ÚLTIMAS
ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Dury Dava: Dionysiaki ekstasi me fusion rock
· POR Fernando Gonçalves · 24 Abr 2019 · 18:48 ·
@Eftychia Vlachou

Apostamos que se viram gregos para decifrar o título. Tal aconteceu porque está, realmente, em grego. Traduzindo por miúdos, tudo isto serve para anunciar a abertura da agência de viagens Dury Dava que, no seu primeiro pacote do mesmo nome, promete uma viagem assombrosamente dionisíaca pelos universos do krautrock, prog e psych. O álbum de estreia desta banda de Atenas terá edição oficial no dia 10 de Maio via Inner Ear e acaba de nos dar a sagrada loucura de “Satana”:


ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Paisagem sonora lapã pela primeira vez em disco
· POR Fernando Gonçalves · 24 Abr 2019 · 18:29 ·
@Harri Tarvainen

Se exceptuarmos o burburinho sazonal dos atarefados jornalistas em busca de uns quantos fotogramas e uma fleumática declaração do “Pai Natal”, a Lapónia, Norte da Finlândia, é, durante todo o ano, um santuário de paz e sossego. Essa calmaria chega agora, pela primeira vez, em formato álbum com Sound of Lapland, disco que convida o ouvinte a viajar pelos sons, e imagens (vem acompanhado de vídeos), da bucólica paisagem lapã.

Para além da prometida diminuição nos níveis de stress contida na premissa deste Sound of Lapland, todos os sons contidos no disco estão à disposição dos compositores e artistas através da livraria digital Lapland Sound Collection.

Aproveitem e vão dar um passeio pela floresta neste “Forestsong (A Wander Through the Woods with Singing Birds)”:


ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Mark Lanegan anuncia novo álbum e passagem por Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 24 Abr 2019 · 17:41 ·
@Travis Keller

“Batem leve, levemente, como quem chama por mim. Será chuva? Será gente? Gente não é, certamente e a chuva não bate assim. É talvez a ventania…”. Mark Lanegan foi com a sua voz cavernosa foi lá ver e confirmou que não era. Quem assim batia, para bem dos seus pecados, era o décimo primeiro álbum da sua carreira que, muito a propósito, denominou Somebody’s Knocking e cuja estreia acontecerá a 18 de Outubro via Heavenly Recordings. Tal como “A Balada da Neve” de Fernando Pessoa que acima reproduzimos ou como “O Corvo” de Edgar A. Poe em que pensamos mas não escrevemos, este Somebody’s Knocking apresenta-se como um longa, obsessiva e caleidoscópica viagem psych para tentar perceber como a música penetra os insondáveis abismos da alma.

Quem também poderá entrar nesta viagem será o público português. Lanegan e Somebody’s Knocking tem passagem garantida pelo Lisboa Ao Vivo (LAV) no dia 30 de Outubro e pelo portuense  Hard Club no dia seguinte. Os bilhetes encontram-se à venda por 23 euros, preço unitário para cada um dos concertos.

Apesar de aparentemente soturno, Lanegan afirma ter-se divertido como nunca na criação deste álbum e, em particular, na gravação de “Stitch It Up”, single de apresentação de Somebody’s Knocking:


ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Mark Lanegan anuncia novo álbum e passagem por Portugal
· POR Fernando Gonçalves · 24 Abr 2019 · 17:39 ·
@Travis Keller

“Batem leve, levemente, como quem chama por mim. Será chuva? Será gente? Gente não é, certamente e a chuva não bate assim. É talvez a ventania…”. Mark Lanegan foi com a sua voz cavernosa foi lá ver e confirmou que não era. Quem assim batia, para bem dos seus pecados, era o décimo primeiro álbum da sua carreira que, muito a propósito, denominou <i>Somebody’s Knocking</i> e cuja estreia acontecerá a 18 de Outubro via Heavenly Recordings. Tal como “A Balada da Neve” de Fernando Pessoa que acima reproduzimos ou como “O Corvo” de Edgar A. Poe em que pensamos mas não escrevemos, este <i>Somebody’s Knocking</i> apresenta-se como um longa, obsessiva e caleidoscópica viagem psych para tentar perceber como a música penetra os insondáveis abismos da alma.

Quem também poderá entrar nesta viagem será o público português. Lanegan e <i>Somebody’s Knocking</i> tem passagem garantida pelo Lisboa Ao Vivo (LAV) no dia 30 de Outubro e pelo portuense  Hard Club no dia seguinte. Os bilhetes encontram-se à venda por 23 euros, preço unitário para cada um dos concertos.

Apesar de aparentemente soturno, Lanegan afirma ter-se divertido como nunca na criação deste álbum e, em particular, na gravação de “Stitch It Up”, single de apresentação de <i>Somebody’s Knocking</i>:


ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
BoCA 2019 fecha com música
· POR Fernando Gonçalves · 24 Abr 2019 · 17:08 ·


Depois de cinco semanas onde as artes visuais, a performance e as artes cénicas foram rainhas, a edição 2019 do BoCA - Biennial of Contemporary Arts chega à sua recta final com o ceptro nas mãos da Música. Para esta última semana, a organização do BoCA gizou um programa que contempla sete concertos, repartidos entre Lisboa, Porto e Braga, que levarão ao público os sons de Kukuruz Quartet (estreia absoluta em Portugal), Linn da Quebrada, João Pais Filipe, Jonathan Uliel Saldanha e o projecto de homenagem à artista plástica Helena Almeida, “Sente-me, Ouve-me, Vê-me”.



Programação musical BoCA 2019:

26 de Abril
Braga
Museu Dom Diogo de Sousa, 17h, entrada livre
Concerto "Sente-me, Ouve-me, Vê-me" - Homenagem a Helena Almeida

Mosteiro de Tibães - Casa do Volfrâmio, 20h, 4 euros (2 euros para portadores de cartão jovem)
João Pais Filipe - "Voluta"

27 de Abril
Braga, Mosteiro de Tibães - Casa do Volfrâmio, 20h, 4 euros (2 euros para portadores de cartão jovem)
João Pais Filipe - "Voluta"

Lisboa, Carpintarias de São Lázaro, 22h, 10 euros (8 euros para menores de 30 anos)
Julius Eastman por Kukuruz Quartet - "Piano Interpretations"

28 de Abril
Porto, Casa das Artes, 18h, entrada livre
Concerto "Sente-me, Ouve-me, Vê-me"  - Homenagem a Helena Almeida

Braga, Mosteiro de Tibães - Sala do Capítulo 10h – 19h, 4 euros (2 euros para portadores de cartão jovem)
João Pais Filipe – “Voluta”

29 de Abril
Lisboa, Teatro Nacional São Carlos, 20h, entrada livre
Concerto "Sente-me, Ouve-me, Vê-me"  - Homenagem a Helena Almeida

Braga, Mosteiro de Tibães - Casa do Volfrâmio 10h – 19h, 4 euros (2 euros para portadores de cartão jovem)
João Pais Filipe – “Voluta”

30 de Abril
Lisboa
Teatro Nacional São Carlos, 20h, entrada livre
Jonathan Uliel Saldanha – concerto/performance “Socotoma Cintilante”

Lux/Frágil, 23h, 12 euros
Linn da Quebrada – concerto “Pajubá”

Braga, Mosteiro de Tibães - Casa do Volfrâmio 10h – 19h, 4 euros (2 euros para portadores de cartão jovem)
João Pais Filipe – “Voluta”
ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Serushiô regressam com Open Range
· POR Fernando Gonçalves · 24 Abr 2019 · 16:21 ·


A banda de Sérgio Silva, José Vieira, Fred Ferreira e Zé Nando Pimenta está de regresso aos álbuns com Open Range. O sucessor da “rodela de alta velocidade” Groove Lee (2016) será editado em Maio próximo e, para além da equipa titular Serushiô, conta com a colaboração dos reforços Alexandre Mano (baixo) e George Carver (guitarra lap steel) numa epopeia de treze temas que alternam entre o rock mais incisivo e as paisagens mais atmosféricas e cinemáticas.

O primeiro avanço para Open Range chama-se “Wind Call” e será um dos temas que a banda vai aproveitar para testar ao vivo já amanhã num concerto de celebração do 25 de Abril que terá lugar no Café Concerto da Casa da Música a partir das 22 horas. A entrada é livre.


ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Catacombe: um candeeiro que volta a alumiar
· POR Fernando Gonçalves · 23 Abr 2019 · 17:47 ·
@Ricardo Martins


Imortalizado em palco, e na história da banda de Vale de Cambra, o candeeiro que um dia iluminou os pedais dos Catacombe irá voltar a alumiar no dia 14 de Junho no Porto. O mote para este concerto que decorrerá no Understage do Teatro Rivoli será dado por Scintilla, álbum que foi ao inicio dos tempos buscar a centelha que ilumina um breu de cinco anos desde que Quidam saiu das catacumbas.

Gravado e produzido por Daniel Valente, nos estúdios Caos Armado e no CCMP, misturado por Falk Andreas e masterizado por James Plotkin (O.L.D., Khanate), Scintilla, com edição para breve, pretende transportar-nos até àquele momento primordial em que o Homem descobre o fogo, para que milhões de anos mais tarde uma banda possa (re)descobrir o rumo.

Apesar deste novo/redefinido rumo dos Catacombe ainda não ter feto luz sobre qualquer single, fiquem com um excerto de “growing”, tema que a banda partilhou na sua página oficial de Facebook e que conta com a voz de Melissa Veras (papercutz:, (( ASA )) ):


ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
The Psychedelic Furs em dose dupla
· POR Paulo Cecílio · 23 Abr 2019 · 15:54 ·


Os veteranos Psychedelic Furs regressam este ano a Portugal, para dois concertos em Porto e Lisboa onde irão reavivar as memórias de quem viveu os anos 80 e foi muito feliz ao som de temas como "Pretty In Pink".

A banda britânica subirá ao palco do Hard Club no dia 15 de Outubro, seguindo-se o do Lisboa Ao Vivo, a 16. Os bilhetes para ambos os espectáculos serão colocados à venda em todos os locais habituais a partir do dia 1 de Maio, ao preço de 28€.

ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Mark Lanegan bate à porta
· POR Paulo Cecílio · 23 Abr 2019 · 15:50 ·

Travis Keller

Mark Lanegan anunciou hoje o lançamento de um novo álbum com a sua própria banda. Somebody's Knocking é o sucessor de Gargoyle, de 2017, e chegará a 18 de Outubro através da Heavenly / PIAS. Juntamente com este anúncio veio novo single, "Stitch It Up", já disponível para escuta.

A juntar a tudo isto, Lanegan revelou as datas da sua próxima digressão, e Portugal será um feliz contemplado. O norte-americano actuará no Lisboa Ao Vivo a 30 de Outubro, e no Hard Club a 31.

 
ÚLTIMAS
Arquivo ÚLTIMAS
Os Ride não são um lugar seguro
· POR Paulo Cecílio · 23 Abr 2019 · 15:48 ·


© Kalpesh Lathigra

Os Ride anunciaram um novo álbum. This Is Not A Safe Place será editado no dia 16 de Agosto através da Wichita Recordings / PIAS e é o sexto álbum da banda britânica, o segundo desde que anunciaram a sua reunião, em 2014.

Tal como o seu antecessor, Weather DiariesThis Is Not A Safe Place foi produzido por Erol Alkan e é precedido por "Future Love", o seu primeiro single. Para ouvir aqui:

 
LER MAIS

Parceiros

Image 01 Image 02 Image 03 Image 04 Image 05 Image 06