bodyspace.net


Your Friend Gumption

2017
Domino


Your Friend foi o nome artístico escolhido por Taryn Miller para assinar a sua própria música. Os motivos para tal estarão explicados numa qualquer entrevista com a norte-americana, mas se não as soubermos quase que ficamos com a ideia de que, apesar de tudo, Miller não tem assim tanto interesse em ser nossa amiga. O que se escuta em Gumption, o seu álbum de estreia, é uma colecção de canções pop onde o isolamento parece ser a palavra-chave.

É-o porque Gumption é belo, mas é de uma beleza melancólica, que nos leva a crer que a amizade não existe em Miller; apenas o retrato solitário de uma artista que procura na folk e na electrónica, numa toada não muito distante daquela propagada pelos Beach House, um qualquer contacto com o mundo lá fora. É o seu íntimo que ressoa pelas oito canções e trinta e seis minutos de música. A frase não pode ser, nesse caso, "Your friend", mas sim, em jeito de pergunta, "Will you be my friend?".

Caso queiramos ser amigos de Miller - e porque não o seríamos? Precisamos todos de amigos. -, não é preciso ir muito mais longe do que "Who Will I Be In The Morning", tema que fecha o álbum com uma nova questão. A sua voz ecoa, quase como num coro, por entre um nevoeiro espectral e psicadélico, antes de fechar os olhos em antecipação de algo positivo (quando a lógica ditaria o contrário). Quem será Miller pela manhã? Imaginemos que nossa amiga. E quem será ela num futuro álbum? Descubramo-lo juntos.


Paulo Cecílio
pauloandrececilio@gmail.com
28/11/2017