é mais uma pérola dos nuestros hermanos, cheia de ritmo, cor e diversão.

Joaquim Durães, o cabecilha da Lovers e organizador mor do festival, lá nos foi dizendo que "depois do El Guincho e dos Delorean, esta é a banda a ter em conta" por terras espanholas. Vamos acreditar e esperar que este Verão de chillwavers e popes hipnagógicos seja o melhor de sempre. Para ouvir os Extraperlo, que tocam no festival minhoto no dia 25 de Julho, é clicar ali no play:

Cavaco visita a Trem Azul
· POR Nuno Catarino · 24 Jun 2010 · 10:56 ·


O Presidente da República, Cavaco Silva, vai efectuar uma visita oficial à Trem Azul / Clean Feed hoje, dia 24. Esta inesperada visita enquadra-se na 5ª Jornada do Roteiro para a Juventude, sendo a editora Clean Feed / distribuidora Trem Azul considerada um exemplo de "empreendedorismo jovem no espaço urbano". A Trem Azul / Clean Feed preparou para a ocasião um série de iniciativas, nomeadamente a apresentação de um vídeo do Clean Feed Fest V, o festival que a editora organizou este ano em Nova Iorque e Chicago, e também um momento musical com o contrabaixista Carlos Barretto. Esta será uma oportunidade de especial visibilidade para aquela que é considerada, de forma quase unânime, como uma das melhores editoras jazz do mundo - não é exagero nacionalista, é mesmo assim.

Noite de cinema celebra também o regresso de uma das nossas maiores imigrantes
· POR Bruno Silva · 23 Jun 2010 · 09:37 ·
Agora que o calor se instalou definitivamente na rotina lisboeta, as sessões de cinema no terraço da galeria da Zé dos Bois tornam-se, cada vez mais, no melhor plano possível para uma quarta feira. Nesta terceira sessão é projectada uma dessas pérolas da Sublime Frequencies que urge descobrir. Focado em aspectos culturais da Ilha de Sumatra na Indonésia, "Sumatran Folk Cinema" dá particular ênfase ao riquíssimo espólio musical da ilha, numa colagem de efeito quase psicadélico. Mas a sessão de hoje tem ainda o acréscimo de contar com a presença de um dos nomes mais importantes da música improvisada destas duas últimas décadas em Portugal. Actualmente a viver nos Estados Unidos, Margarida Garcia tem vindo a tocar com algumas das mentes mais queridas do país que a acolheu (Loren Connors, Marcia Bassett ou Matt Valentine) e aparece na ZDB na bela companhia de Barry Weisblat (membro desse colectivo fulcral, entretanto extinto, que foi a Tower Recordings) para uma actuação obrigatória, como que a relembrar o seu papel central em toda a música libertária. Agora que a podemos ver tão raramente. A entrada será de cinco euros e terá início pelas 22 horas.
Woom e Dreams vão mostrar que a pop é um gajo estranho no Café Au Lait
· POR Pedro Rios · 19 Jun 2010 · 19:18 ·


Os Woom, alvo recente da Videoteca Bodyspace, actuam amanhã no Café Au Lait, no Porto. Duo rapaz-rapariga que faz pop experimental, a partir de loops e ritmos pegadiços, a lembrar uns High Places com gosto especial pelo fuzz de guitarra, os Woom são uma curiosa experiência.

Na primeira parte, estará a promessa-confirmação Dreams, o projecto de João Chaves que enfia os New Order no espaço de um Macintosh e, pelo caminho, lembra as águas quentes de Washed Out, com samples de Electric Light Orchestra pelo meio. Tudo a partir das 19h00, com entrada livre.
The Ruby Suns em digressão por Portugal param hoje em Lisboa.
· POR Nuno Leal · 18 Jun 2010 · 17:53 ·
Os neozelandeses The Ruby Suns andam por terras lusas e ainda por cima com um disco novo na bagagem. Ontem estiveram em Coimbra, na Oficina Municipal de Teatro, hoje estarão em Lisboa, pelas 23h, no LX Factory Casting Club, e amanhã, 19, Guimarães no Centro Cultural Vila Flôr, pela meia-noite.

Em Lisboa, numa organização do Nariz Entupido, contam na 1ª parte com Eduardo Raon e a sua harpa, efeitos sonoros e visuais. "The drive for impulsive action" é o nome do projecto, para os curiosos. Depois festa noite dentro com o djset de M3U, para os curiosos. Bilhetes à venda no LX Factory Casting Club, por 10 EUR.
Toro Y Moi confirmados no Milhões de Festa, em Barcelos - sim, isto é um exclusivo
· POR André Gomes · 13 Jun 2010 · 20:15 ·
Já sabíamos dos Fall, já sabíamos dos Delorean, e de outras maravilhas como Appaloosa, Crystal Fighters ou Year Long Disaster. São apenas alguns dos nomes do novo e excitante festival de verão a acontecer em Barcelos entre 23 e 25 de Julho (com selo da Lovers & Lollypops), ao qual se junta agora Toro Y Moi, o projecto pop (chillwaver para os amigos) de Chazwick Bundick, entrevistado em tempos pelo Bodyspace. Que bem que vai saber ouvir Causers of This com o sol de Barcelos no dia 25 de Julho na zona ribeirinha da cidade. O slogan do festival diz muita coisa: "o Milhões de Festa é o festival que promete dinamizar e ao mesmo tempo arrasar Barcelos nos dias 23, 24 e 25 de Julho". Para mais informações e a totalidade dos nomes já anunciados, é dar uma saltada ao site do festival.

Se ainda precisam de argumentos para rumar a Barcelos nos dias 23, 24 e 25 de Julho, esta canção pode acabar com as vossas dúvidas:

A música total de Ghédalia Tazartès vai encher o Museu do Chiado
· POR Pedro Rios · 09 Jun 2010 · 10:51 ·


Noite grande, hoje no Museu do Chiado, em Lisboa. Ghédalia Tazartès, francês de origem turca, regressa a Portugal, depois de um concerto na Culturgest do Porto em Outubro do ano passado. Tazartès é uma orquestra de um homem só, um músico que absorve outras músicas de diferentes latitudes (via gravações de campo e samples) e cujo trabalho depende, essencialmente, da sua voz - mas pode também incorporar acordeão, teclados e electrónica.

Na primeira parte, os portuenses Calhau!, artistas-performers-músicos cuja música é radicalmente experimental, ao mesmo tempo que conserva um salutar sentido de humor. Espera-se um álbum dos Calhau! até ao final do ano pela Rafflesia, gravado com a ajuda de Bernardo Devlin.

A noite começa às 22h00 e os bilhetes custam 7 euros.
"Eu e tu. Nós."
· POR Simão Martins · 09 Jun 2010 · 10:05 ·
Se Ersnest Green, que é como quem diz Washed Out, decidir passar o resto da vida sem editar um longa-duração, o mundo não se vai chatear. Isto porque o tipo acaba de editar um dos temas do ano, sexual q.b., deixando-nos à deriva no seu mundo chillwaver. "You and I", acabadinho de sair, podia fazer parte da banda sonora de duas vidas, que juntas fazem uma. O amor é lindo. Mais lindo ainda com Washed Out metido ao barulho. Afinal já somos três...

Bonnie “Prince” Billy & The Cairo Gang visitam dois dos palcos mais bonitos do país
· POR Miguel Arsénio · 04 Jun 2010 · 18:01 ·


Dois braços que gesticulam à volta de uma barba épica ou um par de calças brancas a abanar-se num palco só podem ser sinónimos de uma coisa: o imenso Bonnie “Prince”Billy está de regresso ao país que já o recebe como casa de praia. O pretexto para a visita de um dos grandes herdeiros da canção norte-americana é, desta vez, um novo disco com The Cairo Gang, que é basicamente o nome escolhido para Emmett Kelly como colaborador a tempo inteiro no novo álbum The Wonder Show of the World (depois da participação em alguns discos anteriores). Os laços entre Bonnie “Prince” Billy e Portugal são de tal forma sólidos que a foto promocional desta sua golpada com o Gang foi registada em plena Galeria Zé dos Bois , no coração do Bairro Alto. Os outros materiais promocionais associados ao disco (primeiro um rabo apetecível e depois um abre-garrafas com a figura do barbudo) são enganadores em relação ao conteúdo que apresenta um Bonnie “Prince” Billy especialmente discreto e subtil (quase próximo da torch song, em alguns casos). O disco cresce devagar.

As outras visitas de Will Oldham (nome civil de BPB) asseguram-nos também que a duração dos seus concertos chega a ser lendária (entre as 3 e as 4 horas). Em sintonia com isso, as salas preparadas para receber o mais ilustre dos irmãos Palace são especialmente vistosas: no sábado, 5 de Junho, a Sociedade de Geografia de Lisboa (ilustrada em cima) abre as suas portas pelas 21 horas, e, no dia seguinte, é a vez do Teatro Aveirense (em Aveiro, claro) fazer o mesmo. Estes concertos em território nacional fazem parte de uma curtíssima digressão europeia partilhada com Susanna and The Magical Orchestra e as suas versões sonâmbulas de temas populares dos Thin Lizz e Black Sabbath, entre outros. A primeira parte de ambas as noites fica a cargo da Susanna das versões calminhas.
Do swing à bossa nova, da Roménia a Lisboa
· POR Nuno Catarino · 04 Jun 2010 · 17:40 ·


O Instituto Cultural Romeno de Lisboa apresenta nos próximos dias 7 e 8 de Junho dois concertos da cantora Irina Sarbu (na foto, com o sorriso maroto) acompanhada pelo trio do pianista Puiu Pascu. Estão prometidas passagens por standards, samba e bossa nova, sendo esta mescla de referências trabalhada com elegância jazzística por um grupo experiente - a cantora faz-se acompanhar por Puiu Pascu (piano), Ciprian Parghel (contrabaixo) e Tudor Parghel (bateria). Na segunda-feira, dia 7, o concerto tem lugar no Museu da Música (estação de Metro do Alto dos Moinhos) pelas 19h; na terça-feira, dia 8, o concerto tem lugar no Auditório do IFP (Av. Luís Bívar nº 91, Lisboa), pelas 21h. Em ambos os casos a entrada é livre.
Última hora: Atlas Sound e Aquaparque por metade do preço e tudo para que os miúdos não fiquem à porta.
· POR Miguel Arsénio · 04 Jun 2010 · 00:25 ·

Reza a lenda que Bradford Cox passeava por Lisboa no dia de ontem, quando foi entusiasticamente reconhecido por um grupo de jovens, que alegavam não poder ir ao seu concerto de Atlas Sound, no Lux de Lisboa, por falta de dinheiro. Sensível a isso e certamente inspirado pelas bandas que viu a preço reduzido em Atlanta, o mentor dos Deerhunter acordou com a Filho Único uma maneira de todos poderem entrar no Lux mais logo, pelas 22 horas da noite (de sexta-feira), por 7 euros apenas, em vez dos iniciais 15. Os que possuem bilhete podem pedir o reembolso de 8 euros. As explicações da promotora podem ser lidas no blogue dos próprios Deerhunter (a fotografia foi restaurada a partir de um filme polaco de 1977 que foi banido na restante Europa). O último álbum de Atlas Sound, Logos, conta com a participação do cidadão lisboeta Noah Lennox (Panda Bear) nas vozes de “Walkabout” pelo que não fica totalmente arredada a hipótese de uma bonita surpresa (daquelas a que a Filho Único nos habituou em noites inesquecíveis). A certeza absoluta é de que os Aquaparque ocuparão a primeira parte do serão com a estreia de algumas das canções que devem ser gravadas no próximo mês de Agosto por Pedro Magina e André Abel. Quem já viu ao perto, sabe que a entrega dos Aquaparque em palco é uma daquelas coisas que não tem preço.
Dead Combo apresentam DVD com a Royal Orquestra das Caveiras
· POR André Gomes · 02 Jun 2010 · 11:42 ·
Na próxima Sexta-Feira, dia 4 de Junho pelas 22h45 na sala 3 do Cinema São Jorge os nossos queridos Dead Combo irão desvendar um pouco do DVD realizado por Daniel Neves, gravado ao vivo o ano passado no Jardim de Inverno do Teatro São Luiz.

Por volta das 23h30, na sala 2, acontecerá um showcase com a presença dos músicos da orquestra. A Royal Orquestra das Caveiras é composta, para alêm dos Dead Combo Tó Trips e Pedro Gonçalves, por Ana Araújo (piano), João Cabrita (saxofones), João Marques (trompete), Jorge Ribeiro (trombone) e Alexandre Frazão (bateria). O DVD irá sair dia 8 de Junho com o jornal Público.

HEALTH e PAUS na Casa da Música, no Porto, hoje e a bom tempo
· POR André Gomes · 02 Jun 2010 · 11:39 ·
Ontem à noite foi em Lisboa e os relatos que temos são entusiasmantes. Hoje, há concerto de bandas com letras maiúsculas na Casa da Música, no Porto: os HEALTH regressam a Portugal para apresentar Get Color e um noise que é entregue ora directo, ora camuflado em aventuras mais acessíveis. Ao Bodyspace disseram-nos que o concerto no Primavera Sound, em Barcelona, foi do <3. Hoje é na Sala 2 da Casa da Música e a entrada tem o custo de 15 euros. Com um bocado de sorte, se chegarem cedo e disponíveis, ainda levam com PAUS (desculpem), que prometem ser a next big thing da música portuguesa.

Rodrigo Leão & Cinema Ensemble ao Vivo na Casa da Música
· POR André Gomes · 01 Jun 2010 · 16:46 ·


Rodrigo Leão, que terminou esta semana uma tournée por vários países europeus onde o seu disco está a ser editado, desloca-se ao Porto no dia 13 deste mês para apresentar o seu trabalho, intitulado A Mãe. 1Os bilhetes estão à venda na Ticketline, FNAC, Casa da Música e locais habituais e o preço é de 30 euros. As Danças Ocultas são os convidados especiais deste concerto. A última vez que Rodrigo Leão actuou no Porto foi em Novembro do ano passado no Coliseu completamente esgotado.

Parceiros