Noise ao fim da tarde
· POR Paulo Cecílio · 22 Set 2018 · 16:13 ·


A ideia de sunset party é um produto do capitalismo, dos betos, das marcas, da escumalha em geral. E está prestes a ser virado do avesso.

Este sábado, a SMUP, na Parede, acolherá o SunsetNoise, evento que «apela a um certo sentido de resistência fora dessa lógica binária Hi-Fi / Low-Fi ao acrescentar o No-Fi» e que contará com a presença de oito artistas, a saber: Aires (na foto), Baku9, João Paulo Daniel, Serpente, Panelak, Vasco Alves, Xavier Almeida e Zé Maldito + Vicente Mateus, com intervalos a cargo de Demónio António. A entrada custa 5€ e tudo se iniciará pelas 16h. Mais aqui.

GTM 2018: Gaia não pede passaporte
· POR Fernando Gonçalves · 21 Set 2018 · 18:18 ·


A segunda edição do GTM - Gaia Todo o Mundo está aí à porta. Entre os próximos dias 27 e 30 de Setembro, do centro histórico de Gaia será o centro de acolhimento para uma série de músicas e músicos do mundo que farão desaguar na margem do Douro sonoridades tão díspares como o folk, o pop, a música tuareg, a electrónica, o jazz, ou a música do caribe. Entre consagrados, novatos e estreias absolutas em Portugal, o cartaz está recheado com os nomes de Castello Branco, Maiden Rdaio (Cheyenne Mize, Julia Purcell e Joan Shelley), Joan Shelley (solo), Live Low, Bruno Pernadas, Alberto Mantero ou Bombino.

Para além dos concertos, espalhados um pouco por todo o centro histórico de Gaia, o Gaia Todo o Mundo abre-se ainda às artes visuais, performances, instalações de luz, gastronomia e a um sem número de outras actividades paralelas. A entrada é livre.



Programação musical completa:

Quinta, 27 de Setembro
22h - Claustros Corpus Christi
Maiden Radio
 
Sexta, 28 de Setembro
21h – Capela Corpus Christi
Joan Shelley
22h – Zé da Micha
Oso Leone
23h – Zé da Micha 
Anthony Joseph
 
Sábado, 29 de Setembro
17h – Armazém 22
Live Low
20h - Claustro Corpus Christi
Haëma
21h – Capela Corpus Christi
Alberto Mantero
22h – Zé da Micha
Bruno Pernadas
23h30 – Zé da Micha
Bombino
 
30 de Setembro
10h – Armazém 22
Castello Branco para Bebés
18h – Mercearia do Bernardino
Marem Ladson
19h – Armazém 22
Castello Branco
Guilherme Kastrup: novo disco a caminho
· POR André Gomes · 21 Set 2018 · 14:44 ·


O mestre Guilherme Kastrup está de volta aos discos. Quatro anos depois do belíssimo Kastrupismo, colaborações bem próximas com Elza Soares e a produção de outros discos de muitos outros artistas, o percussionista brasileiro prepara-se para lançar o seu sucessor.

Este novo registo chama-se Ponto de Mutação e acaba de mostrar ao mundo aquele que é o primeiro single, “Reaction”. Quem o viu ao vivo recentemente não estranhará certamente as conotações políticas. Entrem por favor que a viagem vale bem a pena.

Guimarães Jazz 2018: volta ao mundo do jazz em 10 dias
· POR Fernando Gonçalves · 21 Set 2018 · 14:35 ·


Entre 8 e 17 de Novembro, a cidade berço irá voltar a acolher mais um Guimarães Jazz. Depois de em 2017 ter assinalado os mais de cem anos deste género musical, a edição 27 do festival propõe aos melómanos uma viagem aos meandros da longa história do jazz o que implicará explorar geografias alternativas ao seu território nativo, divulgar o trabalho de músicos jovens que nasceram quando o jazz se tinha já implementado plenamente na cultura moderna, dar espaço a músicos que se distinguiram em territórios musicais mais próximos das correntes experimentais e vanguardistas da música contemporânea e, por último, programar músicos menos mediáticos e inseridos em circuitos mais informais e artisticamente flexíveis.

Da teoria à prática, ao 27º Guimarães Jazz consubstanciar-se-á em 13 concertos em 10 dias com um plantel de guias em que se contam os nomes de Dave Holland, Steven Bernstein, Matt Ulery (além do concerto com o projeto Delicate Charms, orientará as oficinas de jazz e as jam sessions e dirigirá a Big Band e o Ensemble de Cordas da ESMAE), projeto “Cartas Brasileiras”(Léa Freire acompanhada pela Orquestra de Guimarães), Pablo Held Trio, Random/Control ou os The Mingus Big Band que fecharão o festival com um concerto de homenagem a Charles Mingus.

Os concertos irão repartir-se entre o Centro Cultural Vila Flor (Grande e Pequeno Auditório) e a Black Box do Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) enquanto as jam sessions decorrerão no Café Concerto do CCVF. Em relação a bilhetes o preçário é variado consoante o número de concertos a que se queira assistir indo desde os 2 euros (jam sessions) até aos 80 de passe geral. Programação completa aqui.

Matthew Dear: um regresso animal
· POR Fernando Gonçalves · 21 Set 2018 · 14:16 ·


Seis anos depois da edição de Beams, o músico, e o seu avant-pop, estão de regresso de regresso às edições com uma viagem ao mundo animal. Se Bunny, título do disco que será editado a 12 de Outubro, foi o nome escolhido por Dear dado apresentar-se como um nome “fofinho e sexy”, o novo single que acompanha este anúncio não poderia ter maior débito de potência pois entra no domínio dos equinos, mais concretamente no dos cavalos.

“Horses”, assim foi baptizado, traz com ele Tegan and Sara, uma colaboração que acaba por se estender, de igual modo, ao tema “Bad Ones”. Depois de “Bunny’s Dream” e “Echo”, a pista fica desimpedida para a cavalgada de “Horses”:

Tune Yards voltam a ser creepys
· POR Fernando Gonçalves · 21 Set 2018 · 14:12 ·


Merrill Garbus e Nate Brenner foram ao báu recuperar o seu último álbum I can feel you creep into my private life para o transformar num projecto em forma de EP chamado …creep… Remixes que, em breve descrição, pega em quatro temas do disco e entrega a sua remixagem a outros tantos músicos/bandas.

O primeiro objecto deste projecto é o tema “Honesty” que vem com o selo da americana Suzy Analogue. A ela irá juntar-se, nos restantes três temas do extended-play que sairá a 18 de Outibro, os nomes de Sylvan Esso, ET.PATXKEISHH e U.S. Girls. Para já, “Honesty”:

Roosevelt: a dor de corno dançável
· POR Fernando Gonçalves · 20 Set 2018 · 15:59 ·
© David J East

A pouco mais de uma semana do lançamento (dia 28 de Setembro) do seu novo álbum de originais, o alemão Marius Lauber aka Roosevelt desvela um pouco mais do que se poderá encontrar dentro de Young Romance com o novo single “Shadows”.

Com alguns elementos da disco dos anos 70 e postura new wave, “Shadows” é descrito como uma infecciosa e dançavel dor de corno, uma vez que fala de um amor perdido que continua a abater o amado desconsiderado.

Celebration de Bheki Mseleku vai ser reeditado
· POR Fernando Gonçalves · 20 Set 2018 · 15:56 ·


Corria o ano de 1992 quando a editora World Circuit pegou no testemunho musical do sul-africano Bheki Mseleku e o transformou em Celebration, o primeiro disco do músico. Corolário da luta pelo fim do ignominioso apartheid, o disco conta histórias as histórias vividas por Mseleku no forçado exílio na Europa, o longo rosário de desventuras dos negros sul-africanos durante o domínio branco para, finalmente, exultar com uma libertação que já se entrevia no afrouxar das privações impostas pelo governo segregacionista de então.

O disco será reeditado em vinil, uma estreia, no próximo dia 1 de Outubro via Matsuli Music. Até lá, fiquem com Mseleku e amigos nesta grande Celebration digital:

Body Type: lo-fi garage à australiana
· POR Fernando Gonçalves · 20 Set 2018 · 10:02 ·
© Dakota Gordon

São quatro, vêm de Sidney e estão prestes a fazer a sua estreia em disco com Body Type, nome que também serve de título à banda e que será editado a 19 de Outubro via Fader.

Lo-fi garage ao modo downunder são os ingredientes que cozinham um disco onde, entre outras, se encontra “Palms”, novo tema das Body Type que podem ouvir a partir de agora:

Danielson: religião, bla, bla, zzzzz
· POR Fernando Gonçalves · 20 Set 2018 · 09:44 ·


“On Purpose” é o nome do segundo single extraído a Snap Outtavit, novo EP da banda-família de rock cristão Danielson.

Religião para aqui, religião para ali, o diabo a sete e a mirifica salvação ao alcance de uns acordes dão o mote para este novel extended-play que teve o condão de conseguir reunir, novamente, a família Danielson numa sala de gravações. Snap Outtavit será editado a 28 de Setembro mas “On Purpose” reza assim agora:

Connan Mockasin está numa relação com "Charlotte's Thong"
· POR André Gomes · 19 Set 2018 · 16:14 ·


Salvo seja. Connan Mockasin mostrou há pouco de nada o seu novo single, "Charlotte's Thong", mais uma amostra do seu estranho mundo com nove minutos de puro prazer.

Esta é a segunda faixa a ser conhecida daquele que será o seu próximo disco, Jassbusters, o terceiro da sua discografia. Este novo registo foi gravado em Paris nos Studios Ferber im Agosto de 2016. Ah, o disco chega a 12 de Outubro.

Aí está o novo single dos Dead Can Dance
· POR André Gomes · 19 Set 2018 · 14:38 ·


O novo disco dos Dead Can Dance, Dionysus, chega a 2 de Novembro e hoje foi tornado público um dos temas desse registo, "ACT II - The Mountain", que é o primeiro movimento do segundo acto do álbum. Este é o primeiro disco da banda em seis anos, depois de Anastasis, e é dividido em duas partes. 

Recordamos que os Dead Can Dance regressam a Portugal para dois concertos a 23 e 24 de Maio de 2019 na Aula Magna, em Lisboa.

Tav Falco de regresso a Portugal
· POR Paulo Cecílio · 19 Set 2018 · 11:51 ·


O norte-americano Tav Falco irá voltar em breve a Portugal, na companhia dos seus Panther Burns. O músico irá dar um concerto único no Texas Bar, em Leiria, no próximo dia 24 de Setembro.

Não há disco novo dos Panther Burns desde 2015, ano em que foi editado Command Performance, mas que isso não impeça a festa. Os bilhetes custam 8€, 10€ no próprio dia.

Fechada a programação do Urban Routes
· POR Paulo Cecílio · 19 Set 2018 · 11:51 ·


O Jameson Urban Routes anunciou esta semana os últimos nomes para o cartaz daquela que será a sua 12ª edição. Aos anteriormente anunciados juntam-se agora os de B Fachada (na foto), que irá celebrar o 10º aniversário do seu primeiro EP, Viola Braguesa, Palms Trax, MARIA e Anna Prior.

O Jameson Urban Routes ocupará o Musicbox, em Lisboa, de 23 a 27 de Outubro e os bilhetes para cada uma das sessões que o compõem já se encontram à venda. Saibam tudo aqui.

Emicida é Inácio
· POR Fernando Gonçalves · 19 Set 2018 · 11:47 ·


E quem é Inácio? Inácio da Catingueira, assim era o seu nome, foi um escravo que travou uma peleja com Romano Caluete, pequeno proprietário rural do estado da Paraíba, por volta de 1870. Lenda ou não, a estória conta-nos que Catingueira, poeta de devoção, debateu ideias com hábil argumentação durante oito dias a fio. No fim de tamanha dialéctica, Inácio, ganhou a liberdade. Se o escravo negro Inácio se libertou das grilhetas com argumentos, muitos outros negros brasileiros neste “desenvolvido” e “abolicionista” séc. XXI continuam a dormir na sombra da liberdade. Contestatário e activista, o rapper Emicida pegou neste exemplo que se lhe cola á pele e transformou-o em single.

Deste Brasil mestiço onde, à porta das eleições presidenciais, alguns clamam por uma suposta pureza surge Emicida com “Inácio da Catingueira”:

Parceiros